segunda-feira, 31 de julho de 2017

Durante recesso, Câmara de Santana anuncia nova eleição da Mesa Diretora e deixa vereadores indignados

Edital de eleição foi lançado no recesso
Nem sequer começou os trabalhos do legislativo santanense nesse segundo semestre de 2017 e mais um fato envolvendo a atual presidência daquela Casa de Leis já está dando o que falar. 

Dessa vez a polêmica estaria sobre o anúncio e a realização de uma nova eleição para a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Santana referente ao biênio 2019/2020.

Segundo informações que circulam nos “bastidores” do legislativo local, com apenas sete meses à frente da presidência da Casa, a vereadora Helena Lima (PRP) consentiu espontaneamente pela realização dessa nova eleição interna. 

Edital em recesso 
Apesar de respeitar o que determina um dos artigos existentes no Regimento Interno da Câmara de Vereadores de Santana, que concede o livre árbitro de solicitar a realização de uma nova eleição interna – mesmo estando há pouco tempo na gestão – o que chamou a atenção de alguns edis foi a data da publicação do Edital. 

Uma chapa se inscreveu
Segundo consta no documento (que pode ser publicamente lido no mural de entrada da Câmara santanense), o Edital para a realização da eleição da Mesa Diretora foi oficialmente expedido na tarde da última quinta-feira (27 de julho), ou seja, durante o período de recesso em que o legislativo se mantem afastado de suas atividades parlamentares. 

“Sem ninguém saber ao certo, ela (a presidente da Câmara) publicou o Edital e montou uma chapa para concorrer ao pleito. Tudo bem que queira uma nova eleição, mas agir durante o recesso, não está favorecendo outras chapas de se candidatarem a tempo”, disse um vereador de Santana, que preferiu não se identificar. 

Conforme segue no Edital, o prazo para que novas chapas de inscrevam encerra no prazo de sete dias a partir da data de lançamento da eleição. Ou seja, como o Edital foi lançado no último dia 27 de julho, o prazo para que novas chapas participem do certame se encerra no próximo dia 03 de agosto (quinta-feira). 

“As chances de haverem outras chapas para concorrerem são mínimas, com certeza muita gente não sabe do concurso”, disse o vereador. 

Indignados 
O lançamento desse novo Edital no legislativo santanense pegou de surpresa diversos vereadores que integram a base de apoio do prefeito de Santana Ofirney Sadala, que se viram indignados com uma atitude considerada até mesmo “indecorosa”. 

Atual presidente Helena Lima
O fato chega a ser tão surpreendente que, de acordo com informações, a única chapa inscrita para eleição da Mesa Diretora já teria garantido o apoio de cerca de 70% dos edis – ou de pelo menos 10 vereadores que se mostraram favorável com a aprovação da atitude da atual presidência da Casa – não dando tempo suficiente para que uma 2ª chapa viesse a ser formada. 

“A antecipação de uma nova eleição na Câmara, com apenas sete meses de mandato, não está sendo apenas precoce, mas também muito imoral para a sociedade que ainda não viu bons resultados das ações dessa legislatura”, declarou. 

A atual presidência da Câmara de Vereadores de Santana foi procurada nesta segunda-feira (31/07) pelo blog para tratar dessa nova eleição, mas fomos informados que a direção da Casa ainda cumpria o período de recesso.

domingo, 30 de julho de 2017

Davi e Randolfe: “O futuro do Amapá sai por Santana”, destacou senadores em programa de rádio

Senadores participaram de programa de rádio
Assim reconheceu de forma resumida o senador Davi Alcolumbre (DEM), o atual quadro econômico e social do Estado do Amapá, durante participação em um programa de rádio neste sábado (29/07). 

Davi esteve acompanhado com o também senador Randolfe Rodrigues (Rede) de um debate aberto sobre suas atuações no Senado Federal e as perspectivas positivas para o Estado. 

Em um programa apresentado na cidade de Santana pelo vereador Dr.º Fabiano, assuntos como a questão das Docas de Santana e a Estrada de Ferro do Amapá também foram pautadas. 

Emendas 
Durante 90 minutos, os senadores explanaram detalhes de algumas emendas que foram apresentadas – e outras que serão discutidas nas próximas semanas – em prol do desenvolvimento da região. 

Uma dessas emendas parlamentares está ligada ao incentivo agrícola e pecuário, onde a Bancada acredita no desempenho dos produtores locais para garantir um crescimento viável até mesmo para o mercado nacional. 

Várias questões do Amapá foram pautadas
“Acreditamos nessa questão de que a pecuária do nosso Estado pode ser alavancada para novos horizontes que são oferecidos pelo mercado nacional se soubermos investir e selecionar a qualidade desses produtores”, comentou o senador Randolfe. 

Porto de Santana 
Outro ponto citado na linha do debate envolveu o setor portuário da cidade, que vem sendo considerado por grandes investidores comerciais um “alvo certo” para entrada e saída de mercadorias e produções. 

“Todos sabem que o Porto de Santana é um ponto estratégico para os grandes mercados internacionais, e o futuro do Amapá sai por aqui, então buscamos adequar essa estrutura administrativa para o âmbito de nossa autonomia, o que com certeza fortalecerá significativamente nossa economia e o progresso social”, destacou o senador Davi Alcolumbre. 

Porém, os senadores apontaram o fato da administração da portuária das Docas de Santana continuar sob o domínio da CDP (Companhia Docas do Pará), o que estaria, segundo os parlamentares, inviabilizando em diversas decisões positivas para o Estado. 

