terça-feira, 30 de abril de 2019

Fumaça produzida em olarias no entorno de escola gera reclamação de professores e alunos em Santana

A fumaça produzida em olarias que ficam próximas a Escola Estadual Alberto Santos Dumont, em Santana, cidade a 17 quilômetros de Macapá, tem incomodado professores, estudantes e funcionários. 

Dor de cabeça, tosse, tontura, irritação na garganta e dificuldades para respirar são alguns dos sofrimentos de quem convive com a fumaça diariamente. Receosos com problemas de saúde mais graves, eles pedem uma solução para a situação. 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) informou que já existe um procedimento de denúncia protocolado, tanto na secretaria, quanto na Promotoria de Meio Ambiente. Uma fiscalização nas olarias já está em andamento. 

Trabalhando há cinco anos na escola, a professora Helen Sardinha, teve que pedir mudança para outra instituição porque a convivência com a fumaça está prejudicando a gravidez. Além da fumaça das olarias, ela ressalta outro problema. 

“Primeiro agravante é um rejeito de minério, que fica atrás da escola, junto isso a fumaça, das várias olarias [...]. Até que ponto essa situação vai persistir, até quando?”, questiona. 

Outra professora, Djanine Albuquerque, sugere que o trabalho de produção de fumaça seja feito à noite, turno em que não há aula. 

“Porque pela manhã e tarde, pela questão climática, a fumaça acaba entrando na escola e a gente acaba inalando essa fumaça”, alerta. 

Por ser o primeiro que entra em contato com a fumaça, o pulmão é o órgão mais afetado, causando tosse e falta de ar. Porém quando essa fumaça é inalada, ela pode ser absorvida e trazer mau estar no corpo, dor de cabeça, náuseas e contato com a pele, provocando irritação. 

A pneumologista Maraci Andrade informa que é importante a comunidade denunciar casos como esses. 

“É importante que a comunidade esteja cobrando junto aos órgãos de controle, para que sejam mantidos os padrões aceitáveis para uma situação dessa. Tanto para evitar danos ao meio ambiente, como também para a segurança das pessoas”, reiterou.

Informações postadas no G-1 Amapá

Justiça cumpre prisão de homem condenado de violentar a própria filha em Santana

A Polícia de Santana executou na manhã desta terça-feira (30) um mandado de prisão contra um homem que teria violentado sexualmente a própria filha. 

O fato teria ocorrido em 2017, mas somente na semana passada, o acusado foi condenado pela justiça amapaense em cumprir a pena que lhe foi colocada. 

Segundo os autos do processo – ingressado no Juizado da Violência Doméstica, da Comarca de Santana – Zequiel Vasconcelos de Araújo, de 38 anos, foi denunciado pelo crime de violência contra a própria filha (na época com 15 anos), na qual chegou a confessar claramente ter cometido o ato. 

Na época, o acusado – que hoje é líder de uma igreja evangélica em Santana – chegou a ficar preso no Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) por 15 dias, vindo a ser solto após um pedido impetrado pelo advogado, lhe garantindo o direito de responder pelo crime em liberdade. 

Porém, no último dia 23 de abril, a Justiça do Amapá condenou Zequiel a cumprir 15 anos (em regime fechado) pelo crime de violência sexual. O blog tentou localizar a defesa do acusado pelo crime, mas não obteve êxito.

Para atender bebê, hospital de Santana improvisa incubadora com recipiente plástico em UTI neonatal

Entre paredes com mofo e infiltrações e crianças internadas pelos corredores do Hospital Estadual de Santana, uma cena chama a atenção: uma recém-nascida, de apenas 900 gramas, é mantida viva com ajuda de uma incubadora improvisada de recipiente plástico na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal. 

A cena é o retrato do que os profissionais do hospital fazem para tentar manter a saúde de prematuros e outras crianças com os recursos que têm disponíveis. O Governo do Estado do Amapá (GEA) afirma que investe em reformas estruturais e que demanda reforço de profissionais (veja o posicionamento completo no fim desta reportagem)

O flagrante foi feito durante uma vistoria dos conselhos regionais de Medicina (CRM) e de Enfermagem (Coren) do Amapá, na sexta-feira (26). Na fiscalização, as entidades identificaram mais de 80 irregularidades na unidade de saúde que funciona da região central do município que fica a 17 quilômetros de Macapá. 

Na UTI neonatal do hospital, cinco bebês precisam de incubadora, mas só uma estava em pleno funcionamento na sexta-feira. Para tentar salvar as crianças, os médicos improvisam para garantir a respiração e temperatura dos bebês. 

“O número de leitos é insuficiente. […] Isso é uma gambiarra. É muito frequente profissionais da saúde fazerem isso para a gente poder dar uma chance de vida àquele prematuro. Essas crianças precisam de atenção, precisam manter a temperatura, e sem isso, compromete o tratamento”, relata o presidente do CRM no Amapá, Eduardo Monteiro.

