segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Delta do Matapí: Equipe do 4º Batalhão de Santana prende homem por tráfico de drogas

Neste domingo (10), uma equipe da Companhia Especializada em Rádiopatrulhamento Motorizado do 4º Batalhão de Polícia de Santana, prendeu um homem por tráfico de drogas. 

A equipe foi acionada pela Central de Operações para verificar uma denúncia de posse de arma de fogo e venda de substância entorpecente no ramal do Delta do Matapí. 

Segundo a denúncia, um cidadão conhecido como “Jura”, estava portando uma arma de fogo e vendendo drogas no local. A equipe deslocou-se até o referido endereço, onde localizou e abordou indivíduo mencionado na denúncia, o qual negou tal informação e autorizou a entrada da equipe na sua residência para fazer verificação do fato. 

Durante as buscas, foram localizadas porções de substância supostamente entorpecente dos tipos crack e maconha, balança de precisão e valores em dinheiro. Ao ser questionado sobre a procedência do material encontrado, o infrator recusou-se a dar tal informação.

Diante do flagrante a equipe conduziu o infrator e o material apreendido para a apresentação na 1ª Delegacia de Santana. 

Divisão de Relações Públicas e Imprensa do 4°BPM/DRPI.

‘Arte na Comunidade’ chega aprimorando a qualidade de vida dos moradores do Ambrósio

A comunidade do Ambrósio, na área portuária de Santana, recebeu neste sábado (09) o 3º mutirão de pintura do projeto Comunidade Restaurativa. 

A iniciativa é uma entre várias que buscam aprimorar a qualidade de vida dos moradores da região, abordando desde aspectos ambientais (limpeza, decoração e conservação) a aspectos humanos (aplicação e capacitação em técnicas restaurativas, cursos profissionalizantes), promovendo os sensos de propriedade e pertencimento nas pessoas que ali residem. 

Para a realização desta etapa, batizada de ‘Arte na Comunidade’, foram doados 50 kits de pintura pelas instituições parceiras e voluntários. 

O destaque do dia foi a participação de crianças da comunidade e voluntárias, que colocaram a mão na massa para ajudar a pintar o Ambrósio com cores vivas e alegres. Após a atividade, elas foram reunidas para um círculo restaurativo onde trocaram histórias e ideias com as outras crianças envolvidas na ação. 

“Este círculo tem foco na cultura, hábitos e conhecimentos que cada criança traz de sua criação, compartilhando esses valores com os demais e gerando um aprendizado mútuo”, explicou a servidora da corregedoria da Prefeitura de Santana Sônia Maria Barbosa Fernandes, que conduziu o círculo. 

“É um momento que ajuda a construir o cidadão do futuro e criar desde cedo esses sensos de pertencimento à comunidade e propriedade do espaço público”, complementou. 

Um dos voluntários empenhados na ação de pintura foi o agente da Defesa Civil André Oliveira, santanense feliz em participar e contribuir com a ação. 

“É uma ação muito boa por nos aproximar da comunidade, que necessita muito e às vezes o morador não pode arcar com a pintura de sua casa”, defendeu. 

A juíza Carline Negreiros, titular do Juizado Especial Cível e Criminal de Santana e diretora do Fórum da Comarca, acredita que as diferentes abordagens do projeto Comunidade Restaurativa têm potencial real para mudar a vida no Ambrósio, pois para “muito além da cor, pretendemos aprimorar as relações, construindo uma troca diária mais saudável e harmônica”. 

Entre as capacitações oferecidas aos moradores do Ambrósio, a juíza ressaltou cursos de: automaquiagem e maquiagem profissionalizante (em parceria com o Sebrae), chope gourmet, biojoias com laços e fitas; além de facilitadores de justiça restaurativa entre membros da comunidade. 

“Buscamos aqui estimular que os moradores possam criar um movimento de união, para que entendam que juntos podem tornar o Ambrósio um lugar limpo, organizado, bom de se morar e bem colorido. Com o engajamento de todos um dia esta comunidade pode se tornar um ponto turístico, um foco de visitação pública”, elaborou a magistrada. 

O projeto Comunidade Restaurativa é uma cooperação entre a Justiça do Amapá e o Ministério Público do Amapá. Também são parceiros: Prefeitura de Santana, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Marinha do Brasil, Escola Ambiental, Projeto Transformando Vidas e empresas privadas.

Agredida pelo ex, mulher é salva por Uber em Santana: “Um covarde”

Uma mulher estava sendo agredida por um homem na noite deste domingo (10) quando uma motorista de aplicativo (Uber) acabou avistando a situação e imediatamente tomou frente de intervir com seu veículo.