“O Governo (do Amapá) sabe que a autonomia direta do Estado nessas decisões daria muito mais força para a nossa economia e a aproximação de novos investidores nacionais”, pontuou Davi. 

Ferrovia 
A polêmica situação da Estrada de Ferro do Amapá foi comentada pelos parlamentares que acompanham há mais de dois anos os tramites judiciais de um dos mais antigos patrimônios da mineração brasileira. 

“A sua atual concessora (Zamin Mineração) alega na justiça que precisa de um prazo para se estabilizar em termos técnicos e financeiros, mas já foram dados diversos prazos a ela, e o que vemos é apenas um patrimônio que está se sucateando e gerando mais ainda desconforto para a nossa sociedade que fica sem saber o que será feito com esse patrimônio”, ressaltou Davi. 

Senadores falaram da situação da ferrovia do AP
O senador Randolfe também comentou sobre a constante “pressão” cobrada pelo Superior Tribunal Federal (STF) em relação à ferrovia amapaense. 

“No final do ano passado, o próprio STF bateu o martelo e disse que a ferrovia pertence ao Estado do Amapá, mas enquanto houver esse empecilho sob judice (que não decide oficialmente pela permanência da mineradora no Estado) não poderá ser feito muita coisa a nosso favor”, disse. 

Ao final do debate radiofônico, o vereador Dr.º Fabiano, que foi o interlocutor desse encontro, se mostrou satisfeito com as explanações pautadas e acredita que muitos projetos serão desenvolvidos com apoio dos senadores. 

“A cidade de Santana tem seus potenciais e com certeza o apoio da Bancada Federal conseguiremos sanar inúmeros problemas sociais e crescermos nesse caminho volta para a nossa economia e nosso bem-estar”, finalizou o vereador Dr.º Fabiano.

Maior goleada da história do futebol amapaense foi protagonizada por dois times de Santana

Os times entraram para os anais do futebol local
O feito avassalador ocorreu em meados de 1968, durante uma partida pela 4ª rodada do Turno de Classificação do Campeonato Amapaense daquele ano, quando jogaram na tarde do dia 21 de julho – um domingo –, no Estádio “Augusto Antunes”, na Vila Amazonas, as duas respeitadas representações esportivas da cidade portuária: o Santana Esporte Clube e o Independente Esporte Clube. 

O histórico encontro futebolístico serviu entre outras coisas, como para evidenciar na época a excelente forma física e técnica que vinha passando a agremiação do “Canário Amapaense” (assim como era conhecido o Santana Clube), constando no resultado surpreendente no final do marcador daquela partida: foram 12 x 2. 

Durante os 90 minutos de partida, a equipe onzena do “Canário” demonstrou em campo uma completa superioridade futebolística, movimentando-se como bem entendia, sem nenhuma preocupação, podendo até mesmo, terem ampliado o placar que encerrou com aquela uma dúzia de pontos a seu favor. 

Foi graças ao talento de Percival (que fez 5 gols), Timbó (fez 3), e os gols individuais feitos por Batista, Lelé, Doca e Haroldo que o “Canarinho” entraria para os anais do esporte amapaense com tal feito, sem deixar de citar os jogadores Edson e Castanhal que ainda assinalaram os dois pontos a favor para o “Carcará da Vila Maia”. 

Os times santanenses viraram notícia nacional
Tendo como juiz o Sr. Raimundo Pessoa Borges, o jogo também teve o auxílio de João Paes Sampaio e Flávio Teixeira, que registraram apenas uma anormalidade em campo: a retirada do artilheiro Trevizani que, aos 32 minutos do 2º tempo, teria agido com passo violento em cima de um jogador do time adversário. 

De acordo com informações publicadas pela imprensa da época, a Federação Amapaense de Desportos contabilizou a presença de mais de 1.200 espectadores que assistiram a este “duelo de titãs” que, em virtude da considerável somatória de gols em uma única partida, foi noticiado até mesmo pelo jornal paraense “O Liberal” dias depois (no Caderno de Esportes) com o título “Houve mais gols do que jogadores no Amapá”.

sábado, 29 de julho de 2017

Em menos de duas horas, Polícia de Santana recupera duas motos roubadas

Uma das motos encontrada no bairro Nova Brasília
As duas ações ocorreram em menos de duas horas. Entre às 11h00min e às 12h30min deste sábado (29/07), enquanto as equipes do 4° Batalhão da Polícia Militar de Santana foram verificar denúncias de motocicletas que estariam com restrição de furto/roubo. 

A primeira foi localizada em frente a Escola Estadual Francisco Walcy, no bairro Nova Brasília, e se trata de um Honda CG Titan de cor vermelha. 

Já a segunda é uma motocicleta Honda Titan de cor preta e estava em uma residência na Travessa L-6, no bairro Fonte Nova. 

Outra moto foi localizada no bairro Fonte Nova
Nas duas situações houve denúncia de populares junto a Central de Operações do Batalhão. 

Após verificada a veracidade das denúncias, os dois veículos foram apresentados na 2ª Delegacia de Polícia de Santana. 

O 4° Batalhão da Polícia Militar do Amapá agradeceu a participação da população através das denúncias e reafirma o compromisso de bem verificar a veracidade das informações. 

“Não obstante, orientamos aqueles que, por ventura, tiveram seus veículos furtados ou roubados a registarem a ocorrência na delegacia competente, a fim de possibilitar o acompanhamento de ocorrências desta natureza, informou a Polícia de Santana.

