sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Governador Camilo Capiberibe e lideranças religiosas celebram o Dia Nacional do Evangélico

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, acompanhado da primeira-dama do Estado, Cláudia Camargo, recebeu nesta quinta-feira, 29/11, na Residência Oficial, lideranças, pastores e representantes de igrejas evangélicas de Macapá e demais municípios do Estado. O objetivo do encontro foi celebrar o Dia Nacional do Evangélico, comemorado nesta sexta-feira, 30, em todo o Brasil.
De acordo com o pastor da Igreja Assembleia de Deus do município de Santana, Lucifrancis Tavares, que representou os evangelizadores, o encontro foi um reconhecimento do governador Camilo Capiberibe ao trabalho desenvolvido pelas congregações evangélicas no Amapá.
"Esse é um momento de felicitação, um reconhecimento do governo do Estado e das autoridades brasileiras por conta das ações evangelizadoras e trabalhos sociais dos evangélicos no Amapá e no Brasil. Portanto, estamos gratos ao governador pelo apoio e reforçar que estamos prontos para ser parceiros e somar com essa gestão para a melhoria da vida do povo amapaense", pontuou Lucifrancis Tavares.
O governador destacou que os evangélicos, além de difundir a palavra de Deus, possuem trabalhos importantes no Amapá junto aos cidadãos em vulnerabilidade, como o combate à fome, auxílio aos dependentes de drogas e suas famílias. Camilo Capiberibe enfatizou que a data é um justo reconhecimento ao segmento, pela nobre atividade espiritual e social.
"O movimento evangélico cresceu no Brasil inteiro. Aqui no Amapá não foi diferente, o governo do Estado reconhece o importante papel social desse segmento religioso, pois garantem a conduta correta de muitos cidadãos, desenvolvem ações em benefício dos mais carentes. Cada um fazendo o seu papel, o Estado ganha, portanto, continuaremos a apoiar as igrejas evangélicas e suas ações, que ajudam o Poder Público na melhoria de vida da população. Meus parabéns aos evangélicos pela data", ponderou o governador.
Homenagem
Na ocasião, os pastores das diversas congregações homenagearam o governador com uma placa comemorativa, por conta do apoio de Camilo Capiberibe às ações das igrejas evangélicas desde o início de sua gestão à frente do Governo do Amapá. Eles enfatizaram que a parceria com o Executivo auxilia o trabalho de cunho espiritual e social.
O dia 30 de novembro foi instituído como o Dia do Evangélico, após projeto parlamentar apresentado na Câmara Municipal do município de Santana, em 2003, pelo, na época, vereador Pastor Aroldo Vasconcellos (PSB). O projeto também foi apresentado pela deputada Mira Rocha (PTB), na Assembleia Legislativa do Amapá, e sancionado como Lei em 2004 (Lei nº 827/2004) com a finalidade de celebração de conquistas e lutas do povo evangélico.
Por meio da Lei nº 12.328, de 15 de setembro de 2010, o então presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, institui o Dia Nacional do Evangélico a ser comemorado em 30 de novembro de cada ano.
De acordo com números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Amapá possui 187 mil evangélicos, o que representa quase 28% da população amapaense.

Bandidos fazem arrastão em Escola de Santana. Um dos envolvidos é preso

 
O cidadão Vagner de Araújo Almeida, vulgo "macaco", de 22 anos, residente na avenida Rui Barbosa, 683, Hospitalidade, na companhia de um indivíduo de vulgo Axel invadiram uma sala de aula da Escola Estadual Augusto Antunes em Santana por volta das 21 horas e 30 minutos desta quarta feira (28/11) e de posse de uma pistola de pressão roubaram vários aparelhos celular. Axel é ex aluno da escola e isso teria facilitado a entrada no estabelecimento educacional. A dupla causou panico nos alunos que entregaram seus objetos de valor principalmente aparelho celular.
Uma viatura de rádio patrulha do 4º batalhão comandada pelo SGT Alan Patrick, SD's Edielle e Souza estava as proximidades da escola, o que facilitou a prisão de um dos envolvidos no roubo.
Macaco já é um velho conhecido das equipes de rádio patrulha do batalhão por crimes dessa natureza. Ele assaltou um consultório médico no ano passado e cometeu outro roubo na casa de uma tia dele na Ilha de Santana.
Junto com Vagner os  PM's encontraram 14 aparelhos celulares, bolsa porta cédulas, mochila das vítimas e uma pistola, que é de pressão mas muito parecida com uma arma de fogo.
A apresentação do assaltante junto com as rés furtiva e algumas das vítimas foi feita na Central de Flagrantes de Santana através do B.O. Nº 2236 ao Delegado Arthur Moreira para as providências.

Procon volta a fiscalizar preços de combustíveis nos postos de Macapá e Santana

O valor cobrado pelos combustíveis em Macapá e Santana tem sido uma das maiores reclamações registradas por consumidores insatisfeitos no Instituto de Defesa do Consumidor (Procon), que, decorrente às denúncias, está realizando nesta terça-feira, 27/11, pela manhã e à tarde, uma grande fiscalização em todos os postos dos referidos municípios.
A ação tem como foco principal o motivo que levou os postos a cobrarem mais caro, além de verificar a quantidade e qualidade dos produtos comercializados, informações de preços em painéis e faixas na entrada dos estabelecimentos; se há valores diferentes nas bombas; se é informada qual a origem do combustível, se o posto pratica preço diferenciado e imposição de limite de valor para pagamento com cartão de crédito; publicidade enganosa e prazo de validade.
Segundo a diretora do Procon, Nilza Amaral, os revendedores que estiverem praticando preços abusivos terão de explicar os motivos que levaram ao aumento baseados em documentos que comprovem tais medidas.
"Caso o consumidor se sinta lesado, deve procurar o Procon e formalizar a denúncia para que o posto seja fiscalizado. É importante que, ao abastecer, ele também exija uma nota fiscal para comprovar o valor pago, no ato do abastecimento", recomenda Nilza.
A consumidora Dorotéia Maciel diz que a ação é muito importante, uma vez que ela sempre abastece no mesmo posto e afirma se sentir mais segura com as fiscalizações do Procon porque sabe que, dessa forma, previne o aumento no valor e na adulteração do combustível.
O Procon afirma que o trabalho de verificação de combustíveis está sendo realizado periodicamente em todos os postos de Macapá e Santana, com o objetivo de garantiar a qualidade dos produtos no mercado.