Segundo a motorista Edileusa Lopes, de 52 anos, a cena da agressão estava ocorrendo em um trecho da Avenida Maria Colares, no bairro Hospitalidade, o que logo lhe chamou a atenção. 

“Estava fazendo minha última viagem quando socorrir essa moça. (...) Um covarde do ex estava espancando ela, com a ajuda de Deus conseguir salvar ela jogando o carro em cima dele. E levei ela pro hospital”, relatou a motorista, em trecho da nota postada nas redes sociais. 

Edileusa ainda contou que precisou levar a vítima para o Hospital de Macapá devido à gravidade das lesões que a mulher ficou, entre elas, que afetaram sua visão. 

“Ela só lembra o nome dela Eliziane Cardoso e a rua que mora é Teotônio Vilela remédio l. Se alguém conhecer me chame no PV o meu 999132812 ZAP. Levarei ela pra minha casa.”, disse a motorista. 

A atitude heroica de Edileusa viralizou nas redes sociais, recebendo centenas de compartilhamentos e mensagens de apoio pelo ato. 

O blog localizou a Uber no início da tarde desta segunda-feira (11), que no momento nos repassou que estava numa delegacia já comunicando o fato.

domingo, 10 de novembro de 2019

Dos Remédios: Moradores do bairro são atendidos pelo Projeto Lucas

As ações do Projeto Lucas tem se intensificado e buscado atender um número cada maior de pessoas no Brasil. 

O resultado deste trabalho pode ser visto no último sábado (09) no bairro Dos Remédios II, área noroeste de Santana. 

O projeto que promove atendimento móvel de saúde em um ônibus, levando serviços gratuitos para comunidades carentes contou com uma equipe de voluntários que são membros da Igreja do Evangelho Quadrangular e de vários profissionais da área da saúde que residem na cidade. 

Os voluntários se dispuseram e doaram um pouco de seu tempo para participar das muitas atividades desenvolvidas para este trabalho. São profissionais de diversas áreas e missionários que levaram o mais importante, a palavra de Deus. 

Além do atendimento odontológico e médico, os presentes participaram de ações como corte de cabelo, massoterapia, tipagem sanguínea e até a comercialização de produtos para a classe feminina haviam na ocasião. 

A missionária Betânia Lopes, que integra a equipe que esteve à frente do Projeto no bairro, ressalta a importância dos atendimentos para a comunidade. 

“Isto é resultado de um bom trabalho que fazemos para aqueles que nunca conseguiram atendimento nas redes de saúde, ou encontram dificuldades para serem atendidos. O Projeto visa exatamente facilitar esse caminho e oferece esses voluntários para justamente amenizar essas procuras”, explicou Betânia. 

No ônibus que foi estacionado em frente à casa da Pastora Socorro Sena, a procura pelos atendimentos foi se ampliando mais no horário da tarde. 

Para a doméstica Edinelma Sanches, os serviços oferecidos pelo Projeto vieram em momento bom. 

“Convidei minhas vizinhas que já vieram e gostaram de como foram atendidas”, disse a doméstica. 

Da mesma forma se mostrou satisfeito o mecânico Elias Moreira, de 40 anos, que acompanhou um dos filhos e aproveitou para usar os serviços de corte de cabelo do projeto. 

“Nos sentimos bem quando acontece uma ação dessas por aqui”, falou o mecânico. 

A coordenação do Projeto não informou ao blog a quantidade de atendimentos que foram realizados durante este sábado (09), mas estima-se que possa ter ultrapassado mais de 200 pessoas atendidas.

Governo do Estado assina convênio para asfaltamento na Vila Amazonas

Um dos mais tradicionais bairros do município de Santana, o Vila Amazonas, será contemplado com quatro quilômetros de serviços de asfaltamento. Para que a obra se concretize, na última sexta-feira (dia 08), o Governo do Amapá assinou convênio de R$ 342,2 mil com a Prefeitura de Santana, e garantiu contrapartida à emenda de bancada parlamentar destinada pelo ex-deputado federal Bala Rocha, que é de R$ 1,7 milhão. 

A previsão é de que as obras sejam concluídas em março de 2020. Em seu discurso, Waldez ressaltou que o governo sempre busca estabelecer parcerias para assegurar investimentos. 

“São quatro quilômetros de asfalto. Temos a certeza de que esse trabalho trará mais mobilidade, segurança e melhores condições de moradia à comunidade de Vila Amazonas. O Governo do Amapá sempre trabalha com diálogo, que é para garantir contrapartidas e evitar que recursos como esse deixem de ser investidos em mais qualidade de vida para a população”, frisou Waldez. 