Informações da DRPI/4°BPM

Em rápida ação, policiais do 4º Batalhão de Santana prendem suspeito de roubo

Celular furtado foi recuperado pela PM
Um homem de 22 anos foi preso por uma guarnição do 4° Batalhão da Polícia Militar do Amapá. 

O fato ocorreu por volta das 11h da manhã desta sexta-feira (28/07), enquanto a equipe realizava diligências pelo Ramal da Souzamar à procura dos suspeitos de terem cometido um roubo a transeunte, horas antes, próximo à Escola Estadual Afonso Arinos. 

A guarnição tinha informações de que entre os acusados estava o vulgo "Meiota". Ao passarem pelo Ramal, o mesmo foi avistado e abordado. Com ele os policiais encontraram o aparelho celular que fora subtraído da vítima do roubo. 

Apesar de ter confessado a autoria do delito, o acusado não soube dizer o paradeiro dos demais envolvidos. 

Por fim, o mesmo foi conduzido até a delegacia competente a fim de levar o fato a conhecimento do delegado plantonista. 

Informações da DRPI/4°BPM

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Com transmissão pela internet, mais de 1.600 vozes se apresentam durante megaevento evangélico em Santana

Esse megaevento é a junção de dois grandes encontros anuais promovidos pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), chamados de “Liderar” e “Impactar”

Ambos tratam da participação de jovens e adolescentes que buscam manter um contato direto com Deus através de palestras, apresentações e momentos de descontrações. 

Coral com 1.600 vozes, entre jovens e adolescentes
“Todo ano uma cidade pelo Brasil é escolhida para sediar o evento, e este ano tivemos o privilégio de termos a cidade de Santana, no Amapá, como sede desse megaevento”, disse Adrielson Sousa, secretário de comunicação da AD em Santana. 

A abertura aconteceu na noite desta quinta-feira (27/07), no Templo Central da Assembleia de Deus Santana (AP), dirigida pelo pastor Lucifrancis Tavares, que este ano trás como tema “Juventude AD: Brasil somos todos Pentecostais”

Durante quatro dias consecutivos (até o próximo dia 30 de julho), uma extensa programação estará ocorrendo, incluindo debates e apresentações de cantores do segmento gospel nacional, como Lília Paz e Dinamara. 

Megaevento também transmitido pela internet
“Temos um coral formado por 1.600 vozes que estarão se apresentando durante os dias da programação, além de várias caravanas de pessoas que virão outros municípios do Amapá para prestigiar a ocasião”, salientou. 

Transmissão 
Outra novidade, segundo Adrielson, é a transmissão on-line do megaevento pela internet, podendo ser acompanhado pelas redes sociais. 

“Já tínhamos experimentado esse feito no ano passado e deu certo, agora voltamos a repetir para quem quiser compartilhar pelas redes sociais e participar com seus comentários”, disse. 

Cartaz oficial do megaevento no Amapá
Os preletores que estarão ministrando durante o evento serão: pastor Lucifrancis Tavares (MA), pastor João Barbosa(SP), pastor Luaran Lins (MA), pastor Jamiel Lopes (SP), pastor Valmir Nascimento(MT), dra. Valquíria Salinas(SP), pastor Rafael Bello(RJ) e pastor Isaías Ramos(SP). 

As inscrições, no valor de R$ 20,00, já estão abertas, e podem ser pagas tanto pelo boleto bancário ou cartão de crédito (através do PAYPAL), com os cartões: Visa, Mastercard, American Express, Elo, Dinners e Hipercard. 

Vale lembrar que para pagamento no cartão de crédito você precisa estar cadastrado no site da PayPal. 

Para se inscrever clique aqui. 
Serviço: 
LOCAL: Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Santana AD Santana/AP 
Pr. Lucifrancis Tavares 
Rua Salvador, 429, Centro 
Porto Santana - Amapá 
Tel.: (96) 98118-2025 
Dias: 27 a 30 de julho de 2017 

Linha do tempo: Encontro familiar reúne cinco gerações em Santana

Descendência familiar que mantém cinco gerações
Segundo um estudo divulgado no final de 2015, pela Universidade de Utah (EUA), as probabilidades de se manterem cinco gerações de descendentes vivos é registrado um em cada grupo de 50 mil famílias. 

Com certeza um privilégio concebido que em poucas famílias podem ocorrer ao redor do mundo, e por graça Divina é o que acontece na casa de uma família que reside no bairro Paraíso, o maior bairro da cidade de Santana (AP). 

Das cinco gerações de mulheres da família, quatro são mães numa linha genealógica considerada rara em termos de descendência viva. 

A história começa com a aposentada Benta Farias dos Santos, de 97 anos. De origem humilde, a paraense iniciou uma predominância feminina na família: teve duas filhas e um filho. 

Uma das filhas, Heida de Fátima, de 58 anos, teve outras duas meninas. Uma delas, Paula Cristina, 36 anos, teve um casal de filhos. Na ponta dessa árvore genealógica, Danilly Silva, 18 anos (que é filha de Paula Cristina), é mãe do pequeno Miguel, de cinco meses de vida. 

Entenderam essa linha do tempo? Bem, o resultado, em números, é simples: Benta é a matriarca da família com três filhos, cerca de vinte netos (cinco mulheres), 22 bisnetos (três mulheres) e cinco tataranetos. 

Paula é a avó mais nova dessa rara geração
A convivência é a melhor possível. Uma boa parte dessa enorme família mora no Estado, sendo que duas dessas famílias estão residindo no mesmo terreno, na cidade santanense, e nas ocasiões de datas comemorativas, o encontro chega a ser algumas vezes incalculável de tantos parentes dessa árvore genealógica. 

