terça-feira, 29 de abril de 2014

Estrela da Manhã fatura Campeonato Municipal Santanense

A primeira edição do Campeonato Municipal Santanense de Futebol Sub-17, realizado na cidade de Santana, encerrou neste fim de semana com o jogo entre as equipes do Estrela da Manhã e Calebarraro. A competição promovida pela Associação Esportiva e Recreativa Paraíso (AERPA), reuniu os principais times da categoria. A garotada do Estrela da Manhã acabou levando a taça de campeão. 

A partida levou muitos torcedores ao campo Eraldo Pantoja. O Estrela foi logo mostrando a que veio. Nos primeiros minutos de jogo Witano sofreu pênalti, ele mesmo cobrou e abriu o placar. Os “Estrelinhas” pareciam dispostos a ampliar o placar. No cruzamento vindo da direita, o zagueiro do Calebarraro tentou tirar, mas acabou colocando contra o próprio gol, é segundo do Estrela. Houve tempo para o terceiro, Zezinho aproveitando a bobeira da defesa chutou e deixou o dele. O primeiro tempo fica no três a zero. 

Na etapa final, as duas equipes voltaram mais equilibradas e para o Calebarraro era questão de honra buscar a igualdade. Na primeira oportunidade, diminuiu o marcador. Apesar da vontade, a reação parou por aí quando o Estrela conseguiu equilibrar as ações do adversário no setor de meio-campo. A partir daí foram poucas as chances de gol de ambos os lados, mas os Estrelinhas queriam mais e novamente ele, Witano aproveitou o contra-ataque rápido e num chute certeiro no estilo Cristiano Ronaldo, fecha o placar: Estrela da Manhã quatro, Calebarraro um. 

"Acho que o nosso time já merecia a conquista de um título. Estamos realizando um bom trabalho ao longo desses anos e com certeza esse resultado era aguardado. Todos os companheiros estão de parabéns porque esse é o primeiro título de muitos que virão", disse o jogador Witano.

Pacientes renais crônicos opinam sobre construção da Clínica de Nefrologia em Santana

Durante a entrega da ordem de serviço na última sexta-feira, 25/04, feita pelo governador do Amapá, Camilo Capiberibe, para a conclusão das obras de construção no complexo do Hospital Estadual de Santana (HES), usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), presentes na solenidade, opinaram a respeito dos benefícios que as obras vão trazer depois que forem inauguradas. Trata-se da retomada das obras da Clínica de Nefrologia de Santana e a construção da nova ala do hospital santanense. 

A paciente renal crônica Adriana da Conceição Lopes Andrade, residente em Santana, e que há 16 anos faz seu tratamento de hemodiálise em Macapá, não tem dúvidas de que, com o funcionamento da Clínica de Nefrologia, os pacientes que necessitam desse atendimento terão mais comodidade e melhor qualidade de vida. "Não terei que acordar mais às 4h para vir até Macapá fazer minha sessão de hemodiálise", observou. 

O paciente Gilberto Silva de Moraes, que há quatro anos faz hemodiálise, também comemorou a retomada das obras. Para ele, o momento representa a realização de um sonho, de uma conquista dos mais de 40 pacientes renais crônicos residentes em Santana. "O governador Camilo Capiberibe está de parabéns pela iniciativa. A inauguração da Clínica de Nefrologia vai permitir que os pacientes renais crônicos possam viver mais e melhor". 

Para a paciente Elizabete dos Santos Medeiros, residente no Delta do Matapi, a conclusão das obras vai acabar com o incômodo que os pacientes passam, acordando às 4h, três vezes por semana, para fazerem hemodiálise em Macapá. "Faço hemodiálise há seis meses e o Estado já presenteia com uma Clínica de Nefrologia na minha cidade, não existe presente melhor que esse", ressaltou. 

Segundo o paciente renal crônico há 12 anos, Enédio Alves de Souza, a decisão do governador Camilo Capiberibe em autorizar a conclusão das obras gera melhor qualidade de vida não apenas para os 43 pacientes renais crônicos de Santana, mas para os quase 200 pacientes cadastrados na Clínica de Nefrologia do Hospital Estadual de Clínicas Alberto Lima. Para ele, a implantação do serviço em Santana reacende a esperança de quem necessita de tratamento de hemodiálise, tanto para quem reside em Santana quanto para quem mora em Macapá, que terá mais comodidade e conforto durante o atendimento. 