Transporte intermunicipal fica 11,20% mais caro

Quem utiliza o transporte coletivo intermunicipal pagará mais caro a partir de amanhã, 1º de dezembro. De acordo com Portaria publicada no Diário Oficial do Estado, a Secretaria Estadual de Transporte (Setrap) autorizou o reajuste de 11,20% na tarifa dos itinerários intermunicipais a partir de dezembro.

Este será o terceiro aumento na tarifa dos intermunicipais. “O último reajuste de tarifas nas linhas rodoviárias intermunicipais ocorreu em 26 de março de 2006. Após estudos dos valores dos insumos básicos, que influenciam no custo tarifário no período de 2006 a 2010, diagnosticou-se um aumento médio de 44,82%”, descreve a portaria Nº 63/2012.

De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes do Amapá (Setap), Décio Santos, esse acordo entre a Setrap e as empresa foi firmado ainda em 2010, porém, autorizado apenas neste ano.

“Todas as linhas intermunicipais terão um reajuste. O percentual total foi fracionado para não ocasionar um impacto maior no bolso dos passageiros, então o dividimos em três parcelas, e a última será esta de dezembro”, contou Santos.

A terceira parcela do reajuste tarifário é de 11,20%. No caso do itinerário Macapá/Santana, por exemplo, o valor da passagem passaria para R$ 2,58. No entanto, para ajudar no troco, as empresas estipularam o reajuste para R$ 2,50. Hoje é o último dia em que os passageiros poderão pegar o referido intermunicipal ao valor de R$ 2,30.

“Esse reajuste foi autorizado pelo Estado, com base em negociações que tivemos ainda em 2010, com a antiga gestão estadual; e ainda com a atual, que também concordou com o aumento, autorizando somente neste ano”, concluiu o presidente do Setap.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Decisão da Justiça Eleitoral garante diplomação de Robson Rocha em Santana

Decisão do desembargador Agostino Silvério, na tarde de ontem (27), garante que o prefeito eleito de Santana, Robson Rocha (PTB) seja diplomado no próximo dia 18 de dezembro, às 10h, no Fórum da Comarca de Santana. A decisão é referente ao pedido de suspensão da proclamação do resultado da eleição majoritária em Santana, determinado em liminar pela juíza eleitoral Ana Lúcia Bezerra, titular da 6ª Zona Eleitoral de Santana, no último dia 21 de novembro de 2012. 

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral no município de Santana foi movida pela coligação “Santana Com Novo Gás” (PT/PSB/PSDB/PCdoB/PMN e PTC) e pelos diretórios municipais do Partido dos Trabalhadores e do Partido Socialista Brasileiro. 

A juíza acatou e houve deferimento de liminar com efeito de embargos à diplomação, suspendendo a eficácia da proclamação do resultado das eleições municipais de 2012 até o julgamento final da demanda. 

Mas na decisão de ontem o desembargador argumenta que houve “incompetência do juízo para receber, processar e julgar pedidos de anulação de eleição, suspensão de efeitos de declaração de resultados de eleição ou designação de nova data para eleição suplementar”. 

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral pedida pela coligação da candidata derrotada Marcivânia Flexa (PT) não tem poder para anular a eleição municipal em Santana. “Impossível nos estreitos limites da Ação de Investigação Judicial Eleitoral, discutir a pretendida anulação da eleição majoritária, cujas fraudes e falsidades têm campo próprio para deliberação. De todo modo aqui não há qualquer nulidade , vez que o juízo singular, na sentença, cabe delimitar o campo da prestação jurisdicional”, avaliou o desembargador. 

Robson Rocha foi eleito no último dia 7 de outubro, com 22.977 votos (41,78% dos votos válidos) contra 21.589 votos (39,26% dos votos válidos) da petista Marcivânia. Os números representam para o desembargador a expressa vontade dos munícipes de Santana. 

“A subversão da vontade popular conferida nas urnas, com a adoção da extremada medida de inviabilizar o exercício do mandato eletivo, exige provas, que apontem, com inegável segurança, a comprovação do ilícito investigado, o que será alcançado através da regular instrução processual”, acrescentou Agostino Silvério. 

O pedido de liminar foi deferido de maneira parcial. Com a decisão do desembargador, o Robson Rocha e a vice Roselina poderão ser diplomados e empossados.

Crianças do PETI encerram atividades deste ano com Cantata de Natal

Crianças beneficiadas pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) em Santana apresentam amanhã (29/11), as 16hs na sede onde funciona o Programa, a Cantata de Natal 2012. A programação marca o encerramento das atividades deste ano e conta ainda com apresentações de teatro, dança e exposições em comemoração aos resultados alcançados pelo PETI em Santana. 

Cerca de 40 crianças participarão do coral que se prepara para apresentar várias músicas natalinas durante a programação. O espetáculo é realizado há cinco anos pelo PETI e faz parte do projeto pedagógico desenvolvido com os mais de 400 crianças e adolescentes atendidos pelo Programa em Santana. 

De acordo com a coordenadora do PETI, Rosalina Pinheiro, a oportunidade também será de agradecimentos aos parceiros, como a AABB, Sesc e Academia Ronildo Nobre que apoiaram as atividades durante o ano. 

“Encerramos este ano com vários resultados positivos, bem como a inserção das aulas de judô e a intensificação do acompanhamento feito pelos profissionais do PETI junto às famílias dos meninos e meninas atendidas pelo Programa” destacou a coordenadora. 

As crianças apresentarão danças culturais, e cantarão músicas natalinas, como Anjos subindo aos céus, Então é Natal, Marcas do que se foi, entre outras canções que lembram a data. 

Em Santana, o Programa atende mais de 400 crianças e adolescentes com idade entre cinco e 15 anos, funciona nos dois turnos, através de oito oficinas, entre as quais, dança, teatro, artesanato e judô, além oferecer o reforço escolar. 

“O Peti tem como objetivo retirar crianças e adolescentes de situação de trabalho. Aqui elas participam atividades sócio educativas, a chamada jornada ampliada”, concluiu Rosalina Pinheiro.

ACS´s e agentes de combate a endemia comemoram mudança do regime jurídico

O prefeito de Santana, Antonio Nogueira homologou na manhã desta quarta-feira (28/11), o Projeto de Lei 981/2012 que alterou o regime jurídico dos agentes de saúde e combate a endemia de Santana. Os servidores passam a compor o quadro efetivo do município. 

Com a homologação do Projeto de Lei, ficam transformados em cargos públicos os empregos de agente comunitário de saúde e de agentes de combate a endemia, instituídos pela Lei nº 775 de 13 de julho de 2007 e regulamentos pelo decreto nº 114/2008 - PMS de 14 de fevereiro de 2008. O regime jurídico dos cargos previstos no art 1º desta Lei será o regime estatutário, regido pela Lei nº 753 de 19 de dezembro de 2006. 