Pela linha genealógica da Família Santos, são ao todo três mulheres avós, sendo que a professora Paula Cristina, de 36 anos, se tornou a mais recente das avós

“Antes era bem estranho, agora estou mais acostumada”, revela a professora, com um sorriso inexplicável quando se trata de cativar o mais novo membro da família, o seu neto Miguel, com poucos meses de vida. “Me sinto uma nova mãe”. 

Quando perguntada sobre as possibilidades de alcançar o privilégio que sua avó galgou, Paula acredita nas vontades Divina. “Se Deus me permitir quero chegar até lá”.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Prefeitura de Santana notifica construção irregular em pórtico na entrada da cidade

A construção irregular de uma calçada no pórtico de entrada do município de Santana, feita pelos próprios moradores, foi notificada pela prefeitura da cidade na última segunda-feira (24/07). 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) informou que não foi emitido alvará. 

O titular da pasta, Lindemberg Araújo, ressaltou que a construção, que inclui uma calçada e tenda, é irregular porque invade o logradouro público. 

“A prefeitura já havia planejado a construção de uma calçada no pórtico, mas com a edificação feita pelos moradores isso foi inviabilizado. Por isso fizemos a notificação para que a construção fosse retirada e que desse prosseguimento”, destacou. 

Na terça-feira (25) uma equipe de imprensa foi ao local e a construção já havia sido retirada. A obra da calçada no pórtico foi iniciada pela prefeitura, segundo os moradores.

Em estado de decomposição, corpo de sexagenário é encontrado na Ilha de Santana

Vista frontal da Ilha de Santana
O corpo de um homem foi encontrado dentro de sua própria residência, localizada no distrito rural da Ilha de Santana, na tarde da última terça-feira (25/07).

Identificado pelo de José Maria Pelaes de Araújo, de 64 anos. A casa onde o cadáver foi encontrado está situada em frente à sede dos pescadores residentes na Ilha.

Uma equipe da Polícia Técnico Científica do Amapá (Politec/AP) esteve presente no local, mas não souberam informar a causa da morte foi natural ou se teve outras circunstâncias.

Ninguém da família do sexagenário foi localizado para comentar o fato.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Obras de construção do Hospital de Santana deverão ser retomadas

Obras do Hospital estão paradas há 8 anos
Equipes técnicas das Secretarias de Estado da Saúde (Sesa), de Planejamento (Seplan) e de Infraestrutura (Seinf) se reuniram na manhã desta segunda-feira (24/07), para consolidar o planejamento que vai nortear a retomada das obras do Hospital Estadual de Santana (HES). 

Novas adequações no projeto terão que ser feitas. A obra está paralisada há 8 anos, aproximadamente. 

Segundo o secretário adjunto de Planejamento, Otávio Magalhães, o projeto original é antigo – foi concebido na década de 90 – e precisa ser adequado a novas normas de engenharia específicas do ambiente hospitalar. 

As mudanças deverão transformar a unidade em um complexo que vai agregar os atendimentos de urgência e emergência, cirurgias, maternidade e pediatria. 

“Este é o terceiro encontro que estas equipes estão tendo. Foram reuniões de planejamento para retomada das obras. Hoje nós terminamos os planos e agora vamos partir para a execução, começando pelas adequações no projeto”, explicou Otávio. 

Na próxima terça-feira, 1º de julho, técnicos das três secretarias se reúnem com diretores de uma construtora especializada em projetos de unidades de saúde. 

A partir do prazo dado pela empresa para promover as modificações, o Estado deverá estabelecer um cronograma desde a entrega do projeto até a conclusão da obra. 

Segundo o secretário adjunto de Atenção à Saúde, Álvaro Pereira, as adequações também visam otimizar os recursos e o espaço físico da unidade, que agora passará a ter departamentos para esterilização e banco de leite humano, antes inexistes na concepção do hospital. 

“O planejamento desta obra levou em conta a projeção do crescimento populacional para os próximos 20 anos, não somente do município de Santana, mas também para as comunidades aos arredores e outras cidades, como Mazagão, por exemplo”, acrescentou o secretário Pereira. 

De acordo com Otávio Magalhães, o governo deverá desembolsar em torno de R$ 4 milhões até a entrega da obra.

Novas operações e ampliação da CDSA são assuntos debatidos com técnicos da Antaq

Prefeito Sadala comentou sobre situação da CDSA
O prefeito de Santana, Ofirney Sadala e o Vereador Dr.Fabiano participaram na manhã da última segunda-feira (24/07), de uma reunião de trabalho na Companhia Docas de Santana (CDSA), para definir os passos que a empresa tomará no próximo semestre. 

Durante a reunião, o prefeito destacou a importância de aumentar a competitividade do Porto de Santana em relação aos demais portos nacionais, a começar pela ampliando da área do entorno, o que, segundo ele, vai melhorar bastante a armazenagem e a movimentação de cargas.

Além do presidente da Companhia, Paulo Couto, estiveram presentes operadores, usuários do porto, vereadores municipais, o deputado estadual Jory Oeiras, representando a Assembleia Legislativa, o secretário estadual da Indústria, Comércio e Mineração, Eliezer Viterbino, representando o Governo do Estado do Amapá, o economista Charles Chelala, representando o senador Randolfe Rodrigues, e o representante da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Diego Barra. 

Sadala também falou da importância da união de todos os parlamentares amapaenses em torno das prioridades do porto, classificando como essencial nesse processo. 