O governador destacou que vem escutando representantes santanenses sobre as necessidades e prioridades do município. Ele lembrou que os trabalhos na Vila Amazonas integram outros investimentos do Estado para o segundo município mais populoso do Amapá, um deles é o de mobilidade urbana, que contempla mais 38 quilômetros de asfaltamento executados via administração direta pela Secretaria de Estado de Transporte (Setrap). Além disso, entre 2015 e 2018, foram executados 28 quilômetros de obras nas ruas e avenidas da cidade. 

Para o prefeito de Santana, Ofirney Sadala, as parcerias com o Estado têm sido fundamentais. 

“Esse trabalho em conjunto já garantiu serviços, como asfaltamento e limpeza pública de qualidade para nossa população”, reconheceu Sadala. 

O convênio foi viabilizado pela Secretaria de Estado de Cidades (SDC). Segundo o gestor da pasta, Antônio Teles, o governo ainda tem convênios que somam R$ 500 mil para investimentos em Santana.

sábado, 9 de novembro de 2019

“Exemplo de mulher está no comando do secretariado Legislativo de Santana”

Alcilene é Secretária do Legislativo de Santana
Uma função que até pouco tempo se restringia à classe masculina, foi sendo aos poucos ocupada por mulheres que passaram a demonstrar claramente a sua dedicação profissional à frente do legislativo. 

Atentamente direcionado às atividades de quinze (15) vereadores, além de seus assessores e até das demais Comissões Legislativas, o papel do Secretário Geral da Câmara de Vereadores de Santana está mais além desses serviços de protocolar atas, despachar ofícios, relatórios, portarias, comunicados e outras informações de interesse dessa Casa de Leis. 

Sua presença não fica apenas nos convencionais horários diários de expediente – ou seja, de segunda a sexta das 8h da manhã até às 13h – mas sim, também de mostrar seu compromisso de atender o público interno e externo do local, sendo até mesmo o presente ‘esteio mantenedor’ que durante as sessões noturnas do legislativo, é quem providencia a entrega organizada de documentos e requerimentos dos edis. 

“Todos os dias aprendo algo novo”, disse Alcilene Magave, que responde desde junho de 2017 pela Secretaria do Legislativo da Câmara de Santana. 

Considerada a primeira mulher à frente desse cargo administrativo, Alcilene cumpre inúmeras tarefas técnicas e administrativas que a demonstram claramente a importante participação feminina nesta área político, quebrando assim vários tabus. 

Compromisso com o Legislativo 
Numa entrevista ao blog Santana do Amapá, a macapaense Alcilene Amaral Magave, de 44 anos de idade, é de uma tradicional família do Estado e contou que desde nova buscou conquistar seu espaço na vida profissional. 

“Sempre procurei alçar minhas metas, mesmo sabendo que desde nova existiria grandes desafios que poderiam me intimidar, mas nunca parei de lutar pelo que queria”, declarou.

Funcionária efetiva do quadro da Câmara de Vereadores de Santana desde 1996, é graduada em Rede de Computadores e se tornou a primeira mulher a assumir o cargo de secretária do Legislativo santanense. 

Sua indicação demonstra simultaneamente a mesma importância da primeira mulher que também está frente da presidência dessa Casa de Leis do municipal. 

“Desde que assumiu a presidência da Câmara, a vereadora Helena Lima veio demonstrando o seu interesse com a classe (feminina), não em reconhecer o profissionalismo das mulheres, como também valorizar os servidores dessa Casa. Minha atuação é prova disso”, disse Alcilene. 

Mas sua capacidade em lhe dar com os assuntos relacionados ao legislativo não se restringe apenas às determinações ditas nas sessões bissemanais: a secretária procura constantemente manter sua linha de informação atualizada. 

“Como o cenário político vai se alterando a todo momento, procuro acompanhar suas novidades e vou buscando orientações e conselhos com quem conhece de assuntos jurídicos e administrativos que estão diariamente ligados ao legislativo”, contou. 

O dia-a-dia na Câmara 
Mesmo com a modernização no processo administrativo e operacional dos sistemas legislativos do país – onde requerimentos e solicitações dos legisladores já são enviadas através de e-mails e pastas digitais – Alcilene também conta com o apoio diário de outras três profissionais em sua sala (todas mulheres), que agilizam os serviços proferidos no setor. 

“Estamos nos adequando com um portal virtual que a Câmara de Santana vem desenvolvendo pela internet, como ferramenta que facilita nossos trabalhos, mas o apoio de colegas com mesmo profissionalismo e desempenho, me deixa mais segura nos trabalhos que faço”, reconhece. 