O Hospital Estadual de Santana é uma unidade que possui setores para atendimentos de urgência e emergência (pronto-socorro), laboratório, UTI e semi-intensiva adulto, UTI neonatal, e enfermarias adulto e infantil. 

Além da situação do setor que atende as crianças prematuras, a vistoria apontou infiltrações, paredes com mofo, fiações elétricas expostas, folhas de compensado no lugar de janelas, torneiras danificadas, aparelhos quebrados e falta de remédios, equipamentos e de profissionais, entre outros. 

Na pediatria, o setor com mais irregularidades, há superlotação com falta de leitos; e dois médicos e uma equipe reduzida de enfermeiros e técnicos que atendem, em média, 250 crianças no período de 24 horas. 

“É ruim a situação. Não só pra mim, mas para todas as mães que estão aqui”, comentou a dona de casa Selma Viegas, que acompanhava o filho no hospital. 

Por falta de leitos na enfermaria, 44 pacientes eram atendidos em cadeiras improvisadas e bancos de madeira pelos corredores na sexta-feira. 

“Eu passei a noite com a criança no colo. Quem vai conseguir dormir num pau desses? Tá vendo como está esse banco? Tá horrível o banco, né? E a criança tem que ficar no banco”, relatou a diarista Railane Martins. 

Problema dividido com a dona de casa Ariane Ribeiro, que está há dias com o filho de 11 meses internado com pneumonia. 

“É muito ruim. É péssimo. Porque tem muita gente, muita criança aqui, muitas bactérias circulando aqui, aí meu filho pode contrair uma outra doença, além da que ele tem”, reclamou. 

Enquanto os corredores estão lotados de crianças, o laboratório da unidade está quase vazio. Com equipamentos em falta, uma funcionária não identificada conta como os materiais descartáveis são reaproveitados. 

“Esses aqui são os tubos de hemograma. A gente lava. Despreza o sangue e lava. Esse aqui tudo bem, que vai na estufa. Mas os coletores de urina, esses aqui, só são lavados com água sanitária e sabão porque eles não vão para a estufa porque são plástico. É reaproveitado. Não tem. O que a gente pode fazer?”, detalhou. 

Os problemas, segundo o CRM, são consequências da falta de estrutura, de equipamentos e de pessoal, o que arrisca a vida dos pacientes que precisam do serviço. Ele cita que o município já deveria ter um hospital infantil. 

“Não eram leitos, eram cadeiras, bancos, macas. É uma preocupação grande porque quando se tem um número grande de pacientes a serem internados com número insuficiente de profissionais, a probabilidade de cometer algum equívoco é muito grande, assim como proliferação de doenças”, ressaltou o presidente só CRM. 

Os conselhos informaram que encaminhariam o relatório com os apontamentos ao governo do Estado na segunda-feira (29). O texto também será enviado ao Ministério Público do Amapá (MP-AP) e ao Ministério Público Federal (MPF) para que tomem medidas judiciais.

Enquanto a situação não melhora, a dona de casa Divina Silva Santos, que divide um banco com duas crianças internadas, lamenta a situação. 

“Com essa quantidade de crianças doente é difícil a situação. A gente tem que ficar no corredor. Tem muita gente no corredor de um lado para o outro. Está bem difícil a situação. Criança chegando a todo momento. Não sai. Só chega, chega”, lembrou. 

O que diz o governo? 
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou, em nota, que até o início da tarde de segunda-feira, ainda não havia recebido o relatório referente à inspeção no Hospital Estadual de Santana. 

O documento também afirma que a Sesa, dentro da capacidade financeira orçamentária, tem realizado readequações como a reforma de setores da unidade, reforço de servidores de enfermagem, reabilitação e administrativo, além da aquisição de mobília e equipamentos hospitalares. 

A Sesa reforçou ainda que não tem medido esforços para manter a qualidade e celeridade na prestação dos serviços que são indispensáveis para a população. 

A pasta reitera, porém, que as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) - de responsabilidade da prefeitura – são os locais responsáveis pelos atendimentos primários de menor complexidade. 

As demandas da atenção básica representam mais de 60% dos atendimentos do Hospital de Santana, o que compromete a assistência de urgência e emergência, lembrou a Sesa.

Informações postadas no G-1 Amapá

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Acusado de estuprar estudante é preso horas após crime em Santana

O principal suspeito de ter cometido um estupro na manhã desta segunda-feira (29) em Santana, foi preso horas depois do fato ter tido grande repercussão na cidade. 

Identificado pelo nome de Adamir Feitosa de Almeida, de 39 anos, o acusado foi localizado por volta das volta das 16h30 e levado diretamente para a delegacia do Igarapé da Fortaleza. Adamir ainda estava com as mesmas roupas descritas pela menina, que eram a calça jeans e a jaqueta com estampa camuflada. 