Equipamentos
Durante a visita do governador Camilo Capiberibe e do secretário de Saúde, Jardel Nunes, na sexta-feira, ao Hospital Estadual de Santana, aquela instituição recebeu uma ambulância nova, doada por intermédio da parceria entre a Sesa e o Ministério do Trabalho, e um aparelho de autoclave, utilizado para esterilizar equipamentos cirúrgicos.

domingo, 27 de abril de 2014

Governo entrega veículos ao grupo da "Melhor Idade Vida Feliz", em Santana

O Governo do Amapá, por meio da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública, beneficiou o grupo da "Melhor Idade Vida Feliz" com um micro-ônibus de trinta lugares e um automóvel tipo passeio, nesta sexta-feira, 25/04. A entrega foi feita pelo governador do Amapá, Camilo Capiberibe, no município de Santana, onde o projeto nasceu e é coordenado pelo 4º Batalhão da Polícia Militar. 

Os veículos foram adquiridos por meio de emenda parlamentar do deputado federal Sebastião Bala Rocha, no valor de R$ 200 mil, e com a contrapartida do GEA de R$ 115 mil. Os transportes irão auxiliar na locomoção de mais de 100 idosos que fazem parte do projeto e desenvolvem atividades educacionais, físicas, culturais e sociais. 

O governador Camilo disse que a sua gestão respeita o povo do Amapá e as emendas da bancada federal. 

"Antes, as emendas da bancada não eram executadas, pois o Estado estava inadimplente, mas, desde que assumimos, nós conseguimos resgatar a credibilidade do Amapá. Respeitamos o povo da nossa terra e os recursos públicos, essa é a diferença do nosso governo. Esse micro-ônibus vai garantir a mobilidade, segurança, conforto a vocês que realmente representam a melhor idade, os nossos idosos", afirmou o governador. 

O projeto da "Melhor Idade Vida Feliz" atua em Santana há dez anos, atendendo diretamente 110 idosos cadastrados por ano, com idade igual ou superior a 60 anos. O programa trabalha ainda com os familiares e amigos dos cadastrados no projeto. 

O objetivo do programa é resgatar e desenvolver a cidadania do idoso, promovendo inúmeras atividades, dentre as quais estão incluídas a alfabetização, natação, hidroginástica, educação física, passeios, palestras e bailes. As tarefas acontecem no 4º Batalhão da Polícia Militar, em Santana. 

A integrante do grupo "Melhor Idade Vida Feliz", dona Oneide Brandão (à esq.), 75 anos, relatou a felicidade de poder contar com um transporte que vai beneficiar o projeto. "Graças a Deus que esse micro-ônibus chegou. Foi um grande presente que nós recebemos do governo, da bancada e de Deus, em primeiro lugar. Teremos um transporte que será muito útil para hidroginástica, passeios, emergência, acho que ainda é nosso presente de Páscoa", declarou. 

O deputado Bala Rocha disse que a adimplência do governo estadual é o caminho fundamental para que os recursos públicos, por meio de emendas, possam chegar ao Amapá e não serem barrados. "Entregamos esses dois veículos para o grupo 'Melhor Idade Vida Feliz' frutos da nossa emenda; no entanto, só foi possível porque o Estado honrou com os compromissos e está adimplente. Hoje é dia de felicidade para todos nós e para esse grupo", ressaltou. 

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Aclemildo Barbosa, o governo é comprometido com as ações sociais de todo o Estado, como mostra em sua contrapartida para adquirir os veículos doados. 

A sargento e coordenadora do projeto, Kátia Sanches, se declarou satisfeita, pois, conforme seu relato, os veículos vão beneficiar 100% os idosos. "Antes tínhamos que alugar carros, agora temos o nosso próprio transporte, além de toda a segurança proporcionada aos nossos tão amados idosos", comentou. 

Além do "Melhor Idade Vida Feliz", que é coordenado pelo 4º Batalhão da Polícia Militar, os veículos também atenderão outros cinco grupos de terceira idade independentes, como o Malhação Feliz, Agita Santana, Sol Nascente, Clube da Alegria e Casa da Amizade. 

