terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Deputado teria falsificado assinaturas de morto para fechar contratos

Deputado Estadual Kaká Barbosa (PTdoB)
O deputado estadual reeleito José Carlos Carvalho Barbosa, mais conhecido por Kaká Barbosa (PT do B), usou R$ 1.269.700 em verbas indenizatórias entre 2011 e 2012 na Assembleia Legislativa do Amapá. O reembolso do dinheiro gasto pelo parlamentar em supostas atividades do gabinete poderia ser apenas mais um procedimento comum na Casa de Leis. Mas documentos obtidos com exclusividade pela imprensa local apontam que o deputado teria realizado mais de dez contratos no valor total de R$ 186 mil em locações de veículos com assinaturas falsas de uma pessoa morta, conforme certidão de óbito acessada pela imprensa. O parlamentar foi procurado na Assembleia Legislativa, mas não foi encontrado. 

Segundo a prestação de contas realizada pelo próprio deputado, foram fechados 17 contratos entre 2011 e 2012 com a empresa E. Q. Silva, de propriedade única de Edileuson Quintela da Silva, conforme registro de abertura do empreendimento na Junta Comercial do Amapá (Jucap), datado de 10 de novembro de 2011. Sete dias depois, no dia 17 do mesmo mês, Kaká Barbosa teria assinado o primeiro contrato com a empresa, no valor de R$ 7.870,00. 

A segunda contratação para locações de veículos aconteceu em 2 de dezembro de 2011, com emissão de duas notas fiscais com valores de R$ 7,5 mil e R$ 7.870, cada. Oito dias depois, em 10 de dezembro, o único proprietário da empresa, Edileuson Silva, foi encontrado morto com marcas de estrangulamento em um ramal de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. O caso é tratado como mistério pela Polícia Civil e ainda não está concluído. 

Pais de Edileuson estão surpresos com a notícia
Após a morte do suposto empresário, o deputado amapaense ainda fechou mais 14 contratos com a empresa, todos com a assinatura de Edileuson. O primeiro depois do homicídio foi assinado em 1º de janeiro de 2012, no valor de R$ 7.870,21. O último está com a data de 17 de dezembro de 2012, um ano após a morte do proprietário da empresa. O documento de abertura da empresa E.Q. Silva e a certidão de óbito de Edileuson Silva apresentam o mesmo número de CPF. 

Procurada pela imprensa, a família de Edileuson Silva confirmou a identidade do suposto dono do empreendimento, mas negou que ele tenha aberto uma empresa, por causa das dificuldades financeiras. Familiares afirmam que ele morreu desempregado e nunca teve qualquer experiência no ramo empresarial. 

“Meu filho nunca teve nada. Nenhuma empresa. Pegaram os dados dele e abriram esse negócio. Isso é brincar com a dor dos outros”, lamentou a autônoma Maria Quintela, de 64 anos, mãe de Edileuson. 

“Pegar o nome de uma pessoa e fazer esse tipo de falcatrua é pura perversidade”, completou o pai, o aposentado Raimundo Silva, de 73 anos. Os pais também afirmam que a assinatura de Edileuson Silva nos documentos é falsa. 

O caso chamou a atenção do Ministério Público (MP) do Amapá, que investiga os contratos firmados para reembolso da verba indenizatória na Assembleia Legislativa. O dinheiro é público e deve ser usado exclusivamente para atividades parlamentares, lembram os promotores. 

"As notas fiscais elencadas não podem ser aceitas para efeito de ressarcimento público, seja por falta de descrição completa dos serviços prestados, o que impede a fiscalização da despesa, seja pela morte do único dono da empresa contratada, revelando que as assinaturas nos respectivos contratos de locação são inegavelmente falsas", diz o promotor de Justiça Afonso Guimarães. 

Kaká Barbosa poderá responder por peculato, falsidade ideológica, improbidade administrativa, lavagem de dinheiro, prejuízo ao erário e enriquecimento ilícito. Os processos vão ser ingressados nas varas Cível e Criminal. 

Este seria o suposto endereço da empresa.
De acordo com Guimarães, além da falsificação das assinaturas do morto nos contratos, também existe a possibilidade de a empresa ser de fachada. Um equipe de reportagem visitou o endereço da suposta empresa, localizada na Avenida Rio Branco, bairro Hospitalidade, em Santana. Não foi encontrado ninguém no local para falar sobre o assunto. 

O imóvel é uma casa em madeira, com estrutura deteriorada, às margens de um córrego na via. Vizinhos relataram que o espaço nunca serviu como prédio de empresa. Nem carro é visto na casa. A única locomoção dos inquilinos é uma bicicleta deixada trancada no lado de fora quando a família sai para trabalhar, contam os vizinhos. 

Morte misteriosa
O assassinato de Edileuson é tratado como um quebra cabeça pela 1ª Delegacia de Polícia Civil, em Santana. A princípio, o motivo da morte seria um acerto de contas. Segundo a polícia, a vítima seria usuária de drogas. 

Delegado Jurandir retomará com investigações
Segundo o delegado que investiga o caso, Jurandir Bentes, a testemunha chave no inquérito relatou que dois homens não identificados abordaram Edileuson em uma praça da cidade santanense e começaram a xingá-lo. Em determinado momento, a vítima foi arrastada até uma região de mata, lugar onde o corpo foi encontrado amarrado e com marcas de estrangulamento. 

As investigações estão paradas desde 2012. O delegado, no entanto, afirmou que o caso será retomado por causa da possibilidade de a morte estar ligada à suposta empresa aberta por Edileuson. “Vamos traçar uma nova linha de investigação, que antes era apenas acerto de contas por uso de drogas. Pelas características do crime, a morte foi premeditada”, disse Jurandir Bentes.

Zamin tem bens indisponíveis e inicia demissões

A Justiça bloqueou os bens da mineradora Zamin até o montante de R$ 50 milhões como meio de ressarcimento pela poluição de igarapés nos municípios de Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari. Os recursos vão servir também para ajudar famílias ribeirinhas que foram prejudicadas pela poluição. A decisão foi da Comarca de Serra do Navio acatando um pedido do Ministério Público. A crise na mineradora também resultou na demissão de dezenas de funcionários que já assinaram aviso prévio. 

De acordo com a ação do MP, o dinheiro deve ser usado na recuperação dos igarapés que foram atingidos pelas modificações ambientais proporcionadas pela mineradora, pagamento de indenizações aos ribeirinhos, custeio de auditoria ambiental e adoção de medidas de controle ambiental. 

A empresa está com as atividades paralisadas desde março de 2013, quando o seu porto em Santana desabou inviabilizando o escoamento do minério. Durante meses o material era trazido de Serra do Navio, mas não podia ser enviado para fora do estado enquanto o porto não fosse reconstruído. Algumas mineradoras estão conseguindo escoar por meio de caminhões diretamente até os navios. 