Ao todo, 239 agentes de saúde e 89 agentes de combate a endemia passam a compor o quadro de estatutário. O Projeto foi aprovado pela Câmara de Vereadores de Santana e aguardava a sanção do prefeito Antonio Nogueira, que havia pessoalmente apresentado o PL ao Sindicato dos Agentes de Saúde e Endemia do Município. 

Para o presidente do Sindicato, Erinelson Ladislau, a iniciativa atende uma das antigas reivindicações dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agente de Combate a Endemias que atuam no município, representando um avanço das políticas que envolvem melhores condições de trabalho aos servidores municipais de saúde. 

“Dentre os benefícios esperados por essa transformação, destacam-se as garantias e direitos adquiridos pelos funcionários públicos, que passarão a ocupar o grupo efetivo da Prefeitura” ressaltou o representante da categoria. 

Durante a homologação do PL, a agente de saúde Vitorina Farias emocionou o prefeito Antonio Nogueira, ao agradecê-lo pela melhoria que proporcionou aos servidores. “ Lembro que no início do mandato, não acreditava que o prefeito sancionaria um projeto que mudasse nosso regime, nos oportunizando a ter melhor qualidade de vida enquanto trabalhadores. Só tenho a parabenizá-lo pela iniciativa” disse a agente de saúde. 

O Sindicato dos Agentes de Saúde e Endemia do Município (SINACSSTN) realizará na próxima sexta-feira (30), às 22h no Clube da Saudade uma festa em comemoração a mudança de regime.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Justiça suspende diplomação de prefeito em Santana

A juíza Ana Lúcia de Albuquerque, da 6ª Zona Eleitoral da Comarca de Santana, suspendeu o efeito de diplomação do prefeito Robson Rocha (PTB), eleito em 07 de outubro passado com 22.977 votos (41,78% dos votos válidos). 

A decisão da magistrada foi tomada na última quarta-feira, 21/11, mas sendo publicada apenas no dia de ontem. A juíza eleitoral acatou o pedido de liminar impetrado pela “Coligação Santana com Novo Gás”, da candidata Marcivânia Flexa (PT) que obteve 21.589 votos (39,26% dos votos válidos). 

A coligação de Marcivânia abriu um processo pedindo uma ação de investigação judicial eleitoral. Segundo a candidata, Robson Rocha e seus colaboradores orquestraram ações, principalmente, às vésperas da votação, o que resultou no desiquilíbrio do processo eleitoral. Na ação, a Coligação pede, entre outros, a suspensão do processo eleitoral e a realização de uma nova eleição, ou ainda, a cassação do diploma de Robson Rocha e consequente nomeação de Marcivânia. 

Diante disso, a juíza suspendeu a diplomação do prefeito eleito até que o mérito seja julgado em transitado. Caso isso não ocorra até o julgamento, o juiz do município, ou presidente da Câmara de Vereadores, pode assumir o comando da prefeitura de Santana. Robson Rocha disse que aguardava ser notificado para se pronunciar sobre a decisão.

Pesquisadores do Iepa realizam escavações no Forte Cumaú

Pesquisadores, integrantes da equipe de Arqueologia do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa), juntamente com o arqueólogo e historiador Fernando Marques, do Museu Goeldi/Pará (especialista em fortificações militares da Amazônia); Eloane Cantuária, da Universidade Federal do Amapá (Unifap - curso de Arquitetura); Augusto Oliveira, historiador e diretor-presidente do Iepa, que, na condição de historiador, também contribuiu nas pesquisas, e Midiani Maciel, professora de História, realizaram pesquisa arqueológica no Forte Cumaú, localizado no Igarapé da Fortaleza, Distrito de Santana. 

O projeto, intitulado "Projeto de Pesquisa Histórica e Arqueológica para identificação do Forte Cumaú", está sendo desenvolvido pelo Iepa com subvenção do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Originou-se de demandas da Associação de Bairro do Igarapé da Fortaleza, que encaminhou cartas ao Ministério Público Estadual e ao Iphan cobrando ações de pesquisa e proteção do monumento. 

A etapa, realizada nas duas últimas semanas, foi constituída de escavações arqueológicas lideradas pela equipe de Arqueologia do Iepa e pelo historiador Fernando Marques. 

Segundo a arqueóloga do Iepa, Mariana Petry, "as escavações possibilitaram a identificação das muralhas do Forte, permitindo uma observação detalhada do sistema de construção empregado com taipas de piçarra e aterro, bem diferente do sistema de blocos de pedra usado na Fortaleza São José Macapá, permitindo também a identificação de vestígios de peças indígenas e europeias, indicando um contato bem acentuado com essas civilizações", explicou a pesquisadora. 

As escavações também possibilitaram relacionar a estrutura que ainda existe na área com uma iconografia sobre o Forte Santo Antônio/Cumaú produzida no século XVIII, o que atesta que o local dessa fortificação é o mesmo, à margem direita da foz do Igarapé da Fortaleza. 

O projeto conta ainda com pesquisa histórica sobre a  documentação desse período e da fortificação; pesquisa oral sobre as percepções da comunidade a respeito do Forte e também o componente de educação patrimonial que acompanha toda a pesquisa arqueológica. O projeto ainda está em andamento e o cronograma de execução prevê sua finalização para janeiro de 2013. 

O material até o momento levantado aponta para um potencial muito rico sobre um período pouco conhecido da História do Amapá, além de indicar o interesse da comunidade em valorizar e proteger esse patrimônio histórico e cultural.

domingo, 18 de novembro de 2012

Poder Judiciário amapaense realiza Blitz da Conciliação em Macapá e Santana

Na manhã do sábado passado (10), uma grande mobilização do Poder Judiciário Amapaense. Como Parte da VII Semana Nacional de Conciliação, magistrados como a Desembargadora Sueli Pini, Juíza Stella Simonne Ramos, Juíza Eleusa Muniz e Juiz Luciano Assis; servidores, colaboradores e acadêmicos da Faculdade Fama estiveram reunidos na realização da Blitz da Conciliação, que ocorreu em Macapá e Santana. 

Na Capital, foram montados dois pontos de concentração: próximo ao Tribunal de Justiça, na esquina da Avenida FAB com a Rua General Rondon, e em frente ao Fórum dos Juizados Especiais Centrais Virtuais Cíveis, na esquina da Avenida Pe. Júlio com a Rua Odilardo Silva. Em Santana, a Blitz da Conciliação foi realizada no cruzamento da Avenida Princesa Izabel com a Rua Ubaldo Figueira, no centro da cidade. 

