quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Estudante de Santana está entre os 50 jovens Embaixadores selecionados pelos EUA

A Embaixada dos Estados Unidos divulgou na última segunda-feita (27/10), os nomes dos estudantes da rede pública selecionados para participarem do Programa Jovens Embaixadores 2015. Entre os selecionados está um estudante de Santana, Gabriel Batistuta Almeida Pereira, de 16 anos. Da Região Norte, apenas 07 jovens foram selecionados. 

O santanense Gabriel Batistuta é voluntários em programas sociais e de recreação com crianças carentes, e músico da sua igreja evangélica. 

Nesta 13ª edição do programa, a Embaixada ampliou o número de 37 para 50 participantes. 

A viagem dos jovens embaixadores ocorrerá de 09 a 31 de janeiro de 2015. Durante essas três semanas, eles passarão pela capital dos EUA, Washington, DC, e depois, serão divididos em grupos e enviados para diferentes cidades americanas onde ficarão hospedados em casas de famílias voluntárias. 

Os jovens participarão de reuniões com autoridades do governo norte-americano, líderes de ONGs, visitarão escolas e projetos sociais, participarão de atividades de voluntariado e, como representantes da juventude brasileira nos Estados Unidos, farão também apresentações sobre o Brasil, sua cultura e seu povo. No final da viagem, eles apresentarão um plano de ação na área de voluntariado para ser implementado em suas comunidades após o retorno ao Brasil. 

O programa Jovens Embaixadores foi criado pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil e o primeiro grupo viajou em 2003. A partir de 2012, o programa passou a ser reproduzido em todos os países do continente americano. Desde o lançamento, 367 jovens brasileiros da rede pública já participaram do programa. Os parceiros nesta iniciativa são: Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED) e as Secretarias Estaduais de Educação, a rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos, e também as empresas FedEx, MSD, Dow Brasil, Microsoft, Bradesco, IBM e Boeing Brasil.

Torres em estruturas de concreto para interligação do sistema CEA ao SIN chegam a Macapá

A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) segue com as obras de integração do Amapá ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O empreendimento vai permitir a conexão do Amapá ao SIN, visando solucionar o problema de energia no Estado. 

Esta semana chegaram a Macapá as torres em estruturas de concreto para a linha de subtransmissão em 69 KV da Subestação Isolux à Subestação Macapá II e Subestação Isolux à Subestação Santa Rita, também acompanhadas das estruturas metálicas das torres autoportantes. Esses equipamentos vão permitir avançar nos investimentos da Companhia de Eletricidade para interligação do sistema CEA ao SIN. 

No dia 17 de outubro a estatal iniciou o levantamento e montagem das torres metálicas da linha de transmissão em 69 KV da interligação da Subestação Isolux Macapá à Subestação Santana, na Rodovia Duca Serra. 

Com o apoio do Governo do Estado, a Companhia de Eletricidade investe R$ 42 milhões nas obras necessárias para a interligação. As obras de integração do Amapá ao SIN iniciaram com o projeto executivo em fevereiro de 2014, culminando com o início das obras de implantação de quatro linhas de subtransmissão em 69 KV, sendo três linhas em Macapá e uma em Laranjal do Jari, e mais a Subestação CEA-Laranjal do Jari em 69/13.8 KV e sete alimentadores. 

Pelo cronograma da diretoria da CEA, todo o empreendimento está previsto para ser concluído até dezembro deste ano, quando o Amapá passará a receber energia do SIN.

Fórum de Santana recebe computadores doados pelo CNJ

O Fórum da Comarca de Santana recebeu na manhã da terça-feira (28/10) a doação de 100 novos computadores dotados de sistema operacional Windows 8 e acompanhados de seus respectivos nobreaks. A doação foi feita pelo Conselho Nacional de Justiça, a partir de necessidades defendidas pelo corpo técnico do TJAP, em cumprimento a Resolução Nº 90/2009, que prevê a destinação de recursos ou apoio técnico aos Tribunais Estaduais. 

No caso da Comarca de Santana, será feita a troca integral de todos os computadores do Fórum. O servidor Marcelo Diniz da Silva Belo, da Divisão de Microinformática, explicou que um equipamento normalmente tem uma vida útil de dois a três anos, a partir daí começa a apontar falhas no seu disco de armazenamento e falta de memória. Então é necessário que haja essa substituição. 

“Com as novas máquinas trabalharemos com sistemas mais atualizados, e esse suporte ocasionará um desempenho melhor na realização das atividades dos serventuários. Ao todo serão 140 novos computadores instalados no Fórum de Santana, já nos mandaram 100 máquinas e futuramente mais 40”. 

O servidor Ricardo de Souza Menezes ressaltou que os equipamentos vão dinamizar as tarefas diárias dos servidores que atuam naquela unidade. “As secretarias que fazem gravação de audiências ficam limitadas por questão de incompatibilidade com os sistemas antigos dos computadores. Os novos equipamentos têm mais suportes, o processamento dele são maiores tornado mais ágil o desenvolvimento dos trabalhos”. 

Para o Presidente do TJAP, Desembargador Luiz Carlos, essa ação de trabalho vem ao encontro do Projeto de Modernização Tecnológica idealizado para sua gestão. “Destaco a grande importância da contribuição do CNJ, pois, sem a mesma, o Tribunal de Justiça do Amapá, não teria condições financeiras para atingir os requisitos básicos de nivelamento tecnológico à Justiça Nacional”. 

A instalação dos novos computadores começou no mês de julho e deve ser concluída até o fim de dezembro deste ano. Os Juizados Especiais Sul, Norte e Virtual UNIFAP e Santana já estão com seus novos computadores instalados e em pleno funcionamento.

Porto de Santana entra na rota mundial de escoamento de grãos

Em cerimônia que contou a presença do ministro da Agricultura, Neri Geller, parlamentares, empresários e lideranças agrícolas, o ministro da Secretaria de Portos, César Borges, assinou nesta quarta-feira, 29/10, o contrato que autoriza a Companhia Norte de Navegação e Portos (Cianport) a instalar um Terminal de Uso Privado (TUP) na Ilha de Santana, município de Santana, no Amapá. A obra completará as hidrovias do Tapajós e do Amazonas, e precede a Estação de Transbordo de Carga (ETC) no município de Itaituba, Distrito de Miritituba, no Pará, que está em fase de conclusão. 

Com o TUP da Ilha de Santana, a Cianport terá capacidade para movimentar, inicialmente, cerca de 8 milhões de toneladas de granéis sólidos por ano a partir da hidrovia do Tapajós e da hidrovia do Amazonas. “Isso significa que vamos escoar nossa safra pelo Equador, pela latitude zero, economizando mais de quatro mil milhas - em relação a determinados portos - para exportar para a Europa e para a Ásia pelo Canal do Panamá, que foi alargado”, disse o ministro César Borges. 

O empreendimento será usado para o escoamento de grãos produzidos na região Centro Oeste pela calha norte. O objetivo é desafogar os portos do Sul e Sudeste e baratear o custo do frete do produto destinado à exportação.