“Depois do acidente no porto, a empresa anunciou que daria férias coletivas aos trabalhadores por 90 dias e negociaria com seus empreiteiros um confortável adimplemento do passivo. Também anunciou colaborar com as autoridades locais para amenizar os impactos econômicos e sociais na região. Nada disso aconteceu”, informou o promotor de Justiça Jander Vilhena Nascimento. 

A assessoria Comunicação da Zamin informou que toda a administração está de recesso e que por isso só se pronunciará quando seus diretores retornarem a atividade.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Porto é tri consecutivo do amapaense feminino de handebol

O Campeonato Amapaense Adulto Feminino de Handebol, promovido oficialmente pela Federação Amapaense da modalidade, chegou ao fim no último sábado, 20/12, com a decisão entre as equipes do Porto (Santana) e do Santos, no Ginásio do Trem Desportivo Clube. 

O Santos, que tinha vencido o primeiro turno, entrou confiante e aproveitou vários erros das adversárias, vencendo o primeiro tempo por 9 a 6. No segundo tempo, as meninas do Porto, que conquistaram o segundo turno da competição, acordaram e, em brilhantes jogadas de ataque e contra-ataque, conseguiram passar a frente no marcador e fechar o placar em 18 a 15. 

Com isso, a equipe do Porto de Handebol sagrou-se tricampeã consecutiva da competição, estando de parabéns as jogadoras Dilma, Diva, Daiane, Juliana, Sueli, Jéssica, Lidiane, Rita de Cássia, Érica, Lorena, Neuzilene e Joselma, que sob o comando da técnica Jondielma, fizeram bonito durante todo o campeonato e levaram o troféu para Santana.

RE x PA solidário arrecada mais de 1 tonelada de alimentos


Sucesso total o I RE X PA Solidário, que aconteceu no último sábado, 20/12, no Estádio Augusto Antunes, em Santana. O evento, que teve como objetivo principal arrecadar alimentos, roupas e brinquedos para serem doados à Casa da Hospitalidade, APAE Santana e crianças carentes do município, reuniu craques do passado, jogadores profissionais e amantes do futebol, fechando com chave de ouro as atividades esportivas de 2014. 

No jogo preliminar, a Seleção de Máster do Independente venceu a do Santana por 1 x 0, gol marcado pelo atacante Ró, no segundo tempo da partida. Para esses jogadores foi uma volta ao passado e para quem estava na arquibancada foi muito bom ver grandes estrelas ainda com fome de bola e com muita disposição para mostrar as suas qualidades em eventos beneficentes como o I RE x PA Solidário. 

Antes do início da partida, os jogadores profissionais de Macapá e Santana, que representaram as equipes do Remo e do Paysandu, respectivamente, fizeram a doação de alimentos à organização do evento. No embate, a equipe do Paysandu venceu por 1 x 0, gol marcado pelo atacante Él, logo no primeiro tempo, depois de receber um passe milimétrico do jogador Anderson Problema. 

Para os organizadores do RE x PA esse foi o primeiro passo, já que eles pretendem repetir o evento todos os finais de ano, com o objetivo filantrópico, além de proporcionar grandes espetáculos ao público: “Se Deus quiser, no ano que vem, vamos trazer craques do passado e jogadores em atividades do Remo e do Paysandu para o nosso RE x PA””, destacou o coordenador Anderson Problema.

Vigilância em Saúde recebe veículos para reforçar contra dengue e chikungunya

A Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), recebe do Governo Federal dois novos veículos UBV (fumacê) que vão reforçar as ações no controle da dengue e da febre chikungunya e também um barco que será utilizado nas campanhas de combate à malária no Amapá. A entrega dos veículos ocorre nesta quarta-feira, 24/12, às 10h, no prédio da instituição. 

Segundo a coordenadora da CVS, Angélica Lima, a entrega dos novos veículos é fundamental para intensificar o serviço de controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da chikungunya. "A saúde ganha reforço com ampliação da frota. Os veículos fazem parte de um convênio com o Ministério da Saúde de intensificação das ações de combate a essas doenças no Estado. O barco vai melhorar as condições de trabalho principalmente nas áreas mais distantes e de difícil acesso aqui na capital", destacou. 

Ainda de acordo com a coordenadora, um veículo UBV será destinado para Macapá e outro para Santana. O barco deverá reforçar as campanhas de combate à malária na capital.

Governo entrega nova estrutura administrativa da Usina de Asfalto

Trabalhadores responsáveis pela integração da região através da pavimentação de rodovias estaduais ganharam um novo espaço de atividades na manhã desta terça-feira, 23/12. O governo investiu aproximadamente R$ 440 mil para restaurar e ampliar o prédio administrativo e outros pequenos departamentos da Usina de Asfalto da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrap) – localizada no Distrito Industrial de Macapá. 

Na cerimônia de entrega o governador do Amapá, Camilo Capiberibe, fez um balanço das ações de pavimentação durante sua administração e comemorou números que apontam uma produção recorde de asfalto. Segundo ele, os investimentos feitos possibilitaram o aumento da capacidade da usina de 55 para 60 toneladas de massa asfáltica por hora. 

O chefe do Executivo apontou como o investimento mais significativo o plano de integração executado somente em 2014, quando o Estado aplicou R$ 115 milhões em urbanização, com destaque para as pavimentações dos municípios de Macapá, Santana e Oiapoque, totalizando quase 47 quilômetros de asfalto. 

"Estamos finalizando o governo com investimentos nunca vistos antes no Estado. Essa usina de asfalto, por exemplo, que é importantíssima para a mobilidade urbana no Amapá, não recebia investimentos desde 2002. Então estamos deixando um legado de reconstrução na infraestrutura", avaliou o governador.

Alunos da Ilha de Santana recebem sarau Flap nas Águas

Como parte da programação da Feira do Livro do Amapá – Flap, aconteceu na terça-feira passada (16/12), o sarau Flap nas Águas na Escola Estadual Osvaldina Ferreira da Silva, na comunidade ribeirinha da Ilha de Santana. A programação contou com os escritores convidados José Inácio Vieira de Melo (BA) e Cosme Rogério Ferreira (AL). 

A Flap nas Águas visa integrar a programação literária da Feira com as comunidades ribeirinhas próximas da capital, e como todos os anos a Ilha de Santana já é um ponto já certo do acontecimento. 

Os alunos tiveram um momento de integração com os escritores e também com o grupo Flap de Poesia Falada. "É maravilhosa essa experiência de conhecer uma comunidade à beira do Rio Amazonas, essa beleza magnífica do nosso país. Venho do sertão de Alagoas e essa realidade é muito diferente da nossa e pra mim é uma alegria conhecer essas crianças", conta Cosme Rogério. 

