quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

"Canário" prepara time Sub-20 para enfrentar Oratório

Visando o Campeonato Amapaense de Futebol Sub-20, previsto para iniciar no dia 05 de março, o Santana Esporte Clube vem intensificando a preparação para a competição. 

Apostando em atletas sem muita experiência, o time está realizando amistosos e realizando trabalhos físico e táticos no estádio Augusto Antunes. A intenção da comissão técnica é formar um grupo com 25 atletas, apesar de já ter 45 inscritos. 

O treinador Arenildo Almeida vem realizando testes em diversos setores que considera fundamentais. O 'Canário do Porto', como é conhecido por sua torcida, estreia dia 07 de março, às 16 horas, no estádio Glicério Marques, contra o Oratório e está treinando há cerca de um mês. 

"Acho que o trabalho que estamos realizando está dentro do planejado. O grupo está se formando e no momento estamos realizando trabalhos físicos e táticos. Os amistosos vão ajudar no processo de entrosamento. Nossa ideia é fechar o elenco com trinta e três jogadores para a disputa do estadual ", disse o treinador Arenildo. 

A Comissão Técnica ainda realizará testes com alguns atletas que poderão ser utilizados. Um das apostas é volante Andrey Marcelo, que está no grupo desde o início dos trabalhos. Ele considera fundamental o treinamento que vem sendo realizado. O jogador acredita que até o inicio da competição o time estará pronto para disputar de igual pra igual com as outras equipes.

Homem receberia R$ 5 mil de colombiano para guardar crack

Uma investigação da Polícia Federal (PF) no Amapá apreendeu na tarde da última segunda-feira (23/02), 59 quilos de crack que estavam enterrados em um terreno localizado numa área do distrito do Delta do Matapí, em Santana. Segundo a polícia, o suspeito responsável pelo armazenamento da droga foi detido por tráfico e encaminhado para a PF na capital. 

A ação foi realizada em conjunto com as polícias Militar e Civil do Amapá. O suspeito informou aos policiais que recebeu a droga de um homem de nacionalidade colombiana. Segundo a PF, o homem receberia o valor de R$ 5 mil para guardar a droga que ele recebeu no domingo (22). 

“O suspeito confessou que aceitou guardar o produto em troca de dinheiro. As investigações irão continuar e vamos averiguar a origem e destino da droga”, explicou o delegado da PF, Bruno Brenassuly. 

Os policiais chegaram até o local por meio de uma denúncia anônima e após flagrar o suspeito, ele localizou a droga. O produto foi levado para a sede da Polícia Federal, em Macapá. 

Esta foi a segunda maior apreensão de crack no ano. No dia 11 de fevereiro, a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) apreendeu 155 quilos de crack embalados em tabletes em uma chácara localizada próximo ao Rio Amazonas, entre o município de Santana e o distrito da Fazendinha. A Polícia continua as investigações para saber se as apreensões têm ligação.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

MP-AP denuncia vereador santanense por peculato e associação criminosa

Vereador santanense Venício Santos
O Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio da Promotoria de Justiça Criminal e Tribunal do Júri da comarca de Santana, ofertou denúncia esta semana contra o vereador daquele município, Venício do Socorro Gomes dos Santos, Geise Naiara Serrão de Almeida e Alba Lima Palmerim, acusados de associação criminosa, peculato e falsidade ideológica. 

De acordo com as provas colhidas pelo MP-AP, em procedimento instaurado para apurar a prática de possíveis crimes decorrentes da utilização indevida da verba indenizatória na Câmara Municipal de Santana, ficou evidenciado que os acusados forjaram contratações para permitir a apropriação ilegal do dinheiro público. Verba Indenizatória: Cada vereador de Santana, conforme Ato da Mesa Diretora daquela Casa de Leis, tem direito ao ressarcimento mensal de até R$ 7 mil (sete mil reais) para cobrir despesas diretamente relacionadas ao exercício do mandato parlamentar. 

Parte dos ressarcimentos recebidos por Venício do Socorro decorreu da locação de um veículo, no dia 01 de agosto de 2013, ao custo mensal de R$ 4,8 mil por cinco meses, gerando o montante ressarcido de R$ 24 mil. 

Ainda de acordo com o MP, o veículo foi alugado da denunciada Alba Lima Palmerim, que, também foi nomeada, no dia 02 de janeiro do ano passado, para o cargo de assessora do parlamentar, por 12 meses, com salário mensal de R$ 1 mil. Somados os contratos de locação do veículo e de contratação de Alba como assessora, o vereador conseguiu receber o montante R$ 36 mil. 

“As investigações revelaram, contudo, que ambas as contratações não passaram de simulação para permitir a apropriação ilegal do dinheiro público por parte de Venício que, contando com a colaboração decisiva das outras denunciadas, concretizou o intento criminoso”, explica o promotor de Justiça Afonso Guimarães, que assina a denúncia. 

A fraude
Durante a apuração ficou comprovado que no dia 12 de setembro de 2013, um mês após a assinatura do contrato de locação, o veículo foi alvo de Busca e Apreensão por ordem judicial, ficando, portanto, inviabilizada a prestação de serviço. Ademais, Alba, chamada ao MP para esclarecer o episódio, acabou revelando que assinava os recibos a pedido da denunciada Geise Naiara (esposa do vereador), mas não teria ficado com nenhum centavo do dinheiro da locação do automóvel, bem como, do salário de assessora parlamentar. 