“De nada adianta a ação empresarial se não tiver a companhia da vontade política. Reuniões como esta vão ser feitas de dois em dois meses para sensibilizar a classe política da importância da Docas para Santana e para o Estado do Amapá”, afirmou Ofirney Sadala. 

Vereador Dr. Fabiano acompanhou reunião
Essa foi a primeira vez que a equipe técnica reuniu com um gestor interessado em alavancar o trabalho da CDSA, explicou o presidente Paulo Couto. 

Segundo Paulo, a expectativa para os próximos seis meses é alta, levando em consideração as operações que já estão definidas, como as atividades do Projeto Grãos. 

O representante da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, elogiou a decisão do prefeito Ofirney Sadala em tornar periódicas as reuniões para a discussão de todas as ações que envolvem o Porto de Santana. 

Segundo Diego Barra, por meio desses encontros é possível aproximar mais as autoridades e os usuários do sistema para que juntos possam tomar as decisões e, assim, influenciem positivamente no desenvolvimento do Porto de Santana. 

“Vai existir uma agilidade maior até mesmo do setor púbico em responder as demandas. Então acho que vai ser muito bom para o porto, para o Município, para o Estado e até mesmo para o Brasil”, declarou. 

Para o vereador Dr. Fabiano, que acompanhou com detalhes a reunião, acredita que uma parceria entre o Poder Público e a iniciativa provada viabilizaria de forma bem significativa a área econômica que atravessamos.
 
“Com certeza uma ação conjunta favoreceria bastante e fomentaria essa questão que passa a Companhia Docas de Santana, ajudando até mesmo na sua reestruturação”, sugere o vereador.
 
A próxima reunião deverá acontecer no dia 25 de setembro, onde, dentre outros assuntos, será apresentado o projeto de balizamento das Docas.

Santa Ana: Procissão e Devoção acontecem há mais de 75 anos na região

Estátua erguida em 1999
Historicamente, a imagem dedicada à Nossa Senhora de Santa Ana tem se tornado uma devoção na região amazônica desde o século XVIII, quando o português Francisco Portilho de Melo (principal articulador que incentivou na colonização da Ilha de Sant’ Anna) subiu o Rio Amazonas, por volta de 1754, com intuito de se fixar na ilha que receberia o nome de sua “protetora santíssima”, e trouxe consigo uma imagem da santa esculpida em seus país de origem. 

Segundo relatos, Portilho colocou a imagem dessa santa no centro da vila que já existira na ilha e somente com a transferência do povoado para outro local, essa imagem acabou se perdendo de forma desconhecida. 

Alguns registros publicados no semanário “Pinzônia” (que circulou entre 1895-1899), alguns moradores que residiam na Ilha de Santana já realizavam pequenas comemorações em devoção à Santa Ana, na qual um dos moradores mais influentes da ilha (Sr. Constantino Lemos) tinha uma estatua da Santa (em madeira rústica) dentro de sua casa e costumava receber diversas pessoas que rezavam e faziam pedidos de milagres. 

Passado longo tempo (em 1942), dois missionários católicos que foram encaminhados para uma Casa de Campo da Sagrada Família, construída na Ilha de Santana, em local nas margens do Rio Amazonas, decidiram realizar a primeira procissão fluvial da ilha, composta de quase vinte embarcações (entre catraias e barcos de médio porte). 

A procissão teve saída da capela que existia no mesmo Retiro que abrigava os missionários e percorreu a Ilha de norte ao sul, sob trajeto fluvial. Na ocasião da procissão, a estátua utilizada no evento foi uma doação do Sr. Manoel Américo dos Santos, um humilde agricultor que residia nas proximidades do Rio Matapí. 

Procissão acontece na região desde 1942
De acordo com antigos relatos de ribeirinhos, a imagem fez o translado da Casa dos Missionários às 07:00hs da manhã do dia 26 de julho de 1942, de onde visitou inúmeras casas de devotos e somente retornou à Casa de Campo nas primeiras horas do dia 27.

Quando a Casa de Campo da Sagrada Família foi desativada em dezembro de 1946 e os dois missionários (Pe. José Beste e Pe. Luiz) retornaram à Macapá, a procissão deixou de ser realizada entre 1947 até 1952. 

Com a instalação do Colégio-Orfanato “São José”, no início da década de 1950, o diretor daquela instituição, Padre Simão Corridori, reuniu os alunos internos e planejou o retorno da procissão, que veio a acontecer em 26 de julho de 1953, numa romaria fluvial presenciada pelo Monsenhor Dom Aristides Piróvano (Bispo da então Prelazia de Macapá).

Em 1957, o evento deixou de ser novamente realizado em virtude do brusco falecimento do Padre Simão Corridori, ficando paralisado até 1962, quando foi inaugurada a primeira Capela dedicada à Santa, na Ilha de Santana. 

Essa Capela foi construída com a ajuda do Sr. Petter Van Cornelius Schurppenberg (holandês), dono de uma famosa serraria que havia na região. Com o apoio da Indústria e Comércio de Minérios Ltda (ICOMI), a procissão teve força com a participação de embarcações da mineradora e de particulares, isso já por volta de 1963. 

Durante os anos seguidos, a chamada “Romaria” veio crescendo incansavelmente, chamando a atenção de romeiros de outros Estados brasileiros, como Pará e Amazonas.

Em julho de 1981, a procissão de Santa Ana teve pela primeira vez a participação de um governador amapaense, que foi o Comandante Anníbal Barcellos, acompanhado de sua comitiva. 