Reunião com magistrados para apresentação da Competência e Atribuições da Coordenadoria Estadual de Infância e Juventude

A Coordenadoria Estadual da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Amapá, representada pela Desembargadora Stella Simonne Ramos, organizou uma reunião com os Juízes de Direito com competência na Área da Infância e Juventude. 

Na reunião foram levantadas questões como as problemáticas sociais dos municípios que mais afetam a infância e juventude, como por exemplo, o abuso e exploração sexual, o uso e o tráfico de drogas, adolescentes em conflito com a lei, abandono e maus tratos, além de discutir pontos referentes ao Centro de Internação Provisória (CIP) e medidas de Semiliberdade aos socioeducandos. 

O encontro promoveu discussões sobre as demandas processuais na seara da Infância e Juventude das Comarcas Únicas do Interior, remetidas para fins de elaboração de Estudo de Caso (parecer Social e psicológico) ao encargo das equipes técnicas das Prefeituras Municipais. 

Entre os pontos que também entraram em pauta foi a de remeter as demandas processuais à Central Psicossocial de Macapá; e implantação de Núcleos Multidisciplinares Regionais para atender as Comarcas, previstos no Provimento nº 36/2014. 

Sobre as demandas do Estado encaminhadas às Casas de acolhimento e Santana, as estratégias discutidas que podem ser adotadas foram a implementação de Casa de Acolhimento Regional via consórcio entre os Municípios; implantação do Projeto Família acolhedora nos municípios de pequeno porte, para casos de crianças que necessitam de acolhimento imediato e de Programas e Projetos Sociais voltados ao fortalecimento familiar. 

Estiveram presentes as juízas Larissa Noronha Antunes; Priscylla da Silva Peixoto; Laura Costeira Araújo de Oliveira; Gelcinete da Rocha Lopes; Ilana Kabcznik Luongo; Marcela Peixoto Smith; e os juízes José Castellões Menezes Neto; Heraldo Nascimento da Costa; Luiz Carlos Kopes Brandão; Saloé Ferreira da Silva; João Teixeira de Matos Júnior; Esclepíades de Oliveira Neto; Delia Silva Ramos; Diego Moura de Araújo; Almiro do Socorro Avelar Deniur. 

Também participaram da reunião a Secretária de Assistência Social do Município de Macapá, Eliane Gonçalves; Diretores das Casas de Acolhimento Marluza Araújo de Macapá e da Casa da Hospitalidade de Santana; Representantes da Divisão Psicossocial e Equipe técnica do Juizado da Infância e Juventude- Área de Políticas Públicas e Execução de Medidas Socioeducativas.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

MPE inaugura sala na 6ª Zona Eleitoral de Santana

Desde sexta-feira passada (24/10), o Ministério Público Eleitoral (MPE) de Santana dispõe de uma sala própria para atendimento ao público, no prédio onde funciona a 6ª Zona Eleitoral daquele município. No ambiente, integrado aos demais setores e atividades realizadas por servidores da Justiça Eleitoral já é possível agilizar o cumprimento das demandas, especialmente denúncias de crimes eleitorais. 

Durante a inauguração do espaço, a Procuradora-Geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Ivana Cei, destacou a necessidade de aperfeiçoar e ampliar o poder de fiscalização das promotorias eleitorais. 

“Estamos vivendo o momento mais importante da nossa democracia, quando milhares de brasileiros irão às urnas para escolher o projeto político que julgam mais adequado para o nosso país e Estado. É preciso que tudo ocorra dentro da maior lisura possível para que a nossa cidadania seja exercida em sua plenitude”, manifestou Ivana Cei. 

O chefe de gabinete da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), promotor de Justiça Roberto Álvares, acompanhado do chefe do cartório da 6ª Zona Eleitoral de Santana, Juvanildo Ribeiro, percorreu as demais acomodações do prédio, onde recebeu informações detalhadas sobre as últimas providências da Justiça Eleitoral, antes do 2º turno das Eleições 2014, neste domingo, 26/10. 

“Quanto mais integrados estivermos, mais chances teremos de impedir os crimes e punir àqueles que insistem em corromper o processo eleitoral”, disse Roberto Álvares. 

O Promotor Eleitoral da 6ª Zona de Santana, Nilson Alves, informou que a sala do MPE funcionará todos os dias, independente do processo eleitoral em andamento. “No momento, nossas equipes estão em plantão permanente até o fim das eleições, mas, esta sala será nosso ambiente de trabalho durante o ano inteiro. Após o pleito, atuaremos aqui com atendimentos ao público e no desempenho das nossas atribuições”, explicou.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Professores são treinados sobre educação ambiental

Professores da rede de ensino fundamental do município de Santana vão aprender novos métodos de aplicação da educação ambiental em sala de aula. A prática é uma das atividades do 1º Encontro de Educação Ambiental de Santana, que vai acontecer nos dias 23 e 24 de outubro, na Câmara de Vereadores da cidade. 

Com o tema “Currículo e Educação Ambiental como Políticas Públicas”, o encontro tem a finalidade de tornar mais interessantes as aulas sobre preservação do meio ambiente. “Vamos discutir neste encontro as diretrizes curriculares ligadas à educação ambiental no município de Santana. A intenção é apresentar o que é essa educação e mostrar, na prática, como ela pode ser implantada com os alunos”, afirmou o professor Rômulo Vasconcelos, um dos organizadores do evento. 

Para Vasconcelos, os ensinamentos serão repassados aos alunos durante qualquer aula, pois “a educação ambiental é um tema universal, que pode ser avaliada em todas as disciplinas, seja em matemática, ciências, história ou geografia”. 

Além de professores do município, acadêmicos e a sociedade também poderão participar do encontro. A intenção é que cerca de 300 pessoas assistam à palestra, e participem dos debates e da oficina, que serão ofertados durante o encontro.

Santana conquista vice em torneio de handebol

O masculino sub 20 de handebol do Santana Clube conquistou o vice campeonato do Torneio das Cidades. A competição, realizada na Guiana Francesa durante o período de 13 a 19 de outubro reuniu cinco equipes da Guiana e apenas uma do Amapá. 

“Foi primeira vez que competimos fora do estado, mas o resultado foi surpreendente. Tivemos muitas dificuldades com a falta de patrocínio e sem uma quadra para realização dos nossos treinos aqui no estado, mas isso nos motivou a irmos a busca de um resultado positivo, tivemos muita força de vontade para driblar as dificuldades e agora vemos que valeu a pena”, comemorou o ala direita da equipe, Romulo Alves. 

Conforme explica o técnico do time, Adelson Santos, o objetivo é dar continuidade a esse trabalho. “Isso nos estimula porque é o melhor resultado da história da participação do Amapá na competição. A primeira etapa aconteceu em fevereiro, onde os guianenses jogaram em Macapá. O melhor time do estado é que garantia vaga e o Santana clube foi quem conquistou a vaga para viajar para caiena”, justifica. 

“Pretendemos fazer mais torneios entre as delegações do Amapá e da Guiana para promover um intercâmbio e melhorar o nível técnico dos nossos atletas, que mesmo com todas as dificuldades e a falta de estrutura estão conseguindo representar muito bem o estado”, pontua.