Durante a Blitz, foram distribuídos a motoristas e pedestres panfletos, leques, viseiras, folders e botons. Os materiais trazem informações sobre a importância e as facilidades que a conciliação proporciona, evitando processos que causariam desgastes físicos, emocionais e financeiros e reforçando o tema da campanha: “Quem Concilia Sempre Sai Ganhando”. 

A Desembargadora Sueli Pini destacou o esforço do Judiciário e a união de Magistrados e servidores para realização desta importante ação. Ela ressaltou que “de forma rápida e eficaz, a conciliação resolve os conflitos com satisfação para ambas as partes, uma vez que não há vencedores e perdedores, apenas conciliados”. 

A VII Semana Nacional de Conciliação iniciou no dia 07 e irá até o dia 14 de novembro. Pela primeira vez, a programação está acontecendo em todos os 16 municípios do Estado do Amapá. O Desembargador-Presidente, Mário Gurtyev, ressaltou a importância da Semana lembrando que “graças à conciliação, muitas demandas, às vezes de grande valor, deixam de trilhar os longos caminhos dos processos comuns e são resolvidas amigavelmente”.

Agência dos Correios em Santana é assaltada

Por volta da 16hs desta sexta-feira (16), quatro (04) indivíduos roubaram a agência dos correios de Santana, onde renderam funcionários e alguns clientes que ainda se encontravam no interior da agência (que já estava encerramento seu expediente diário). 

Segundo informções, tais elementos encontravam-se em duas motocicletas, após reunirem-se na capital (Macapá) e seguirem diretamente para Santana com o intuito de cometeram o assalto planejado. 

Um funcionário da agência foi quem conseguiu avisar imediatamente a Polícia Militar de Santana sobre o ocorrido, que logo encaminhou-se ao local do assalto instantes depois da fuga dos bandidos da agência. 

Após tomar diversas informações sobre a rota feita pelos meliantes, as equipes de rádio patrulha seguiram em diligência e ainda na tarde desta sexta-feira prenderam Adinelson Bousse dos Santos (foto acima), 28, residente na avenida Francisca Valoi Lima, 2050, bairro Santa Rita (Macapá), na qual encontrava-se escondido em uma residência na Rua Stélio de Oliveira no bairro Nova Brasília. 

Testemunhas denunciaram Adinelson pela tatuagem que o mesmo possui no braço esquerdo. Ele foi apresentado junto com a motocicleta titan placa NFA 3138 na Delegacia da Polícia Federal. Adinelson foi preso pela equipe comandada pelo CB Anildo, SD's Solano e W. Mendes.

Palestra Maria da Penha e Atuação Multidisciplinar é ministrada na Promotoria de Santana

Membros e servidores do MP-AP, e parceiros da rede de proteção à mulher reuniram-se nesta tarde da útilma segunda-feira, 12/11, para participar da Palestra Maria da Penha e Atuação Multidisciplinar, ministrada na Promotoria de Justiça de Santana. O evento é uma realização alcançada através do convênio firmado entre o Ministério Público do Amapá e o Ministério da Justiça, que visa capacitar e estruturar a Promotoria de Justiça da Mulher do Município. 

O promotor de Justiça, Roberto Alvares, deu as boas vindas aos participantes do curso. “O Convênio visa o fortalecimento das instituições de defesa e proteção da mulher. O objetivo do Ministério Público é fazer com que a Lei Maria da Penha seja efetivada em todos os sentidos”, ressalta Roberto Alvares. 

A psicóloga Ana Lúcia Brito conduziu a palestra enfatizando que a mulher, vítima de qualquer violência, deve ser bem amparada pelos colaboradores das instituições de atendimento, por isso a importância do aperfeiçoamento funcional. “Eu quero, durante este curso, que vocês, colaboradores, aproveitem todo o conhecimento que eu irei passar, pois é fundamental sempre buscarmos o melhor atendimento às mulheres vítimas de violência”, explicou a palestrante. 

Através do Convênio 065/2010, firmado entre o Ministério Público Estadual e o Ministério da Justiça, já foram adquiridos centrais de ar, datashow, televisão e automóveis. Ainda serão adquiridos livros para compor uma biblioteca, aquisição de equipamentos e materiais gráficos, e mais um curso que será ministrado no final de novembro, sobre a defesa dos direitos humanos.

Governador Camilo reúne-se com prefeitos eleitos e garante parceria para reconstruir o Amapá

A primeira reunião do governador Camilo Capiberibe com os prefeitos eleitos no último pleito foi pautada pelo relato de problemas comuns nos municípios, demonstração da atuação do governo do Estado em cada local e compreensão de todos da necessidade urgente de parceria para encontrar soluções às dificuldades. O encontro aconteceu na última quarta-feira, 14/11, e contou com a presença de 12 dos 16 prefeitos, além dos secretários de Estado da Educação, Saúde, Inclusão e Mobilização Social e dos diretores do Departamento Estadual de Trânsito e da Companhia de Água e Esgoto do Amapá. 

Os prefeitos que assumem o cargo pela primeira vez, ou após um período em outra função, relataram problemas em comum que terão de ser resolvidos nos municípios. Os que foram reeleitos - Maria Lucimar, de Calçoene, e Valdo Isacksson, de Ferreira Gomes - agradeceram a parceria com o GEA nos dois últimos anos, mas solicitaram a presença do Estado para alguns setores. Todos pediram apoio do governador para resolver problemas de várias ordens, desde necessidades básicas até investimento para festejos tradicionais. 

Saúde, educação, salários atrasados, ramais em condições precárias, limpeza e água compõem o quadro das dificuldades enfrentadas pelos moradores de cada município e dos desafios dos prefeitos. O item saúde foi o principal alvo, tanto pelo que diz respeito ao GEA quanto às prefeituras. A reclamação geral foi pela falta de profissionais, hospitais, unidades básicas de saúde, ambulância e de programas como o Saúde da Família (PSF). "Não temos médico, nem ambulância, usamos veículos particulares para prestar socorro", apontou o prefeito eleito de Pracuúba, Antônio Carlos. 

O secretário-adjunto da Saúde, Robério Monteiro, esclareceu que a dificuldade do Estado não é com pagamento de médicos e sim com a permanência deles em locais mais afastados. "O concurso da saúde não teve inscrições para alguns municípios, em outros não houve aprovados. Temos de encontrar uma maneira de resolver essa situação", argumentou o secretário. Sobre a falta de ambulância, ele relatou que o Ministério da Saúde vai enviar, até março do próximo ano, 24 ambulâncias para o Estado. 