Participaram da cerimônia a secretária de Relações Institucionais, Neuzinha Velasco; o diretor da Politec, Odair Monteiro; vereadores de Santana; a vice-governadora Dora Nascimento; o secretário interino de Segurança Pública, Nixon Kennedy; e o comandante do 4ª Batalhão da Polícia Militar de Santana, Aeliton do Carmo Sobral.

Governo do Amapá amplia número de leitos e inicia a construção da Nefrologia do Hospital de Santana

"Após anos de abandono, estamos devolvendo uma saúde digna para os moradores de Santana", afirmou o governador Camilo Capiberibe na solenidade que marcou a retomada das obras de duplicação dos leitos do Hospital de Santana e do término da construção do Centro de Nefrologia. 

"Serão aproximadamente 100 empregos gerados nas duas obras. Foi uma batalha muito grande da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf), na gerência do secretário Amilton Coutinho, que, agora, conseguimos vencer", afirmou o chefe de Gabinete, Isaltino Carneiro, representando a Seinf. 

O Centro de Nefrologia de Santana diminuirá a demanda existente em Macapá e ainda atenderá pacientes de outros municípios. 

O paciente renal Gilberto Morais ressaltou as dificuldades que ele e seus companheiros enfrentam para serem submetidos às seções de hemodiálise na capital. "Acordamos às 4h e vamos de van para o Hospital Alberto Lima fazer o tratamento. Com a nova nefrologia de Santana, não precisaremos passar por esse sacrifício, vamos voltar a viver", confessou. 

O Centro de Nefrologia ficará pronto em seis meses e terá, além de outros ambientes, 12 leitos de hemodiálise, três consultórios, diálise peritoneal ambulatorial contínua, diagnóstico e prevenção por imagem. O valor da obra é de R$ 858.469. 

Com novos blocos, o Hospital de Santana terá inúmeros leitos duplicados
Com capacidade atual para 110 leitos, após a conclusão das obras do 4º e 6º blocos, o Hospital de Santana passará a ter 220 leitos. Com uma moderna clínica médica e obstétrica, a ampliação contará ainda com uma cozinha e lavanderia industrial. 

Através de emenda parlamentar do então senador Bala Rocha, as obras de ampliação do Hospital Estadual de Santana começaram em 2000. Mas, apenas três anos depois, elas paralisaram e a unidade ficou esquecida durante oito anos, num verdadeiro descaso. 

A atual gestão rompeu o contrato com a antiga empresa e as obras agora estão sendo retomadas. Ao valor de R$ 6,1 milhões, a obra foi assumida pelo GEA e será concluida em oito meses. 

Com dois pavimentos, o 4º bloco abrigará dois modernos elevadores e três clinicas: médica, obstétrica e pediátrica, além de UTI neonatal, berçários, consultórios, isolamento, refeitórios e setor administrativo. 

No 6º bloco ficarão a cozinha e lavanderia industriais totalmente equipadas para fornecer uma comida de qualidade e cuidar das roupas de forma correta e higiênica. 

O telhado dos dois blocos será em telhas termoacústicas, que diminuem ruídos e a temperatura. Concluem a obra uma subestação de energia com gerador para suprir todo o hospital e uma área de urbanização. 

Por fim, o governador Camilo ressaltou a alegria de iniciar, mas que também tem o compromisso de entregar as duas obras o mais breve possível. 

"Temos muito o que avançar ainda, mas, em três anos, estamos fazendo o que eles não fizeram em oito, e ainda dizem que deixaram tudo pronto. É importante a população de Santana saber que poderíamos estar executando outros serviços, porém temos que concluir primeiramente essas deixadas na gestão passada", concluiu Camilo.

Barco-escola Samaúma aporta em Santana nesta segunda-feira

O barco-escola Samaúma, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, aportaem Santana nesta segunda-feira, 28/04, para qualificar 500 jovens do município em 16 cursos profissionalizantes para ajuda-los a se inserir no mercado de trabalho. As inscrições para vagas serão feitas somente na terça, 29/04, e quarta-feira, 30/04. As aulas começarão no dia 5 de maio. O Samaúma estará ancorado no terminal pesqueiro de Santana e as inscrições podem ser feitas dentro da embarcação, das 8h às 11h e das 13h às 18h, gratuitamente. 