Na ocasião também ocorreu o resultado do projeto Olho D'Água do Mais Cultura nas Escolas, onde os alunos leram os seus poemas feitos com a temática água. "De início foi difícil trabalhar o gênero com eles, mas, aos poucos, foram se entregando a poesia e o resultado foi ótimo", enfatiza o poeta Pedro Stkls, que foi um dos oficineiros do projeto.

domingo, 21 de dezembro de 2014

Marinha flagra navio com excesso de passageiros em Santana

A Delegacia de Capitania dos Portos no Amapá flagrou um navio com excesso de passageiros no porto de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. A embarcação, chamada de Ana Beatriz, tinha como destino a cidade de Belém, no Pará. Os militares da Marinha do Brasil constataram que o navio tinha 100 pessoas acima da capacidade permitida. O caso foi denunciado pelos próprios passageiros. 

A embarcação tem capacidade para 740 pessoas, mas no momento da vistoria da Capitania dos Portos, o número chegava a 850, entre passageiros e tripulantes. O navio foi impedido de seguir viagem até que o excedente fosse colocado em outra embarcação, adquirida pelo proprietário. 

O proprietário da embarcação foi notificado para prestar informações sobre o motivo da superlotação na Capitania dos Portos, segundo o comandante Lúcio Ribeiro. 

O flagrante aconteceu momentos antes do navio deixar o porto, em Santana. Os passageiros tiveram que descer da embarcação para que a contagem fosse feita pelos militares da Marinha do Brasil. 

De acordo com o comandante da Capitania dos Portos no Amapá Lúcio Ribeiro, os passageiros usaram o disk denúncia para levar o caso ao conhecimento dos militares. 

“Quando houver qualquer suspeita de irregularidade, a pessoa deve ligar para Capitania. Vamos imediatamente até o local para constatar se a denúncia procede”, comentou. O número disponibilizado pela Marinha é 0800-280-7200.

Mais vítimas prestaram queixa contra professora presa por assalto

A delegada Luiza Maia, da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Santana confirmou que mais duas pessoas compareceram a 2ª DP santanense e reconheceram a professora Edna Maria Ferreira dos Santos, 39, e o companheiro dela, como integrante da dupla que abordava pessoas para roubar celular. 

Os crimes eram cometidos por Edna e Waurio Costa Cruz, 30, que está com prisão decretada pela Comarca de Santana. Eles costumavam atacar as vítimas principalmente próximo as escolas armados com facas e roubavam aparelhos de telefones celular. A professora tinha uma motocicleta cujo veículo era usado para dar fuga ao comparsa que está sendo procurado. 

A delegada Luiza Maia enfatiza que a professora continua recolhida a Penitenciária e não em liberdade conforme foi divulgado na imprensa local. 

A mulher foi presa pela própria delegada no sábado, 13/12, e encaminhada à penitenciária, onde aguardará julgamento. O comparsa dela e executor dos crimes, Waurio Costa, está com prisão decretada e é considerado foragido pela polícia.

Força tarefa entra em operação no Amapá para combater o chikungunya

O encontro que reuniu Defesa Civil estadual, Exército, Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e representantes das secretarias de Saúde de Macapá e Santana, no dia 05/12, o secretário-executivo em exercício da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), tenente coronel Janary, definiu com os representantes dos outros órgãos as estratégias de atuação no combate ao mosquito Aedes Aegypti, principal transmissor da dengue e da febre chikungunya. 

Após a elaboração do plano de atuação, determinação da logística do pessoal empregado, a CVS realizou o treinamento de militares do Exército e do Corpo de Bombeiros para atuarem junto com os agentes de endemias nas vistorias residenciais. Terminada essa etapa de preparação, a Cedec, em parceria com o Exército e demais órgãos de saúde, realiza uma força-tarefa de combate à dengue e chikungunya nas áreas com maior índice de infestação de dengue em Macapá e Santana. 

No período de 15 a 19, duas grandes equipes estarão atuando nos dois municípios. Cada equipe é formada por 60 bombeiros militares, 30 militares do Exército e 37 agentes de endemias. Durante a semana, esses profissionais farão vistoriais em lotes urbanos, orientando os moradores e aplicando larvicida, caso seja necessário. 

Em Macapá, a força-tarefa contra a dengue e chikungunya vai atuar nos bairros Infraero II, Açaí, Ilha Mirim e Parque dos Buritis. No município de Santana a ação vai iniciar pelo Centro, seguindo pelo bairro Piçarreira e Igarapé da Fortaleza.

Bala Rocha comemora inauguração do Camuf de Santana

Embora magoado, por não ter sido convidado para prestigiar o evento, mesmo tendo sido o autor da emenda parlamentar que custeou a obra, o deputado Bala Rocha (SDD) comemorou a inauguração do Centro de Atenção à Mulher e à Família (Camuf) de Santana. 

“O Camuf é um equipamento social de grande relevância no campo das políticas públicas para as mulheres e as famílias vítimas de violência doméstica, atuando na defesa dos direitos da mulher e no combate à violência contra a mulher”, resumiu Bala Rocha. 

Para o deputado, o Camuf de Santana é uma grande conquista das famílias santanenses. “Estou muito orgulho e gratificado, porque essa obra, de grande envergadura e de uma importância social ímpar é fruto do nosso trabalho através de emenda parlamentar e mediante uma solicitação da secretária da mulher, que à época tinha como titular a secretária Ester de Paula” revelou Bala Rocha, lamentando o que chamou de “desconsideração do governo do estado” pelo fato de seu nome ter sido omitido como autor da emenda que viabilizou os recursos para a obra.

Polícia divulga foto do segundo suspeito de matar sargento da PM

Foi divulgada oficialmente no dia de ontem, 17, a foto do segundo homem suspeito de envolvimento na morte do 2º sargento da Polícia Militar, Wanderley Costa Araújo, 46, executado no fim de semana passado com um tiro na cabeça em um bar da avenida Santana, em Santana, distante 17 quilômetros da capital. 

Angelo Rodrigues da Silva, o “Cabeludo”, teve a prisão preventiva decretada pela Comarca de Santana. Na manhã de ontem, policiais civis e militares do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), com apoio da Rotam/Bope e do BRPM, foram até uma casa localizada no bairro Infraero II para dar cumprimento ao mandado de prisão, mas o elemento já havia fugido. 

Cabeludo foi delatado por Railton Cardoso Araújo, de 22 anos, que foi preso no mesmo bairro por homens do Bope na última segunda-feira, 15. Segundo a polícia, Railton tem colaborado com as investigações. Porém, os detalhes do crime ainda não foram divulgados. Qualquer informação sobre a localização de Cabeludo pode ser enviada aos telefones do 4º BPM (98801-3140 ) do Bope (99127-2498), além, claro, do 190 do Ciodes.