Pesquisa: Waldez tem mais de 70% da preferência santanense

Na quinta-feira passada, 16/10, o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatísticas (IBOPE) divulgou a mais recente pesquisa sobre a intenção de votos para os candidatos ao Governo do Estado de Amapá. 

De acordo com o IBOPE, o candidato Waldez Góes (PDT) encontra-se com 66% das intenções de votos, enquanto que o atual governador Camilo Capiberibe (PSB) – candidato à reeleição – está com 34% do restante das intenções. A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 14 de outubro, onde foram consultadas 840 pessoas distribuídas nas cidades de Macapá e Santana. A margem de erros da pesquisa fica em 3 pontos para mais ou para menos. 

Ainda, segundo a pesquisa, 360 pessoas foram consultadas na segunda maior cidade amapaense (Santana), constatando que 266 desses entrevistados estão firmes com a intenção de votarem em Waldez Góes no próximo dia 26 de outubro (domingo). Ou seja, cerca de 75% do eleitorado santanense prefere o candidato pedetista para o Governo do Amapá. 

Os bairros de Santana que foram cobertos pela pesquisa do IBOPE foram: Comercial, Hospitalidade, Nova Brasília, Fonte Nova, Paraíso e Mutirão.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Servidores e colaboradores participam da programação do "Outubro Rosa" no Fórum de Santana

A abertura da ação "As melhores escolhas para uma vida melhor" ocorreu no Fórum de Santana, com diversas atividades voltadas para os meios e os cuidados com a saúde. A ação faz parte da programação "Outubro Rosa" que remete à luta em combate ao câncer de mama. 

Na ocasião foram distribuídos laços, adesivos e panfletos com informações relacionadas ao Outubro Rosa, além de informativos com explicações sobre os fatores de risco, sintomas, diagnóstico precoce, autoexame e mamografia. 

Durante a programação, os servidores do Fórum de Santana participaram de sessões de massagem facial e corporal relaxante, limpeza de pele, sessão de peeling, aferição da pressão arterial, glicemia, IMC, além de avaliações nutricionais e psicossociais, ginástica laboral e encaminhamento a especialistas. 

“Nós fizemos todo um planejamento para estarmos aqui, para levarmos um dia diferente aos servidores, um dia de conscientização, mas também de saúde e lazer, porque o TJAP se importa com a saúde do servidor”, realçou a Coordenadora da ação, Kátia Milena. 

O Coordenador do Serviço Médico, Edinaldo Siqueira, falou sobre a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. “Nós sabemos que milhares de mulheres morrem anualmente por causa da ocorrência dessa doença, que se for detectada na fase inicial, através das medidas preventivas, a exemplo do toque e exame de mamografia, pode haver a cura em um grande número de casos”. 

A servidora Necy Neves Monteiro, que foi diagnosticada com a doença em 2008, e foi curada através do diagnóstico precoce, de medidas preventivas e pela força da sua fé, destacou sobre importância de ações de conscientização e parabenizou a Justiça do Amapá pelo cuidado especial com seus servidores. 

“A saúde hoje é um bem que nós devemos preservar. Quando fui diagnosticada e fiz a prevenção percebi essa importância e graças a Deus eu fui curada. Com essa iniciativa e atenção voltada à saúde da mulher, principalmente às servidoras, o Judiciário fará com que tenhamos mais qualidade de vida e seremos mais proativas. Parabenizo o Tribunal por esse ato, pois através dessas ações, muitas mulheres podem ser curadas assim como eu fui”. 

A programação do Outubro Rosa está sendo coordenada pela Divisão de Desenvolvimento de Pessoal em conjunto com o Serviço Médico do Tribunal de Justiça em colaboração com a UNIMED, CRTN e a clínica Day Spa e continuará no dia 24/10 no Fórum de Macapá e dia 30/10 na sede do Tribunal de Justiça do Amapá.

Fórum de Santana vai contar com mais uma central psicossocial

O espaço onde vai funcionar o terceiro núcleo de atendimento psicossocial do Fórum de Santana já está sendo preparado para atender as demandas ligadas à Diretoria do Fórum, conforme explica Mauro de Jesus, servidor responsável diretoria forense: 

“O Fórum de Santana funciona há algum tempo com dois núcleos especializados de atendimento psicossocial, um está vinculado à Vara da Infância e Juventude e, o outro, atende os casos de competência do Juizado de Violência Doméstica. A nova unidade atenderá os casos não afetos aos dois núcleos”. 

Com a instalação do terceiro núcleo psicossocial, as demandas processuais oriundas das varas cíveis e de família; do futuro núcleo de conciliação e mediação de conflitos, a ser instalado brevemente; e também das varas criminais, receberão atenção da equipe multiprofissional que tem vínculo à Diretoria. 

A carência em realizar estudos e relatórios sociais e psicológicos, de casos referentes a processos das searas cíveis e de família, antes suprida pela equipe psicossocial da Vara da Infância e Juventude, foi determinante para o Tribunal de Justiça local autorizar a instalação do novo ambiente. 

No mais tardar até o dia 25 de outubro o núcleo psicossocial do Fórum santanense já estará em funcionamento, e vai contar inicialmente com o apoio de uma psicóloga e uma assistente social, além de estagiários das áreas afins.

Serviço inacabado do Governo Estadual causa transtornos em Santana

Moradores que residem no cruzamento da Avenida Castelo Branco com a Rua Everaldo Vasconcellos, no bairro Fonte Nova, em Santana, não estão mais aguentando uma triste situação que vem sendo deixada pelo Governo do Amapá, que iniciou um extenso serviço de ampliação no sistema de abastecimento de água e esgoto para atender alguns bairros como Fonte Nova e Parque das Laranjeiras. 

Segundo moradores adjacentes, os serviços de escavação do local para implantação dos tubos de artefatos começou no início de setembro, com previsão de serem concluídos em menos de 30 dias, mas infelizmente, os serviços ainda não foram concluídos. 

“Eles fecharam os dois lados da rua (Everaldo Vasconcelos) alegando que teriam que ampliar a tubulação de água para alguns bairros afastados da captação da Caesa que fica no bairro Paraíso, e prometeram que iriam terminar esses serviços em menos de 30 dias. Já se passaram até mais de 30 dias e a porcaria desse serviço ainda não acabou”, desabafou, com certa revolta, a doméstica Natali Ferreira, que reside nas proximidades do local afetado pelos serviços inacabados, que também reclamou da poeira causada pelos serviços que, segundo Natali, não está sendo executado de maneira correta. 

“Não entendo nada desse tipo de serviço, mas eles deveriam ter nos avisado antes sobre isso, por que temos filhos pequenos que saem todos os dias para a escola e quando chegam de volta, reclamam dessa poeira causada por esses buracos mal feitos. Já conversei duas vezes com o encarregado dessa obra e nem ele soube dar uma previsão do término desses serviços”, questionou Natali. 

Falta de água
Alguns moradores que residem no canto da Rua Everaldo Vasconcelos com a Avenida 07 de Setembro (e até de bairros adjacentes) reclamam que, em virtude desses serviços realizados no trecho citado, já estão sofrendo constantemente com a falta de água em suas torneiras. Há quem diga que a falta do produto chega a durar dias. 