“De fato, a quebra do sigilo bancário de Alba Lima Palmerim revelou que nada ingressou em sua conta bancária, seja decorrente do contrato de locação do veículo ou dos pagamentos dos supostos trabalhos como assessora do primeiro denunciado”, detalha o promotor. 

Por suas condutas, além da condenação pelos crimes previstos no Código Penal Brasileiro (CPB): Associação Criminosa (art. 288), Peculato (art. 312) e Falsidade Ideológica (art. 299); o MP-AP requer a fixação de R$ 36 mil, como valor mínimo para reparação do dano sofrido pelo município de Santana/AP, mas que deve ser corrigido monetariamente ao final do processo.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Macapá e Santana recebem evento mundial com apresentação de 12 bandas de rock

Macapá e Santana vão fazer parte de um circuito mundial de eventos sobre o Rock. O festival colaborativo "Grito Rock 2015" terá edição no Amapá nos dias 20 e 21 de fevereiro. Doze bandas amapaenses estão confirmadas nas duas noites de música, que vão acontecer a partir das 19h na Casa da Juventude (Caju), em Santana, e no CEU das Artes, na Zona Norte da capital. 

O "Grito Rock" iniciou no último dia 10 de fevereiro e encerra somente em abril, com edições em cerca de 400 cidades dos cinco continentes. O festival acontece de forma gratuita. 

No próximo dia 20 de fevereiro, o evento acontece na Caju (Santana-AP), com a apresentação das bandas Sagras, Stereovitrola, Genezis, Embriões, Psychocandy e Rapante. 

O festival continua no dia 21 de fevereiro, no CEU das Artes, com as bandas O Sósia, Sislop, Trapos & Cometas, Novos e Usados, LBR e Unigenithor. 

Serviço
Grito Rock 2015 - Macapá e Santana
Dias: 20 e 21 de fevereiro
Locais: Casa da Juventude (Santana) e CEU das Artes (Macapá)
Hora: a partir das 19h
Entrada: gratuita

Menor é morto a facadas em Santana

Jovem morto em Santana
Quatro mortes violentas foram registradas no domingo, 15/02, e na madrugada desta segunda-feira, 16, mas nenhuma em Macapá. A primeira morte ocorreu por volta das 2 horas da madrugada, no Bairro Fonte Nova, em Santana, onde a vítima foi Isaias Carvalho de Sousa, de 15 anos, morto a facadas. 

Quando policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar chegaram ao local o menor já estava morto. Testemunhas contaram aos policiais, que o adolescente foi esfaqueado e correu tentando fugir dos agressores. Bastante ferido, ele caiu no pátio de uma casa onde morreu. A polícia procura por um homem conhecido como “Chavinho”. 

No município de Oiapoque, no Bairro Nova Esperança, foi registrada a primeira morte às 15h30min de domingo. De acordo com a polícia, Jeferson de Souza Santos, conhecido como “Picapau”, de 23 anos, estava armado ameaçando algumas pessoas. Quando a guarnição da PM chegou ao local, Jeferson teria disparado contra os policiais que revidaram atingindo o suspeito. Ele ainda foi levado para o Hospital de Oiapoque. 

Ainda no domingo, em Laranjal do Jarí, no Bairro Santarém, por volta das 10 horas da noite, uma briga resultou na morte de Rodolfo das Graças Pereira, de 22 anos. Ele foi agredido e morto com várias facadas. Segundo a polícia, o homicídio foi causado por uma rixa. Ninguém foi preso. 

Já no início da madrugada desta segunda-feira, em um garimpo na localidade de Cupixi, município de Porto Grande, uma mulher de 30 anos, conhecida como Silvana, que trabalhava com cozinheira no garimpo, foi morta a facadas. Segundo informações da polícia, ela discutiu com outra mulher que enfurecida desferiu várias facadas na vítima. A acusada, que não teve o nome revelado pela polícia, está foragida.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Integrante da "Império do Povo" desabafa sobre situação vivida no desfile

"Princesa de Bateria" Adrielly Castro
Em relação ao desfile da Escola de Samba “Império do Povo”, na qual entrou na noite do último sábado (14), no Sambódromo, apresentando inúmeras falhas em seus quesitos de grupos de acesso, a estudante Adrielly Castro, que entrou representando a “Princesa de Bateria” daquela agremiação carnavalesca, publicou na manhã desta segunda-feira (16), nas redes sociais um desabafo sobre a situação vivida durante o desfile. 

No texto, Adrielly explica sobre seu esforço para a confecção de sua fantasia (na qual não foi produzida a tempo para ser utilizada), assim como os imprevistos ocorridos durante o andamento do desfile, aonde chegou ao ponto de sofrer sérios danos físicos, por ter vestido uma fantasia improvisada. 

Mesmo enfrentando tais desafios, a estudante recebeu centenas de publicações com elogios e declarações de apoio, diante da situação em que passou. 

Abaixo o texto na íntegra: 

Há três anos faço parte da Escola de Samba Império do Povo. Primeiro ano sai como um dos destaques de alegorias, segundo ano como destaque principal da Águia Imperial e este ano como Princesa de Bateria. Recebi há duas semanas o convite pela dona Eulanda (que fez e faz de tudo pela Império por AMOR), fiquei muito honrada. Porém, tinha q melhorar meu samba(admito), foi então q com muita humildade comecei meus ensaios e filtrar todas as informações das pessoas. 

