Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Prefeito de Santana sofre derrota em ação do sindicato dos servidores municipais

Julgando mandado de segurança impetrado pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Santana, o desembargador João Lages, do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), concedeu liminar para determinar ao prefeito Ofirney Sadala e ao secretário Eduardo Seabra (Administração) que se abstenham de reconduzir servidores listados no mandado ao cargo de gari até o julgamento final do processo, sob pena de multa de R$ 500 por dia de descumprimento. 
A entidade alegou que no ano de 1998, após aprovação no concurso público para provimento na função de gari, os servidores tomaram posse e entraram em exercício.
Todavia, no dia 1º de novembro de 2006, através da Lei 749/2006, houve a extinção do Grupo Ocupacional de Apoio Operacional e Auxiliar de Nível Fundamental, incluindo a categoria de gari. 
Afirma o sindicato que, em razão da extinção do grupo, no ano de 2007, 59 servidores, por meio de ato administrativo vinculado (aproveitamento), assinaram termo de opção para inserção à função de vigia, tendo vist…

Últimas postagens

Santana registrou três homicídios em menos de 18 horas

Na área do “Maconhão”, troca de tiros durante bebedeira deixa um morto e dois feridos

Mototaxista é morto com vários tiros em Santana

Fechado seu 1º contrato internacional, lutador santanense fará megacombate com adversário russo

Em menos de uma semana, PM de Santana recupera mais duas motocicletas

Implementação: Prefeito Ofirney enfrenta a 1ª greve de sua gestão

Unifap convoca aprovados para 4 cursos de graduação em Santana; veja listas

“Conclusão para dezembro”, prevê Setrap sobre obras na Rua Adálvaro Cavalcanti

Mais um registro de afogamento na Ilha de Santana

Premiado Youtuber fará palestras a estudantes de Macapá e Santana