Com a transformação do distrito de Santana em município do Estado do Amapá e a elevação da Ilha de Santana para a categoria de Distrito, o primeiro prefeito, Rosemiro Rocha, reconheceu o tamanho da devoção que os santanenses tinham pela padroeira e sancionou a Lei Municipal n.º 029/90-PMS do dia 23 de abril de 1990, que determinou o Dia 26 de Julho como Feriado Religioso, idolatrando o dia de Santa Ana, a padroeira do município de Santana.

Arquivo/Emanoel Jordânio

terça-feira, 25 de julho de 2017

“Carcará” empata nos minutos finais e garante vaga na semifinal do Amapazão

Sem dúvidas, este foi um dos melhores jogos desta fase classificatória do Campeonato Amapaense. 

O Esporte Clube Macapá chegou a ficar duas vezes a frente do placar, mas não conseguiu suportar a pressão imposta pelo Independente Clube, de Santana, que foi buscar o empate em 2 A 2 aos 40 minutos do segundo tempo, resultado que colocou o Carcará na semifinal do estadual, nesta segunda-feira (24), no Estádio Olímpico Zerão.

Muitos gols perdidos no primeiro tempo 
O Macapá fez o melhor primeiro tempo do time até o momento no Campeonato Amapaense. Com jogadas rápidas, o Leão da FAB envolveu o Independente que até certo ponto se surpreendeu com o domínio do adversário. 

Logo aos sete minutos, o Macapá saiu na frente no placar com Daniel, após o goleiro Paulo Rafael ter dado rebote no chute de Erê. O arqueiro inclusive se lesionou no lance e deu o lugar para Zé Maria. 

O Macapá continuou pressionando nos 10 minutos seguintes, até que Kik empatou para o Independente, aos 19. O gol colocou o Carcará de volta ao jogo e passou a dominar a partida. 

O alviverde santanense perdeu um caminhão de gols, o mais íncrivel foi quando o goleiro André Luís rebateu mal a bola que sobrou paa Felipinho. O atacante driblou o goleiro e chutou para o gol, mas a bola foi fraca e deu tempo para George evitar o gol debaixo da trave. 

Segundo tempo equilibrado 
A conversa com o técnico Jorginho no intervalo, deu certo para os jogadores do Macapá que voltaram mais atentos no segundo tempo. O Leão da FAB tinha mais volume de jogo e o gol só foi questão de tempo para sair. 

Aos 18 minutos, Marajó recebeu cruzamento da direita e cabeceou para o fundo do gol, colocando os azulinos novamente na frente do placar. Após o gol, o Independente acordou para o jogo e começou a dar perigo para o goleiro André Luís que também não estava em um grande dia. 

O Carcará infernizou a zaga adversária com as jogadas individuais de Felipinho, Vinícius e cia. Depois de tanto insistir, o gol veio aos 40 minutos com Felipinho, após o atacante chutar cruzado e contar com uma "ajudinha" do goleiro do Macapá. 

Leão ferido, mas não morto 
O gol do Independente aos 40 minutos foi um baque para o Macapá que estava perto de ficar com a vitória. Com o empate, o Leão da FAB subiu para a segunda posição com cinco pontos, mas pode voltar para a terceira colocação caso o Ypiranga vença o Trem na próxima quinta-feira (27). 

O Macapá ainda tem mais um jogo para apostar todas as fichas por uma vaga para as semifinais. No sábado (29), o azulino enfrentaria o Santos-AP, mas a partida será adiada para o mês de agosto, pois o Peixe tem compromisso no domingo (25), pela Série D do Brasileirão. 

Primeiro classificado 
Com o empate, o Independente chegou aos 9 pontos e não pode mais ser alcançado pelo Macapá, Ypiranga e São Paulo-Ap que só podem chegar aos 8 e 7 pontos, respectivamenete, e por isso está classificado para as semifinais do Campeonato Amapaense. 

O Carcará não tem mais jogos para realizar nesta fase, mas apesar de já estar garantido na próxima fase, o alviverde tem que torcer para que Santos-AP e Trem, não ultrapassem os 9 pontos, pois caso aconteça, o Independente cairá para a terceira posição e assim perderá a vantagem do empate no mata-mata.

Informações do G-1 Amapá

SENAI abre inscrições para cursos técnicos em Macapá e Santana

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá está com inscrições abertas para três cursos técnicos. As oportunidades são para as áreas: Eletromecânica e Segurança do Trabalho, ofertados na unidade Macapá; e Eletrotécnica, em Santana. 

Os interessados têm até 31 de julho para acessar o site www.ap.senai.br (clique aqui!), conferir o edital e se candidatar às vagas. 

Os cursos técnicos ofertados pelo SENAI AP são direcionados a quem já concluiu o Ensino Médio ou que, até o término da habilitação, adquira comprovação do nível de ensino. A formação é ideal para quem pretende investir em uma nova profissão ou quer se especializar em uma área de atuação. 

Os três cursos serão realizados no turno da noite, com carga horária de 1.200 horas, na fase escolar. 

Prova de nivelamento 
Os inscritos serão submetidos a uma prova de nivelamento, que será realizada em 31 de julho, de forma online. 

Para isso, o candidato deverá acessar o e-mail, informado no ato da inscrição, para receber o link e o código da prova. 

Valor da mensalidade, condições especiais de pagamento e informações adicionais podem ser obtidas pelos números 3084-8921 ou 3084-8923 ou pelo e-mail atendimento@ap.senai.br.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Nova Brasília: Vigilante é ferido por bandidos em assalto a posto de saúde

Uma tentativa de assalto a uma unidade de saúde foi registrado na manhã dessa segunda-feira (24/07). O fato teria ocorrido no Posto Antônio Serieiro, no bairro Nova Brasília.