Me passaram o enredo e comecei a elaborar minha fantasia, saia todos os dias de Santana para Macapá de moto no "sol escaldante"(motivo pelo qual estou toda queimada), para ir ao Barracão da Império. O Josué Lima fez toda minha armação de ferro e na quarta-feira me entregou. Para não ter "desculpas" comprei TODOS os materiais e enfeites para a fantasia e entreguei ao responsável na TERÇA-FEIRA. Mesmo assim ia umas duas vezes todos os dias no barracão para ver se ja estavam fazendo minha fantasia, e NADA. Observei q o responsável por fazer a fantasia estava muita atarefado com muitos serviços, mas me garantiu q faria minha fantasia. Sexta-feira não fizeram nada e pra completar alguns materiais meus simplesmente sumiram, alguém pegou do barracão. Sábado, Natasha Dias, Naiara Souza e eu chegamos de manhã cedo para tentar ajudar a fazerem nossas fantasia, mas a atenção toda estava voltada para os carros. 

Por fim, estava visível que as fantasias jamais ficariam prontas em tão pouco tempo, foi então que resolvi pagar para pessoas de outra escola de samba fazer minha fantasia, CUSTO QUE SE SOUBESSE Q TERIA JAMAIS TERIA DEIXADO NAS MÃOS DE PESSOAS RESPONSÁVEIS OU IRRESPONSÁVEIS. Infelizmente até a entrada da escola não estava pronta a fantasia, fizemos improvisos e consegui entrar. A fantasia por não ter proteção me machucou toda, no final do desfile vi sangue escorrendo da minha perna, e outras partes q ficaram muito feridas. Enfim, me perguntam oq aconteceu?! Eu q faço parte direta da Escola não tive nenhuma justificada, vi pessoas q deram seu máximo, assim como eu, chorando de desgosto. 

Não sei apontar culpados, mas queria q alguém da parte superior da Escola tentasse explicar oque eu não sei explicar. Fiz e faria todo esforço necessário por esta Escola q amo de paixão, apesar do cansaço e desgaste físico eu estive lá durante todo dia e a noite(perdendo aula na faculdade) ia aos ensaios. É triste imaginar o possível resultado de tanta luta. Mas aguardo com muita ESPERANÇA q um dia isso possa mudar e agradar as expectativas de todos os brincantes e torcedores da ESCOLA IMPÉRIO DO POVO. Se for me dada a oportunidade de continuar, eu não esperarei COMO ESPEREI por mais ninguém da escola, correi atrás das minhas coisas, deixarei tudo encaminhado e ajudarei quem precisar. 

Mas mesmo assim agradeço primeiramente a DEUS e a todos q torceram por nós, a BATERIA q fez o coração pulsar, a Harmonia q mesmo com o coração triste estava com todo gás, as pessoas das Alas q brilharam. Aos críticos ofensivos de plantão, antes de julgar ou opinar em algo, passe pelo menos pela metade do que muitos q lutaram passaram para tentar levar o entretenimento ao público. 

Que fique claro que este pequeno texto não é uma nota, e sim um desabafo aos meus amigos de redes sociais.

Ausência de comissão de frente e destaques marcam desfile da Império do Povo

Império do Povo entrou com atraso
Logo na abertura do desfile das Escolas de Samba do Amapá, na noite do último sábado (14/02), apareceu um problema para a agremiação que abriria os desfiles. A Escola "Império do Povo" (representante do município de Santana) entrou na avenida sem sua comissão de frente – um dos nove quesitos de julgamento. A ausência deixou a diretoria perplexa. "Não sabemos explicar o que aconteceu com a ala, eles simplesmente não entraram na avenida, tivemos que entrar sem eles", lamentou a diretora de harmonia, Roneri Santiago. 

O público também sentiu falta de alguns destaques nos carros alegóricos. O atraso da agremiação foi resultado da demora do carro-guindaste cedido pela Liga das Escolas de Samba (Liesap) para posicionar os destaques nas alegorias. "O veículo deveria estar disponível com, no mínimo, uma hora de antecedência. Apesar disso, a comissão de carnaval da Liga vai nos respaldar. Não vamos perder nenhum ponto na hora do julgamento", explicou Santiago. 

Apesar dos problemas, alegria não faltou aos brincantes que entoaram o enredo 'RE-PA: O clássico rei da Amazônia', que retratou toda a paixão e a rivalidade dos paraenses por conta dois maiores clubes de futebol do Estado, Remo e Paysandu. 

O samba-enredo, assinado por Juruna Zona Sul, Leandro Thomáz, Cigano da Imperatriz e Meio dia da Imperatriz, destacou o amor dos torcedores pelos clubes e a história rica do futebol paraense. 

Na bateria – mais um quesito a ser julgado – outro problema. Com a ausência da rainha, a bateria, que encarnou 120 árbitros de futebol, foi conduzida pela princesa Adrielly Castro. 

Apesar das dificuldades, o presidente da escola Bebel considera que a agremiação conseguiu destacar a rivalidade entre os dois times da capital paraense. "Conseguimos passar pela avenida dentro das nossas limitações, apesar de tudo, fizemos um bom espetáculo com o que tínhamos", destacou. 

Em busca do acesso ao grupo especial, a Império levou à Ivaldo Veras muito colorido, com predomínio dos tons de azul – celeste e azulino – das duas equipes. 