Durante as sessões, sua atuação vai em distribuir as pautas, acompanhar o andamento da sessão, como também disponibilizando constantemente aos legisladores em esclarecimentos ligados às pautas e assuntos debatidos na ocasião. 

“Sempre procuro seguir cautelosamente o rito das sessões, e quando acontece alterações inesperadas, temos que agir com maior profissionalismo e coerência nos assuntos que estarão sendo ditos”, atentou Alcilene.

‘Saturação’: Operação da Polícia Militar atinge comunidade do Ambrósio

No dia de ontem (08), foi realizada o início da Operação Saturação por agentes do 4º Batalhão da Polícia Militar de Santana. A ação está voltada para os limites da comunidade do Ambrósio, localizada no bairro da Área Portuária da cidade. 

Para compor a ação policial, o 4º BPM empregou: nove (09) viaturas e setenta (70) policiais. Foram abordados até o início deste sábado, 87 pessoas e 45 veículos. 

Segundo o Batalhão, com os objetivos da Operação alcançados, as abordagens a veículos, pessoas suspeitas e as incursões em área de ponte, surtiram tranquilidade e sensação de segurança a comunidade do Ambrósio.

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Carroceria de carreta desce ladeira de via e coloca vidas em risco: “Seria pior”

Veículo atingido pela carroceria desgovernada
Por pouco uma tragédia teria se consumado na área portuária de Santana na tarde desta sexta-feira (08). Tudo em razão de uma larga carroceria de caminhão que é constantemente estacionada em frente da Escola Militar Afonso Arinos. 

Segundo informações, a referida carroceria é semanalmente estacionada no trecho para o desembarque de materiais para a construção civil (como telhas e cimento), porém, a mesma fica em um ponto da Avenida Amapá onde ‘esconde’ a visibilidade de uma faixa de pedestre que é diariamente utilizada por dezenas de pedestres, entre estudantes e outros transeuntes. 

Carroceria estacionada oferece riscos à terceiros
Mas, por uma infelicidade, o suporte de apoio da carroceria acabou se desprendendo na tarde desta sexta-feira (08), vindo a descer descontroladamente a ladeira da Avenida, sendo apenas parada quando atingiu a parte frontal de um veículo que estava estacionado há cerca de 100 metros do local. 

Para quem testemunhou o ocorrido, o fato não passou apenas de um susto com danos materiais, mas que poderia ter causado uma tragédia se não tivesse sido o citado. 

“Já havíamos informado às autoridades sobre essa carroceria e agora vimos o que aconteceu, apenas pedimos para que providências sejam tomadas”, diz um morador em um vídeo que circula nas redes sociais, sobre o ocorrido. 

Uma viatura da Polícia Militar foi acionada para auxiliar no trânsito no local, e a situação já encaminhada à Superintendência de Transportes e Trânsito de Santana (STTrans). 

Abaixo, o vídeo mostrando o depoimento de quem presenciou o acidente: 

No Mês do Júri, Macapá e Santana fazem oito julgamentos em quatro dias

Aberto oficialmente na última segunda-feira (04/11), o Mês Nacional do Júri já contabiliza saldos positivos nas comarcas do Amapá. Em Macapá e Santana, onde estão as duas maiores comarcas do Estado, foram realizados oito julgamentos nesses quatro dias de mutirão, cinco na capital e três em Santana. 

De acordo com a juíza substituta Luciana Barros de Camargo, que hoje presidiu a sessão na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Macapá, apesar do adiamento de dois julgamentos a pauta na unidade segue o mesmo ritmo. 

“Isso está sendo possível graças ao esforço concentrado do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, advogados particulares e o corpo de jurados agindo de acordo com a meta do CNJ, que é realizar os julgamentos com justiça, celeridade e humanidade”, reforçou. 

Os julgamentos em Macapá ocorrem nos dois plenários, com até três sessões por dia, de segunda a sexta-feira. 

“No plenário 01 nós conseguimos realizar todas as sessões desde segunda-feira, e a nossa perspectiva é que esse ritmo vá até o final do mutirão, com resultado altamente positivo”, destacou o juiz substituto Moisés Ferreira, que também está atuando nos júris. 

Os defensores públicos Thiago Lima e Elena Rocha, presentes no julgamento desta quinta-feira (07/11), esclarecem que “a Defensoria Pública está sempre disposta a ajudar no que for preciso para que as sessões transcorram dentro da meta estipulada pelo CNJ”, resumiu Thiago Lima. 