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar de Santana – e funcionários do referido posto de saúde, que pediram para não serem identificados – o episódio aconteceu por volta das 5h da manhã, quando na ocasião estava apenas o vigilante do local, de prenome Marconi. 

De acordo com levantamentos preliminares, dois bandidos teriam tentado invadir a unidade de saúde, quando foram surpreendidos pelo vigilante do plantão, que procurou se defender durante a ação criminosa, havendo luta corporal entre as partes. 

Na ocasião, Marcondes acabou sendo gravemente lesionado pelos bandidos, que usaram de vários métodos maliciosos, como pauladas e de uma faca, para desferir o vigilante. 

Agentes da Polícia Militar de Santana foram acionados e estiveram presentes, onde encaminharam o vigilante para o Hospital de Emergências de Santana, recebendo os cuidados médicos necessários. Nenhuma pessoa envolvida no assalto havia sido presa até o final desta matéria.

Suspeito é morto durante ação policial em Santana

Por volta das 23h deste domingo (23/07), uma equipe do 4° Batalhão da Polícia Militar do Amapá foi designada para atender a uma ocorrência de roubo que havia acabado de acontecer na frente de uma residência na Avenida Das Nações, no bairro Centro, onde as vítimas foram ameaçadas por dois indivíduos que, usando de violência e armados com uma arma de fogo, lhes subtraíram um aparelho celular, um cordão dourado e uma bicicleta. 

Em seguida, ainda segundo as vítimas, estas acompanharam visualmente os acusados durante a fuga e viram quando os dois entraram em uma residência na Avenida Princesa Izabel no bairro Paraíso. 

A partir destas informações, a equipe se deslocou até o local e lá chegando conseguiu abordar um dos acusados enquanto o outro empreendeu fuga portando em uma das mãos uma arma de fogo. 

Neste momento, a equipe solicitou apoio de outra guarnição de modo a fazer o cerco policial nas imediações. Uma outra guarnição, ao se deparar com o segundo suspeito, deu voz de abordagem advertindo que se tratava de uma abordagem policial e se abrigou em local seguro, uma vez que visualizou o suspeito armado com arma de fogo. 

Porém, o mesmo não acatou as ordens policiais e efetuou dois disparos em direção à equipe. Ante a ofensiva empreendida pelo infrator e com a finalidade de preservar a integridade dos moradores da vizinhança e da própria guarnição, os militares revidaram em igual proporção a fim de cessar a ofensiva violenta com a qual foram recebidos. 

No confronto, o nacional Kennedy Fonseca Cunha, de 19 anos, foi atingido por disparos na região torácica. Tendo cessado a injusta agressão, imediatamente os militares recolheram o revólver calibre 38 com seis cartuchos, sendo dois deflagrados, utilizado por Kennedy, e prestaram socorro ao mesmo até o Hospital de Emergências de Santana onde, minutos depois, este veio a óbito. 

Ao realizar consulta aos bancos de dados da Justiça e do Iapen, a Central de Operações constatou que Kennedy já havia dado entrada naquele estabelecimento prisional pelo crime de roubo qualificado. 

Ressalte-se também que Kennedy figurava como principal suspeito em uma série de roubos nos últimos meses, sendo um dos mais recentes o ocorrido em uma residência no bairro Fonte Nova, onde uma menina de 12 anos sofreu várias sessões de estrangulamento até que o acusado conseguisse subtrair uma quantia em dinheiro dos moradores. 

Ao término dos procedimentos, o outro acusado foi conduzido juntamente com as vítimas do roubo para a 1° Dps a fim de apresentar o fato ao conhecimento do delegado plantonista. 

DRPI/4°BPM

domingo, 23 de julho de 2017

Suspeitos de cometerem uma série de assaltos em Macapá e Santana são presos pela PM

Dois homens, um de 22 e outro de 31 anos, foram presos por uma guarnição de militares do 4° Batalhão da Polícia Militar do Amapá. A prisão ocorreu por volta das 11h da manhã deste domingo (23) na Avenida Castelo Branco, no bairro Central em Santana. 

A dupla estava em uma motocicleta Honda Broz, de cor vermelha e vinha sendo procurada pelas equipes de serviço desde o início da manhã após duas pessoas terem entrado em contato com a Central de operações do Batalhão comunicando terem sido vítimas de roubo, a primeira no Distrito da Fazendinha (Macapá) e a segunda na Avenida Santana, no bairro Paraíso (em Santana), ambos praticados por dois homens em uma motocicleta com características semelhantes a dos abordados. 

Em razão das duas ocorrências, durante abordagem, a equipe solicitou que a segunda vítima fosse até o local, a fim de reconhecer os mesmos. 

Diante da confirmação desta, os abordados confessaram o cometimento dos crimes, porém, já não estavam mais de posse da materialidade que fora subtraida. 

Seguindo as normas legais, ambos foram presos e conduzidos até à 1°Delegacia de Polícia de Santana a fim de serem apresentados a Polícia Civil, uma vez que foram reconhecidos pela vítima. 

DRPI/4°BPM

Uma centenária que atravessou várias gerações, revela o segredo de uma vida longa: “Sempre com Jesus!”