As qualificações oferecidas são nas áreas de informática, confeitaria, mecânica e construção civil, entre outras. As turmas são destinadas a jovens e adultos.Para participar dos cursos, os interessados devem ser alfabetizados e ter idade mínima de 16 anos. Para efetuar a matrícula, o candidato deve apresentar cópias dos documentos de identidade, CPF, comprovante de residência e de escolaridade. 

De acordo com o diretor técnico do Senai-AP, Paulo Rech, o barco tem a missão de levar capacitação profissional a comunidades ribeirinhas da Região Amazônica. “Para o país crescer economicamente é preciso proporcionar oportunidades aos jovens. Esta é nossa missão, capacitar as pessoas para inserção no mercado de trabalho”, afirmou. 

O barco-escola Samaúma, construído pelo Senai do Amazonas há 35 anos, já qualificou mais de 46 mil pessoas das comunidades ribeirinhas de Estados do Norte. O barco está cedido pelo Departamento Regional do Senai do Amazonas para o Senai do Amapá.

Cadela localiza droga enterrada em quintal

Uma ação conjunta deflagrada por agentes da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Santana (2ªDP) e o Canil da PC resultou na apreensão de mais de 300 pedras de crack que estavam escondidas no quintal de uma casa localizada na área conhecida como “Bocado Leão”, no bairro central da sede do município. Seis pessoas foram presas. 

Segundo a polícia, a região é conhecida pela alta incidência de tráfico. Uma favela surgiu ao longo do tempo, com labirintos que facilitam a fuga de bandidos durante as batidas policiais. A área fica próxima à delegacia. No ano passado a polícia realizou uma operação no local que culminou com a prisão de mais de 20 pessoas li-gadas ao tráfico de drogas. 

A droga encontrada enterrada foi localizada pela cadela “Flexa”, da raça Pastor Belga Malinois. A cadela é farejadora de drogas. A polícia havia ido ao local para dar cumprimento a um mandado de prisão, porém, o procurado teria fugido pelos fundos da casa ao perceber a aproximação da polícia. 

A cadela fez uma varredura no imóvel, mas nada foi encontrado. No entanto, ao chegar no quintal, Flexa apontou o local onde a droga havia sido enterrada dentro de sacos plásticos. O entorpecente foi leva à delegacia. Uma pessoa foi detida para averiguação.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Com novo contrato, GEA garante conclusão do Hospital de Santana até o fim deste ano

O governador Camilo Capiberibe lança nesta sexta, 25/04, às 16h, em Santana, as obras de construção do 4º e 6º blocos do Hospital Estadual daquele município. Ao valor de R$ 6,1 milhões, os destaques estão na moderna clínica médica e obstétrica e na cozinha e lavanderia industriais totalmente equipadas. 

Com dois pavimentos, o 4º bloco do novo Hospital Estadual de Santana ganhará dois modernos elevadores e possuirá no térreo uma clínica pediátrica com 42 leitos e uma clínica obstétrica com 9 leitos, além de UTI neonatal, berçários, etc. No piso superior ficarão duas clínicas médicas com capacidade para 47 leitos, refeitório, sala de alta e isolamento. 

Os fluídos medicinais do 4º bloco - oxigênio, vácuo clínico, ar comprimido e oxido nitroso -, importantes no tratamento dos doentes, terão suas tubulações subdivididas em alas distintas, através de caixas seccionadas instaladas nos corredores, o que possibilita a manutenção sem a paralisação geral de todo o sistema. 

No bloco 6 serão instaladas uma grande cozinha industrial e uma lavanderia. A cozinha será toda equipada com o que existe de mais moderno em se falando de alimentação em grande quantidade. Ela possuirá, além de outros equipamentos, uma câmara frigorífica, fogão industrial, fritadeira, balanças de pequena e grande pesagem, bancadas em inox, carros inox térmicos, etc. 

A energia, não só dos dois blocos que estão sendo construídos, mas de todo hospital, será 100% atendida na falta da energia advinda da concessionária. Todas as instalações elétricas foram projetadas conforme as normas da Agência Brasileira de Normas Técnicas e da Agência Nacional de Energia Elétrica. 