Funcionário participou de assalto a posto de combustível, diz delegada

O delegada Luiza Maia, da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Santana confirmou ontem (16), que o assalto a um posto de combustível flutuante, ocorrido no final do mês passado na área portuária de Santana, distante 17 km da capital, Macapá, teve a participação de um funcionário do próprio estabelecimento. 

De acordo com ela, a afirmação foi feita por Gelson Trindade de Almeida, 30 anos, o “Baiboi”, preso anteontem pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope), durante abordagem a um veículo suspeito no bairro Buritizal. Baiboi confessou à delegada o envolvimento do funcionário que não teve o nome divulgado. 

“Como já passou o período flagrancial estamos tomando as medidas necessárias, inclusive, representando pelo pedido de prisão preventiva do suspeito que já foi devidamente identificado”, disse a delegada. 

Luiza Maia declarou ainda que o assalto seguido de homicídio tentado – já que o gerente do posto foi baleado pelos assaltantes durante o crime – rendeu aos suspeitos R$ 58 mil. “Esse Baiboi também era procurado pelo assalto à Unimed, ocorrido semana passada. Somando os 58 mil de Santana com os 40 mil da Unimed chegamos a quase 100 mil reais em dois crimes”, lembrou. 

Além de Baiboi, outros comparsas dele que integram uma quadrilha de assaltantes que age nos dois maiores municípios do Estado são investigados. Baiboi já foi transferido para o presídio estadual.

Ferramenta de proteção às mulheres é instalada em Santana

O município de Santana já disponibiliza atendimento diferenciado aos casos de violência doméstica, através do Centro de Atendimento à Mulher e à Família (Camuf), inaugurado na última segunda-feira, 15/12. 

Segundo a secretária de Politicas Públicas para as Mulheres, Lucy Tavares, o objetivo do Centro é oferecer atendimento mais humanizado onde irá atender a mulher, mas também ao homem agressor e principalmente aos filhos que estão no meio do conflito. "Esse é o compromisso do Governo do Estado com as políticas de gênero, onde a mulher e a família em geral ganharam atenção especial", disse a secretária. 

A representante do governo, deputada Cristina Almeida, reiterou o compromisso com as politicas de gênero, lembrando-se da parceria com as mulheres escalpeladas que receberam cirurgias reparadoras, maternidade da mulher, entre outras. 

De acordo com o secretário de Justiça e de Segurança Pública, Nixon Kenedy Monteiro, os dados estatísticos no Brasil são assustadores. A cada 17 minutos uma mulher é estuprada e a cada 10 minutos acontece um homicídio. "As polícias precisam ser mais bem preparadas para atender casos envolvendo violência doméstica", enfatizou. 

O secretário disse também que o Amapá saiu na frente com o curso que capacitou policiais militares e civis para realizar esse tipo de abordagem, oferecido pela SEPM, Sejusp e Ueap no meio do ano. 

O Camuf Santana será coordenado por Arlenis Baia, que irá contar com uma equipe multidisciplinar formada por psicólogo, assistente social, advogado e demais técnicos que executarão suas funções de forma interdisciplinar. 

O prédio que conta com salas de atendimento psicossocial, jurídica, acolhimento, coordenação, prevenção, biblioteca, copa, banheiros e uma maloca para atividades diversas fica localizado na Avenida Santana, s/n, ao lado do 4º Batalhão da Polícia Militar.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Waldez Góes articula retomada do “Fórum dos Prefeitos”

A equipe de transição do governador eleito Waldez Góes (PDT) reuniu na tarde desta segunda-feira, 15/12, com representantes executivos dos 16 municípios do estado. Na reunião, a equipe de Waldez Góes apresentou aos prefeitos a proposta de relação entre o Estado e as prefeituras a partir de 2015. Ficou definido, por exemplo, que a cada três meses haverá reunião para definir as prioridades de cada comunidade. É uma forma de recriar o “Fórum dos Prefeitos”. 

O fórum foi uma das estratégias adotadas nos dois primeiros mandatos de Waldez Góes. “O ideal é que as reuniões aconteçam de três em três meses. É a maneira que encontramos para estreitar os laços com os prefeitos e garantir que os problemas sejam resolvidos aos poucos. Dessa forma não haverá acúmulo de demandas”, explicou Góes. 

De acordo com um levantamento feito previamente junto a cada município, os problemas imediatos passam pela saúde e educação. “Essas são duas áreas que União, Estado e Municípios devem andar juntos. Dessa forma, os problemas estruturais não se acumulam, evitando problemas extremos. Mas para isso teremos que garantir que as reuniões aconteçam dentro dos prazos para que possamos montar estratégias rápidas”, acrescentou. 

O prefeito de Macapá e presidente da Associação dos Prefeitos, Clécio Luiz (Psol), disse que o programa é bom para a solução de problemas que as prefeituras enfrentam há muito tempo. Um exemplo é o projeto de municipalização do ensino, onde as prefeituras têm o dever de atender os alunos da rede pública até o 5º ano. “Se colocado em prática o projeto vai ser muito importante para que os municípios possam aproveitar mais as ações que necessitam de contrapartidas”, avaliou Clécio. 

Outro prefeito que falou sobre o encontro foi Robson Rocha (PTB), de Santana, destacando que por um longo tempo a prefeitura do segundo maior município do Estado ficou desassistida. “Se o projeto funcionar como o que foi repassado aqui, poderemos solucionar várias demandas que temos em Santana e que necessitam de recursos. São projetos que não saíram do papel, pois as negociações com a atual gestão sempre esbarravam em entraves”, reclamou santanense. 

Depois da reunião foram marcados encontros futuros de forma individual, para que cada município e suas especificidades possam ter atenção maior da nova gestão.

Servidora Pública é acusada de 12 assaltos em Santana

Um vídeo gravado nesta segunda-feira (15) dentro da sala da delegada Luíza Rosa Maia, da 1ª Delegacia de Polícia de Santana, mostra a prisão de uma professora dos quadros do Estado, acusada de participar de assaltos na cidade. Edna Maria Ferreira da Costa, de 39 anos, e o comparsa, Waurio Costa Lima, de 30 anos, com quem teria um relacionamento amoroso, teriam realizado pelo menos 12 roubos nas últimas semanas, todos na frente de escolas. 

Há 15 dias, a Polícia Civil de Santana começou a investigar casos de “saidinha de escola”, quando o rastreamento de um celular roubado levou os policiais à identidade da professora. “Chegamos até um receptador e depois até a professora, que foi reconhecida por testemunhas e vítimas. Ela confessou os crimes depois de presa, acusando, inclusive, uma sobrinha menor de idade de participação em outros roubos”, explicou o agente Adelson Gomes, da 1ª DP. 

