quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Marinha abre 1 mil vagas para concurso de nível médio; Santana é um polo de prova

Capitânia dos Portos do Amapá, em Santana
Seguem até às 23h59 do dia 13 de fevereiro as inscrições, pela internet, para o concurso público de nível médio da Marinha do Brasil. As vagas são para as áreas de mecânica, eletroeletrônico e apoio. 

São ofertadas mil vagas e o Amapá será um polo de provas, que serão aplicadas na Capitania dos Portos em Santana. A remuneração inicial, ao final do curso, é de R$ 1,9 mil. 


O concurso é exclusivamente para o sexo masculino e podem se inscrever jovens com 18 anos completos e que tenham menos de 22 até o dia 1º de janeiro de 2020. O candidato precisa ter o ensino médio completo. A taxa de inscrição é de R$ 42 e deve ser paga até 20 de fevereiro deste ano. 

No ato da inscrição, o candidato deverá indicar a ordem de preferência de área profissional: eletroeletrônica, apoio e mecânica. 

Etapas 
Será aplicada uma prova objetiva composta por 50 questões, com questões de português, matemática, ciências, física e química e inglês. Após essa etapa, haverá os “Eventos Complementares”, como a verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, teste de aptidão física, avaliação psicológica e a verificação de documentos. 

Marinha do Brasil lança concurso público
Sendo aprovado em todas as etapas, o candidato será designado em uma das quatro escolas de Aprendizes-Marinheiros, sendo elas no Ceará (EAMCE), Pernambuco (EAMPE), Espírito Santo (EAMES) e Santa Catarina (EAMSC). 

Candidatos aprovados 
O candidato aprovado no concurso realizará o curso de formação, com duração de 48 semanas, em regime de internato. Nessa fase, ele vai estudar disciplinas do ensino básico e do ensino militar-naval. 

Durante o curso, o aprendiz-marinheiro receberá ajuda de custo de R$ 900 mensais, além de alimentação, ajuda para aquisição de uniformes, entre outros auxílios. Ao final, ele será nomeado marinheiro e receberá remuneração em torno de R$ R$ 1.900,00, já contando com adicionais, podendo progredir dentro da corporação. 

A data da prova escrita ainda será definida, mas no Amapá será aplicada na Capitania dos Portos, localizada na Rua Cláudio Lúcio Monteiro, nº 2000, bairro Daniel, no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá.

Informações postadas no G-1 Amapá

Região das ilhas do Amapá e Pará festeja Nossa Senhora dos Navegantes neste domingo (03)

As comunidades dos municípios de Afuá, Gurupá, Breves, Mazagão, Macapá e Santana, participam, neste fim de semana, no Centro Paroquial Padre Valentim, no Rio Guajará, da Festividade em honra a Nossa Senhora dos Navegantes. Esse é o quinto ano de programação realizada em homenagem a santa padroeira. 

A programação refletirá sobre o tema: “Celebrar a memória dos nossos mártires e heróis para não esquecer” e o lema: “Lembra-te, oh meu povo, do Senhor teu Deus!”. 

Marcada para iniciar neste sábado, 2, às 17h, a festividade contará com ladainha, jantar social e noite Mariana. 

No domingo, 3, os fiéis participam da procissão fluvial e celebração da santa missa. Além disso, a coordenação fará homenagem às pessoas que contribuíram com a evangelização na paróquia desde o início das primeiras comunidades das décadas de 70 e 80. 

“Queremos despertar mais ainda o ardor devocional a Nossa Senhora dos Navegantes, e, por isso, vamos relembrar e homenagear todas as pessoas que contribuem e contribuíram para a evangelização em todas as nossas 107 comunidades”, ressaltou a coordenadora de Liturgia Aldenice Monteiro. 

A festividade se encerra com a programação social que acontece até as 17h, com vendas de iguarias e sorteio de prêmios com bingo e rifa. 

Programação 

Sábado – (02 de fevereiro)  
17h – Acolhida 
18h – Ladainha 
19h – Jantar 
20h – Noite Mariana 

Domingo – (03 de fevereiro) 
7h30 – Procissão Fluvial 
9h – Homenagem 
9h30 – Celebração da Santa Missa 
12h – Almoço 
13h – Programação Social 

Diocese de Macapá (Márcia Fonseca / Pascom)

Três motocicletas com sinais de adulteração são apreendidas por agentes do 4º Batalhão de Santana

Na tarde desta quarta-feira (30), a Central de Operações do 4° Batalhão da Polícia Militar de Santana recebeu informações sobre três motocicletas que estavam numa embarcação e possivelmente estavam com restrições de furto/roubo. 

A equipe de serviço foi informada e deslocou-se para o porto Sousa Mar, visualizando o possível infrator e durante os procedimentos de abordagem, ele relatou o nome da embarcação onde tinha deixado as motocicletas e ainda, que as três motocicletas eram produtos de furto. 

Na embarcação, os policiais encontraram as três motocicletas e constataram que a documentação apresentada e os sinais identificadores dos veículos apresentavam sinais de adulteração. 