Robério anunciou investimentos estaduais e federais na saúde pública dos municípios. "Através da Rede Cegonha, serão investidos R$ 27 milhões nos municípios. Estão previstos, no orçamento de 2013, R$ 19 milhões para infraestrutura geral de hospitais. Garantimos R$ 100 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para hospitais de Macapá, Santana e Laranjal do Jari e temos emendas federais para hospitais da capital. Alguns municípios sofrem por falta de investimentos na Atenção Básica. A partir de 2013, a nossa proposta é que o Estado coordene mudanças na política de saúde municipal. Vamos discutir esses assuntos durante o seminário da saúde em 2013, com todos os gestores", detalhou. 

Na educação, a municipalização é a principal preocupação dos prefeitos. O governo federal definiu, desde a década de 90, que o ensino fundamental é de responsabilidade das prefeituras e não dos governos estaduais. O problema das prefeituras está na implementação dessa política por falta condições. 

O secretário de Educação, Adalberto Carvalho, acalmou os gestores. "O processo de municipalização está em andamento, não estamos mais atendendo a 1ª série do ensino fundamental e, em breve, passaremos para os municípios até o 4º ano. Mas os procedimentos serão planejados junto com as secretarias municipais de Educação, todas as dificuldades e vantagens serão avaliadas", ressaltou. 

O diretor da Caesa, Ruy Smith, elencou as ações e investimentos da Companhia e dos governos estadual e federal, mas deixou claro que os municípios também têm responsabilidades sobre água e esgoto. 

O diretor do Departamento de Trânsito, Sávio Pinto, também afirmou que a criação de sistemas municipais de trânsito é uma saída para resolver problemas e aumentar a arrecadação municipal. 

Quanto aos ramais e rodovias, o governador Camilo explicou que a melhoria de ramais está dentro do Plano Rodoviário Estadual, que depende da aprovação da Assembleia Legislativa para captação de recursos do Pro-Invest. "Estamos construindo uma relação de respeito e compromisso com os prefeitos e afirmo que o GEA vai investir em todos os municípios. Todos sabem das dificuldades pelas quais o Estado passa, tomamos medidas importantes que nos impõem dificuldades, mas vamos fazer nossa parte para ajudar a desenvolver o Amapá a partir dos municípios. As contrapartidas estão garantidas, a intenção é investirmos mais em limpeza e outros serviços essenciais. Vamos ainda estudar a parceria para resolver questão de resíduos sólidos, que, para nós, assim como a água, é questão de saúde", salientou. 

O governador pediu apoio aos prefeitos para que façam gestão junto à Assembleia Legislativa para a divisão justa do orçamento estadual de 2013. "A redução dos orçamentos dos Poderes é importante para garantir mais recursos a projetos importantes para o progresso de cada município. A divisão tem de ser equivalente à necessidade de cada Poder, por isso, quero contar com a compreensão de todos para equilibrarmos os orçamentos", finalizou o governador. 

"Essa iniciativa de trazer os prefeitos para junto do governo estadual, discutir problemas e encontrar soluções, é um passo muito importante. O governador Camilo está de parabéns, com certeza todas as prefeituras precisam dessa proximidade. Quero o Estado como parceiro de Santana", destacou o prefeito eleito do município, Robson Rocha.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Conselho Tutelar de Santana comemora bom trabalho prestado à comunidade

No próximo dia 18 de Novembro (domingo) comemoramos o Dia Nacional do Conselheiro Tutelar. Em Santana, o Conselho Tutelar com sede e jurisdição em toda área de abrangência do município, vem se encarregando de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, como previsto na Lei Federal nº 8.069/90 e Lei Municipal nº 141/93. 

Atualmente o órgão está em seu 5º colegiado, composto pelos conselheiros Nadabe Cordeiro (presidente), Gilson dos Santos Duarte, Frederico Lima Moreira, Pedro freitas e Maria Ocilene Lima Pacheco e os suplentes Vanderclei Pinheiro e Ana Lúcia Fernandes, todos comprometidos com a proteção da Criança e Adolescente, como preconiza o Estatuto da Criança e do Adolescente na Lei 8069/90. 

A gestão tem feito um papel extraordinário nos atendimentos de plantões 24 horas e sobre aviso nos finais de semana e feriados, tendo como foco as causas referentes a maus tratos, negligência familiar, enfrentamento do trabalho infantil, exploração sexual, abuso sexual, desvio de conduta, fuga domiciliar, orientações de guarda, adoção, vagas escolares entre outros casos. 

O Conselho Tutelar ainda executa projetos como o “Sala Lúdica” único a nível de Estado contemplado em parceria com a empresa do senhor Romeu Jk que foi o patrono da mesma, o projeto “Direitos e Deveres da Família” coordenado pela presidente Nadabe Cordeiro e executado em parceria com Assembleia de Deus com objetivo de atender também a zona rural, o projeto “Nova Trilha” que atende meninas em situação de fuga domiciliar e outros. 

Um dos desafios alcançados pela atual gestão em 2012 foi a aquisição de um veículo, conseguido junto a Procuradoria do Trabalho com apoio do Ministério do Trabalho e Emprego. O veículo foi entregue em janeiro deste ano e desde então auxilia nas ações do órgão. 

Destaque também, para o material técnico recebido este ano, que contribui com as palestras e atividades extras desenvolvidas pelo Conselho Tutelar de Santana. 

Os Conselheiros tem se desdobrado nas ações e atendimentos sendo esses direcionados de famílias, escolas, Vara de Infância, delegacias e Promotorias. A construção de uma sede própria garantida pela Prefeitura de Santana conferiu melhores condições de trabalho ao órgão. 

“Temos muito a alcançar, mas quando nos deparamos com a realidade de muitos conselhos a nível de Brasil percebemos o quanto estamos anos luz aos demais, assim como as questões dos direitos sociais que são cabíveis a tão corajosos homens e mulheres que não temem a própria vida diante de algumas circunstancias para proteger, defender e garantir direitos a qualquer criança, adolescente, famílias” ressaltou a presidente do Conselho Tutelar de Santana, Nadabe Cordeiro. 

A presidente aproveita para agradecer a Rede de Atendimento da Criança e do Adolescente no município, bem como a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMASC), Ministério do Trabalho e Emprego, Procuradoria do Trabalho, 4º Batalhão de Polícia Militar de Santana. “E a todos que de forma direta e indireta acreditam em nosso trabalho e juntos o fortalecem. É uma profissão que exige amor a causa e um avanço nessa política” finalizou a presidente Nadabe Cordeiro.