Edna Costa é professora do contrato administrativo do Estado, lotada na Escola Estadual Everaldo Vasconcelos, no Bairro Paraíso. “Ela e o comparsa ficavam bebendo o dia inteiro e quando o dinheiro acabava saiam para fazer os roubos. Ela participava ativamente dos assaltos dando fuga em sua moto”, garante o agente. 

A polícia procura agora por Waurio Costa Lima, que seria pescador. Era ele quem, de acordo com as investigações, rendia as vítimas com facas e um revólver, enquanto Edna esperava na moto. A compleição física da professora ajudou as vítimas a fazer o reconhecimento. “Forte e loura”, resumiu o policial.

Polícia caça assassinos de sargento. Um suspeito já foi preso

A Polícia Militar continua atrás de pistas de dois dos três suspeitos de participar da execução do sargento Wanderley Costa Araújo, de 46 anos, na noite de sábado, 13. Um suspeito foi preso pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) em Macapá, durante os cercos feitos na madrugada deste domingo, 14. A PM afirma já ter identificado todos os envolvidos. 

Após a morte, a Polícia Militar realizou diligências em Macapá e Santana. O veículo usado no crime foi encontrado abandonado no Bairro Provedor, em Santana. Dentro haviam algumas roupas. Até agora está sob a custódia da polícia Railton Cardoso Araújo. De acordo com a PM, ele aparece na companhia dos assassinos em imagens do circuito de segurança de um posto de gasolina minutos antes do crime. Railton foi preso suspeito de ajudar na fuga dos assassinos. Foto: Railton foi preso suspeito de ajudar na fuga dos assassinos. 

Além das buscas, a polícia se concentra agora na coleta de evidências. “Nós já reunimos vários vídeos que mostram por onde o carro usado na fuga passou antes de chegar ao bar em que ocorreu o assassinato. Já temos a identidade dos outros dois suspeitos, agora continuaremos as buscas”, explicou o sargento Martins, do 4º Batalhão. 

O velório do sargento está acontecendo na Funerária Central Pax, localizada na Avenida Ubaldo Figueira, em Santana. 

O sargento, que estava na corporação há 25 anos, foi morto numa confraternização em um bar localizado na Avenida de Santana, próximo à Área Portuária. Dois suspeitos chegaram por trás e dispararam três vezes contra o PM, que foi atingido na cabeça. Enquanto isso, um terceiro suspeito, que de acordo com a PM é Railton Cardoso Araújo, esperava dentro do carro para dar fuga aos dois assassinos. 

Agora a PM está atrás de um suspeito conhecido como “Tafarel”. Segundo testemunhas, ele teria efetuado o disparo fatal com Wanderley, que não teve tempo de se defender. A arma do policial foi levada pelos homicidas.

Dor e revolta marca sepultamento de policial

A notícia da morte do 2º sargento da Polícia Militar, Wanderley Costa Araújo, 46, chocou os colegas de farda do policial, principalmente do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), onde ele desempenhava suas funções no setor administrativo. Entre os familiares, o desespero foi ainda maior. 

Durante o velório e sepultamento, que ocorreu na tarde de domingo (14) no cemitério de Santa Ana, em Santana, os sentimentos de dor e revolta dividiam os semblantes de amigos e parentes. “Queremos justiça. Não é porque foi um policial, antes de tudo foi um ser humano, um pai de família que teve a vida arrancada de seu peito da pior forma possível. Queremos que os responsáveis paguem pelo ato. Eles não destruíram apenas um policial, destruíram uma família inteira”, disse no cemitério um sargento que era tido como um dos melhores amigos de Wanderley. 

Com honras militares o caixão do sargento foi baixado para a cova. O comando da Polícia Militar afirmou que todas as medidas estão sendo tomadas para amparar a família do militar e localizar os responsáveis pela execução.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Coral do TJAP se apresenta na inauguração do Cartório da 6º Zona Eleitoral de Santana

Nesta segunda-feira (15/12), a inauguração do Cartório da 6ª Zona Eleitoral do município de Santana contou com uma programação especial. Autoridades, membros do Judiciário, servidores convidados e a população em geral, puderam assistir mais uma emocionante apresentação do Coral do Tribunal de Justiça do Amapá. 

O Coral do TJAP, acompanhado da Orquestra Filarmônica Equinócio das Águas, entoou canções emocionantes e em vários ritmos para encantar e alegrar os convidados. 

A apresentação faz parte do projeto Cantata Itinerante que leva canções natalinas a vários lugares, a exemplos de igrejas, associações, órgãos públicos e privados, com a finalidade de difundir a prática da musicalidade e transmitir o espírito natalino a todos os expectadores. 

Durante a solenidade o Presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Desembargador Raimundo Vales, elogiou o Coral pela colaboração e pela escolha das músicas e falou sobre o empenho e a colaboração de vários órgãos públicos e da Justiça Federal para a realização da obra. 

“É um prazer estamos entregando essa obra ao som de uma composição tão linda e emocionante, num momento tão alegre e em período de Natal. Esse projeto é uma realização conjunta, feita para o melhor atendimento a população. Temos uma ótima relação com os órgãos públicos e essas parcerias possibilitaram mais ainda esse fruto.” 

A solista do Coral do TJAP, Márcia Fonseca fala sobre a alegria de poder levar emoção e encanto para a população de Santana e de fazer parte de um momento histórico. 

“A apresentação foi linda e estamos muitos felizes em fazer parte desse momento histórico para a Justiça Eleitoral no município de Santana. Temos o privilégio de fazer parte desse momento e poder levar o nome do Tribunal de Justiça a várias instituições é sempre uma satisfação”. 

O Cartório da 6ª Zona Eleitoral que antes funcionava no Fórum da Comarca de Santana, agora está localizado na Rua D13, lote 2, na Vila Amazonas e já está sendo utilizado pelo eleitorado da cidade.

domingo, 14 de dezembro de 2014

Polícia captura um dos suspeitos de matar sargento em Santana

Um dos três suspeitos envolvidos no assassinato do Sargento da Polícia Militar Wanderley do Socorro Costa Araújo, no final da tarde deste sábado (13/12) na Área Portuária de Santana, foi preso pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope), em Macapá, e encaminhado ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), no bairro Pacoval, Zona Norte da capital. A captura ocorreu ainda nas primeiras horas desse domingo (14).

O sargento foi morto com um tiro na cabeça, quando se encontrava em um bar na Área Portuária do município. De acordo com a PM, o suspeito preso tem 25 anos e chegou a ser reconhecido por testemunhas. 

O 4° Batalhão informou que o Sargento estava em dia de folga no momento do assassinato. Os três suspeitos do homicídio estavam jogando sinuca no estabelecimento comercial antes de cometerem o crime. Eles teriam saído do bar e retornado com uma arma de fogo, conforme relatos de testemunhas à polícia. Antes de disparar contra o sargento, um deles ainda teria dado uma paulada na cabeça da vítima. Não houve discussão entre os envolvidos. Wanderley Costa tinha 25 anos de corporação militar e recentemente havia sido promovido para a patente de sargento. 