Segundo informações preliminares relatadas pela vítima ao 4° Batalhão de Polícia Militar (PM), o acusado estava portando uma ‘arma de fogo’ e a teria abordado numa calçada, levando-se em seguida levou para o local onde o crime teria acontecido. Toda a ação teria durado cerca de 15 minutos. 

Após o ato criminoso, a vítima foi encaminhada para o Hospital de Emergência do município, onde passou por atendimento médico e acolhimento social. Agora ela deverá passar ainda por um exame de conjunção carnal, realizado pela Polícia Técnico Científica do Amapá (Politec). 

Imagens das câmeras de segurança da região serão analisadas para melhor confirmar a identidade do suspeito. Alguns registros compartilhados nas redes sociais também mostram o acusado abordando a menina antes do crime. 

A delegacia de Santana não repassou ao blog sobre as providências a serem tomadas contra o acusado.

Algumas informações colhidas do  G-1 Amapá

Dois jovens são baleados no Remédios II

Um tiroteio foi registrado na noite desta segunda-feira (29) em Santana, mais precisamente no bairro dos Remédios II, área noroeste da cidade. 

Segundo as primeiras informações repassadas ao blog, o fato teria ocorrido na Travessa 06 do bairro, que fica nas proximidades da conhecida Praça do Fórum. 

As vítimas estariam em frente de uma residência, quando uma motocicleta (com uma dupla emcima da mesma) teria rondado pela via, na qual um dos ocupantes disparou vários tiros contra os jovens, vindo a se evadir do local em seguida. 

Identificadas apenas pelos prenomes de Mateus e Kelvin, as vítimas foram socorridas após a chamada de uma ambulância, sendo ambos levados para o Hospital de Emergências de Santana. 

Equipes do 4º Batalhão de Polícia foram acionados e estiveram no local, buscando maiores informações e fazendo diligências nas proximidades.

Até o fechamento desta matéria, não havia detalhes se algum suspeito havia sido preso ou detido.

VÍDEOS mostram homem acusado de estuprar aluna que seguia para escola em Santana

Imagens do suspeito captadas por câmeras
Circulam pelas redes sociais alguns vídeos, onde um homem é o principal acusado de ter estuprada uma criança na manhã desta segunda-feira (29) em Santana. 

De acordo com relatos e informações de familiares repassadas ao blog, uma aluna de 09 anos, da Escola Estadual José Ribamar Pestana, seguia por das 7h30min da manhã de hoje, rumo ao educandário, quando a mesma foi inesperadamente abordada por um homem na Avenida Walter Lopes da Cruz. 

Na ocasião, a aluna foi forçadamente levada para um local isolado e estuprada, ficando em posse do acusado por mais de uma hora. 

Após o ato criminoso, o acusado seguiu rumo ao cruzamento da Avenida Walter Lopes com a Rua Salvador Diniz, onde possivelmente teria buscado serviço de algum mototaxista para se evadir o quanto das proximidades do ocorrido. 

As imagens que circulam pela internet foram captadas por circuitos internos de pontos residenciais e comerciais que ficam nas imediações do local do estupro. Pelas imagens, é possível observar que o suspeito trafega em frente ao Ginásio de Esportes de Santana.

Apesar das imagens estarem parcialmente embaçadas, pode-se ver que o suspeito é de estatura alta, moreno, e trajando uma jaqueta camuflada. 

Em relação à criança violentada, a mesma encontra-se internada no Hospital de Emergências de Santana, recebendo todos os cuidados médicos. 

Abaixo, as imagens que circulam pelas redes sociais: 
 

domingo, 28 de abril de 2019

Serviço inacabado da Prefeitura faz água das chuvas invadirem casas em Santana; VÍDEO

Água das chuvas invadiu casas em Santana
Um serviço que já deveria ter sido realizado há mais de dois anos, trouxe agora uma intensa dor-de-cabeça para os moradores que residem em uma avenida do bairro Paraíso, em Santana. 

Segundo informações dos moradores que residem na Avenida São João Apóstolo, juntamente com outros que residem em frente da Rodovia Duca Serra, um serviço de escoamento pluvial, que iniciou em 2017 pela Prefeitura de Santana, acabou sendo paralisado, ficando assim os moradores sob o risco de terem seus terrenos invadidos pelas águas durante o período de inverno. 

Os moradores relatam que a rede de escoamento seria também devido as águas vindas de imóveis do Residencial Aquaville, porém, o poder municipal havia desde então se comprometido em resolver a situação através da construção de um sistema que evitasse o acúmulo dessa água pelos imóveis. 