Ambos os blocos serão cobertos com telhas termoacústicas em aço zincado, o que diminui consideravelmente a temperatura dentro do hospital. Passarelas cobertas de acessos e um caprichado trabalho de urbanização paisagística completam a obra, que será executada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura no prazo de oito meses.

GEA inicia obra de construção do Centro de Nefrologia e de nova ala do Hospital de Santana

A construção do Centro de Nefrologia do Hospital de Santana será concluída em poucos meses pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf). Nesta sexta-feira, 25/04, às 16h, o governador Camilo Capiberibe dará o pontapé inicial para a obra não só da Nefrologia, mas da nova ala do hospital santanense. 

A nefrologia é extremamente importante no tratamento de doentes renais crônicos, principalmente aqueles diagnosticados com diabetes e hipertensão arterial, doenças responsáveis por mais de 60% dos casos de insuficiência renal. 

A falta de políticas públicas e investimentos na saúde no governo anterior fez com que a única clínica de nefrologia do Estado, localizada no Hospital Alberto Lima, ficasse superlotada e com fila de espera. 

Em uma área anexa ao Hospital de Santana o novo Centro de Nefrologia, que está sendo erguido pelo Governo do Estado, terá uma área construída superior a 500m². 

A unidade possuirá três consultórios, sala para as hemodiálises contendo 12 leitos, osmose, posto de enfermagem, Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua (DPAC), sala para Diagnóstico e Prevenção por Imagem (DPI), apoio clínico, recuperação, duas salas para resíduos e ambiente para lavagem de fistulas. 

No setor administrativo, o prédio terá logo na entrada o registro e espera, administração, banheiros masculinos e femininos com acessibilidade; vestiários e quarto do plantão, ambos com banheiros masculino e feminino; duas copas, uma para funcionários e outra para pacientes; guarda de macas e depósito de materiais de limpeza. 

Todos os ambientes serão climatizados e, para o caso de emergências, uma moderna subestação de energia com gerador próprio dará o suporte. 

O Centro Nefrologia de Santana ficará pronta em 180 dias e o investimento do Governo do Amapá na obra é de R$ 858.469,61.

Diretores de cinco escolas amapaenses serão escolhidos por voto popular

No mês de maio, cinco escolas da rede estadual do Amapá irão participar por um inovador projeto para escolha de gestão escolar. Segundo a Secretaria de Estado de Educação (Seed), a partir do segundo semestre de 2014, através de voto da comunidade escolar, envolvendo alunos, pais e professores, os novos gestores serão escolhidos. Além do cargo de diretor, serão oferecidos no processo cargos de diretor adjunto e secretário escolar. 

A eleição faz parte do projeto “Gestão Democrática” da Seed e contemplará as escolas Augusto dos Anjos, Azevedo Costa, Deusolina Salles Farias e Gonçalves Dias, na capital, além de Augusto Antunes, no município de Santana. O processo eleitoral ocorrerá no dia 30 de abril, em todas as escolas participantes do projeto. 

De acordo com Rinaldo Nascimento, membro da coordenação estadual de processo eleitoral, uma lista tríplice será encaminhada para o governador do estado, Camilo Capiberibe, que escolherá o novo diretor para um mandato de três anos. “Devido às leis brasileiras, a eleição não pode ser realizada de forma direta. Então, a partir do resultado dessas eleições, o governador nomeará quem dirigirá essas escolas pelos próximos três anos e o decreto será assinado”, diz. 

Segundo Rinaldo, as escolas foram escolhidas por um processo que avaliou a formação de conselhos escolares nas instituições, que de acordo com a Comissão de Processo Eleitoral, tem que cuidar de todas as atribuições de abertura e encerramento das votações. Quanto aos votos, Oliveira diz que as três categorias de votantes (alunos, pais e professores) terão peso igual na escolha. “Os alunos, por representar a maioria, terão mais eleitores, mas por questões de igualdade haverá uma proporcionalidade de votos entre todas as categorias, que será definida a partir do levantamento de votantes”, explica. 