Diante dos fatos, a equipe realizou a apresentação do suspeito e dos veículos apreendidos na 1° delegacia de Santana. 

Relatando ainda, para a autoridade policial, os fatos apresentados pelo indivíduo, de que havia uma pessoa em coautoria na etapa de documentação dos veículos. Não foi repassado pelas autoridades policiais o nome do suspeito abordado. 

Divisão de Relações Públicas e Imprensa do 4°BPM/DRPI

Rua Tancredo Neves passa a ser mão única

Mudança em sentido único começa no dia 04
Buscando melhorias no fluxo de veículos no trecho e ao mesmo tempo atendendo mais uma etapa do Plano de Mobilidade Urbana que vem sendo empenhado pelo Governo do Amapá, a Prefeitura de Santana continua a fazer mudanças na área de tráfego da cidade.

Dessa vez a alteração é a Rua Tancredo Neves, que fica no bairro Paraíso, que agora passará a ser mão única a partir da próxima segunda-feira (dia 04 de fevereiro). Considerada uma das vias mais movimentadas e estratégicas do município, ela tem quase 3km de extensão. 

Segundo a Superintendência de Transportes e Trânsito de Santana (STTrans), a rua passará a seguir no sentido oeste-leste, ou seja, virá da Rodovia Duca Serra até a Avenida das Nações, no bairro Paraíso. 

O órgão também adiantou que em razão de muitos condutores não estarem atentos à mudança, informou que vários agentes de trânsito estarão realizando ações educativas ao longo da artéria, no período de 04 a 23 de fevereiro, com vistas a orientar pedestres, ciclistas e motoristas sobre o novo sentido viário. 

“A finalidade maior dessa mudança é de otimizar o trânsito e oferecer mais segurança à população”, disse Alves.

Para alguns condutores e transeuntes da via, a mudança para sentido único melhora, mas também pode dificultar o acesso para alguns lados. 

“Vai ficar bom por que tira esse excesso de carros que trafegam em duas mãos, mas quem vier do (bairro) Mutirão vai estranhar muito quando tentarem vim pro lado do Paraíso. Isso se eles conseguirem acertar numa via”, disse o autônomo Manoel Ries, de 57 anos, que reside na via em mudança. 

A opção que deverá ser usada pelos condutores será a Rua Deodoro da Fonseca, também no bairro Paraíso, que seguirá no sentido contrário com a Rua Tancredo Neves (leste-oeste), mas ainda não há previsão de quando a via passará para mão única.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Ligeirinho: A atitude solidária de um grande ser humano em prol das famílias do Ambrósio

Empresário Ligeirinho, conhecido em Santana
Quem procurar por Domingos Júnior na cidade de Santana, segundo maior município do Amapá, com certeza encontrará dificuldades em saber de quem se trata e o que faz. 

Mas citar pelo apelido de ‘Ligeirinho’ já pode identificar uma referência no ramo comercial, conhecido não apenas por comercializar açaí em um ponto estratégico da cidade santanense, como também em apoiar as causas sociais mais necessitadas. 

Área atingida pelo incêndio no Ambrósio
Com 32 anos, Ligeirinho – como é bastante conhecido por efetuar entrega de açaí pelos quatro cantos de Santana – teve seu nome (e sua solidária atitude) – comentada nos últimos dias após um triste episódio ocorrido na comunidade do Ambrósio, área portuária do município. 

No último dia 18 de janeiro, cerca de dez casas na região do Ambrósio foram atingidas por um avassalador incêndio, destruindo todos os pertences de famílias que ficaram desabrigadas diante do sinistro. 

Madeira doada por Ligeirinho chega no Ambrósio
Em meio à comoção de ajuda que vieram de vários lados da cidade (e até da capital), surgiu a motivação dele em querer contribuir nessa luta. 

“Já fazemos parte de um grupo nas redes sociais que sempre participa de ações e ajuda em situações desse tipo. Quando tomamos conhecimento desse fato, decidimos ir até o local do incêndio e saber o que precisavam”, conta Ligeirinho ao blog. 

Ao presenciar a lamentável situação que o local ficou após o incêndio, o jovem empresário não poupou esforços em ajudar da melhor forma que pudesse: comprou mais de R$ 4 mil em madeiras para serem usadas na reconstrução das casas incendiadas. 

Casas sendo reconstruídas com madeira doada
“Entramos em contato com o pessoal do ‘Bueiro’ onde vende todo tipo de madeira e compramos o que havia de melhor pra ajuda-los”, disse o empresário, que ainda assistiu o desembarque do material comprado ao chegar na área do Ambrósio.

Com a entrega da madeira, a Prefeitura de Santana ficou apenas responsável em mobilizar profissionais para trabalharem na área, tais como carpinteiros e marceneiros. 

Para alguns moradores do local atingido, a atitude de Ligeirinho fica de exemplo para aqueles que não se preocupam com o retorno do ato. 

“Deus tem muito a recompensar homens como ele, que não querem saber de se aproveitarem da desgraça alheia, mas sim, ajudar aquele que realmente precisam de uma mão-amiga do nosso próximo”, reconheceu o estudante Allan Dias, residente na área do Ambrósio. 