“Vieram a primeira vez aqui em junho de 2017, prometendo voltarem e não retornaram. Agora há pouco tempo (cerca de um mês atrás), vieram alguns técnicos da Prefeitura prometendo retomarem com os serviços de construção da obra de escoamento, mas até aqui, tudo continua parado”, explicou a moradora Alcione Lima, residente na Avenida São João Apóstolo. 

No entanto, com as últimas chuvas ocorridas na cidade de Santana, a intensidade das águas causaram fortes consequências em vários pontos urbanos. 

Um vídeo produzido pela moradora mostra a força das águas das chuvas deste domingo (28) atravessando de dentro de um terreno situado pela Rodovia Duca Serra, se alavancando através de um buraco no muro (que divide os terrenos) e invade o terreno da moradora que reside pela Avenida São João Apóstolo. 

É ainda possível observar pelo vídeo que a intensidade das águas das chuvas não apenas atinge a área do imóvel, como também chega a invade um dos compartimentos do imóvel pela Avenida São João Apóstolo. 

Ninguém da Secretaria Municipal de Obras e Limpeza Pública de Santana foi localizado neste domingo para comentar sobre o assunto. Abaixo o vídeo: 

sábado, 27 de abril de 2019

PRB recebe a força da Delegada de Santana Luiza Maia

Luiza quer lutar pelo empoderamento feminino
A delegada santanense Luiza Maia encara mais um desafio a curto prazo. Nessa sexta-feira (26/04), ela se filiou ao Partido Republicano Brasileiro (PRB). 

Conhecida por desvendar inúmeros casos de grande repercussão no Estado, a agente da segurança pública teve a ficha abonada pela deputada federal Aline Gurgel, atual presidente do partido no Amapá.

Numa entrevista exclusiva ao blog, a delegada explicou que um dos objetivos de sua filiação é dar reforço na luta pelo empoderamento feminino, visando fortalecer na luta pela dignidade da classe e mais espaço no mercado de trabalho. 

“Tenho de tempo uma grande preocupação com as mulheres sobre sua proteção, sua dignidade e a necessidade de abrir mais espaço no mercado de trabalho, por fatores desse tipo que lutarei por elas”, explicou. 

Segundo a delegada, a entrada dela na legenda também se deve pelo fato de reconhecer o atual trabalho empenhado pela presidente estadual do partido, que busca criar mais força em favor da classe feminina. 

“Gosto muito da bandeira de trabalho que vem sendo feito pela deputada Aline Gurgel, e isso me chamou muita atenção e despertou essa vontade de encarar esse desafio. Ninguém me sugeriu, vim para o partido pela atual conjuntura para agora somar”, esclareceu. 

Servidora do quadro efetivo da Polícia Civil do Estado do Amapá desde 2005, Luiza Maia já atuou nos municípios de Tartarugalzinho e Macapá, estando nos últimos oito anos comandando ações policiais na 2ª Delegacia de Santana. 

Ainda não sabe as possíveis pretensões da recém-chegada ao PRB para as eleições do ano que vem, mas fortes especulações populares a cogitam para o cargo majoritário do Executivo municipal de Santana. 

Além de Maia, outro agente da segurança pública que também se filiou ao PRB foi Antônio Batista.

Em local estratégico, imóvel de Santana vai a leilão nesta terça-feira (30)

A maioria das pessoas sonha em fugir do aluguel e adquirir um imóvel próprio. Mas, muitas vezes, o desafio de encontrar um lugar que combine com o perfil e o bolso faz com que a realização desse sonho pareça algo muito distante. 

Com isso, nesses tempos de crise econômica, diversas pessoas preferem de alguma maneira adquirir somente aqueles bens tanto duráveis quanto consumíveis. 

Dentre essas opções acessíveis estão os leilões, que costumam apresentar valores abaixo do mercado. Neste caminho comercial, a forma utilizada pelos leilões não apenas valoriza o imóvel como também favorece o futuro proprietário devido sempre o referido imóvel está situado em locais bem estratégicos. 

Um exemplo é um imóvel situado na cidade de Santana, que, localizado no cruzamento da Rua Ubaldo Figueira com a Avenida Rio Branco (área Central do município), estará entrando em leilão de vendas na próxima terça-feira (dia 30 de abril). 

De acordo com os dados (postados abaixo), o prédio possui três pavimentos, contendo mais de dez salas que podem ser alugadas para representantes comerciais, além de um estacionamento duplo devido está situado em um cruzamento de vias. 

Segundo os responsáveis pelo leilão – que ocorrerá na manhã desta terça-feira (30) –, o imóvel está sob o lance inicial de pouco mais de R$ 1,6 milhão para quem estiver interessado em participar do certame, ressaltando que o prédio está com sua documentação física em dias junto à Prefeitura de Santana. 