“Quando começaram esses serviços, não havia tanta falta de água. Faltava de vez quando, mas não chegávamos a ficar até três ou quatro dias sem ter água”, contou a moradora Maria Darcy de Souza, que informou ter que esperar pela chegada de água em sua torneira somente nos horários da madrugada. “Tínhamos uma falta de água que aconteceu somente na parte do dia por que outras casas ligavam suas torneiras, mas quando era cinco ou seis horas da tarde já possível ter água de volta nas torneiras. Mas depois que abriram esses buracos nas ruas, a água vai embora e tem vez que ela só volta no outro dia ou com dois a três dias depois. Fica uma situação difícil pra nós que precisamos dele (água)”, relatou Maria Darcy. 

Prejuízo aos comerciantes
Além das inúmeras residências prejudicadas pelos serviços dessa via, os pontos comerciais situados nas proximidades também reclamam das perdas já somadas pela negligência do poder público. 

“Meus clientes já vieram falar pra mim da dificuldade de atravessarem esse local por causa dessa obra mal feita, e percebi que pelo menos um deles não retornou mais aqui depois que a rua ficou nessas condições (sem asfalto, causando excesso de poeira). Isso me prejudica bastante”, reclamou a empresária Donielle Mendes Rodrigues, que possui uma loja de materiais de construção nas proximidades, questionando sobre a queda até mesmo na venda de material em seu estabelecimento. 

“Disseram que esses serviços seriam entregues em menos de 20 ou 30 dias, mas já tem quase dois meses que só estamos vendo esses buracos se estendendo para a descida da Avenida Castelo Branco, e nenhuma previsão de terminar todo esse transtorno que estão nos causando”, disse a empresária Donielle, que reclamou da continuação dessa obra, na qual as escavações para implante da tubulação já chegarem no cruzamento da Avenida Castelo Branco com a Rua Antônio Abílio, subindo agora para a Rua Getúlio Vargas, no bairro Paraíso. 

Desvio dos ônibus
Outra classe afetada pela obstrução parcial do cruzamento refere-se aos coletivos intermunicipais que utilizam diariamente o local, levando dezenas de pessoas que trabalham e estudam em Macapá. No início dos trabalhos, os ônibus tiveram que desviar por outras ruas e avenidas de fora do itinerário, o que causou diversos transtornos para as pessoas que tinham que adivinhar o local por onde passaria os veículos. “A gente vinha para uma parada de ônibus, achando que ele (ônibus) iria passar por ali, mas depois percebíamos que ele estava desviando a rota inesperadamente. Tudo por causa dessas obras mal planejadas do governo”, reclamou o acadêmico Silvio Mesquita, que estuda numa faculdade particular de Macapá, que tinha que mudar diariamente o local para que pudesse pegar o ônibus exato e seguisse para a capital. “Havia dia que eu ficava até uma hora esperando pelo ônibus numa parada, e depois que eu percebia que ele estava passando em outra rota”, explicou o estudante. 

A coordenação do Blog Santana do Amapá entrou em contato com as assessorias de comunicação das Secretarias de Estado dos Transportes (Setrap) e Infraestrutura (Seinf), com intuito de buscar melhores esclarecimentos sobre a situação, mas não foi possível qualquer informação.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Amapá vive racionamento de energia, admite Eletronorte

A gerência regional da Eletronorte no Amapá admitiu nesta terça-feira, 14/10, que os apagões de energia que vem atingindo os bairros da capital (Macapá), de Santana, Mazagão e outros municípios adjacentes, há mais de duas semanas, são fruto de racionamento de energia. A informação foi confirmada pelo diretor regional da estatal no Amapá, Engenheiro Marcos Drago. 

Todo o parque da Eletronorte gera hoje 270 megawatts. Já a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), que possui um parque térmico, produz cerca de 50 megawatts. Toda a produção está no limite da demanda. “Quando há desligamentos entre às 13 horas e às 15 horas, período de pico da demanda, é porque nós tivemos que fazer o corte, pois a demanda ultrapassou o nível de produção”, explicou o diretor. “Não é um racionamento comum, com datas e horários pré-definidos, mas naquele momento é um racionamento”, acrescentou Drago. 

O consumidor amapaense não deveria estar passando por um novo racionamento se a estrutura de rebaixamento da energia que vem pelo Linhão de Tucuruí já tivesse sido construída pela CEA. O Linhão de Tucuruí já está energizado. 

Marcos Drago, Diretor Regional da Eletronorte/AP
O rebaixamento da energia consiste na construção de três linhões que precisam fazer a conexão com as subestações “Santana”, “Macapá II”, e “Equatorial”. A CEA chegou a anunciar que a obra estaria pronta em maio, depois outubro e agora a nova previsão oficial é fim de dezembro. “Mas não estamos vendo essas obras acontecendo, o que é preocupante”, comentou o diretor. 

A obra de rebaixamento também impede que a capital e outros municípios também recebam energia das hidrelétricas de Santo Antonio, em Laranjal do Jari, da Alusa, no município de Ferreira Gomes. As duas já estão produzindo em fase de testes. A CEA não quis se pronunciar sobre o assunto. 

Os pequenos racionamentos podem ficar maiores se o reservatório do Paredão baixar muito o nível e houver uma demora na chegada das chuvas na cabeceira do Rio Araguari. “Por enquanto o nível está normal. Mas se baixar muito teremos mais problemas”, avisou Drago.

domingo, 12 de outubro de 2014

Banco de Leite Humano recebe doação de frascos

A Faculdade Madre Tereza, de Santana, doou 500 frascos de vidro arrecadados durante um ciclo de palestras de TCC do curso de Enfermagem da instituição para ajudar o Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Mãe Luzia (HML). A inscrição para cada palestra era um pote de vidro de café solúvel ou maionese à coleta de leite materno. 

Segundo a coordenadora do BLH, Andréia Marvão, a iniciativa dos colaboradores da faculdade serve de exemplo para estimular outras instituições a fazerem parte dessa campanha tão importante. Um gesto de solidariedade que fez com que a ação tivesse um ótimo resultado. 

“A sensibilidade dessas pessoas mostra a boa vontade de ajudar o próximo. Esses frascos vão ajudar a salvar vidas. É nesse potinho que é acondicionado o leite que vai alimentar o bebê prematuro, quando principalmente a mãe não o tem em quantidade suficiente”, destacou Andreia Marvão. 

“A Faculdade Madre Tereza tem um compromisso com o social e é muito gratificante poder contribuir com um trabalho tão importante para nossa sociedade”, afirmou Felipe Borges, colaborador da instituição.

Antônio Nogueira anuncia que corrente liderada por ele no PT apoia Waldez Góes

Petista histórico, o ex-prefeito de Santana e ex-deputado federal Antônio Nogueira surpreendeu, nessa sexta-feira, 10/10, ao declarar apoio a Waldez Góes (PDT) no 2º turno: “Não estou muito preocupado com a questão partidária. Minha maior preocupação é com o futuro do Amapá e com o povo amapaense. O município de Santana está esquecido, o governo atual foi um desastre para a população santanense e para o próprio PT, que não recebeu a atenção merecida por parte do PSB, e só diminuiu nesses quatro anos”. 