Rinaldo ainda explica que para concorrer, o professor tem que estar a três anos atuando no serviço público, além de estar lotado há um ano na escola para a qual vai concorrer. No dia da votação, o horário obedecerá ao dos três turnos de aula, e em até três dias depois, a lista tríplice será levada para escolha do governador. 

Para a diretora da escola Gonçalves Dias, Edna Maria Pinheiro, este é um passo importante para o avanço na gestão das escolas no Amapá. “Solicitei a participação de nossa escola, pois além de termos um conselho que coordena as atividades escolares, a participação da comunidade na escolha que quem dirigira a escola tem um grande papel de aproximação da comunidade com a escola, refletindo em um processo de avanço na educação amapaense. Ficamos agraciados com a oportunidade de realizar essa escolha”, conclui.

Governador Camilo Capiberibe lança o programa Morar Melhor no Matapi Mirim, em Santana

A comunidade do Delta do Matapi Mirim, em Santana, recebeu com festa o lançamento do programa Morar Melhor, feito pelo governador Camilo Capiberibe e sua equipe de governo nesta terça-feira, 22/04, no centro comunitário da localidade. 

Dando continuidade à ação, assim como em outros bairros de Macapá e Santana, o governador Camilo entregou a ordem de serviço para a execução da construção de mais uma passarela do Morar Melhor, beneficiando, dessa vez, as famílias que residem na comunidade do Matapi Mirim. 

O programa, que além da construção da passarela também melhora a qualidade do fornecimento de água e energia elétrica, foi recebido com alegria pelos moradores. 

"Essa passarela vai melhorar bastante a nossa locomoção, a comunidade estava precisando, é nossa passagem. Agora temos como ir e vir, andar com segurança. Nós reivindicamos e tivemos nosso pedido atendido, o governo está cumprindo o que nos prometeu", lembrou o presidente da Associação de Moradores do Matapi Mirim, Lindomar Paulo Pinheiro. 

A construção de 1.700 metros de passarelas em madeira de lei do programa Morar Melhor vai beneficiar mais de 180 famílias ribeirinhas que vivem no Matapi Mirim. A obra está orçada em R$ 815.468,62 e o prazo para a execução dos serviços é de 90 dias. Duzentos e cinquenta metros já foram concluídos. 

"Nós consideramos que esses investimentos de infraestrutura do Morar Melhor são direitos sociais da população do Estado do Amapá. Não estamos fazendo apenas aqui no Matapi Mirim, existem em vários bairros de Macapá, no Bailique; vamos lançar no Ajuruxi, no município de Mazagão. Aonde tiver comunidade ribeirinha ou famílias que vivem em áreas de ressaca o Governo do Estado chegará com o benefício", afirmou o governador Camilo Capiberibe. 

A ação do Morar Melhor é em conjunto entre a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf), Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) e Companhia de Água e Esgoto (Caesa), coordenado pela Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (SIMS). 

"Há doze anos não era feita uma reforma sequer na nossa ponte. O Morar Melhor chegou em boa hora para o Matapi Mirim. Parabenizo o governador por essa iniciativa, pois, além da passarela, vamos ter água encanada e energia nos postes com iluminação", comemorou o morador da localidade, Sarney Pinheiro. 

Segundo a secretária da SIMS, Cláudia Camargo Capiberibe, o programa é executado pela primeira vez no Amapá. 

"É uma satisfação para nós coordenarmos o Morar Melhor, uma politica pública preparada e planejada para as pessoas que vivem em áreas ribeirinhas e de ressaca poderem andar com dignidade e segurança", enfatizou. "No total estão sendo investidos mais de R$ 20 milhões no Morar melhor, do Oiapoque ao município de Laranjal o Jari. Estamos construindo passarelas, colocando tubos de água e implantando energia de qualidade nas casas das pessoas. É um grande programa que está em todos os cantos do Estado para melhorar a vida das pessoas", assinalou Camilo Capiberibe. 

Além dos moradores da região, participaram do lançamento a deputada estadual Cristina Almeida, vereadores de Santana, presidentes de assoacições de bairros e colônia de pescadores. Ao final do discurso, o governador anunciou o Morar Melhor também na ponte do Japiin, na região do Delta do Matapi Mirim.