Nenhuma quantia em dinheiro ou eletroeletrônico carregado com a vítima foram levados. Apenas uma arma de fogo em posse do sargento foi roubada pelos suspeitos. Até a manhã deste domingo (14) os outros dois não haviam sido presos pela Polícia Militar.

Sargento da PM é executado a tiros em Santana

Um sargento da Polícia Militar, lotado no 4º Batalhão, foi executado a tiros na noite deste sábado, 13/12, em um bar na Avenida Santana, localizado na área portuária do município de Santana (nas proximidades do portão de entrada da mineradora Zamin). O crime aconteceu por volta das 19 horas. 

Segundo testemunhas, dois homens desceram de um carro preto, atravessaram a avenida e surpreenderam o policial que estava na companhia de amigos. Ele não teve chance de reagir. Walderley do Socorro Costa Araújo, de 46 anos, morreu ainda no local. Um dos tiros acertou a cabeça do policial. “Foi uma execução”, resumiu um capitão da PM que participava das buscas. 

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do 4º Batalhão e do Batalhão de Policiamento Rodoviário iniciaram um cerco em vários trechos que dão acesso ao município de Santana. Testemunhas disseram que um dos atiradores era moreno, forte, e tinha os cabelos cumpridos presos por um “rabo de cavalo”. 

Funcionários de um posto de gasolina que fica próximo do bar informaram que o carro usado pelos bandidos, um Gol preto com detalhes esportivos, tinha acabado de abastecer antes do crime. Logo após a execução, o veículo seguiu em disparada pela Rodovia JK, no sentido para o Igarapé da Fortaleza. Cerca de duas horas depois o veículo foi encontrado em uma rua próximo ao Fórum de Santana. 

O cerco aos bandidos causou grande engarrafamento de veículos na Rodovia JK, no sentido para Macapá. Policiais colegas da vítima acham que o crime foi uma vingança depois de uma operação policial realizada há dois meses, onde Wanderley teria alvejado um suspeito. Até às 22 horas de ontem (13), nenhuma prisão ainda tinha sido efetuada.

sábado, 13 de dezembro de 2014

OAB/AP realiza campanha para ajudar mulheres escalpeladas

Os Advogados do município de Santana, também podem contribuir com a arrecadação de alimentos da OAB/AP para a Associação de Mulheres Ribeirinhas e Vítimas de Escalpelamento da Amazônia. 

A arrecadação dos alimentos vem ocorrendo desde o dia 27 de novembro, no decorrer da 1ª Conferência do Jovem Advogado. No município de Santana, as doações estão sendo recebidas na Sala da OAB, instalada no Fórum daquela comarca. As doações de alimentos não perecíveis ocorrerão até o dia 17/12 (quarta-feira), com o objetivo de angariar o máximo de alimentos que serão doados para a Associação de Mulheres Ribeirinhas e Vítimas de Escalpelamento da Amazônia. 

Pontos de arrecadação:
1-Sede da OAB/AP
2-Sala OAB no Fórum (anexo)
3-Sala da OAB na Justiça do Trabalho
4-Sala da OAB no Fórum de Santana 

Faça sua contribuição! Doar é um gesto de amor a quem faz, e gratidão eterna de quem recebe.

Irmão decepa a mão do outro em Santana

Uma rixa familiar terminou em mutilação na noite da última quinta-feira, 11/12, na Praça Cívica, em Santana. Uma briga entre dois irmãos terminou com um deles tendo a mão direita decepada por uma terçadada. O golpe foi desferido pelo irmão mais velho identificado como Erlisson dos Santos Duarte, 21 anos. 

Na delegacia, Erlisson disse que seu irmão [vítima] vinha maltratando o restante de sua família, inclusive, a mãe deles, que teria sido espancada pelo menor que teve a mão decepada. “Ele [irmão] já bateu na minha mãe e agora estava espancando nosso outro irmão menorzinho. Quando fui me meter ele se revoltou contra mim e ai deu nisso. Agora ele não vai levantar a mão pra ninguém”, disse o suspeito. 

Erlisson foi apresentado na Central de Flagrantes de Santana onde ocorreu o indiciamento. O delegado estava analisando o caso para saber se pediria a prisão temporária do suspeito. A arma do crime foi apreendida.

Camuf-Santana será inaugurado nesta segunda-feira

O combate à violência receberá mais um importante reforço no município de Santana, com a inauguração do Centro de Atendimento à Mulher e à Família (Camuf-Santana) nesta segunda-feira, 12/12, às 16h. O prédio da instituição fica localizado na Avenida Santana, s/n, ao lado do 4º Batalhão da Polícia Militar. 

O Centro tem como finalidade prestar atendimento psicossocial e jurídico às famílias inseridas no contexto da violência doméstica, bem como acolher a mulher em situação de violência, o homem autor da violência e os familiares expostos ao ambiente conflituoso. 

A inserção desse serviço na estrutura administrativa do governo estadual tem se apresentado como uma política pública de resultados para o segmento ao qual se destina, possuindo característica forte e marcante na esfera do serviço público, estando pautado em valores humanos, como o acolhimento diferenciado às famílias em situação de violência doméstica. 

O Camuf-Santana irá compor uma equipe multidisciplinar formada por psicólogo, assistente social, advogado e demais técnicos, que irão executar suas funções de forma interdisciplinar. 

O novo prédio conta com salas de atendimento psicossocial, jurídica, acolhimento, coordenação e prevenção, além de biblioteca, copa, banheiros e uma maloca para atividades diversas. 

Os recursos para a construção do Camuf-Santana são provenientes do convênio de nº 529/2007 do Projeto Calha Norte do Ministério da Defesa, na ordem de R$ 405 mil, com contrapartida do Governo do Estado de R$ 45 mil, para reforma e adaptação do prédio original.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Marinha vai intensificar patrulhas em rios amapaenses após morte de menino

A Capitania dos Portos no Amapá anunciou que vai intensificar a fiscalização fluvial nas encostas dos rios que margeiam as cidades de Macapá e Santana. A medida acontece depois que Alexander de Souza, de 10 anos, foi atropelado e morto por uma lancha na Zona Leste da capital amapaense. O caso ocorreu no domingo passado (07/12). 

De acordo com o comandante da Capitania dos Portos, Lúcio Marques, serão realizadas fiscalizações a partir do Canal do Jandiá, no bairro Cidade Nova, próximo ao local onde ocorreu o acidente com a criança. As patrulhas navais vão se estender até Santana, a 17 quilômetros de Macapá. 