Ao justificar o apoio ao candidato do PDT, Antônio Nogueira não hesitou: “É o melhor candidato para o Amapá todo, em especial para Santana. O Waldez prometeu que vai priorizar obras de infra-estrutura para o município, principalmente pavimentação asfáltica, dando prioridade, também, para as áreas de segurança pública, saúde e educação. Eu acredito no Waldez, e tenho certeza que ele não vai ficar dando a desculpa esfarrapada, dada por muitos, de que vai precisar ‘de um tempo’ pra ‘arrumar a casa’, porque a casa ele conhece muito bem; já foi governador por dois mandatos consecutivos; possui experiência, é competente e sabe honrar os seus compromissos. O Waldez tem palavra”, atestou. 

Nogueira revelou, ainda, que em caso de eleição de Waldez Góes, ele será o representante do governo do estado nos projetos direcionados para o município de Santana. “Dessa forma, poderei acompanhar pessoalmente e cobrar do governador a execução das obras que serão feitas em benefício da população”, disse o petista. 

A adesão de Nogueira não é individual: “Todo o meu grupo político, que é o de Santana, acompanha-me nesta nova empreitada. Estamos todos unidos por Santana e pelo Amapá”. Indagado sobre o comentado rompimento dele com Marcivânia Flexa, eleita deputada federal, Antônio Nogueira disparou: “Nunca houve rompimento. Tenho excelentes relações com a Marcivânia. Ela tem brilho próprio e inegável potencial político, por isso optou em fazer carreira solo. É compreensível e respeito essa decisão”.

Ministério Público fortalece fiscalização no interior do Estado

O trabalho de membros do Ministério Público do Amapá (MP-AP), com atuação junto ao Ministério Público Eleitoral (MPE-AP), intensificou a fiscalização em todos os municípios do estado durante o pleito realizado no último domingo, 05/10. Balanço inicial da atuação dos promotores eleitorais auxiliares revela a ocorrência de vários crimes, especialmente tentativas de compra de voto e prática de conduta vedada pela legislação. 

Em Santana, o MPE-AP apreendeu R$ 5 mil em dinheiro, agenda de contabilidade e material de campanha da candidata Roseli Matos (DEM). O valor e os objetos foram encontrados após abordagem a dois carros no bairro Elesbão. 

Ainda em Santana, a equipe da 6ª zona eleitoral encaminhou à Polícia Civil quatro pessoas flagradas na prática de aliciamento de eleitores (crime de compra de votos previsto no art. 299 do Código Eleitoral). Com elas havia R$ 300 e dezenas de ingressos para show. 

Em Mazagão, denúncia de moradores resultou na apreensão de veículo em que o condutor transportava cerca de R$ 7 mil. Ao realizar a abordagem, a equipe do promotor eleitoral Ricardo Crispino confirmou a veracidade das informações. O dinheiro estava separado em notas de R$ 100 e R$ 50. 

Na cidade de Amapá, uma lista de contabilidade financeira foi encontrada na cueca de um cabo eleitoral. Durante a ronda, uma equipe coordenada pelo promotor eleitoral Manoel Edi flagrou pai e filho com cerca de R$ 1 mil e material de campanha de Luciana (PHS) e Vinícius Gurgel (PR). 

Na cueca do jovem, foi encontrada lista com anotações de valores. Pelos cálculos, R$ 50 mil já haviam sido distribuídos. Os dois foram abordados, por volta das 11h30 do domingo (5), no centro de Amapá. A dupla foi encaminhada para a Polícia Civil. 

Em Calçoene, Ministério Público Eleitoral (MPE/AP) e a Justiça Eleitoral, com apoio da Polícia Militar, fecharam um comércio, onde, além dos alimentos armazenados em caixas, prontos para entrega, foram apreendidos R$ 800. No estabelecimento, também foi encontrado material de campanha dos candidatos ao cargo de deputado estadual Luciana Gurgel e Rogério Luz, ambos do PHS. 

No extremo sul do estado, a atuação do MPAP, pela Promotoria Eleitoral de Laranjal do Jari, com apoio da PM e PF, resultou em dois mandados de busca e apreensão, sendo um na residência do vereador Zezão e no depósito de sua propriedade, locais onde foram apreendidos aproximadamente 1000 litros de combustível, bem como, diversos documentos, dentre os quais relação com nomes de eleitores e suas respectivas seções eleitorais. 

A outra apreensão foi realizada na residência do ex-vereador Tarugo, apoiador da candidata à deputada federal Euricélia, onde foram encontrados diversos documentos subtraídos da prefeitura de Laranjal do Jari concernentes da época em que a candidata exercia o cargo de prefeita. 

Ainda em Laranjal do Jari, foram realizadas três prisões em flagrante por transporte indevido de eleitores, incluindo a de Airton Nobre, vice-prefeito da cidade. O gestor foi encaminhado para a delegacia de polícia do município. No carro do vice-prefeito havia santinhos do candidato ao governo do estado, Waldez Góes (PDT). A ação foi coordenada pelo promotor de Justiça Rodrigo Celestino Pinheiro. 

Houve um flagrante delito por corrupção eleitoral, dois termos circunstanciados pela prática do crime de entrega de veículo a pessoa não habilitada e direção perigosa. Também foi colhido depoimento de proprietário de embarcação flagrado recebendo combustível de agente público.

Titular de cartório surpreende com boa votação para federal

Pela primeira vez se lançando a cargo eletivo, para deputado federal, Ofirney Sadala, titular do Cartório de Imóveis de Santana, obteve 10.286 votos, conseguindo a segunda suplência da coligação a que pertence o seu partido, o PTdoB. 

Em recente entrevista para uma emissora de rádio, Ofirney disse que já na segunda-feira, 06/10, o day after das eleições gerais de 2014, fazia política em Santana, na Baixada do Ambrósio, onde viveu quando infantil. Na Baixada do Ambrósio ele pensa montar uma academia de MMA para receber jovens em situação de riscos sociais que residem no bairro. 

Apesar de ter efetivamente enveredado na política, Ofirney Sadala ressaltou que não tem planos pessoais para as eleições municipais, mas que começou a trabalhar para eleger um irmão dele em Vitória do Jari, coomo vereador. 

No vale do Jari, envolvendo os municípios de Laranjal e Vitória, Ofirney Sadala foi um dos mais bem votados candidatos a deputado federal. Ele, originalmente, pertence à adjacência daquela região. Nasceu em Almeirim, no Pará. 

O titular de cartório é concurseiro inveterado, e bem sucedido. Por meio de concursos, foi juiz de direito no Amapá e promotor de justiça no estado do Pará. Conseguiu o Cartório de Imóveis de Santana, também através de concurso. Uma das maiores metas de Ofirney é regularizar as terras de Santana e Macapá, na área urbana e no campo.

Delegada corre contra o tempo para concluir inquéritos

A delegada Luiza Maia, titular da 2ª Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, do município de Santana, intensificou os trabalhos para concluir inquéritos abertos a partir de 2010. 