Segundo informações da Prefeitura de Santana, as casas atingidas pelo incêndio no Ambrósio já estarão concluídas no prazo máximo de duas semanas.

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Presidente de sindicato se defende sobre acusação de agressão à colega de categoria

Deise (esq.) acusada de agredir colega de categoria
Após a intensa repercussão que houve sobre a agressão entre duas mototaxistas na cidade de Santana, ocorrido nesta terça-feira (29), devido um passageiro, o assunto gerou discussões nas redes sociais. 

O fato teria envolvido a presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Santana Alcilene Xavier – mais conhecida como Deise – e outra profissional da categoria de prenome Rosa.

Segundo testemunhas, o embate aconteceu ao lado do prédio do Superfácil de Santana, localizado na área portuária em razão de prestar serviço de mototáxi a um passageiro, o que acabou gerando discussão e agressão entre as partes. 

A presidente do sindicato usou das redes sociais para esclarecer alguns detalhes sobre o episódio, onde também lamentou a situação, vindo a descrever a sua luta à frente da classe que presta serviços há quase duas décadas. 

Abaixo, a nota feita pela presidente dos Mototaxistas de Santana: 

Boa noite. Sou a Deise presidente do sindicato dos mototaxistas, infelizmente nossos atos nem sempre condizem com o que somos. Hoje lamentavelmente não resistir a anos de ofensas e desrespeito dessa moça para com a minha pessoa. 

Sou uma mulher que passei 16 anos lutando nesta cidade para implementar o serviço de mototaxi, muitas vezes arriscando a vida contra aqueles que não queriam deixar, as ofensas praticadas por essa moça que tem idade para ser minha filha, já que sou uma senhora de 50 anos. 

Ainda que seja presidente de uma entidade sou ser humano como qualquer outro sujeito às falhas e eu trabalho todos os dias no sol e na chuva dia e noite e no trabalho sou como qualquer mototaxista. E acredito que se eu fosse uma pessoa de má índole não estaria a frente de uma classe há 18 anos. 

Obrigada pela oportunidade de me defender.

Sucesso na seletiva de novos integrantes para Companhia de Dança em Santana

A Companhia de Dança Arlete Carvalho, de Santana, registrou com grande êxito as inscrições e o processo de seleção de novos integrantes para o grupo. 

Segundo a coordenação, dos mais de 30 inscritos, que enviaram os vídeos individuais, 16 foram classificados – sendo 13 mulheres e três homens. 

Os novos integrantes foram aprovados em uma seleção realizada no último final de semana, na Escola Estadual Augusto Antunes, onde os participantes passaram por testes de ritmos de dança. 

“Como houve um número significativo de inscrições e percebemos o entusiasmo desses participantes, aumentamos a quantidade de integrantes. Esses selecionados mostraram que estão preparados para contribuir de forma expressiva com o grupo”, disse Arlete Carvalho. 

Arlete conta que a procura ainda foi grande, mesmo depois da seletiva do final de semana.

“Ainda teve pessoas que entraram em contato conosco, falando que somente souberam da seleção durante essa semana, mas que vão aguardar por outra seletiva”, comentou. 

Os novos integrantes estão na lista abaixo: 

1. Daniele de Andrade

2. Larissa Gabriele Barreto 

3. Lana Glissia Tenório 

4. Samira de Jesus dos Santos 

5. Samily da Conceição 

6. Patricia Pastana Santos 

7. Natália Vasconcelos da Luz 

8. Soate Roberto de Freitas 

9. Ester Beatriz dos Santos 

10. Érica da Costa Elias 

11. Jeise Sacramento Souza 

12. Emanuel dos Santos 

13. Cinthia Suelem Dias 

14. Andressa Marques de Souza 

15. Marcelo Nunes Frazão 

16. Nayra Pereira Dias

Agressão entre mototaxistas em Santana

Uma situação atípica envolveu duas profissionais da ‘praça’ que prestam serviços como mototáxi na cidade de Santana. 

De acordo com informações repassadas ao blog por testemunhas e outros mototaxistas que presenciaram o fato, ocorrido se deu na área portuária da cidade na manhã desta terça-feira (29), na qual as mototaxistas se desentenderam por causa de um passageiro.

Uma das mototaxistas de prenome Rosa chegou a ser a mais lesionada durante a discussão, que acabou gerando agressões entre as partes. 

“Essa mulher é acostumada a querer gritar e falar alto com todo mundo, se achando dona da razão”, disse Rosa, pelas redes sociais. 

A referida colega de profissão a quem Rosa acusa pelas agressões é Alcilene Xavier, que seria presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Santana. Alcilene foi procurada pelo blog, e se defendeu dizendo que a colega de profissão costuma ‘abusar’ constantemente em pegar passageiros, não favorecendo a vez que pertence a outro mototaxista. 

“Ela se acha com razão de querer pegar qualquer passageiro e não respeita a vez dos outros colegas. Como nossos colegas são homens e não podem fazer nada, fui questionar e ela achou ruim por está errada”, disse Alcilene. 

