Obras de construção do Hospital de Santana deverão ser retomadas

Obras do Hospital estão paradas há 8 anos
Equipes técnicas das Secretarias de Estado da Saúde (Sesa), de Planejamento (Seplan) e de Infraestrutura (Seinf) se reuniram na manhã desta segunda-feira (24/07), para consolidar o planejamento que vai nortear a retomada das obras do Hospital Estadual de Santana (HES). 

Novas adequações no projeto terão que ser feitas. A obra está paralisada há 8 anos, aproximadamente. 

Segundo o secretário adjunto de Planejamento, Otávio Magalhães, o projeto original é antigo – foi concebido na década de 90 – e precisa ser adequado a novas normas de engenharia específicas do ambiente hospitalar. 

As mudanças deverão transformar a unidade em um complexo que vai agregar os atendimentos de urgência e emergência, cirurgias, maternidade e pediatria. 

“Este é o terceiro encontro que estas equipes estão tendo. Foram reuniões de planejamento para retomada das obras. Hoje nós terminamos os planos e agora vamos partir para a execução, começando pelas adequações no projeto”, explicou Otávio. 

Na próxima terça-feira, 1º de julho, técnicos das três secretarias se reúnem com diretores de uma construtora especializada em projetos de unidades de saúde. 

A partir do prazo dado pela empresa para promover as modificações, o Estado deverá estabelecer um cronograma desde a entrega do projeto até a conclusão da obra. 

Segundo o secretário adjunto de Atenção à Saúde, Álvaro Pereira, as adequações também visam otimizar os recursos e o espaço físico da unidade, que agora passará a ter departamentos para esterilização e banco de leite humano, antes inexistes na concepção do hospital. 

“O planejamento desta obra levou em conta a projeção do crescimento populacional para os próximos 20 anos, não somente do município de Santana, mas também para as comunidades aos arredores e outras cidades, como Mazagão, por exemplo”, acrescentou o secretário Pereira. 

De acordo com Otávio Magalhães, o governo deverá desembolsar em torno de R$ 4 milhões até a entrega da obra.

Comentários

Postagens mais visitadas