Segundo ela, os principais crimes são furtos e roubos cometidos naquela cidade, cujos autores estavam sendo procurados. Muitos deles foram identificados e indiciados. Foi o caso de um rapaz, que nesta terça-feira, 07/10, prestou depoimento sobre o envolvimento dele em um crime. 

A delegada ressalta que, já se aproxima o fim do ano e os procedimentos antigos devem ser fechados e encaminhados ao Ministério Público da comarca local, para que outras providências sejam tomadas, referentes à conduta dos acusados. 

"Trabalhamos no combate aos crimes contra o patrimônio, mas nos últimos dois anos, nos deparamos com uma situação preocupante, ou seja, pessoas envolvidas com furto e roubo estão também se envolvendo com tráfico de drogas, cuja conivência visa à troca de produtos oriundos da criminalidade por porções de drogas", enfatiza. 

Embora não sendo especializada na repreensão ao trafico, a 2ª DP de Santana já apreendeu aproximadamente 110 quilos de substâncias entorpecentes de diversos tipos em suas ações individuais ou em operações planejadas. 

A delegada considera que uma resposta positiva tem sido dada à população, de acordo com o que é registrado e demandado pelos policiais na resolução dos casos.

Polícia Civil combateu crimes eleitorais e instaurou procedimentos

A Polícia Civil instaurou procedimentos relacionados as ocorrências envolvendo crime eleitoral, registradas no domingo passado, 05/10, no município de Santana, segundo maior colégio eleitoral do Amapá. 

De acordo com o delegado José Neto, da 1ª Delegacia de Polícia, um dos casos considerados mais graves foi de uma pessoa flagrada com material de campanha, adesivos e santinhos de dois candidatos. 

No veículo, os policiais encontraram também ingressos de festas, que seriam distribuídos aos eleitores gratuitamente, provavelmente em troca de votos, além de dinheiro. 

“De acordo com o juiz eleitoral da Comarca de Santana, fomos orientados a repassar esta ocorrência à Polícia Federal, para fazer uma investigação minuciosa e apurar o envolvimento dos pleiteantes a cargos políticos”, revelou o delegado. 

Segundo ele, outras quatro pessoas foram levadas à delegacia, acusadas de estarem com material de candidatos, fazendo boca de urna e transportando eleitores em carros particulares as seções eleitorais. 

O material de campanha foi apreendido. Contra os suspeitos, foi lavrado Termo Circunstanciado (TC). Eles ficaram detidos e, poucos minutos antes do término do horário de votação, foram liberados para votar, mas vão responder pelos atos à Justiça Eleitoral. 

Durante todo o domingo, pelo menos quatro veículos foram apreendidos e recolhidos ao quartel do 4º Batalhão da Polícia Militar, por suspeita de estarem fazendo campanha irregular. 

O delegado José Neto ressalta, no entanto, que o processo eleitoral municipal de 2012 foi mais movimentado do que deste ano.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

"Vitória Rosa": Mira Rocha segue com seus trabalhos Legislativos

Reeleita para o quarto mandato consecutivo, a deputada estadual Mira Rocha (PTB) obteve um significativo número de votos válidos (5.654), conquistando a 12ª colocação das 24 vagas para a Assembleia Legislativa do Amapá. 

Herdeira política de um dos maiores articuladores da história política do Estado do Amapá, Mira Rocha centralizou sua campanha na sede municipal da segunda maior cidade do Estado e localidades adjacentes, formalizando parcerias diretas com as comunidades urbanas e rurais, e implantando ações que beneficiaram dezenas de famílias. 

“São mais de 12 anos de trabalhos diretamente voltado para o povo do Amapá. Sempre estive acompanhando as necessidades e as precariedades que meu povo vem vivendo. Meu gabinete sempre foi um centro de atendimento para muitas reclamações que recebo da população, e como representante legislativa, bati (e bato) várias e várias vezes em prol dessas questões para favorecer o nosso povo, por que eles precisam dos nossos serviços como porta-voz em cima do Executivo”, comentou Mira Rocha, que esteve em sua residência, em Santana, acompanhando a apuração dos votos após o encerramento do horário de votação. 

Nas duas primeiras horas após o início da apuração, houve muita tensão por parte da deputada e de sua equipe correligionária, que viu os números de votos válidos não indicarem sua possível reeleição. Mas após às 21:30hs deste domingo, 05/10, quando mais de 96% das urnas já tinham sido apuradas em todo Estado, pôde-se confirmar uma vitória considerável da parlamentar para a legislatura estadual a parti de 2015. 

“Sei que o povo reconheceu nossos trabalhos durante esses anos, e que nossa luta deve continuar”, afirmou Mira Rocha durante as comemorações que seguiram pelas ruas e avenidas de Santana. 

História de seus mandatos
Desde janeiro de 2003, quando assumiu pela primeira vez como deputada estadual, Mira Rocha vêm sendo uma das parlamentares mais atuantes da história da Assembleia Legislativa do Amapá. 

Foram mais de 1.100 ações empenhadas durante seus mandatos legislativos, atendidos através de Requerimentos, Indicações, Projetos de Lei (PL) e Resoluções, muitas que foram posteriormente sancionadas pelo Chefe do Executivo (Governador), além de ter apresentado mais de 50 Decretos Internos, concedendo méritos para dezenas de personalidades da política e da sociedade amapaense.

Camisas de cor única tiveram grande procura nessas eleições

“Verde, azul e rosa”. Essas foram as cores de camisas mais procuradas no comércio santanense nas últimas semanas. Assim foi a informação repassada ao Blog Santana do Amapá pelo vendedor João Carlos Almeida, que trabalha numa das dezenas de lojas especializadas em confecções e moda em Santana. De acordo com o vendedor, a procura por camisas com esses padrões de cores foi devido o período de campanha política. 

“Muitas pessoas que acompanhavam diretamente seus candidatos recebiam pedidos de andarem com uma cor de camisa que representassem seus partidos, como se fosse uma forma de honrar a relação entre o eleitor e o seu candidato”, explicou João Almeida, que conta ter vendido cerca de 60 camisas somente de uma cor em dois dias. 

Assim como essas cores eram bastante procuradas, objetos e acessórios seguiam o mesmo estilo de cor, havendo até mesmo quem seguisse um estilo inovador no próprio visual. 

“Teve duas meninas que vieram ao salão pintar o cabelo na cor verde. Pensei que fosse pra seguir uma nova moda, mas depois que escutei uma delas comentando com a outra que se preparavam para uma caminhada de uma candidata aqui em Santana”, comentou a cabeleireira Edna do Socorro, proprietária de um salão de beleza localizado no bairro Comercial de Santana, que também se mostrou satisfeita com o rendimento obtido nos últimos dias que anteciparam o dia 05 de outubro. 

“Houve muitos homens que vieram cortar o cabelo e aproveitaram para criar novas mechas. Até mulheres fizeram novas mudanças no visual. Tudo causado por essa onda das eleições.”, finalizou a cabeleireira.

Santana elege 04 Estaduais e 02 Federais

As eleições estaduais que aconteceram neste domingo, 05/10, entraram para a história política do Amapá. Foram mais de 455.368 eleitores distribuídos nos 16 municípios do Estado. 