Em vídeo, a mototaxista Rosa desabafa sobre o fato, falando da causadora da agressão. Abaixo: 

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

VÍDEO: Caminhão deixa rastro de sujeira e mau cheiro em via de Santana e assunto viraliza

Caminhão deixou enorme rastro de sujeira
Na manhã desta segunda-feira (28), um caminhão cheio de possível dejetos (não identificados) trafegava normalmente pela Avenida Santana – principal via da cidade – deixando um enorme rastro de sujeira de cor escura e soltando mau cheiro. 

Segundo o condutor de um veículo que seguia logo atrás do referido caminhão, era notório que o desconhecido produto carregado na basculante do enorme caminhão vinha desejando pela larga avenida por quilômetros. 

O condutor do segundo veículo chegou a fazer uma pequena filmagem mostrando o rastro deixado pelo caminhão e as imagens viralizaram nas redes sociais em poucas horas.

“Custava esse p* dar um jeitinho de fechar bem a basculante e evitar esse desperdício de material”, questiona o motorista que antecedia o trajeto com o caminhão. 

Nas imagens postadas abaixo, pode-se ver claramente que o caminhão segue tranquilamente pela mais movimentada avenida de Santana, ‘cortando’ trajeto no sentido à antiga estação ferroviária da cidade, para onde tomou rumo ignorado. 

O blog procurou a Secretaria Municipal de Limpeza Pública e Resíduos Sólidos para buscar esclarecimentos de situações desse tipo, mas apenas um funcionário que se prontificou em informar que episódios como esse são autuados para que o responsável pelo veículo apresente sua defesa e havendo necessidade, receba multa por irregularidade detectada. 

Dois suspeitos são mortos em confronto com a PM no Acquaville Tucunaré

Bruno e Elder: Mortos em confronto com a PM
Elder Sousa e Bruno Tatuador foram mortos na tarde desta segunda-feira, 28, após trocarem tiros com policiais do 4º Batalhão de Policia Militar (4ºBPM). 

O confronto aconteceu por volta de 17h45, em uma área de mata do complexo residencial Acquaville Tucunaré, em Santana. 

Segundo informações da assessoria de comunicação do 4º Batalhão, uma viatura estava fazendo patrulhamento de rotina no residencial Acquaville Tucunaré, quando avistou os dois indivíduos em atitude suspeita. 

Curiosos acompanham situação no bairro
Ao perceberem a aproximação da equipe, eles entraram numa área de mata, efetuando vários disparos na direção da guarnição. Em seguida, os policiais revidaram, alvejando os dois rapazes que caíram dentro de um igarapé. 

De acordo com a PM, Elder havia saído recentemente da Instituto Penitenciário do Amapá (IAPEN), onde cumpria pena por tráfico de drogas. Não foi informado se Bruno já teve passagem pela polícia por praticar algum crime. 

Com os dois foi encontrado duas armas de fogo, um revólver calibre 38 e uma pistola ponto 40. 

A ambulância do Samu foi chamada para prestar socorro, e também uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou no local na tentativa de resgatar os dois rapazes que haviam caído dentro do igarapé, mas logo depois foi confirmado que Elder e Bruno já estavam mortos.

(Por Iran Fróes)

Fé em Deus: Moradores cobram coleta de lixo e entulhos prometida pela prefeitura

Os moradores do bairro Fé em Deus, área norte de Santana, estão revoltados com o acúmulo de lixo e entulhos no local. 

Segundo eles, o poder público anunciou que a população deveria fazer a limpeza de quintais e lotes baldios e deixar o lixo em frente as casas. 

O recolhimento deveria ocorrer ainda no início desse mês, mas até agora a promessa não foi cumprida. 

Ainda de acordo com os moradores, a prefeitura se encarregaria de fazer a coleta periodicamente, mas relatam que a situação vem sendo outra. 

“Estamos preocupados por que como moramos em torno de lago aparece muitos bichos peçonhentos”, disse a moradora Lucélia Souza. 

Na Travessa Brasil não é preciso andar muito para encontrar alguns montes de lixos espalhados na via. 

“Já está assim há quase uma semana. Um fedor horrível. E não é só aqui, tem várias ruas do bairro desse jeito”, disse outra moradora, que continuou: “Procuramos o presidente do bairro que diz que a limpeza não vem por conta da chuva, então porque ele mandou colocar o lixo pra rua se ele sabe que estamos em período de inverno?”. 

Risco à saúde 
Além do mau cheiro, o acúmulo de lixo no bairro ainda vem causando o aparecimento de insetos e animais, assim como também favorecendo na proliferação de doenças e alagamentos em dias de chuvas. 

“Temos um vizinho que recentemente contraiu leptospirose, é com isso nossa preocupação aumenta, até por que tem muitas crianças no bairro que brincam na rua”, relatou uma moradora. 

O blog tentou contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Santana, mas não houve êxito.

domingo, 27 de janeiro de 2019

‘Futebol Solidário’ arrecada roupas e alimentos para vítimas de incêndio em Santana

Um bom programa para quem gosta de futebol e também de ajudar o próximo é o que vem sendo realizado desde 2014 por um grupo de amigos de Santana. 