Histórico
Fundada oficialmente em 1993, a Império do Povo que tem a águia como símbolo e usa as cores verde e branco, a escola é a única representante do município de Santana. Desfilando desde 2001, a agremiação conquistou dois títulos, um no grupo especial em 2008, quando retratou os 250 anos de Macapá, e outro no grupo de acesso em 2004. Em 2015 a agremiação passou pela Ivaldo Veras com 1 mil componentes em busca do título no grupo de acesso.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Corpo de Bombeiros vistoria corredor da folia em Santana

Detectado falhas no "Corredor", em Santana
Em vistoria realizada nesta sexta-feira (13/02), o Corpo de Bombeiros Militar do Amapá detectou problemas na estrutura montada para o carnaval de rua, em Santana, distante 17 quilômetros de Macapá. Pontos de risco nas arquibancadas, camarotes e saídas foram encontrados no corredor da folia no município. Uma nova vistoria será realizada na manhã de sábado (14). 

De acordo com o chefe do centro de atividades técnicas do Corpo de Bombeiros, coronel Ederaldo Azevedo, a parte estrutural ainda não está concluída e parte das arquibancadas feitas em madeira apresenta pregos expostos, representando riscos para os brincantes que vão acompanhar o carnaval. No corredor da folia, segundo o Corpo de Bombeiros, há falhas na estrutura de metal e buraco na via por onde passarão os brincantes. 

“A vistoria ocorreu dentro do previsto, era o que nós esperávamos. Nem toda a parte estrutural está concluída, partes do escoramento e dos camarotes ainda não estão prontas, mas está tudo sob controle. Esperamos que tudo esteja em ordem para a abertura no sábado e por isso às 11h vamos realizar uma vistoria final para confirmar se o espaço será ou não liberado”, disse Azevedo. 

Sambódromo
Em Macapá, a vistoria nesta sexta-feira no sambódromo detectou pequenas falhas na iluminação de emergência dos camarotes. A Liga das Escolas de Samba do Amapá (Liesap) prometeu correção imediata. Segundo o coronel Azevedo, 95% da estrutura estão aptas para a realização do evento. 

Cel. Ederaldo Azevedo, do Corpo de Bombeiros
Este ano foram realizadas três inspeções no local para garantir a correção de falhas apontadas pelo laudo técnico da corporação. Na primeira inspeção realizada no sambódromo, no dia 19 de janeiro, foram identificadas falhas na estrutura. 

"Emitimos um parecer técnico onde apontamos falhas, como problemas na iluminação de emergência, sinalização de segurança contra incêndio e pânico, nas saídas de emergência e no sistema de extintores e hidrantes", disse o coronel. 

O parecer técnico emitiu orientações sobre o ajuste da iluminação de emergência, sinalização de saídas de emergência, e melhorias nos sistemas de extintores e de hidrantes, para que atuem de forma automática. Na segunda vistoria, realizada na quarta-feira (11), novos ajustes foram solicitados. 

De acordo com o coronel, além de averiguar os aspectos de evacuação do público, a corporação inspecionou os equipamentos de combate e proteção contra incêndios, a estrutura das arquibancadas e camarotes, além das salas em que as equipes de imprensa e técnicos de apoio ficarão instaladas durante o desfile. Ainda nesta sexta-feira, o Corpo de Bombeiros concluiria a vistoria no sambódromo, conforme informou.

Estado cobra prazo e informações da Zamin sobre paralisação

O Governo do Estado decidiu intermediar diretamente sobre a situação gerada pela paralisação das atividades da mineradora Zamin, no Amapá. A interrupção da extração de minério em Pedra Branca, assim como das obras do Porto de Santana, foram problemas discutidos na manhã de quinta-feira, 12/02, em reunião realizada no Palácio do Setentrião. 

O diretor da empresa, Atul Injatkar, apresentou um plano de retorno das operações ao secretário de Relações Institucionais, Jorge Amanajás, o prefeito de Pedra Branca, Genival Gemaque Santana, e vereadores do município; representantes da Assembleia Legislativa e secretários de Estado, mas o documento foi considerado insuficiente e impreciso pela participantes da reunião. Então, ele se comprometeu a apresentar respostas a todos os questionamentos até após o carnaval. 

No plano de retorno, a empresa defendeu como premissa para a retomada das operações a negociação com as agências financiadoras, melhoria nos mercados de commodity, especialmente do minério de ferro; apoio dos governos municipal, estadual e federal e a conclusão da obra de reconstrução do porto. 

De acordo com o vereador de Pedra Branca, Ayres Andrade, a reunião foi motivada pela falta de esclarecimento sobre a atividade de lavra, executada pela Zamin. "A empresa paralisou as atividades para concentrar suas forças financeiras na obra do porto de Santana, com a previsão de voltar em três meses. Já se passou mais de um ano e as atividades não retornaram. Além da lavra no minério, também estão parados o embarque e a venda, assim como a obra no porto". 

Segundo ele, os funcionários diretos da empresa estão sendo dispensados, sem qualquer informação. "A situação nos preocupa. O caos em Pedra Branca começa acontecer". Andrade explica que foi acordado, na paralisação, que os funcionários da empresa não seriam demitidos. 