Abaixo, dados detalhados sobre o imóvel de Santana que estará sob leilão: 

PRÉDIO COMERCIAL COM TRÊS PAVIMENTO - BAIRRO CENTRO 

Santana/Amapá 

30/04/2019 à11:30 

LANCE R$ 1.617.500,00 
Rua General Ubaldo Figueira, Quadra 45, Setor 04, Bairro Central, Santana/AP. 

Localização: Bairro comercial com todos os melhoramentos públicos. 

Área terreno: 1.080,00 m² 
Área construída: 1.172,00m² 
Matrícula: 325 do CRI do Santana/AP 
Contribuinte: 004.042.520 - Prefeitura de Santana/AP 

- Distribuição Interna: Térreo: composto de cinco salas com um banheiro cada. 

1º Pavimento: composto de cinco apartamentos de 101 á 105, contendo cada um as seguintes: pátio, duas salas, dois dormitórios , banheiro social, cozinha e área de serviço. 

2º Pavimento: composto de cinco apartamentos 106 a 110, contendo cada um as seguintes dependências: pátio, duas salas , dois dormitórios, banheiro social, cozinha e área de serviço. Observação: • Ocupado. 

Despesas imediatas do cliente/arrematante (pagas 24 horas úteis após a arrematação) Valor da Arrematação +5% sobre a arrematação – Comissão do Leiloeiro 10% Honorários da Consultoria (análise da documentação/ cadastro e acompanhamento em leilão eletrônico/ acompanhamento escritura e registro/ desocupação).

7ª Edição da ação ‘Madre Comunidade’ realiza mais de 1.400 atendimentos em Santana

A manhã deste sábado (27), foi de prestar atendimentos de saúde, fortalecer a cidadania e oferecer muito lazer para a população de Santana. A sétima edição da ação Madre Comunidade 2019, ocorrida na Escola Augusto Antunes levou serviços gratuitos à comunidade e realizou mais de 1.400 atendimentos. 

Foram mais de 350 atendimentos médicos, 358 aferições de pressão arterial, 143 atendimentos odontológicos, 24 pessoas atendidas pelos psicológicos. 

A ação ofertou também testes de tipagem sanguínea, de visão, coletas de PCCU, testes rápidos de HIV/Sífilis, glicemia, cálculo de massa corpórea, além de massoterapia, acupuntura, auriculoterapia e cortes de cabelo. 

Uma das novidades desta edição do projeto, foi o diálogo aberto com a comunidade sobre a prevenção ao Suicídio. Com o apoio de alunos do curso técnico em Enfermagem e professores psicólogos da instituição, foram prestadas orientações sobre o tema. 

Durante a ação, também teve espaço informatizado para emissão de cartão do SUS, uma parceria com o SuperFácil e orientação aos jovens para o mercado de trabalho, por meio de atendimentos realizados pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE/AP). 

Em uma live interativa transmitida pelas redes sociais, contou com um bate papo com o gerente do SEBRAE de Santana, Aurinei Lopes, o supervisor do CIEE no Amapá, Ismael Ângelo e os administradores Tatiana Costa e Ruan Pablo, para falar sobre Empreendedorismo e Agronegócio, tendências e expectativas acerca do assunto. 

O entretenimento ficou por conta das turmas de Pedagogia, Letras e Matemática, com jogos e atividades lúdicas para os participantes. 

Outra novidade deste ano, foi a participação da primeira turma do curso de Educação Física da instituição, que levou lazer à comunidade, através de competições esportivas. 

A Ação Madre Comunidade é um projeto do Grupo Madre Tereza promovida com a ajuda dos alunos, professores, coordenadores e profissionais voluntários e instituições parcerias.

O segundo momento da ação, será a entrega de alimentos arrecadados à instituições que prestam serviços sociais no município de Santana.

Reportagem de Andreza Sanches

4° Batalhão de Santana conclui o Curso de Policiamento Comunitário Escolar com sucesso

Militares do 4° Batalhão PM concluíram a quarta edição do Curso de Policiamento Comunitário Escolar nesta sexta-feira, 26, que foi realizado na Academia Integrada de Formação e Aperfeiçoamento (AIFA), e teve a duração de uma semana. 

O curso de especialização visa capacitar os policiais no desenvolvimento de estratégias didáticas de abordagem no âmbito escolar possibilitando maior integração entre a Polícia Militar e a comunidade escolar. 

Por meio dessas ferramentas é possível interagir de maneira mais proativa com os vários segmentos educacionais, a saber: pais, alunos e corpo docente. 

Um grande avanço para a Companhia de Policiamento Escolar do 4° Bpm - CPOE que agora conta com mais profissionais capacitados para estas ações de policiamento comunitário escolar. 

O curso é realizado pela Coordenadoria de Segurança Comunitária da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP) e tem parceria com o Ministério Público, Academia Integrada de Formação e Aperfeiçoamento (AIFA) e Polícia Militar. 