Câmara de Vereadores aprova Projeto de Lei que altera regime de ACS e Guardas de Endemia

Parlamentares da Câmara de Vereadores de Santana aprovaram na última terça-feira (13/11), o Projeto de Lei que altera o regime dos servidores agentes de saúde e guardas de endemia do município, do quadro de celetistas para estatutário. As categorias agora aguardam o PL ser sancionado pelo prefeito Antonio Nogueira. 

Durante a Sessão, sete vereadores votaram a favor do PL, os demais parlamentares, vereadores Robson Rocha (PTB), Jailson Soares (PDT) e Mário Leonardo (PTB) não participaram da votação, em função da ausência na Sessão. 

O Projeto de Lei foi apresentado ao Sindicato dos Agentes de Saúde e Endemia do Município pelo próprio prefeito Antonio Nogueira, que encaminhou à Câmara de Vereadores para ser protocolado. 

De acordo com o presidente do Sindicato, Erinelson Ladislau, a aprovação do Projeto na Câmara atende uma das reivindicações dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agente de Combate a Endemias que atuam no município e representa um avanço das políticas que envolvem melhores condições de trabalho aos servidores. 

“Dentre os benefícios esperados por essa transformação, destacam-se as garantias e direitos adquiridos pelos funcionários públicos, que passarão a ocupar o grupo efetivo da Prefeitura”, ressaltou o representante da categoria. 

Atualmente o município conta com 239 agentes de saúde e 98 guardas de endemia. Para se tornar Lei, o projeto ainda deverá ser sancionado pelo prefeito Antonio Nogueira.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Comunidade do bairro Fonte Nova ganha Academia Popular

A Prefeitura de Santana inaugura nesta quarta-feira (14), a partir das 16h30 a Academia Popular do bairro Fonte Nova. A ação faz parte do Projeto de Revitalização e Urbanização do Município e propõe oferecer através das atividades físicas ao ar livre, melhor qualidade de vida a população santanense. A entrega oficial dos equipamentos contará com uma programação esportiva, atividades físicas, participação de grupos da Terceira Idade, orientação de profissionais de saúde e apresentação de grupos de dança. 

Os equipamentos estão localizados na Praça do bairro Fonte Nova e funcionarão como alternativa para que a população passe a ter o hábito de praticar exercícios físicos, visto a importância para a saúde. 

Para o prefeito de Santana, Antonio Nogueira, a obra representa a preocupação da administração por uma vida mais saudável no município. 

A programação de entrega dos equipamentos contará com atividades esportivas com torneio de futebol, vôlei e a participação do grupo da Terceira Idade Agita Santana com jogos de dama e dominó. Haverá ainda apresentação de grupos de dança locais, e orientação com profissionais de saúde com aferição de pressão arterial e glicose. 

Programação (14.11.12)
17h - Abertura oficial das atividades
17h15- Aferição de pressão arterial, glicose
17h30 -Atividades Físicas para Terceira Idade
17h30 - Jogos de Dama e Dominó
17h30 - Torneio de Futebol
17h30 - Torneio de Vôlei
18h - Apresentação dos aparelhos da Academia
18h20 – Apresentação de Grupo de Capoeira
19h – Apresentação de grupos de dança

Marcha das Josys e Étnico Racial no combate a violência contra mulher e a desigualdade racial

A Prefeitura de Santana, através da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres reuniu nesta terça-feira (13) com representantes da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres, Secretaria Municipal de Educação e Assistência Social e Cidadania para tratar sobre a realização da 9ª Edição da Marcha das Josys e a 4ª Edição da Marcha Étnico Racial. O evento foi marcado para o dia 24 de novembro e visa fortalecer as políticas e ações de combate a violência doméstica e reafirmar a luta pela igualdade racial. 

A secretária Extraordinária de Políticas Públicas para Mulheres, Inailza Rosário Barata, destacou que a realização da Marcha das Josys é um incentivo para conscientizar a população para estar atenta a esse tipo de violência e consequentemente minimizar este crime cometido contra as mulheres. “O movimento tem como foco ainda, a Lei Maria da Penha, que estabelece penalidades para infratores que cometem violência domestica e intrafamiliar” ressaltou a gestora. 

No município de Santana, o evento já é realizado a nove anos. A Marcha das Josys se tornou um símbolo de protesto contra todo e qualquer tipo de violência contra a mulher. O tema “Josy” é uma homenagem a professora santanense Josycléia Guimbal, que aos 30 anos de idade foi assassinada com uma facada pelo seu ex marido, que aceitava o fim do relacionamento. O crime ocorreu em 2003, o assassino foi pego em flagrante pela própria população, que o entregou a polícia. O ex marido e assassino da professora Josy chegou a passar um ano na penitenciária, onde foi assassinado. 

Para a coordenadora Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Ana Sanches, a ideia é chamar atenção da dona de casa, de lideres de famílias de que é fundamental aa união da sociedade no combate a violência contra a mulher, uma vez que o problema atinge toda a família. “Queremos encerrar esta administração com a certeza que a luta pelos direitos das mulheres e as ações e políticas pela igualdade social no município de Santana foram fortalecidos” disse a coordenadora. 

Já a Marcha Étnico Racial ocorre com as parcerias entre as Secretarias Estadual e Municipal de Educação, Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial em parceria com entidades que lutam pelo fim da desigualdade racial. Estudantes vão às ruas sensibilizar a sociedade e pedir o compromisso do poder público para o fortalecimento de políticas e ações voltadas às relações que envolvem a diversidade racial. 

Este ano, cinco instituições escolares da rede pública municipal de ensino participarão do evento. Ao todo cerca de 1200 estudantes estarão caminhando pedindo o fim da violência contra a mulher e o combate as desigualdades raciais. 

A caminhada terá concentração em frente a sede administrativa da Prefeitura Municipal de Santana, na avenida Santana, bairro Paraíso, a partir das 16h.

Inscrições para Chamada Escolar do município encerram nesta quarta-feira (14)

A Secretaria Municipal de Educação (SEME) alerta para o prazo de inscrições da Chamada Escolar, que encerra na próxima quarta-feira (14/11). O objetivo é identificar o número de candidatos à vaga nas instituições da rede pública de ensino infantil, fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os pais ou responsáveis devem se dirigir a escola mais próxima de sua residência para realizar o processo. 

De acordo com a coordenadora do Departamento de Organização e Inspeção Educacional da SEME, Simey Carmona, o processo visa verificar a quantidade de alunos em idade escolar que estão fora da sala de aula, para assim, na medida do possível encaminhá-los para a escola mais próxima de sua residência. 