O vereador cobrou, ainda, perspectivas e prazos da empresa. "A nossa expectativa é que os trabalhos retornem. A gente entende que o minério de ferro não está em um momento muito bom, mas também já esteve pior. Ou a Zamin retorna ou abre mão da concessão para outra empresa. Existem muitas interessadas", enfatizou. 

O prefeito de Pedra Branca, Genival Gemaque Santana, afirmou que, em função do impasse, o município passa por dificuldade financeira, não apenas pela redução de arrecadações, mas também no comércio local. Santana declara que a reunião não sanou as expectativas, mas colocou a discussão em uma nova caminhada, unindo empresa, município e Estado. 

"Eu creio que a partir de agora se abre uma nova discussão. A empresa se comprometeu em dialogar com mais proximidade. Queremos saber se a Zamin tem viabilidade econômica para manter o projeto funcionando", disse. 

O secretário Jorge Amanajás informou que essa é a terceira reunião com os empreendedores. "Daqui para frente vamos tomar algumas decisões, sobretudo, em relação à ferrovia, que extrapola o interesse deste empreendimento". Ele afirma que aguarda a resposta da Zamin, para que seja retomado um plano mais detalhado.

Afap financia 52 empreendedores que irão trabalhar no carnaval de Macapá e Santana

A Agência de Fomento do Amapá (Afap) está financiando 52 empreendedores que irão trabalhar durante o período carnavalesco nos municípios de Macapá e Santana. Denominado "Crédito Rápido", o financiamento é de curto prazo e visa atender às necessidades imediatas de aquisição de produtos, ou seja, o comerciante recebe o valor no início do carnaval e deve quitar ao fim do evento ou em até 30 dias. 

Na noite de quinta-feira, 12/02, o governador Waldez Góes entregou os cheques aos empreendedores financiados pela agência. A solenidade aconteceu no Espaço do Empreendedor, estrutura montada no estacionamento do Estádio Zerão e que irá abrigar os empreendedores em barracas padronizadas. 

Além dos cheques, ocorreu também a entrega de kits de boas práticas a todos os credenciados para a venda de alimentos e bebidas durante o carnaval. Os empreendedores foram cadastrados pela Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo e receberam treinamento do Sebrae sobre Higiene e Manipulação de Alimentos. 

Em Macapá, foram financiados 19 empreendedores, que somam o montante de R$ 14.325,00. Em Santana, a Afap financiou 33 empreendedores, dos quais 22 foram financiados através do Crédito Rápido e 11 por meio da linha Amapá Solidário (Amasol), que somam R$ 47.525,00. O total de recursos contabiliza R$ 61.850,00.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Procon vistoria 68 postos de combustíveis de Macapá e Santana

O Procon autuou 52 postos de combustíveis por aumento abusivo no preço da gasolina. Os proprietários terão 10 dias para apresentar defesa. A quantidade de postos multados ainda não foi informada. 

Todos os 68 postos em operação nos municípios de Macapá e Santana foram fiscalizados pelas equipes do Procon. O menor preço encontrado foi de R$ 3,10 e o maior de R$ 3,53. O aumento autorizado pelo governo federal foi de R$ 0,22 por litro, mas alguns postos colocaram até o dobro disso nas bombas. 

O diretor do Procon do Amapá, Vicente Cruz, informou que todos os casos onde o abuso for constatado serão encaminhados para a delegacia de polícia e para o Ministério Público Federal. “Eles terão que apresentar as planilhas que justifiquem esse aumento. Mas já está claro que houve reajustes muito acima do que foi permitido”, comentou. 

O Procon diz que vai continuar monitorando os postos e levar a fiscalização para o interior do Estado. Na manhã desta segunda-feira, 09/02, representantes do Procon se reuniram com dirigentes do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis.

Prefeitura de Santana realiza 10ª Edição do “Semeando Saberes

A Prefeitura Municipal de Santana, através da Secretaria Municipal de Educação (Seme/STN) realiza no período de 09 a 11 de fevereiro próximo, na sede social do Rotary Clube de Santana, a partir das 08hs da manhã, o Seminário “SEMEando Saberes: Fortalecendo a Educação Municipal – 2015”, que este ano chega em sua 10ª edição. 

Com o projeto, a SEME visa implementar sua política de valorização do profissional da educação, promovendo a capacitação do Corpo Docente, técnico e administrativo da rede municipal de ensino e criar subsídios para as ações pedagógicas que serão desenvolvidas no ano de 2015. 

O seminário, que ocorre anualmente desde 2006, também objetiva elevar a qualidade da educação municipal através da formação continuada dos envolvidos no processo pedagógico para garantir acesso e permanência com sucesso na rede municipal de ensino. 

A coordenação do evento espera receber cerca de 500 servidores da esfera municipal, lotados na zona urbana e rural do município de Santana. “Sempre que antecede o período letivo, o evento é realizado para qualificar e fortalecer esses profissionais que diariamente lhe dão com o ensino público. Esse é apenas um dos pontos que torna o Poder Executivo voltado na valorização desses servidores”, explicou a secretaria de Educação de Santana Antônia Guedes. 

Programação

Segunda-feira (09/02/2015): 08:00hs às 12:00hs
Local: Rotary Clube de Santana
08hs – Credenciamento
08:30hs – Cerimônia de Abertura com apresentações culturais; Composição da Mesa; Hinos Nacional e Municipal (com a participação de alunos em Libras); Discurso das autoridades presentes (Prefeito, Promotoria, SEME, Câmara de Vereadores, Conselhos de Educação, Sinsepeap)
09:30hs – Coffe Break
10hs – Palestra “Motivação, Conhecimento e Compromisso para o Fortalecimento da Qualidade da Educação Municipal”, com Geni Frota.
11:30hs – Diálogos com a Palestrante.
12:00hs – Encerramento/frequência. 