Em meio ao espírito esportivo dos participantes, também rege a vontade de ajudar aqueles que precisam. E assim foi que o time denominado ‘Eternos Amigos’ decidiu agir em prol daqueles mais carentes. 

Um exemplo de amor aconteceu na última sexta-feira (25), quando a turma se reuniu para uma amistosa peleja de futebol na Praça do bairro Fonte Nova, arrecadando tudo que pudesse para as famílias atingidas pelo incêndio na comunidade do Ambrósio. 

Além de roupas e alimentos, até calçados vieram para as famílias vitimadas. 

“Não temos ajuda de políticos, até por que não precisamos graças à Deus, fazemos por que gostamos e vamos continuar com esse projeto”, disse Júnior Cunha, um dos coordenadores do time solidário. 

Segundo Júnior, a ideia surgiu quando a maioria dos integrantes do time se conheciam nos tempos de escolinha de futebol. 

“Viemos ainda do tempo da escolinha da associação esportiva do Paraíso (Aerpa), alguns da escolinha do Independente e logo criamos um grupo no whatsapp para manter essa parceria que foi ganhando força e mais membros”, conta Júnior. 

Hoje com 35 pessoas participando, o time solidário dos ‘Eternos Amigos’ já levou alegria e descontração para várias famílias de Santana. Tanto que no último final de ano arrecadaram doações para famílias até de distritos da cidade. 

“Neste fim de ano, ajudamos quatro famílias com alimentos, onde entregamos duas doações para duas igrejas em Santana e duas famílias distintas (uma na ilha de Santana e outra na Avenida Maria Colares)”, descreve o coordenador. 

Quando tomaram conhecimento do triste fato na região do Ambrósio, o time não pensou duas vezes em logo se organizarem e se colocarem em ação. 

“Essa foi a primeira vez que olhamos pelo Ambrósio e vemos como eles precisam de nós”, enfatiza Júnior, que relata ainda ter muitas doações que estão sendo destinadas àquela comunidade. 

“Não iremos parar e nossa intenção é de sempre mostrar que estamos em alerta para ajudar a quem precisa”, finaliza.

Jovem de 19 anos com paralisia cerebral é aprovado na Unifap: “Sempre acreditei”

Superação é uma palavra constante na vida de Jadison Costa da Costa, de 19 anos, que enfrente muitas dificuldades físicas. Portador de paralisia cerebral e usuário de cadeira de rodas, o jovem realizou mais um sonho: foi selecionado para cursar licenciatura em história na Universidade Federal do Amapá (Unifap). 

Estudante da Escola Estadual José Ribamar Pestana, do município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, ele está prestes a concluir o ensino médio. Para ser aprovado, ele fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ao lado de um auxiliar. 

Concorrendo através da cota destinada a estudantes deficientes físicos da rede pública de ensino, com renda familiar inferior à um salário-mínimo e meio, o nome dele era um dos que saíram na lista dos aprovados na quinta-feira (24). 

O dia foi de inteiro de comemoração. Jadison estava em sala de aula, com amigos, professores e familiares, quando soube da classificação. 

“Aqui está todo mundo feliz. Eu sempre acreditei que conseguiria. Vamos comemorar e manter o ritmo de estudos, que não pode parar”, disse o estudante. 

A mãe de Jadison, Neuza Maria, de 45 anos, é solteira e sobrevive com o benefício assistencial do INSS dos filhos. O segundo filho dela, de 18 anos, também é portador de paralisia cerebral. Ela relatou que a aprovação é mais uma das superações que o filho teve ao longo da vida. Ela reforçou que isso também é resultado de um trabalho em conjunto.

“Eu sempre lutei para que meus filhos alcançassem seus objetivos, mesmo que tivesse que fazer sacrifícios. Eles, por outro lado, reconhecem meu esforço e também dão o melhor, mas claro isso tudo, não seria possível sem o auxílio dos professores, que, assim como eu, não desacreditaram”, disse Neuza. 

Irmão de Jadison, Adipe Costa também fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mirando o curso de bacharelado em direito. Ele não foi aprovado, mas, mesmo assim, ele detalha que se espelha no irmão mais velho para continuar em busca do ensino superior: “Agora a inspiração está em casa”, disse. 

Apesar da recente conquista, o jovem afirma que ingressar na Unifap não será o último objetivo na vida. Ele agora quer seguir o sonho de assumir o posto de presidente da República. “Meu objetivo é primeiro me formar e depois, por que não ser presidente da república?”, disse. 

Rotina na escola 
Com cinco anos atuando com estudantes que precisam de atendimento especial, a professora Laudiclea Carvalho acompanha os irmãos Jadison e Adipe nesse período. Para ela, a inserção de uma aluno dela em uma universidade federal é um legado. 

“A estrutura física da escola não é totalmente adequada, principalmente para um aluno cadeirante, mas o que falta em infraestrutura, tentamos recompensar no ensino e no auxílio aos estudantes. Quando ouvi o nome do Jadison na rádio, foi como se um filho meu tivesse passado no vestibular. Essa conquista é gigantesca, principalmente para os estudantes que convivem com ele”, explicou a professora. 