“As inscrições são uma forma de administrar a educação, planejando e ampliando a rede escolar. Com a chamada escolar, acompanharemos a demanda por vagas, estabelecendo uma relação entre a capacidade física e a real necessidade de investimentos na rede educacional” explicou a coordenadora. 

No município de Santana, as inscrições estão sendo feitas em todas as 48 escolas da rede pública municipal de ensino, ou seja, nas 27 instituições da zona urbana e nas 14 existentes na zona rural. Atualmente o município conta com aproximadamente 9.500 estudantes regularmente matriculados na rede municipal. 

Para responder a chamada escolar, é necessário atentar para alguns critérios. Para educação infantil, a criança deve ter três anos de idade ou a completar até 31 de março de 2013, atendendo a denominada idade escolar, e a partir de 15 anos de idade para a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Vale lembrar que a chamada escolar não garante vaga na instituição na qual foi inscrita. 

Os pais ou responsáveis devem comparecer a escola municipal mais próxima de sua residência, munidos de cópia da certidão de nascimento da pessoa a ser inscrita na chamada escolar. 

Mais informações
Secretaria Municipal de Educação
Departamento de Inspeção e Organização Educacional
Coord. Simey Carmona ( 9971.8313)

Santana bate recorde em adesão ao programa Professor Conectado

O programa Professor Conectado continua colocando nas mãos de educadores da rede estadual os notebooks com conteúdo didático. São 7.500 máquinas que o Governo do Estado do Amapá (GEA) disponibilizou para qualificar o ensino e melhorar a aprendizagem de centenas de estudantes amapaenses. Nesta semana, o governador Camilo Capiberibe entregou os computadores em Macapá e Santana, o que aumenta para cerca de 4 mil professores de todo o Estado a receber a ferramenta. Em Santana, por pouco a adesão não alcançou os 100%. 

O investimento é a realização do compromisso assumido em 2010 pelo governador Camilo Capiberibe, de modernizar a educação, valorizar o professor e oferecer aos estudantes aulas atualizadas e com conteúdos universais. Dados da Secretaria de Estado da Educação (Seed) mostram que mais de 7 mil professores se cadastraram e, até agora, 6.600 inscrições foram homologadas. A entrega é feita pelo Núcleo de Apoio à Educação (NAE), e os professores recebem o notebook no mesmo dia da cerimônia. 

Desde o início da semana, o governador e o secretário de Educação, Adalberto Carvalho, estão nas escolas conversando e entregando os computadores aos professores. Na quinta-feira, 8, eles estiveram nas Escolas Raimunda Virgolino e Nanci Nina, em Macapá, e nesta sexta-feira, 9, foi a vez da Escola Estadual Afonso Arinos, em Santana. 

"Mesmo divergindo em alguns pontos com a política educacional do Estado, temos que reconhecer que o Professor Conectado é um programa que vai mudar a educação no Amapá. De fato, o governador está cumprindo o que prometeu. Temos confiança de que o próximo diálogo da categoria com o governo vai alinhar os objetivos", disse o professor Edicarlos Vasconcelos, da Escola Raimunda Virgolino. 

Em Santana, a entrega foi recorde. A adesão foi de mais de 90% dos professores e 1.060 notebooks foram repassados, o que garante que, a partir do próximo ano letivo, o ensino no município será melhorado. O prefeito do município, Antonio Nogueira, afirmou que o programa dá suporte ao processo de valorização da educação, que foi trabalhado nas duas gestões sob seu comando. 

"O resultado do nosso investimento em educação foi a boa colocação de Santana na avaliação do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Com os notebooks, praticamente todos professores podem continuar melhorando o ensino em Santana", disse o gestor. 

"A educação está sendo modernizada, e não estou me referindo somente aos notebooks. Vamos começar a experiência com os boletins eletrônicos e em breve estaremos com as lousas de alta tecnologia e outros equipamentos. A modernização passa também pelo modelo de gestão democrática que será experimentada, e pela melhoria na estrutura física e de mobiliário das escolas", disse o governador Camilo Capiberibe. 

Na próxima semana, os professores continuam a receber os notebooks do programa professor Conectado. Aos educadores interessados, a Seed comunica que as inscrições ainda podem ser feitas na secretaria. Os professores que não forem buscar seus notebooks durante a entrega oficial, devem procurar a Seed para assinar o Termo de Posse da máquina.

Professor Conectado: Governo do Amapá entrega mais de mil notebooks em Santana

O Governo do Amapá fará nesta sexta-feira, 09/11, às 15h, na Escola Estadual Afonso Arinos, a maior entrega do programa Professor Conectado até o momento, onde serão disponibilizadas 1.200 máquinas para professores de 32 escolas de Santana, Ilha de Santana e Igarapé Fortaleza. 

Entre as escolas estaduais contempladas estão: Augusto Antunes, São João, Ribamar Pestana, Igarapé Fortaleza, Margarida Rocha, Fonte Nova, São Benedito, São Paulo, David Miranda, Nossa Senhora de Nazaré e outras. 

Os docentes dos municípios de Macapá, Oiapoque, Vitória do Jari, Laranjal do Jari, Tartarugalzinho e Mazagão, além dos distritos do Bailique e de São Joaquim do Pacuí, já foram contemplados pelo Professor Conectado. Até o momento, 2.700 notebooks foram entregues. 

Desde que foi iniciado, em maio deste ano, o programa teve a adesão de mais de seis mil professores em todo o Amapá. O principal critério para ter direito ao notebook é ser do quadro efetivo do Estado e receber regência de classe. Professores que são do Estado e estão à disposição dos municípios também podem ser comtemplados. A meta é distribuir 7.500 máquinas para docentes de todo o Estado. 

O programa é de responsabilidade do Governo do Amapá, que conseguiu junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) o valor de R$ 15,886 milhões para a aquisição das máquinas. 

Com tecnologia de última geração, os notebooks vêm com programas específicos para quem está em sala de aula, com conteúdos para todas as matérias e níveis, e que podem ser atualizados periodicamente. O professor não tem custo ao receber o computador, e tem ainda a vantagem de poder acessar redes sociais e guardar informações pessoais em sua memória.

UPC de Santana traz de volta plano de segurança que projetou internacionalmente o Amapá

Moradores da área portuária de Santana tiveram nesta sexta-feira, 09/11, seus direitos assegurados e a segurança reforçada com a instalação da Unidade Integrada de Policiamento Comunitário (UPC), na chamada baixada do Ambrósio. O governador Camilo Capiberibe acompanhou, junto com a população, o resgate de uma política de segurança que tem como base a aproximação da comunidade com a Polícia Militar, denominada na época como Polícia Interativa. A unidade vai funcionar 24 horas na sede do 11º Batalhão e contará com 38 policiais militares, além de viaturas. 