“Sempre que um paciente precisar, a Defensoria Pública deve assistir, e como os julgamentos dos crimes contra a vida são a prioridade durante esses dias, que façamos deste momento uma reflexão,” asseverou. 

Para a Promotora de Justiça do Tribunal do Júri da 1ª Vara de Macapá, Klisiomar Dias, “é importante fazer um esforço concentrado para apresentar resultados à sociedade”. Destacou ainda que o “objetivo não é absolver ou condenar, apenas que seja feita a justiça baseada em provas”. 

Na comarca de Santana os julgamentos estão divididos entre a 1ª e a 2ª Vara Criminal. O juiz substituto Roberval Pacheco é responsável pelas sessões da 2ª Vara e afirma que “pelo ritmo empreendido na etapa inicial será atingida a meta, com a realização dos 20 julgamentos que estão na pauta deste mês”. 

Iniciativa Nacional 
A iniciativa do Mês Nacional do Júri segue uma política instituída pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio da Portaria CNJ nº 69/2017, e busca garantir a razoável duração do processo legal e os meios que assegurem a celeridade de sua tramitação. 

No Tribunal do Júri, os crimes dolosos contra a vida são julgados pelo Conselho de Sentença, que é composto por jurados escolhidos entre membros da sociedade atendida pela Comarca em que o crime, seja consumado ou tentado, foi praticado. 

O juiz da Comarca apenas conduz o processo, observando se a condenação ou absolvição ocorreu em conformidade com as provas apresentadas pela acusação e pela defesa, cabendo a ele a dosimetria e fixação da pena.

Escondido em máquina de lavar, acusado de roubos é preso pela PM de Santana (VÍDEO)

Na manhã desta quinta feira (07), equipes da Companhia Especializada em Rádio Patrulhamento Motorizado (CERPM), vinculadas ao 4º Batalhão da Polícia Militar em Santana, foram acionados por populares de que dois elementos estariam efetuando roubos e violando residências no bairro Fonte Nova. 

Ao chegarem no endereço repassadas à Central de Operações do BPM, que foi numa residência situada na Travessa L-8, os policiais efetuaram diversas buscas pelos suspeitos – assim identificados pelos apelidos de ‘Camarão’ e ‘Lukinha’. 

Com apoio de moradores, um dos procurados acabou sendo localizado escondido dentro de uma máquina de lavar de uma das residências que vinha sendo alvo de roubos. 

O suspeito – identificado como ‘Lukinha’ – foi levado pelas autoridades para a 1ª Delegacia de Polícia, sendo o outro suspeito não foi possível ser encontrado. 

Segue abaixo um vídeo que mostra o momento que o suspeito foi encontrado dentro de uma máquina de lavar. 

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Aberto o ‘Mês Nacional do Júri’ em Santana

O Ministério Público do Amapá (MP-AP), participou na última terça-feira (05/11), dos trabalhos de abertura do Mês Nacional do Júri na Comarca de Santana - segundo maior município do Estado. O evento ocorreu no Plenário do Tribunal do Júri, no Fórum da cidade. 

O Mês Nacional do Júri segue a política instituída pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio da resolução nº 069/2017, buscando garantir uma duração razoável do processo legal e meios de agilizar sua tramitação. 

O MP-AP foi representado pela promotora de Justiça, Fábia Martins, titular da 2ª Promotoria Criminal de Santana. 

“Será um grande trabalho executado, mas com a certeza da competência de cada um de nós e que, ao final do serviço, conseguiremos dar à sociedade a resposta que tanto deseja, um julgamento justo”, pontuou a promotora. 

Foram agendados até o momento 20 julgamentos na Comarca de Santana, sendo 12 na 1ª Vara e oito na 2ª Vara Criminal. Outras audiências podem surgir no decorrer dos dias com a atualização das pautas. 

Algumas sessões do Tribunal do Júri serão realizadas no Auditório do prédio da Promotoria de Justiça de Santana, onde já está reservado para audiências nos dias 12, 13 e 14 do mês de Novembro. 

Além de Macapá e Santana, outros municípios terão julgamentos pelo Tribunal do Júri, sendo seis julgamentos em Oiapoque, cinco em Laranjal do Jari e Vitória do Jari, três em Mazagão e Tartarugalzinho, dois no município de Amapá, além dos julgamentos de Pedra Branca do Amapari e Porto Grande e Calçoene, este últimos, ambos com um julgamento cada.

Delta do Matapí: Equipe do 4º Batalhão de Santana prende homem por tráfico de drogas

Neste domingo (10), uma equipe da Companhia Especializada em Rádiopatrulhamento Motorizado do 4º Batalhão de Polícia de Santana, prendeu...