Terça-feira (10/02/2015): 08:00hs às 12:00hs
08:00hs – Atração Musical (Cantor Cley Luna)
08:30hs às 09:30hs – Apresentação das Metas do PNE/PME.
Facilitadores: Francisca Antônia da C. Oliveira (Calçoene), Jessileno Guedes (Macapá), Nélia Moreira Aroucha (Santana).
09:30hs – Entretenimento/lanche
10:00hs às 11:00hs – Avaliação Institucional de 2014
Facilitadores: Nélia Aroucha/Lorena Queiroz
12:00hs – Encerramento. 

Quarta-feira (11/02/2015) – 08:00hs às 12:00hs
08:00hs – Atração Musical (Cantor Adson)
08:30hs – Apresentação das Metas/ações da SEME para 2015.
Facilitadora: Professora Antônia Guedes (Secretaria Munic. Educação/STN)
09:30hs – Entretenimento/lanche.
10:00hs às 11:30hs – Apresentações dos principais/ações da SEME por setor.
11:30hs – Apresentação das ações socioeducativas da SEMASC.
12:00hs – Encerramento.

Preparativos Para o Carnaval 2015 de Santana

Quem passa constantemente na principal Avenida de Santana (que leva o nome do município), já deve ter observado um número significativo de estruturas metálicas que estão sendo montadas nas imediações da via situada pelo bairro Comercial da cidade. As arquibancadas – juntamente com as enormes paredes metálicas – já estão em fase final de montagem ao longo de quase 500 metros (meio-quilômetro) de pista, hoje conhecida como o “maior Corredor da Folia do Estado do Amapá”. 

Com início confirmado para o próximo dia 14 de fevereiro (sábado), a coordenação do Carnaval de Santana espera receber mais de 50 mil pessoas por cada noite do evento. 

“São nove (09) blocos programados para participarem dos cincos dias de festa, onde quatro blocos vão desfilar por noite no corredor, seguindo a ordem programada de desfile de quatro dias consecutivos (começando no sábado-14 e terminando na terça-feira-17), dando o restante dos dias do Carnaval para que outros blocos também desfilem na avenida”, explicou um dos coordenadores do evento Anselmo Brandão, que adiantou sobre a compra imediata de abadás em alguns blocos, na qual já estavam até esgotados. 

Evento Assistencial
Programado para encerrar no dia 21 de fevereiro com o denominado Carnaval Social, a coordenação do evento informou ter colocado mais de 5 mil abadás para comercialização, onde mais de 80% desses abadás podem ser trocados por 2kg de alimentos não perecíveis, na qual serão diretamente destinados à instituições filantrópicas e assistenciais do município de Santana. 

“Temos uma lista com o nome de várias instituições de caridade de Santana, como Casa da Hospitalidade, APAE, Associação Nossa Família e muitas outras que deverão ser beneficiadas com esses alimentos, onde iremos selecionar as entidades que precisam desse auxílio imediato”, solidarizou o coordenador do carnaval santanense. 

Policiamento Garantido
Buscando garantir a segurança do evento, a coordenação, em parceria com os empresários (realizadores de cada Bloco) e alguns órgãos de fiscalização que trabalham e inspecionam a realização do período carnavalesco, assinaram um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), sendo que uma das recomendações descritas nesse TAC trata do horário de encerramento do evento em cada noite, marcado formalmente para encerrar antes das 4hs da manhã. 

“Nós também acertamos que fica expressamente proibida a entrada de garrafas e qualquer tipo de recipiente de vidro no corredor do evento, onde a fiscalização será bem intensificada nas duas entradas do corredor. Vamos tomar todo esse cuidado não apenas para garantir a integridade do brincante, mas também de sua família que, com certeza virá prestigiar com toda segurança e retornar para sua casa com tranquilidade”, finalizou Anselmo Brandão.

Confronto entre gangues termina com dois mortos em Santana

Um confronto entre gangues do bairro Remédios II, em Santana, pôs fim aos 41 dias sem registro de homicídios no segundo maior município do Amapá. Somente na madrugada do último sábado, 07/02, duas pessoas foram assassinadas a facadas durante o embate. 

De acordo com o Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes), o primeiro crime ocorreu por volta de 0h. 

Pablo Barros Vieira, 19 anos, foi morto com golpes de faca e pauladas na Rua Pastor Souzinha. Segundo o diretor de comunicação do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), sargento P. Alves, testemunhas relataram ter havido uma batalha campal. Ao fim, Pablo foi cercado e agredido até à morte. 

Após o assassinato, os grupos se dispersaram. Porém, companheiros da vítima se reagruparam, promovendo retaliação ao crime. Por volta das 3h25, em outro ponto do bairro, a polícia registrou um novo ataque. Dessa vez os amigos de Pablo encurralaram um outro jovem, conhecido até agora apenas como ‘Lucas’. 