Esta é a segunda UPC instalada desde o ano passado pelo Governo do Estado do Amapá (GEA). A primeira funciona em Laranjal do Jari, onde os índices de violência caíram. A filosofia do projeto é fundamentada no policiamento comunitário que transforma o policial em uma pessoa de confiança dos moradores. A interação entre as famílias e os policiais é considerada um dos motivos para que jovens e crianças mantenham-se afastados da violência. A UPC carrega consigo outros benefícios, como por exemplo, água encanada, melhoria nas vias como passarelas, iluminação e projetos sociais. 

A moradora Joseli Silva, do Conselho de Segurança Comunitária, disse que agora é possível ter esperança de que a vida vai melhorar. "Com a UPC muita coisa vai melhorar, vamos ter uma vida digna. Tem gente que esquece que aqui moram famílias e que merecemos estes benefícios", declarou. O prefeito do município, Antônio Nogueira, concordou afirmando que, "a polícia comunitária vai inibir a bandidagem". Ele acrescentou que estes males existem em qualquer lugar, mas que, com os policiais amigos da população, na baixada do Ambrósio a violência vai perder espaço. 

O secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Marcos Roberto Marques, explicou que a instalação da UPC é um dos passos que resulta, na prática, na redução da criminalidade. "Para chegarmos até aqui, foi necessário um processo que envolve a aproximação com a comunidade para saber suas prioridades, a identificação e capacitação dos policiais que podem ter desempenho dentro dos objetivos, a ocupação pacífica da comunidade por policiais, e outros. A comunidade vai sentir a mudança e ver que é possível ter mais segurança, benefícios e direitos respeitados", disse. 

A UPC é a continuação do projeto Polícia Interativa criada em 1999 e que foi interrompido em 2003. No período em que funcionou, os resultados positivos renderam ao Amapá o prêmio Dubai, da Organização das Nações Unidas (ONU) concedido para as dez melhores experiências na área de segurança pública. O senador João Capiberibe, que foi governador do Amapá na época, afirmou acreditar que "o resgate desse projeto de policiamento comunitário vai novamente colocar o Amapá como referência nacional em segurança comunitária". 

A baixada do Ambrósio é considerada de risco social e está localizada em uma área de ressaca onde moram cerca de 5 mil pessoas. Para o governador Camilo, com a UPC, a comunidade terá paz, tranquilidade e garantia de respeito aos seus direitos. "Todos têm direito à segurança, água, educação, iluminação, e isso está aliado à Polícia Comunitária. O projeto é amplo, as Secretarias de Estado da Infraestrutura e do Meio Ambiente, CEA e Caesa estão trabalhando para trazer benefícios integrados para os moradores", pontuou. 

O governador explicou que a unidade é fruto de decisão política e do diálogo entre a comunidade e o governo. Camilo Capiberibe citou alguns atos de sua gestão na área de segurança. "Aumentamos a execução orçamentária da Polícia Militar que, em 2010 foi de R$ 1,5 milhão, para R$ 6 milhões em 2011; chamamos todos os aprovados no concurso da PM; estamos realizando Cursos de Formação, e conseguindo, por meio do diálogo, corrigir injustiças. A polícia repressiva começa a dar vez para a polícia comunitária", afirmou. 

As próximas UPCs a serem implantadas são no Igarapé da Fortaleza, em Santana; Araxá/Pedrinhas, Novo Horizonte, Cidade Nova e Muca, em Macapá.

Hospital Estadual de Santana recebe ambulância para reforçar o atendimento

Foi entregue na tarde desta quarta-feira, 07/11, as chaves da ambulância que está sendo destinada a atender pacientes do Hospital Estadual de Santana. Adquirida com recursos do Ministério da Saúde (MS), ela atendia usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que recebiam atendimento no Hospital São Camilo. 

Na ocasião, foi assinado um documento repassando a posse e responsabilidade do veículo para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). O administrador do hospital, Raimundo Feio, recebeu a nova ambulância do secretário-adjunto de Estado da Saúde, Dr. Robério Monteiro, na presença do corpo administrativo do Hospital São Camilo. 

A ambulância ficará à disposição, em tempo integral. De acordo com o secretário-adjunto, essa é uma iniciativa que objetiva viabilizar o atendimento no município de Santana. "O veículo servirá para melhorar o atendimento dos pacientes do município, bem como agilizar os procedimentos de urgência e emergência", concluiu.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Prefeitura de Santana entrega UBS à comunidade de Três Irmãos

A Prefeitura Municipal de Santana inaugura neste sábado (10/11), a Unidade Básica de Saúde do Distrito de Três Irmãos. A obra foi construída com recursos no valor de mais de R$ 300 mil, resultado de emenda parlamentar da deputada federal Fátima Pelaes (PMDB). 

A Unidade Básica de Saúde de Três Irmãos é totalmente adaptada e conta com consultório odontológico, sala de curativos, farmácia, sala de espera, sala de injetáveis, sala de observação, enfermagem, consultório ginecológico, lavanderia, sala de esterilização, recepção, copa e ambiente para armazenamento de materiais. 

Para o prefeito de Santana, Antonio Nogueira, a entrega de mais esta obra representa o compromisso da administração com a saúde do município. “Este é mais um projeto que estamos concluindo visando qualidade de vida aos munícipes” disse o gestor. 

Este ano, a Prefeitura Municipal de Santana já entregou a Unidade de Saúde do Alto Pirativa, Centro de Referência em Saúde da Mulher no bairro Hospitalidade, Policlínica Municipal Dr. Alberto Lima na Vila Daniel, UBS Dr. Antonio Serieiro no bairro Nova Brasília, Unidade de Saúde do Igarapé da Fortaleza e o posto da localidade de Santo Antonio. A PMS ainda entregará às comunidades da zona rural, 10 casas populares na localidade de Foz do Rio Vila Nova e a Unidade de Saúde em Vila Nova. 

Durante a entrega da Unidade, a Secretaria Municipal de Saúde realizará uma Ação de Saúde com a oferta de serviços médicos a comunidade de Três Irmãos. Haverá verificação de pressão arterial, glicemia, consultas médicas e odontológicas.

Sem tendas, população aguarda atendimento bancário sob sol escaldante em Santana

População aguarda debaixo de sol escaldante Desde a semana passada que centenas de pessoas enfrentam duas grandes batalhas ao procurar...