“Esse é o meu último aniversário”, assim comentava de modo sátiro e brincalhão, a aposentada Maria Ferreira Rodrigues, para os alguns amigos e parentes que compareceram na noite desse sábado (22/07) à sua casa, no bairro Nova Brasília, indo parabeniza-la pela passagem de mais um ano de vida, porém, não sendo uma idade qualquer, mas sim, ao seu centenário. 

O tempo pode ter envelhecido a pele de “dona Maria” (ou “vó Maria”, como é carinhosamente chamada por muitos), mudou a cor dos seus cabelos, mas não foi capaz de tirar o brilho de seus olhos, a alegria, a perseverança, a sua autoestima, vontade de viver e de ainda mais, de conversar enquanto puder se manter de pé, sem a ajuda de ninguém. 

Completando 100 anos de idade, dona Maria Rodrigues ainda demonstra muita vitalidade e bom humor. 

Os familiares afirmam que ela segue uma rotina de cuidados com sua saúde, mantendo seus próprios horários para alimentação e de descansos. 

Alguma regra de rotina? Nenhuma. Segundo os familiares, bem pouca coisa a aposentada deixou de consumir, e mantém hábitos da alimentação regional, entre eles, o tradicional açaí. 

Quando questionada sobre o grande segredo de uma longevidade, responde com firmeza: “Tendo sempre Jesus em seu caminho, assim que eu ainda estou de pé”. A frase sai acompanhada por um leve sorriso. 

Aos poucos, a centenária foi se soltando durante a modesta recepção feita para comemorar a data, relembrando pessoas que atravessaram por sua história e tantos que ainda seguem ao seu lado. 

“Tive cinco filhos e vi muita coisa que essa vida me mostrou, coisas que dão tempo de contar e muita coisa que não daria tempo de contar tudo”, disse emocionada dona Maria, que reside atualmente com três netos e bisnetos. 

Para a ocasião da data, além da recepção realizada em sua própria residência, um representante da Igreja Evangélica Assembleia de Deus da cidade de Santana também esteve presente nas comemorações, proferindo um atento discurso de congratulações à data e aos feitos realizados pela aniversariante. 

Aniversariante cercada de parentes e amigos
“Quem conhece a história de dona Maria, sabe a luta que ela já viveu, sabe os testemunhos que ela carrega”, comentou o pastor Gregório, que continuou: “Mesmo já não aquela vitalidade de antes, ela continua firme com Deus, tomando a Santa Ceia todo o mês e acompanhando a Palavra de Deus”. 

Após a Palavra proferida em ação de graças à aniversariante, parentes e convidados brindaram a data com um jantar especial. 

Maria Ferreira é amapaense nascida no dia 22 de julho de 1916, sendo que foi casada apenas uma vez, com quem teve cinco filhos (tendo hoje três vivos). 

Reside em Santana há mais de seis décadas, sendo que já morou em áreas que hoje são bairros da cidade, como Vila Daniel, Vila Amazonas, Centro e hoje morando no bairro Nova Brasília.

sábado, 22 de julho de 2017

Antaq abre processo de licitação do Terminal de Cavacos em Santana

O diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), Adalberto Tokarski, realizou consulta pública para licitação do terminal de cavaco de madeira do Porto de Santana, no Amapá. 

O anúncio foi feito durante audiência pública da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados para debater o futuro das companhias Docas e as funções essenciais das autoridades portuárias para o desenvolvimento do setor. 

O diretor-geral da Antaq lembrou que, após a instituição da Lei dos Portos – Lei nº 12.815/2013 –, foram aprovados mais de R$ 20 bilhões em processos de reequilíbrio e prorrogação antecipada de contratos de arrendamento em todo o Brasil. 

“No Brasil, temos portos com boa gestão e outros nem tanto, que precisam melhorar para se tornarem mais eficientes e competitivos”, apontou. 

O arrendamento do terminal de Porto de Santana é destinado à movimentação e ao armazenamento de cavaco de madeira, e trata-se de uma das principais fontes de renda do porto, pois tem capacidade de operação de até um milhão de toneladas por ano. 

O cavaco é produzido a partir de toras de madeira, sendo utilizado, principalmente, na produção de celulose e de MDF para mercados asiático e europeu. 

Mais detalhes sobre a ampliação do Porto de Santana 
Segundo a advogada especialista em Portos, Cristiana Muraro, do escritório Jacoby Fernandes, os estudos estão sendo conduzidos pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, com previsão de conclusão para o primeiro semestre de 2018. 

“A fase atual do certame é de audiência pública. O modelo de licitação será o de arrendamento, por um prazo de 25 anos, com investimentos estimados em R$ 40 milhões. Além dessa licitação, a revisão da poligonal do porto organizado de Santana também está beneficiando milhares de familiares que residem nas proximidades e possibilitando a captação de recursos na ordem de R$ 7 milhões ao ano para os cofres do Amapá”, explica.

A advogada destaca que o setor de Portos é uma área bastante promissora. O novo marco regulatório do setor portuário trouxe alterações conceituais que impactaram significativamente os regimes de exploração dos portos. 

“Como consequência, todos os atores desse setor se depararam com grandes desafios práticos e jurídicos, entre os quais: a necessidade de reformulação da gestão de operações e de mão de obra; a importância de minimizar as ingerências corporativas e burocráticas; e, sobretudo, racionalizar o uso dos espaços e instalações, imprimindo-lhes a maior eficiência possível”, observa Cristiana Muraro.

Informações do Brasil-News

Sem tendas, população aguarda atendimento bancário sob sol escaldante em Santana

População aguarda debaixo de sol escaldante Desde a semana passada que centenas de pessoas enfrentam duas grandes batalhas ao procurar...