A segunda vítima morreu da mesma forma que a primeira, com facadas e pauladas pelo corpo. Os corpos foram removidos para o Departamento Médico Legal (DML) da Polícia Técnico Científica (Politec), onde passaram por necropsia. Ninguém foi preso até agora.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Colisão entre moto e bicicleta deixa 1 morto e outro ferido, em Santana

Um acidente envolvendo uma motocicleta e uma bicicleta terminou com uma pessoa morta e outra ferida no município de Santana. De acordo com o Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciodes), a colisão ocorreu por volta das 20h30 dessa quinta-feira, 05/02, na avenida Princesa Isabel. 

Com o impacto da batida, o ciclista Olemax Barros Cardoso, 22 anos, foi arremessado violentamente contra o asfalto. Ele sofreu fraturas e traumatismo craniano. Não houve tempo para o resgate. Olemax morreu no local do atropelamento. 

O piloto da moto, identificado como Iran Ribeiro de Paula, 25 anos, foi levado inicialmente ao Hospital de Santana, e depois transferido para o Hospital de Emergência de Macapá (HEM), onde está internado. A Delegacia de Acidentes de Trânsito (Deatran) vai instaurar inquérito para apontar as causas e apurar responsabilidades.

Santana é massacrado pela Tuna Luso em pleno Zerão

Em uma noite de tristeza, frustração e vergonha para o futebol amapaense, o Santana Esporte Clube foi literalmente massacrado por 11 a 1 pela Tuna Luso do Pará. Uma noite que dificilmente os torcedores que estavam presentes no estádio Milton de Souza Corrêa esquecerão. Com o elástico resultado, não mais haverá o jogo de vinda entre as duas equipes, dia 11 próximo. 

Com um time muito superior a Tuna Luso logo nos primeiros minutos de jogo mostrava para que veio, sempre no ataque e pressionando bastante a equipe santanense, que fragilizada não conseguiu bloquear os avanços do adversário. O primeiro tempo terminou 6 a 0. Os dois primeiros gols da equipe paraense foram marcados pela atacante Silvani, em seguida Rayani, Priscila duas vezes e Anny. 

No segundo tempo a Tuna Luso voltou com a mesma equipe e com muito mais preparo físico. As jogadoras tunantes continuaram o massacre. Antes, a atacante Thonga, do Santana, diminuiu o vexame, mas aí apareceu a artilheira da noite, Silvani, que fez o terceiro e o quarto dela, ampliando o placar para 8 a 1. A camisa 10 da Tuna estava inspirada e no lance seguinte sofreu pênalti. Na cobrança, Anny fez o nono gol. Ainda com bastante intensidade na partida, a zagueira Lorena fez o dela também, de pênalti. Aos 27 minutos Claudiane teve a chance e estufou a rede santanense marcando o 11º gol da Tuna. O Santana ainda teve duas cobranças de pênaltis que foram defendidas pela goleira tunante Juliane.

Bope prende terceiro suspeito de participar da morte de sargento da PM

Bope apreendeu tais materiais com suspeito
O terceiro suspeito de envolvimento na morte do sargento da Polícia Militar (PM) Wanderley Socorro que ocorreu no dia 13 de dezembro de 2014 foi preso na última quarta-feira (04/02) por militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O homem conhecido como "Beto Branco", estava trafegando em uma via do bairro Nova Esperança, Zona Oeste de Macapá, quando foi localizado pelos policiais. Com ele foram encontradas diversas porções de crack e a quantia de R$ 5,3 mil. 

Beto já era investigado pela Promotoria de Investigações Cíveis e Criminais (PICC) do Ministério Público (MP). Após ter recebido voz de prisão, o suspeito levou os militares à casa dele, onde foi encontrada a pistola que pertencia ao sargento, que havia sido roubada no dia do crime. Os policiais também encontraram 14 munições intactas. 

Perguntado sobre sua participação no crime, o suspeito respondeu que teria dado fuga aos outros dois envolvidos no crime que foram presos, de acordo com o batalhão. A pistola seria uma forma de pagamento que havia sido proposto pelos homens. 

Ele e a namorada foram encaminhados ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, Zona Norte da capital. As porções de crack, o dinheiro e a arma foram apreendidos e encaminhados à instituição. 

SGT/PM foi morto em 13 de dezembro passado
O crime
O sargento foi morto no dia 13 de dezembro de 2014 na cidade de Santana. Um dos suspeitos foi preso na capital horas depois do assassinato. Segundo o 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM), ele chegou a ser reconhecido por testemunhas. O militar estava em dia de folga. 

O segundo suspeito conhecido como "Cabeludo" foi preso na cidade de Monte Alegre, no Pará. Ele é apontado pelo MP, como o autor dos tiros que matou o policial, embora tenha negado a ação. O suspeito está detido no município paraense e aguarda autorização da Justiça do Amapá para ser recambiado para Macapá. 

À época, a PM descartou a possibilidade de acerto de contas porque a vítima desempenhava funções administrativas no 4º Batalhão. Para o MP, a morte foi um latrocínio, pois os suspeitos teriam roubado pertences da vítima.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Corpo de policial desaparecido é localizado nas Ilhas

Corpo foi localizado próximo às Ilhas do Pará
Após intensas buscas no rio Maniva, município paraense de Afuá, foi resgatado por volta das 15h30min de ontem (02/02), por soldados bombeiros, o corpo do sargento PM da reserva João de Jesus Monteiro, 59 anos. O cadáver estava inchado, em início de decomposição, exalando forte odor. O sargento Monteiro desaparecera no rio na tarde de sábado, em naufrágio da pequena embarcação em que ele viajava com a companheira Dione Ramalho, 40, três mulheres, duas crianças e dois homens. 