Dentro de um percentual de mais de 89,56% de votos válidos, houve pelo menos seis (06) nomes que foram eleitos e reeleitos para a Câmara Federal (DF) e para a Assembléia Legislativa do Amapá, que tiveram origem do segundo maior colégio eleitoral: município de Santana. 

Dos parlamentares estaduais veteranos que residem em Santana, três que se reelegeram foram: Charles Marques (PSDC) com 5.704 votos, Mira Rocha (PTB) com 5.674 votos e Roseli Matos (DEM) com 5.480 votos. O novato santanense para aquela Casa de Leis foi Jory Oeiras (PRB) com 5.721 votos. 

Já para a Câmara Federal foram eleitos: a Professora Marcivânia Flexa (PT) com 16.162 votos e Josy Rocha (PTB) com 10.007 votos. 

“Apesar de ter sido uma eleição bastante concorrida, com muitos nomes para serem analisados, ainda houve aqueles eleitores conservadores que preferiram manter seus votos fixos com esses deputados. Isso causa uma grande influência com relação àqueles que tem muitos parentes que ainda estão indecisos na hora de escolher o seu candidato estadual ou federal”, explicou o professor Álvaro Ferreira, que acredita na influência familiar como forma de ter mantido em garantia a vaga desses deputados que conseguiram se reeleger. “Mas é bom esses deputados (tanto estadual como federal) não se confiarem sempre nesses eleitores conservadores, pois, o número de eleitorado tem crescido anualmente de tal forma que essas vagas vão sendo mais disputadas”, alertou o professor.

Fiscais do MPE flagram outra compra de votos em Santana

Uma equipe da 6ª zona eleitoral encaminhou à Polícia Civil quatro pessoas flagradas na prática de aliciamento de eleitores (compra de votos). Com elas havia R$ 300 e dezenas de ingressos para show. Nos carros em que estavam, foram encontrados, também, mais de 200 santinhos do candidato a deputado estadual Márcio Sacramento (PRB). A ocorrência foi registrada por volta das 10h da manhã deste domingo, 05/10, em área de ponte próxima ao bairro Hospitalidade, em Santana. 

O flagrante foi feito por equipe coordenada pelo promotor eleitoral Nilson Costa. Dois policiais militares acompanharam o trabalho. A equipe encontrou, ainda, caderno com anotações referentes a quantidade de votos estipulada para lideranças da juventude do Partido Republicano Brasileiro. Havia, também, ficha de cadastro de pessoas e solicitações de exames. 

Os carros foram apreendidos. Os quatro e o material, encaminhados ao Ginásio de Esportes de Santana, onde está montada base da Polícia Civil. Eles devem responder por aliciamento de eleitores (compra de votos). 

Para o crime, o Código Eleitoral prevê pena de 4 anos de prisão e pagamento de 5 a 15 dias-multa. Para o candidato, segundo a Lei das Eleições, a compra de votos pode resultar também no cancelamento do registro da candidatura, na cassação do diploma ou até na perda do mandato.

Anderson Freire encanta Santana

A arena do Campo de futebol do bairro Paraíso ficou pequena para as mais de quatro mil pessoas que compareceram na última quarta-feira, 1º de outubro, para prestigiarem o cantor gospel Anderson Freire. 

Dono de uma incomensurável voz, Anderson Freire também é compositor de músicas cantadas por outros talentos como Alline Barros, Bruna Karla e Kleber Lucas. Para o público que esteve presente, sua apresentação foi considerada de grande sucesso. 

“Assisti outros shows de cantores gospel que aconteceram esse ano em Macapá, mas hoje o Anderson superou tudo que eu já vi. É algo que não vou esquecer tão cedo”, contou Bruno Almeida, que veio ao show acompanhado da namorada Sabrina e alguns amigos. 

Alta comercialização
Além do intenso movimento atingido pela realização desse show (com um público superior a 4.000 espectadores), também houve a comercialização de produtos variáveis e pratos típicos, assim como a venda de materiais e acessórios evangélicos, como camisas padronizadas e lembretes. 

“Ficamos surpresos com o alto número de pessoas que vieram assistir ao show, e pela quantidade de consumo que eles tiveram durante o evento. Isso somente nos prova que o comércio gospel vem sempre estando em alta, tanto pra quem é evangélico e pra quem não é”, argumentou a ambulante Doriana Ferreira, que esteve em frente do local do evento comercializando lanches e pratos típicos. 

Outra classe de profissionais autônomos que ficou satisfeita em virtude do evento foram os taxistas de Santana, que foram bastante solicitados durante e após o show. 

“Quando soube que estava ocorrendo o show, fiquei de prontidão aqui pela área e vez por outra ‘pintava’ umas corridas pra levar e trazer pessoais pro show. Essa noite foi realmente muito lucrativo”, comemorou o taxista André Rodrigues, que afirmou ter faturado mais de R$ 200 somente no transporte de pessoas que iam ou deixavam o evento. “Cheguei a fazer corrida até pra Macapá de pessoas que vieram de lá só pra assistir esse show aqui em Santana.”

domingo, 5 de outubro de 2014

MPE apreende dinheiro e material de campanha em Santana

Cerca de cinco mil reais, em cédulas de R$ 50 e de R$ 100, agendas com nomes e valores e grande quantidade de material de campanha (como santinhos) da deputada Roseli Matos (candidata à reeleição), entre outras coisas foram apreendidos na tarde deste sábado, 04/10, na entrada de uma baixada no bairro Elesbão, no município de Santana – o segundo maior colégio eleitoral do Amapá. 

O dinheiro e o material estavam com cinco homens em dois carros. A apreensão foi feita por uma equipe do Ministério Público composta pelos promotores Nilson Costa, Giza Veiga, Elissandra Verardes e Silvia Canela. 

Os promotores perceberam algo de suspeito na movimentação dos cinco homens. Quando se aproximaram o quinteto tentou fugir, mas não deu tempo. Feita a abordagem foi encontrado o dinheiro, o material de campanha e a agenda com eles. O quinteto, claro, tentou enrolar os promotores, apelou para a famosa frase “eu não sei”. Não sabiam quanto tinham em dinheiro, a origem do dinheiro, não sabiam de nada. 

Todo o material foi entregue à Polícia Federal e os cinco homens detidos na sede da PF para prestar depoimento.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Capitania dos Portos apreende explosivos e munições em barco ancorado em Santana

A Capitania dos Portos apreendeu no sábado passado (27/09) explosivos e munições no porão de uma embarcação que estava ancorada no porto particular do Grego, em Santana. O material foi descoberto após uma fiscalização realizada pela Capitania. A Polícia Militar foi acionada para fazer a apreensão. 

Foram encontrados dezenas de caixas com tubos de pólvora, fogos de artifício, cartuchos vazios, chumbinho, além de munições de armas calibre 22. Ninguém estava na embarcação quando os militares apreenderam o material. O proprietário da embarcação não foi encontrado. 

Segundo a Capitania, a embarcação foi retida pois não tinha autorização para navegar. A Polícia Civil realizará as investigações para verificar a origem e o destino dos explosivos e da munição.