Para fazer as provas, o estudante resolve as questões com auxílio dos professores, escrevendo no computador. Já para fazer o Enem, ele teve outro desafio: ele tinha que ditar as respostas que achava corretas para um auxiliador, que marcou as questões e também que escreveu a redação. 

Jadison detalha que, apesar das dificuldades físicas, não deixa de viver a juventude. Ele concilia os estudos com o que gosta de fazer nas horas vagas: assistir jogos de futebol do Goiás, time do qual é torcedor fanático, e jogar videogame. 

“Ah, eu sou viciado em celular, futebol e videogame. Na escola todo mundo brinca comigo e eu com eles. Claro que me esforço bastante estudando, mas também gosto de aproveitar. Afinal, quem não gosta de dar uma relaxada?!”, brincou. 

Sobre a nova vida, a família já sabe que serão mais quatro anos de sacrifícios, mas o momento é de comemorar. Eles até cogitam passar a morar na capital, se for necessário. 

Judison deixa o recado: “nunca deixe ninguém subestimar seus sonhos”, finalizou.

Informações postadas no G-1 Amapá

sábado, 26 de janeiro de 2019

Carro perde o controle e causa danos na Avenida Santana

Um veículo teria perdido o controle quando trafegava em uma das principais avenidas da cidade de Santana na manhã deste sábado (26). 

De acordo com testemunhas, um carro da marca Fiat Boulos estaria seguindo no sentido Paraíso-Centro, quando teria sofrido um descontrole na direção, vindo a subir bruscamente o meio-fio da via, quando já chegava nas proximidades do cruzamento com a Rua Machado de Assis. 

No trecho, um quiosque instalado no meio-fio sofreu danos materiais em uma proteção de alvenaria. 

“Só ouvimos o estrondo do baque do veículo e quando os ocupantes saíram de dentro dele bastante nervosos”, relatou o autônomo Lindoval Fernandes, de 62 anos, que trafegava pelo local, na ocasião.

Fernandes aguardou a chegada de uma viatura do 4º Batalhão da Polícia Militar da cidade, onde relatou ainda ter visto os ocupantes do veículo se evadirem da área.

As autoridades policiais não repassaram muitas informações sobre os responsáveis pelo veículo, mas que já sabiam a quem o carro pertencia. 

O blog foi informado por terceiros que nenhum dos referidos ocupantes ficou gravemente ferido no momento do impacto e que ninguém havia procurado o Hospital de Emergências de Santana para pedir atendimento no horário do ocorrido.

Formatura de escola militar de Santana mostra famílias envolvidas com gestão compartilhada

Nem a chuva não atrapalhou o marcante evento
O momento foi memorável e, nem a chuva de fim de tarde desta sexta-feira, 25, atrapalhou a alegria e comunhão da primeira formatura de estudantes do 9º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Professor Afonso Arinos de Melo Franco – primeira escola de Gestão Compartilhar Militar do município de Santana. 

O evento aconteceu na Praça Cívica da cidade. Cerca de 40 estudantes marcharam e representaram os 54 alunos concluintes desta etapa da educação básica. Tudo era motivo de orgulho. 

O hino nacional tocado pela banda de música da Polícia Militar, as homenagens aos parceiros e colaboradores da escola, o certificado de honra dado aos estudantes Marcos Vinícius Gomes, Luana Moura e Ruth Santos, que tiveram os três melhores rendimentos educacionais do 9º ano. 

O vice-governador, Jaime Nunes, esteve presente na cerimônia e reforçou o quanto as escolas que possuem gestão compartilhada entre a Secretaria de Estado da Educação (Seed), Polícia Militar (PM), e Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP), estão dando excelentes resultados, tanto em ensino e aprendizagem dos alunos quanto nas comunidades que estão situadas. 

“É uma celebração maravilhosa. Comemoramos aqui também o reconhecimento da ética, do respeito, da valorização da família, o civismo e a cidadania que são constantemente ensinados nas escolas militares. Este é um modelo de ensino que está dando certo, e por isso vamos ampliá-lo cada vez mais”, pontuou Nunes. 

Mais educação e cidadania 
Nos depoimentos dados por estudantes da escola Afonso Arinos, há uma coisa em comum: todos concordam que o modelo de ensino proporciona mais educação e cidadania. O formando Izael Freitas, 15 anos, é também morador do bairro Ambrósio, Área Portuária de Santana, mesmo local da instituição de ensino. 

“A escola melhorou muito e o nosso bairro também, porque antigamente era conhecido como um bairro muito violento e, com a escola militar, essa realidade está mudando. Também consegui ganhar uma menção honrosa nas Olimpíadas de Matemática. Uma competição nacional que eu só consegui com ajuda dos meus professores e da escola”, frisou Izael. 

A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, lembrou que, em menos de um ano de implantação do novo projeto, a Escola Afonso Arinos, já tem resultados significativos. 