Divisão de Relações Públicas e Imprensa do 4° Batalhão – DRPI

Via tomada por buracos e lama limita passagem de motoristas e pedestres no Centro de Santana

Crateras e o espaço de tráfego ocupado pela lama. Esse é o desafio de moradores e motoristas da Rua Machado de Assis, uma das principais do Centro de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. O problema dura mais de seis meses e são poucos que arriscam ainda passar pelo trecho. 

O empresário Cairon Góes, de 32 anos, diz que sempre morou na região e relata que a situação precária é recorrente, causando prejuízos financeiros por conta do buracos. Ele acredita que o problema esteja na qualidade do asfalto utilizado no serviço. 

"Todo ano é isso, eles cobrem a rua com um asfalto de baixa qualidade e com uma camada muito fina. Não se trata da chuva, é um trabalho mal feito. Tive um prejuízo de mais de R$ 500 reais no meu carro depois de cair em um dos buracos", reclamou, em tom de protesto. 

A Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop) de Santana informou que o município, responsável pela manutenção, não têm recursos suficientes para dar início à operação "tapa-buraco" e pediu apoio da Secretaria de Estado de Transportes (Setrap). 

"O Setrap ficou de nos fornecer 60 toneladas de asfalto por dia para realizar o serviço nas ruas da cidade, mas tiveram problema com o fornecedor e abriram nova licitação para receber os insumos. Estamos dependendo disso", explicou o secretário da Semop, Juscelino Alves. 

A Semop acrescentou ainda que a região está incluída no cronograma de serviços, principalmente nas vias em estado mais crítico, como a Rua Machado de Assis e a Rua Presidente Kennedy. 

O secretário de Estado dos Transportes, Benedito Souza, confirmou o problema com a empresa fornecedora do asfalto e esclarece que deve iniciar um serviço com medidas paliativas nas ruas em estado mais grave na segunda-feira (29). 

"Recebemos uma doação de material do município de Porto Grande, com isso vamos tapar os buracos nessas ruas até que uma nova empresa seja licenciada e até que passe o período de chuvas para cumprirmos medidas permanentes na malha viária de Santana", esclareceu Souza. 

Segundo a Semop, assim como o governo, o município enfrenta problemas com fornecedores e deve resolver o situação em cerca de 60 dias. Juscelino Alves explica que dentro desse prazo o período de chuvas já vai ter passado e as condições de trabalho serão melhoradas. 

"Executamos uma licitação de R$ 3 milhões e a empresa que ganhou pediu realinhamento de preço. Eram duas empresas, uma foi desclassificada e a outra não quis assinar contrato. Acredito que com esse trâmite resolvido podemos começar o serviço", crê Alves.

Informações postadas no G-1 Amapá

sexta-feira, 26 de abril de 2019

‘Arrastão’: VÍDEO mostra ação dos criminosos dentro de escola em Santana

Horas após uma escola da rede estadual de ensino da cidade de Santana ter sido alvo de um ‘arrastão’, ainda na noite desta sexta-feira (26), onde criminosos invadiram salas de aula e subtraíram pertences de alunos e professores, as imagens do circuito interno de segurança da instituição foi liberado para a imprensa. 

A Escola Estadual Rodoval Borges, localizada no bairro Fonte Nova, área norte da cidade, foi alvo de bandidos na noite desta sexta-feira. 

Nas imagens abaixo – na qual foram cedidos cerca de dois minutos de duração – é possível notar a entrada na instituição de ensino de dois homens vestidos de modo que não levanta qualquer suspeita. 

Porém, em poucos instantes, a dupla segue até um dos banheiros da escola e após ficarem por alguns segundos no local, dão ‘uma volta’ no bloco de entrada da escola, onde logo depois já aparece um terceiro suspeito com a dupla. 

Nos últimos momentos do vídeo, apenas se observa que os suspeitos já estão entrando numa das primeiras salas do bloco de entrada da instituição. 

Após a ação criminosa, os suspeitos fugiram e agentes do 4º Batalhão da PM estiveram na escola, buscando por maiores informações, mas até o fechamento desta matéria, ninguém havia sido preso. 

Abaixo, as imagens que circulam pelas redes sociais: 

Pânico: Bandidos fazem ‘arrastão’ em escola de Santana

Policiais buscando informações na escola Rodoval
O medo e o desespero tomaram conta de dezenas de alunos da Escola Estadual Rodoval Borges, localizada no bairro Fonte Nova, área norte de Santana ainda na noite desta sexta-feira (26). 

Segundo as primeiras informações repassadas ao blog, o fato aconteceu por volta das 19h30 de hoje, quando uma dupla teria entrado em pelo menos duas salas de aula da instituição, que fica situada numa das áreas mais distantes da cidade. 

“Só vimos quando um deles já entrou na sala falando pra todo mundo ficar calado e passar todos os celulares, nem o professor teve reação nessa hora”, relatou uma aluna ao blog, pelas redes sociais.