O militar da reserva saíra de Santana com destino ao Afuá com o propósito de fazer negócio num terreno. Mais ou menos no meio da viagem a pequena embarcação foi a pique ao ser atingida por grande maresia. 

Conta Dione Ramalho que os viajantes pegaram carotes que iam na embarcação, apoiados nos quais conseguiram ficar à deriva no rio Maniva. Ela, por sua vez, salvou-se agarrada a uma tábua que se despregara da embarcação que ia pro fundo. 

O sargento PM Monteiro, agarrado a um carote, não conseguiu, por qualquer motivo, manter-se de bubuia no rio Maniva e foi pro fundo d’água, morrendo afogado. 

Os sobreviventes do naufrágio foram socorridos por pessoas que passavam pelo local minutos depois do acidente, numa voadeira. Esse pessoal ainda chegou a procurar Monteiro, mas ele não foi visto. 

Foto do SGT Monteiro
Ainda na tarde de sábado (31) começaram as buscas oficiais ao sargento da reserva. Cinco equipes procuraram Monteiro, incansavelmente, durante a noite de sábado, domingo todo, manhã de segunda-feira e parte da tarde desse dia. As equipes eram compostas por bombeiros, marinheiros, soldados do meio ambiente e duas de familiares do militar. 

O corpo foi visto boiando no rio Maniva, nas proximidades do local do naufrágio, pela equipe da Polícia Ambiental. O Corpo de Bombeiros foi chamado e fez o resgate. 

O cadáver do sargento Monteiro foi conduzido primeiramente para o balneário da Fazendinha, de onde foi trasladado para a Polícia Técnico Científica, onde houve a necrópsia e posterior liberação para o sepultamento.

Santana estreia nesta quarta pela Copa do Brasil

Com 28 jogadoras no elenco e se preparando desde dezembro, o time feminino do Santana Esporte Clube inicia nesta quarta-feira (04/02), às 20h, no estádio Milton de Souza Corrêa, o Zerão, a sua caminhada na Copa do Brasil. Adversário santanense será a Tuna Luso do Pará. 

Apesar da preparação antecipada, o time do Santana vinha encontrando dificuldades para treinar, já que os trabalhos eram feitos em um campo de areia. Somente no início de janeiro a equipe começou a treinar no estádio Augusto Antunes. 

Na última semana, o time intensificou sua preparação no palco da partida contra a Tuna, o estádio Milton de Souza Corrêa. Jogadoras de Santana, Macapá e de outros municípios do estado, além de atletas de outros estados, formam a equipe do Canário do Porto, como também é chamado o representante amapaense de futebol feminino que pela segunda vez consecutiva disputará a competição. 

Santana Esporte Clube e Tuna Luso Brasileira fazem o mesmo confronto do ano passado, quando as duas equipes se enfrentaram ainda na primeira fase da competição. 

As representantes do Amapá não tiveram sorte e perderam as duas partidas. A primeira dentro de casa, no estádio Augusto Antunes, por 5 a 3, e a segunda em Belém, por 2 a 0. 

O trio de arbitragem que irá comandar a partida é todo amapaense. Árbitro central, Vaudicleuson Silva da Costa com assistência de Inácio Barreto da Câmara e Salmon Lopes da Silva.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Buscas por policial desaparecido em naufrágio são retomadas

A Capitania dos Portos do Amapá retomou na manhã desta segunda-feira (02/02) as buscas por um homem que despareceu após a lancha em que ele estava naufragar no domingo (1º), nas proximidades da Ilha de Santana, distrito de Santana. Sete pessoas estavam na embarcação, segundo a capitania, que informou que seis foram resgatadas sem ferimentos. 

De acordo com o comandante da capitania, Lúcio Marques, o homem desaparecido tem 59 anos e é policial militar aposentado. Ele informou que as equipes de salvamento estão buscando mais informações sobre o acidente. “Ele é considerado um náufrago e estamos realizando as buscas desde o sábado (31)”, disse. 

Segundo o comandante, nenhum vestígio da lancha foi encontrado. Um inquérito será instaurado para confirmar a causa do acidente. “Quando chegamos nas proximidades, confirmamos que o barco afundou completamente. Os sobreviventes foram resgatados por moradores da região e estão bem”, afirmou. 

A capitania informou que é pouco provável que a embarcação tenha colidido com outro veículo. A equipe trabalha com a hipótese de que a lancha tenha virado por causa da forte maresia. Outra possibilidade, de acordo com o comandante, é de que o barco tenha se chocado com um banco de areia. A partir desta segunda-feira, a equipe de investigação da capitania vai convocar as pessoas que estavam na lancha, para prestar depoimento. 

O comandante informou que a Marinha do Brasil vai emitir o laudo que apontará as possíveis causas do acidente. "Em no máximo 90 dias teremos o resultado sobre o que realmente aconteceu com a embarcação. Por enquanto há informações de que apenas ele está desaparecido", reforçou o comandante. Segundo ele, ainda não há informações sobre o proprietário da embarcação.

‘Novo Amapá’: Peça teatral lembra 39 anos do naufrágio com poesia e homenagens

Os 39 anos do maior naufrágio do estado serão lembrados com poesia e homenagens no espetáculo "Novo Amapá", que acontece no sá...