“Já fizeram resgastes importantes no ensino-aprendizagem dos estudantes e também na comunidade escolar. O número de matrículas quase dobrou em uma escola que, há pouco tempo atrás, estava perdendo alunos. Hoje revertemos esse quadro”, comparou Goreth.

Participação familiar 
Um dado muito positivo na Escola Afonso Arinos é que a participação familiar é bastante presente. São 86% de frequência dos responsáveis dos estudantes e da participação da família nos eventos da instituição de ensino. 

Para o diretor da Afonso Arinos, tenente Leandro Cruz, essa presença é que faz a diferença do comportamento e dedicação do estudante nas aulas. 

“Esse projeto só dá certo se tiver essa parceria entre escola, comunidade escolar, estudantes, pais, e poder público. Aqui temos muitas coisas a comemorar e vamos crescer ainda mais, com a ajuda da nossa população”, frisou o diretor. 

Mais escolas militares 
O vice-governador Jaime Nunes anunciou que Santana vai ganhar nesta gestão mais duas escolas militares. Uma administrada pela Polícia Militar e outra pela Marinha do Brasil. 

“Antigamente, nosso projeto era só de mais uma escola militar em Santana. Mas como o apelo da população santanense é grande por esse modelo de ensino, vamos implantar duas”, comentou Jaime, acrescentando ainda "que será implantado em 2020, o ensino médio na Escola Afonso Arinos para que os estudantes possam concluir a educação básica na escola."

Homem passa mal e morre durante ‘futebol society’ em Santana

Fábio ainda chegou a ser levado ao HE
Um fato triste foi registrado na noite desta sexta-feira (25). O que deveria ser um simples encontro futebolístico entre amigos e colegas, acabou se tornando um momento de angústia e dor para quem estava presente no momento. 

Durante uma partida de futebol que ocorria na quadra particular de um conhecido grupo empresarial de Santana, um homem teria passado mal durante o intervalo do jogo, vindo a sofrer um infarto cardíaco inesperado. 

“Estávamos jogando no mesmo time, quando acabou nosso tempo, deixamos a quadra por alguns minutos e ainda vi ele se encostar numa grade para descansar. Não demorou só vimos quando ele já estava se tremendo duro no chão e procuramos ajuda-lo”, detalhou uma pessoa, pelas redes sociais.

O homem ainda chegou a ser levado para o Hospital de Emergências de Santana, mas segundo informações de funcionários do HE, o mesmo já tinha chegado em óbito.

Fábio trabalhava em empresa que comercializa gás
Identificado pelo nome de Fábio Silva, teria 36 anos e trabalhava numa empresa que comercializa botijão de gás na cidade de Santana.
Amigos próximos de Fábio lamentaram o ocorrido através de declarações postadas. 

“Ele comentava que abriria seu próprio negócio ainda esse ano. Vai nos deixar muitas saudades, amigão!!!”, disse um internauta. 

O Grupo Jumbinha, que é proprietária do espaço esportivo onde Fábio sofreu o infarto, emitiu uma Nota ainda nessa madrugada de sábado (26), lamentando o triste episódio e prestando todo apoio à sua família. Abaixo a íntegra do texto: 

Nota de pesar 

Amigos, sou Júnior Feitosa da jumbinha, juntamente com meu irmão zeca, estou aqui na society e acompanhei toda a situação ocorrida! Infelizmente nosso cliente sofreu um ataque cardíaco enquanto estava na quadra jogando bola, chamamos o atendimento é ele foi socorrido! A pouco tivemos a notícia de que não resistiu e veio a óbito! 

A família jumbinha se solidariza com o ocorrido e decidiu encerrar a festa que estava acontecendo no bar da society em respeito ao nosso cliente e a sua família, que temos como nossa! 

A jumbinha demonstra seus profundos sentimentos e afirma a sociedade amapaense que pra nós, qualquer vida é muito valiosa, e que sentimos profundamente a perda de nosso amigo e cliente Fábio! 

Em respeito à sua família a jumbinha soccer não funcionará amanhã pela manhã, tendo suas atividades retornadas ao normal as 13 horas!

Vendedores de açaí em Santana serão cadastrados para aumentar controle da doença de Chagas

Técnicos da área da saúde traçam plano de ação
Equipes das vigilâncias epidemiológica e imunização, sanitária e ambiental, em parceria com a sala do empreendedor, se reuniram para traçar estratégias para desenvolver um plano de ação ao combate e controle da doença de chagas em Santana, a 17 quilômetros de Macapá. Em 2018, o município registrou 17 casos da doença até outubro. 

Com objetivo de conscientizar a população, especialmente os donos dos estabelecimentos que produzem e vendem açaí, será realizado o cadastro de todas as amassadeiras do município. 

Os empresários serão orientados quanto aos procedimentos e cuidados no preparo do açaí, o principal produto relacionado à contaminação da doença, que é transmitida através de consumo do alimento infectado pelas fezes do inseto barbeiro. 

Para a Vigilância Epidemiológica e Imunização de Santana, a população pode ajudar na pesquisas em relação ao tratamento da doença. Basta levar os barbeiros, inseto causador da doença, que forem encontrados em casa, ao centro da unidade no município. 