Em uma das salas de aula que foram invadidas pelos criminosos – que portavam ‘armas de fogo’ em punho – tantos os alunos como o professor que havia no momento chegaram a serem constantemente ameaçados pelos suspeitos. 

“Teve gente já passando mal nas salas”, continuou relatando a aluna. 

Após o ‘arrastão’ feito na escola, os criminosos logo se evadiram, na qual havia um veículo aguardando os mesmos pelas proximidades. 

Agentes do 4º Batalhão da Polícia Militar de Santana foram acionados e se encontram nesse momento efetuando diligências nas área próximas da escola, mas até o fechamento desta matéria, nenhum suspeito havia sido detido ou preso.

Para evitar novo aumento na tarifa de ônibus, isenção de imposto sobre óleo diesel é prorrogada

Após quatro meses sem a isenção do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidente sobre o óleo diesel usado pelos ônibus, o Governo do Estado do Amapá decretou na segunda-feira (22), a manutenção do benefício até o fim de setembro. A concessão é destinada ao transporte coletivo público intermunicipal e urbano no estado. 

Com a medida, o governo pretende que o Sindicato das Empresas de Transportes do Amapá (Setap) volte atrás com a possibilidade aumento da tarifa de ônibus, que é cogitada desde o fim de 2018, com um acréscimo de R$ 0,50 no valor atual de R$ 3,25. 

Entre os gastos das empresas, 26% é de combustível. Desse valor, 25% é com o ICMS, valor que deixa de ser pago pelas empresas ao governo com a isenção. O segundo maior gasto das empresas é com a folha salarial, o que equivale a 16%. 

Por outro lado, o sindicato reforça que, mesmo com a manutenção do valor da isenção do ICMS para o óleo diesel, a política de reajuste da tarifa é diferente. Para o Setap, o valor ideal, pensando já com o fim da isenção, no fim de setembro, seria de R$ 3,80. 

“São cerca de dois anos sem reajuste, além disso, nas planilhas de custo onde, mesmo com o valor abatido do ICMS, há prejuízos para as empresas”, disse porta-voz do Setap, Renivaldo Costa. 

No dia 30 de abril, uma audiência vai definir um possível aumento no valor da tarifa de ônibus. Na ocasião, a prefeitura de Macapá apresentará uma contraposta a estipulada pelo Setap.

Informações postadas no G-1 Amapá

Emoção e gratidão na despedida de servidora pioneira em Santana: “Sentimento de dever cumprido”

Uma homenagem foi feita pelos servidores e Juízes do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Santana, que ofereceram uma surpresa para a servidora Maria da Conceição de Almeida Amanajás, há 23 anos lotada na mesma Unidade, exercendo a função de chefe de secretaria por 10 anos. A servidora aderiu ao Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI) do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP). 

Por pouco que a surpresa não foi descoberta. “Conceição é metódica e tem por hábito entrar todos os dias em cada sala da unidade para fechar as janelas e inspecionar as centrais de ar”, relata a juíza Carline Negreiros, titular do Juizado. 

Após criarem um grupo de whatsapp para se desdobrarem na organização, os colegas de trabalho tiveram que inventar várias histórias para que a sala fosse fechada para decoração e serviço do Buffet. 

A servidora se emocionou quando foi surpreendida com todos os colegas e juízes dentro da sala. “O sentimento do dever cumprido, o conhecimento, e a amizade adquirida serão dádivas que levarei por toda minha vida. Guardarei por todo o sempre horas e dias felizes aqui vividos, ressaltando o companheirismo, o respeito e a compreensão que sempre formaram os pilares do nosso trabalho”, disse Conceição. 

A Juíza Carline Negreiros leu um texto de agradecimento, e com muita emoção destacou a importância da colaboradora em sua vida, perguntado aos demais “o que Conceição representa para cada um na vida profissional ou pessoal?”. 

Cada servidor e Juiz estampou em sua camisa a resposta da referida pergunta, destacando o valor que a servidora representa com adjetivos como acolhimento, atenção, fé, compromisso, proteção, companheirismo, aprendizado, tranquilidade, amor de mãe, disciplina, autoconfiança, amizade e gratidão. 

Juízes com quem a servidora trabalhou foram citados com muito carinho pela homenageada: “Aos Juízes Adão Carvalho, Eleusa Muniz, Nilton Bianquini e Carline Negreiros, agradeço todo ensinamento, aprendizado, confiança, e respeito. Enfim, gratidão por tudo”, disse. 

Convidada para participar do momento especial, a juíza Eleusa expressou seus sentimentos: “Foram mais de 13 anos trabalhando juntas, nunca vi a servidora ser agressiva com ninguém, sempre protegendo, procurando a melhor solução para os problemas. Desejo toda felicidade para Conceição, declarou”. 