“Nossa jurisdição envolve Macapá e Santana. Vamos reforçar a fiscalização nesses locais de saída de embarcações. Essa região, onde a criança foi atropelada, por exemplo, é alvo das nossas patrulhas, mas vamos incrementá-las para inibir a prática novamente”, reforçou Lúcio Marques. 

Após a morte do menino, banhistas foram flagrados pela TV Amapá no dia seguinte ao acidente frequentando o mesmo lugar onde ocorreu o atropelamento. 

O acidente foi registrado na tarde de domingo, no bairro Cidade Nova, na Zona Leste de Macapá. O dono da embarcação, Sivaldo de Lima, de 39 anos, chegou a dizer à polícia que um menor de 14 anos pilotava a lancha no momento do acidente. O menor chegou a confirmar a versão, mas a defesa do proprietário afirmou que a responsabilidade pela embarcação lançada ao adolescente foi um “momento de desespero” de Sivaldo Lima. O caso é apurado pela Capitania dos Portos. O inquérito deve ser concluído em até 90 dias. 

Lancha envolvida na morte de menino está
apreendida na Capitânia dos Portos em Santana.
A Capitania dos Portos afirma que a lancha não tem registro na Marinha do Brasil e o dono está sem habilitação náutica para conduzi-la. As infrações serão confirmadas durante as investigações, que ainda vão apontar se a embarcação respeitava o limite mínimo de 200 metros de distância da margem do rio. 

Acidente
O estudante Alexander da Silva teria sido atingido pela embarcação por volta de 15h de domingo. Ele estava brincando com outras crianças no rio Amazonas, no bairro Cidade Nova, na Zona Leste de Macapá, quando foi atropelado e morto. 

O Corpo de Bombeiros encontrou o corpo da criança por volta de uma hora depois do registro da ocorrência de desaparecimento. A vítima estava com um corte profundo no rosto. A suspeita é de que a hélice da lancha tenha batido no garoto antes do afogamento. 

A lancha foi encontrada pela PM no Canal das Pedrinhas, na Zona Sul de Macapá. Na delegacia, testemunhas chegaram a reconhecer o suspeito, que seria o dono da lancha, conforme a Polícia Militar. A embarcação está recolhida no trapiche da Capitania dos Portos, em Santana.

Vara da Infância de Santana realiza Caminhada Contra Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes

A movimentação era grande no Portão da mineradora Zamin, na área portuária (antiga ICOMI) onde a Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santana realizou uma caminhada com o tema “Proteção Integral: - Todos Contra o Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes”. 

A caminhada, realizada na manhã do último sábado (06/12), contou com a participação de magistrados, servidores, colaboradores e comunidade. Durante o percurso houve distribuição de folders e cartazes da campanha contra exploração sexual de crianças e adolescentes e também da campanha contra álcool e drogas para os menores. O objetivo foi sensibilizar a comunidade de Santana para a vigilância e combate ao abuso sexual dos menores. A ação foi uma iniciativa da Juíza Larissa Noronha Antunes, titular da Vara da Infância e Juventude de Santana, sob a responsabilidade do Comissariado da Infância e Juventude da Comarca. 

“Queremos despertar a população sobre a proteção das crianças e adolescentes nessa questão da exploração e violência sexual. Apontar que a defesa e proteção das crianças e adolescentes é responsabilidade de todos. Cada um de nós pode olhar por eles”, destacou a magistrada. 

A Desembargadora Stella Ramos, Coordenadora Estadual da Infância e Juventude, disse que é importante esse convite da Justiça para que as pessoas prestem atenção nesses assuntos tão sérios e delicados. 

“Não é apenas uma caminhada. As pessoas já são tão voltadas para os seus próprios problemas que, cabe a nós fazer esse alerta e convidar para essa reflexão sobre a violência contra a criança. Então a Coordenação da Infância está presente, e se possível faremos essa ação por todo o Estado. E não tem outra volta é o Judiciário saindo às ruas falando diretamente com a população”. 

A Caminhada Contra Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes saiu da Cia Zamin e seu trajeto foi por toda área portuária até a entrada do Porto Souzamar. A ação teve como parcerias: SEMASCI (Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania), CREAS, Docas de Santana, ZAMIN, Polícia Militar, Conselho Tutelar e Ministério Público.

Dono de estância é acusado de mandar assaltar o próprio fornecedor

O dono de uma estância no município de Santana foi preso pela Polícia Militar suspeito de mandar assaltar o próprio fornecedor. O crime aconteceu na última terça-feira, 09/12, no Bairro do Ambrósio, Área Portuária. Além dele, outro homem foi preso acusado de efetuar o assalto. 

O fornecedor de madeira é ribeirinho e não teve a identidade revelada pela PM. Segundo queixa registrada na 1ª Delegacia de Polícia de Santana, a vítima entregou um carregamento de madeira na estância e recebeu cerca de R$ 3,5 mil em dinheiro pelo produto. Ao sair, foi rendido por um homem armado. Ele ainda recebeu um tiro que acertou-lhe a perna direita. A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital de Emergência. 

O assalto ocorreu no início da tarde. Por volta das 15h30, policiais receberam a informação do paradeiro do assaltante. O suspeito foi visto andando pela rua e correu quando percebeu que estava sendo seguido pelos PMs. Minutos depois, com a orientação de populares, os policiais chegaram a uma panificadora onde ele estava escondido, próximo ao Bairro do Ambrósio. Os policiais deram voz de prisão ao suspeito. 

Na Delegacia de Polícia, ele confessou ter realizado o assalto e acusou o dono da estância de ser o mandante. O comerciante negou, mas na casa dele os policiais encontraram a arma supostamente usada no crime. Os dois acusados também não tiveram os nomes divulgados pela polícia e foram encaminhados ao Iapen.

Prefeitura de Santana lança o “Natal Ecológico”

A Prefeitura de Santana realizou no último domingo (07/12), o lançamento do Projeto “Natal Ecológico 2014”, na qual entra com sucesso em seu segundo ano consecutivo. O evento de abertura ocorreu na Praça Cívica do município, na qual contou com a presença de diversas autoridades políticas e sociais, e a apresentação de bandas e cantores locais. 

Segundo a coordenação do evento, o “Natal Ecológico” visa a ornamentar o período das festas de final de ano utilizando somente garrafas pet como material reciclável, ou seja, transformando tais materiais em enfeites natalinos como árvores, manjedouras, velas, presépio, casebres, sinos e outros objetos que simbolizam uma das épocas mais festejadas do ano. 

Arrecadação de Material
Porém, para que toda arte tenha um acabamento perfeito, é preciso obter a quantidade exata de material a ser usado em tal trabalho. E não foi pouco material para que a bela paisagem natalina em que foi ornamentada grande parte de ruas e avenidas do Centro de Santana pudesse chegar à um resultado tão bem elogiado pelos visitantes que estiveram prestigiando a abertura do Projeto, ocorrido neste domingo, na Praça Cívica. 