“Qualquer morador que ver um inseto parecido com o barbeiro pode pegá-lo e trazer para gente, desde que não toque nele. É preciso usar materiais descartáveis para recolhê-lo. Chegando aqui, encaminharemos para o laboratório de pesquisas e isso pode ajudar bastante nos estudos para o tratamento”, explicou Ediana Marques, diretora do órgão. 

Em relação a campanha de prevenção da doença, um dos primeiros passos será a capacitação dos agentes que irão realizar a abordagem com a população. Para a diretora da vigilância epidemiológica de Santana, a fase inicial é muito importante para que ela seja eficaz. 

“Não queremos punir ninguém e nem fechar estabelecimentos, queremos conscientizar as pessoas sobre as precauções que devem ser tomadas com a produção do açaí”, esclareceu. 

A doença de Chagas é grave e os sintomas são febre por mais de oito dias, seguida de cansaço, diarreia, vômito, dores de cabeça e musculares. Casos mais complicados podem evoluir com manifestações cardíacas, além do comprometimento do fígado e baço.

Informações postadas no G-1 Amapá

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Casas atingidas por incêndio em Santana serão reconstruídas em um mês, diz prefeitura

Reconstrução das casas consumidas pelo incêndio
Uma semana após o incêndio que destruiu 8 casas em região de pontes na área portuária de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, a prefeitura do município iniciou o trabalho de reconstrução de cinco moradias e a reforma de três, que foram parcialmente destruídas. Os trabalhos iniciaram na quinta-feira (24) e o prazo para a entrega é de um mês. 

A Secretaria de Assistência Social e Cidadania se reuniu com as famílias para retirar documentos perdidos no incêndio. Foi confirmado que, ao todo, 43 pessoas ficaram sem um lar, sendo 11 criança. Elas estão temporariamente na casa de familiares, em um abrigo e em kitnets pagos pela prefeitura. 

Área atingida pelas chamas desabrigou 43 pessoas
Todas as casas construídas serão padronizadas, com o mesmo tamanho e quantidade de cômodos, como foi acordado entre as famílias. Já as que foram parcialmente atingidas, serão entregues antes do prazo de 30 dias. 

Sinistro 
No dia 18 de janeiro foi informado que cerca de dez casas na área portuária do município de Santana foram atingidas por um incêndio. Cinco casas ficaram completamente destruídas. Ninguém ficou ferido e as perdas foram somente materiais. 

O Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes) informou que as chamas iniciaram por volta das 22h30, na área periférica de pontes conhecida como "Baixada do Ambrósio". Os bombeiros conseguiram controlar o incêndio quase duas horas depois do ocorrido.

Informações postadas no G-1 Amapá

MP recomenda ao Estado parecer técnico durante fiscalização na infraestrutura das escolas de Santana

Recente desabamento em escola de Santana
Considerando as condições precárias na estrutura física de diversas unidades de ensino no município de Santana e o recente desabamento de parte do telhado da Escola Estadual Everaldo Vasconcelos, colocando alunos, professores e a comunidade santanense em risco, o Ministério Público do Amapá ( MP-AP) expediu, no último dia 21, Recomendação ao Estado do Amapá para que apresente um cronograma de fiscalização, com emissão de parecer técnico, sobre as condições de infraestrutura desses prédios. 

No documento, assinado pelo promotor de Justiça João Paulo Furlan, que responde pela Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, da Cidadania e do Consumidor da Comarca de Santana, recomenda-se que a Defesa Civil do Estado, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado da Educação (SEED), Secretaria Municipal de Educação, Secretaria de Estado da Infraestrutura e a Seção de Infraestrutura da SEED atuem em conjunto, a fim de visitar todas as unidades de ensino da rede municipal e estadual, localizadas no município de Santana, para que se tenha informações atualizadas e oficiais sobre o estado de conservação e condições de funcionamento dessas escolas. 

Prédio da Promotoria de Justiça de Santana
As Secretarias Estadual e Municipal de Educação deverão encaminhar à Defesa Civil do Estado do Amapá a relação com os nomes das escolas localizadas no município de Santana, com respectivo endereço, e nome da pessoa responsável para acompanhar a fiscalização. 

Todos os órgãos citados na Recomendação deverão encaminhar, em até 30 (trinta) dias, informações sobre as providências adotadas. 

O promotor de Justiça João Furlan destaca, ainda, que a Recomendação tem eficácia imediata e a sua inobservância poderá ensejar responsabilidade no âmbito administrativo, civil e criminal dos envolvidos. 

“Importante frisar que a o artigo 37 da Constituição Federal de 1988 estabelece a responsabilidade objetiva ao Estado quanto sua atitude omissiva causar danos a terceiros, cabendo direito de regresso contra o agente público responsável, sem prejuízo da responsabilidade criminal e por improbidade administrativa’, reforça o membro do MP-AP.

‘Novo Amapá’: Peça teatral lembra 39 anos do naufrágio com poesia e homenagens

Os 39 anos do maior naufrágio do estado serão lembrados com poesia e homenagens no espetáculo "Novo Amapá", que acontece no sá...