O juiz Nilton Bianquini ressaltou que Conceição sempre teve a tranquilidade de conseguir saber agir na hora de ser chefe e na hora de ser amiga. “É muito bom trabalhar com alguém que tem esse equilíbrio, fico muito feliz por ter a sua amizade e consideração. Desejo Boa Sorte nessa nova jornada”, destacou. 

A servidora agradeceu aos colegas: “Obrigada por tudo que vivi e que o tempo transformará em saudade, mas que servirá de incentivo para minha jornada. Seguirei como uma viajante, que ainda não escolheu o seu destino, se preciso for, vou me reinventar após longas férias”, finalizou.

quinta-feira, 25 de abril de 2019

Polícia de Santana tenta localizar veículo que é objeto de investigação

Veículo (detalhe) está desaparecido
A Polícia Civil de Santana está tentando localizado um veículo que, segundo as autoridades, é ‘peça-integrante’ de um longo processo instaurado na 1ª Delegacia de Santana, situado na área portuária da cidade. 

De acordo com a delegada Luiza Maia, o proprietário do veículo já foi notificado há semanas sobre a questão de manter o veículo sobre o contato das autoridades locais, no entanto, o seu sumiço o coloca agora na posição de ‘procurado’. 

“Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro desse veículo, deve imediatamente entrar em contato com a delegacia de Santana”, alertou a delega Maia. 

Uma foto do veículo (em anexo) foi colocada à disposição da imprensa para ajudar nas buscas.

Subseção da OAB de Santana realiza Ação de Saúde para advogados

A subseção da Ordem dos Advogados (OAB) de Santana, em parceria com a Caixa de Assistência, órgão que faz parte da instituição, realizou nesta quinta-feira (25), uma Ação de Saúde para os advogados e seus dependentes e associados. 

As atividades iniciaram às 8h com o café da manhã. Os atendimentos se seguiram durante o dia até às 16h. 

A presidente da subseção de Santana, Drª Josiete do Socorro Botelho Dias, destacou a importância de ações como essas. 

“Levar ações como essas ao ambiente de trabalho dos advogados e advogadas do nosso município é possibilitar que eles tenham uma maior qualidade de vida. Além disso, entendemos que essas ações possibilita a valorização do profissional que muitas vezes encontra-se atribulado de atividades e sem tempo, por exemplo, para fazer um simples teste rápido”, explicou. 

A ação integra atividades para a melhoria na qualidade de vida dos advogados. Foram ofertados serviços de aferição de pressão, vacina contra a gripe, clínico geral, psicólogo e teste rápido. 

Já o secretário adjunto da subseção, Wagner da Silva Júnior, enfatizou que a ação é uma oportunidade para cuidar da saúde. 

“Essa é uma ótima oportunidade que o advogado tem para cuidar da saúde, o nosso trabalho as vezes é estressante e nem sempre temos tempo para ir ao medico, esse ação é justamente para cuidar da saúde do advogado”, finalizou.

Informações postadas no blog do Iran Fróes

Macapá e Santana: Academias de musculação e monitores são alvos de operação da Polícia Civil

Academias de musculação e monitores acompanham as práticas esportivas em Macapá e Santana são alvos de uma operação da Polícia Civil do Amapá deflagrada na manhã desta quinta-feira (25). 

A ação combate a atuação clandestina de empresas e o exercício ilegal da profissão de educador físico. 

Além da Polícia Civil, as equipes de fiscalização do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon) e do Conselho Regional de Educação Física (Cref) também atuam na operação chamada “Academia Legal”. 

De acordo com a delegada Janeci Monteiro, da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor (Deccon), 12 academias devem ser vistoriadas pela ação. Até 12h, 4 academias foram fiscalizadas e 10 multas foram aplicadas. 

“Tanto a pessoa que exerce a profissão de educador físico quanto a academia devem estar credenciadas e habilitadas no Conselho. Sobre as academias clandestinas, verificamos que elas não possuem esse registro, nem sequer estão constituídas formalmente. O exercício ilegal é uma contravenção penal. Os instrutores estão sendo intimados a prestarem esclarecimento na delegacia”, declarou Janeci. 

Um inquérito policial será instaurado para verificar ocorrência de crimes contra a relação de consumo, segundo a polícia, que reforça que a situação irregular desse tipo de serviço ocasiona problemas em vários aspectos para a vida do cliente. 

“Ele pode ser lesado tanto na sua saúde quanto no seu patrimônio. A orientação é que o consumidor se certifique que o profissional que esteja atuando nas academias seja um profissional habilitado e credenciado”, finalizou a delegada.

Informações postadas no G-1 Amapá

Sujeira e acúmulo de lixo revoltam usuários dos maiores hospitais de Macapá e Santana

Os maiores hospitais públicos de Macapá e Santana têm causado outros problemas a pacientes e familiares além dos rotineiros, como a demo...