TRE prossegue audiências de carga e lacre de urnas

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) realizou na última segunda-feira, 29/09, em seu edifício sede, a Audiência de Carga e Lacre das urnas eletrônicas que serão utilizadas pela 6ª zona eleitoral nas Eleições Gerais de 2014. Na ocasião, foram inseridos os dados dos candidatos e eleitores nas urnas. Após a inserção das informações, o equipamento foi lacrado e só será reaberto no dia da votação. A ação visa garantir a segurança e a credibilidade dos programas computacionais utilizados no pleito. 

De acordo com o chefe do Cartório da 6ª zona eleitoral Givanildo Quaresma, 235 urnas (26 reservas) foram carregadas e lacradas. As máquinas serão distribuídas nas 209 seções eleitorais da 6ª Zona que é o município de Santana (a área urbana e rural). 

Givanildo Quaresma ressalta que a preparação das urnas consiste em três fases: primeiro elas recebem os dados de candidatos e eleitores de todas as sessões eleitorais; depois o equipamento é testado por servidores e técnicos do TRE e por fim, as urnas são lacradas. Todo esse procedimento contou com a presença de representantes dos Partidos, Coligações e Ministério Público e pela secretária de Tecnologia da Informação do TRE Elinete Freitas. 

Depois de lacrada a urna está pronta para eleição, não podendo ser violada, e só poderá ser deslacrada após a votação para a retirada da mídia para a apuração dos votos no dia 04 de outubro. As urnas sairão do TRE no próximo dia 03, quando irá para o Cartório novo de Santana, localizado na Vila Amazonas.

Coordenação Estadual de DST/Aids promove capacitação para teste rápido de hepatites virais

No próximo dia 03 de outubro, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), por meio da Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, promove a capacitação de 25 profissionais das Unidades Básicas de Saúde de Santana para realização de testes rápidos à detecção das hepatites B e C. O objetivo é ampliar o diagnóstico e oportunizar tratamento em tempo oportuno para as hepatites B e C. O treinamento ocorrerá no auditório do Senac, em Santana, das 8h às 12h. 

Os testes estarão disponibilizados nas unidades de saúde e, quando diagnosticados, os pacientes serão referenciados ao Centro de Referência em Doenças Tropicais (CRDT). 

A hepatite é uma doença grave. Os grupos de maior vulnerabilidade são: gestantes, após o primeiro trimestre de gestação; pessoas com doenças sexualmente transmissíveis (DSTs); bombeiros, policiais civis, militares e rodoviários; carcereiros de delegacia e de penitenciárias; coletadores de lixo hospitalar e doadores de sangue; lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais; pessoas reclusas (presídios, hospitais psiquiátricos, instituições de menores, entre outras); manicures, pedicures e podólogos; populaçõesde assentamentos e acampamentos; populações indígenas; profissionais do sexo; usuários de drogas injetáveis, inaláveis e caminhoneiros. 

De acordo com a coordenadora estadual do DST/Aids, Sílvia Maués, há várias formas de se prevenir contra a hepatite, além da imunização. 

"Para crianças, o governo faz a prevenção através do calendário de imunização. Atualmente, essa vacinação se estendeu a indivíduos de até 49 anos. Nos adultos é importante não compartilhar alicates, ter cuidado com o local onde se faz tatuagem e piercing e usar camisinha", diz. "O número de mortes por causas associadas à hepatite que ocorrem a cada ano no mundo é aproximadamente igual ao de pessoas que morrem em acidentes de trânsito, ou seja, mais de duas mortes por minuto", comparou Silvia Maués. 

Hepatite B
A hepatite do tipo B é uma doença infecciosa quase sempre assintomática. Os sintomas mais comuns são: cansaço, tontura, enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Esses sinais costumam aparecer de um a seis meses após a infecção. 

Esse tipo de hepatite pode ser transmitida por relações sexuais sem camisinha com uma pessoa infectada; da mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação; ao compartilhar material para uso de drogas (seringas, agulhas, cachimbos), de higiene pessoal (lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, alicates de unha ou outros objetos que furam ou cortam) ou de confecção de tatuagem e colocação de piercings; por transfusão de sangue contaminado. 

Evitar a doença é muito fácil. Basta tomar as três doses da vacina, usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar objetos de uso pessoal. 

Hepatite C
A hepatite C é causada pelo vírus C (HCV), a forma de transmissão e prevenção é a mesma da hepatite B, porém não existe vacina. É uma doença transmitida por vírus e que causa irritação e inflamação do fígado. Geralmente assintomática.

Imap entrega títulos de domínio a agricultores da gleba Ilha de Santana

O Governo do Amapá, por meio do Instituto de Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap), realizou a entrega de 25 títulos de domínio aos moradores da área rural da gleba Ilha de Santana. O evento de regularização fundiária ocorreu no domingo passado, 28/09, na Escola Estadual Osvaldina Ferreira da Silva, no município de Santana, e contou da participação da diretora-presidente do Imap, Sonia Solange Martins Maciel, e equipe, e a comunidade em geral. 

Agricultores, ocupantes de áreas que variam de 3 a 18 hectares, esperavam pela regularização há bastante tempo e, finalmente, tiveram suas demandas atendidas. Eles receberam os títulos de domínios, de forma não onerosa, conforme legislação vigente. 

Em nome dos beneficiários, o agricultor Rosário Coutinho da Silva disse que a data entrou para a história, pois a comunidade aguardava há 22 anos por esse momento. 

"Agradeço ao Governo do Estado pela entrega do título de domínio, pois, com isso, cumpriu a promessa feita à comunidade. A partir deste momento, na nossa comunidade, tudo vai mudar, teremos como acessar os programas de governo, recursos em bancos, entre outros, assim como garantir a melhoria e expansão da nossa produção agrícola. Todos estão de parabéns pela conquista", declarou. 

Representando o Imap, o diretor-técnico de Ordenamento Territorial, Jean Fonseca, lembrou que o processo de regularização na Ilha de Santana passou por diversas etapas, iniciando em 1992 com a discriminatória da Gleba Ilha de Santana, depois enfrentou batalha judicial com as empresas Samasa e Madesa, até a justiça dar ganho de causa ao Estado do Amapá. Outra etapa que retardou a regularização se deu por conta da recusa do Cartório de Imóvel de Macapá em registrar as terras em nome do Estado. A situação só foi resolvida com a criação de nova Serventia Cartorial em Santana (AP). "Só em 2014 que o Estado conseguiu regularizar a Gleba Ilha de Santana, estando assim apto a proceder à regularização fundiária, urbana e rural naquele município", frisou Jean. 

A diretora-presidente do Imap, Sonia Solange Martins Maciel, no ato representando o Governo do Estado, ressaltou o empenho e a decisão política do governador em efetivar a regularização fundiária em todas as glebas de jurisdição e propriedade do Estado. "Especificamente, a Ilha de Santana, nesse momento é a grande contemplada com essa decisão política e o processo de regularização fundiária vai continuar", afirmou.

Sem tendas, população aguarda atendimento bancário sob sol escaldante em Santana

População aguarda debaixo de sol escaldante Desde a semana passada que centenas de pessoas enfrentam duas grandes batalhas ao procurar...