“Desde o mês de abril que começamos a arrecadar garrafas pet em estabelecimentos como lanchonetes, bares e até montamos alguns pontos para recolher esses materiais. Nos primeiros dois meses conseguimos recolher mais de duas mil garrafas para dar o ponta-pé inicial para o projeto.”, explicou a estudante Ana Paula Maciel, uma das envolvidas nas etapas de recolher e selecionar as garrafas com melhores condições de serem reaproveitadas na montagem dos objetos e enfeites natalinos. 

Além das repartições públicas municipais (secretarias e órgãos assistenciais) que estiveram envolvidas no recolhimento de garrafas pet, também foram montados postos de arrecadação em 16 escolas municipais situadas na área urbana da cidade. 

“Quando observamos que o sucesso feito no Natal do ano passado foi bem visto pela população, decidimos estender as ornamentações por ruas mais movimentadas da cidade. Para isso foi preciso arrecadar mais garrafas do que aquelas que conseguimos no ano passado, que foram mais de 20 mil garrafas”, contou a professora Margareth Rodrigues, servidora da rede de ensino municipal de Santana. 

Casa do "Papai Noel" foi muito visitada durante
lançamento do Projeto na Praça de Santana.
Todo esse material arrecadado entre os meses de abril a setembro desse ano foi diretamente levado para um local denominado de “Fábrica de Sonhos”, onde as garrafas que ofereciam melhores condições eram selecionadas e logo utilizadas na confecção de peças simbólicas ao período natalino. 

“Não temos um número exato de quantas garrafas utilizamos esse ano, mas se for levantar pela quantidade de material usado no ano passado e somando com três novas vias (ruas e avenidas) que foram enfeitadas esse ano, calculo que esse número deve chegar a 100 mil garrafas utilizadas esse ano”, estima o técnico Fernando Cardoso, que trabalhou na elaboração do projeto desde o início do ano. 

No final o resultado seria a bela paisagem feita no Centro de Santana, onde dezenas de enfeites se distribuem por meios-fios de ruas, chegando até a Praça Cívica da cidade, onde duas grandes árvores de Natal foram erguidas (contendo mais de 12 metros cada árvore), além de dezenas de jogos de iluminação que abrilhantam os logradouros no horário noturno, fazendo desta época um dos momentos mais emotivos e harmoniosos do ano.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

SEME/PMS realizou com sucesso VII Jessan

A Prefeitura de Santana, através da Secretaria Municipal de Educação (Seme), encerrou na última sexta-feira (05/12), a sétima edição dos Jogos Escolares do Município de Santana (VII Jessan). A competição teve início no dia 1° de dezembro, com a abertura no Ginásio Poliesportivo de Santana, com o desfile das equipes, juramento do atleta e o discurso de diversas autoridades esportivas e políticas de Santana. 

Na mesa organizadora do evento, estavam o vereador Jailson Matos (DEM), representando o legislativo santanense; Andréia Roseliz (secretária Municipal de Educação de Santana), professora Zenil Melo (coordenadora de Apoio Educacional da Seme/PMS), professor Emanoel Souza e Silva (representando os professores de Educação física do Estado do Amapá). 

Os jogos contaram com aproximadamente 450 alunos, na faixa etária de 05 a 16 anos, distribuídos em 14 escolas da rede de ensino municipal de Santana. Os “pequenos” atletas disputaram em diversas modalidades como futebol-de-salão, cabo-de-guerra e outras brincadeiras populares. 

Todas as modalidades esportivas foram realizadas somente da parte da tarde, das 14hs às 17hs, no Ginásio Poliesportivo de Santana, no bairro Nova Brasília, sob o acompanhamento dos diretores e professores das respectivas escolas. 

“O objetivo dos jogos não é apenas integrar a prática do esporte dentro do âmbito escolar, mas também no futuro revelarmos novos talentos para diversos esportes, por que é a partir da prática esportiva que os grandes talentos são descobertos”, explicou a professora Silvia Alessandra, uma das coordenadoras do evento, durante a presença da imprensa, na cobertura dos jogos na segunda-feira, 1º/12. Os jogos tiveram como público-alvo os alunos de educação infantil e ensino fundamental. 

Evento Anual
A primeira edição deste projeto aconteceu em novembro de 2006, reunindo na época cerca de 1.700 alunos, sendo realizado anualmente, quando chegou a reunir mais de 3 mil alunos participantes. Em 2010 ocorreu a última edição dos Jogos, sendo somente retomado na gestão do prefeito Robson Rocha em 2013, quando 16 escolas municipais foram convidadas para participarem do evento. 

Este ano (2014), estiveram presentes as escolas municipais: Gentila Nobre, Osmarina de Araújo, Ângelo Biraghi, Amazonas, Maria Ilnah, N.S. Conceição, N.S. Navegantes, Claudionor Rocha, Fernando do Carmo, Creche Edre, Iraidina Pinheiro, Paraíso da Cidadania. 

A programação desta VII edição do Jessan contou com o apoio de cerca de 100 servidores da rede de ensino (e da própria Secretaria Municipal de Educação) para assegurarem o sucesso dos jogos.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Defesa Civil coordena estratégias de combate ao vetor da dengue e chikungunya em Macapá e Santana

Na manhã desta sexta-feira, 05/12, o secretário-executivo em exercício da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), tenente-coronel BM Jananry, reuniu com o oficial de Operações do 34º BIS, capitão do Exército Lucas Tiago Moreira, com o chefe da Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS/Sesa), Rafael Xavier, e com os representantes da Secretaria de Saúde do Município de Macapá (Semsa), o diretor de Vigilância Ambiental, Josean da Silva de Jesus, e o coordenador de Combate à Dengue, Ailson Quaresma, para elaborar um plano de ação visando prevenir a proliferação do mosquito Aedes aegypti em Macapá e Santana. 

O Aedes aegypti é o vetor da dengue e da febre chikungunya. De acordo com dados da Defesa Civil, até o dia 4 deste mês foram notificados 1.183 casos de febre chikungunya no município de Oiapoque; desse total, foram confirmados 1.060 casos. 

“Com a chegada do período chuvoso, queremos evitar a proliferação do mosquito em Macapá e Santana, que são os municípios mais populosos do Estado. A nossa intenção é garantir que a febre chikungunya seja controlada em Oiapoque e não chegue aos demais municípios. Para atingir esse objetivo, contamos com o apoio do Exército e das coordenadorias ligadas à Secretaria Estadual de Saúde e Secretarias Municipais de Saúde”, informou o tenente-coronel Janary.

‘Novo Amapá’: Peça teatral lembra 39 anos do naufrágio com poesia e homenagens

Os 39 anos do maior naufrágio do estado serão lembrados com poesia e homenagens no espetáculo "Novo Amapá", que acontece no sá...