Santana vai sediar a Macrorregional Sudoeste da Conferência de Saúde do Trabalhador

O município de Santana, distante cerca de 25 quilômetros da capital Macapá, vai sediar nesta quinta e sexta-feiras, dias 24 e 25, respectivamente, a Macrorregional Sudoeste da Conferência Estadual de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora. A abertura será às 18 horas desta quinta-feira, no prédio do Sebrae, situado à Avenida Rui Barbosa, Nº 1193, no Centro. A etapa sudoeste contará com a participação de 150 pessoas entre delegados e convidados. 

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Saúde de Santana, Gilmar Santiago Pinto, durante os dois dias serão discutidos diversos temas relacionados a saúde do trabalhador e trabalhadora. "A etapa sudoeste será fundamental para que Santana possa debater os principais desafios enfrentados pelos trabalhadores santanenses", ressaltou. 

Além dos debates em pauta durante a Macrorregional de Santana, haverá ainda eleição de 38 delegados representantes dos municípios de Santana, Mazagão, Vitória do Jarí e Laranjal do Jarí, que integram o Eixo Sudoeste. Os delegados eleitos terão participação garantida na etapa estadual da Conferência do Trabalhador e da Trabalhadora, que acontece nos dias 4, 5 e 6 de junho, em Macapá. 

Entre os temas que serão debatidos na Macrorregional Santana destacam-se: "O Desenvolvimento socioeconômico e seus reflexos na saúde do trabalhador e da trabalhadora", "Fortalecer a participação dos trabalhadores e das trabalhadoras da comunidade e do controle social nas ações de saúde do trabalhador e trabalhadora", "Efetivação da política nacional de saúde do trabalhador e trabalhadora, considerando os princípios da integralidade e intersetorialidade nas três esferas de governo" e o "Financiamento da política nacional de saúde do trabalhador, nos municípios, Estados e União". 

Para Gilmar Santiago, os principais problemas enfrentados pelos trabalhadores de Santana estão relacionados a acidentes de trabalho, principalmente na construção civil e na área rural. A última etapa, que antecede a realização da Conferência Estadual de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora, acontece nos dias 28, 29 e 30 deste mês em Oiapoque. Trata-se da Macrorregional (Região de Saúde Norte), com a participação dos municípios de Oiapoque, Calçoene, Amapá, Tartarugalzinho e Pracuúba. Mais Informações: 9187- 7030/ 8141- 2469.

Procon fiscaliza bancos e empresas autorizadas do BC em Macapá e Santana

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon) realiza, no período de 22 a 25 de abril, uma ampla fiscalização em bancos e empresas autorizadas do Banco Central (financeiras, consignadas e correspondentes bancários) devido ao grande número de denúncias registradas no órgão. A ação será nos municípios de Macapá e Santana. 

O objetivo é garantir que o consumidor saiba quais taxas irá pagar antes de qualquer negociação. A recomendação é de que as empresas mantenham, em local visível, todos os valores de taxas cobradas para que o consumidor não tenha dúvidas. 

Durante a ação, os fiscais terão como base o Código de Defesa do Consumidor (CDC), a Lei 4.595/64, as resoluções do Conselho Monetário Nacional 2.303/96 e a Tarifas de Dispensa Bancária 3.518, de 2007. 

A diretora do Procon, Nilza Amaral, diz que os bancos e financeiras têm sido os estabelecimentos mais fiscalizados durante os últimos três anos. 

"No momento de atuação, a nossa equipe vai orientar o consumidor quanto às taxas que irá pagar antes de qualquer negociação. Recomendaremos que as empresas mantenham, em local visível, todos os valores de taxas cobradas para que o consumidor não tenha dúvidas", explica.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Equipe técnica do BNDES avalia os investimentos do Governo do Estado

Uma equipe técnica do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deu início nesta terça-feira, 15/04, à agenda de monitoramento e prestação de contas das operações contratadas pelo Governo do Amapá junto à instituição financeira. As visitas são trimestrais e avaliam o andamento das obras e ações realizadas pelo governo estadual, bem como efetuam uma auditoria nos processos licitatórios, licenciamento ambiental e regularidade fundiária dos projetos que recebem recursos do banco. 

A equipe permanecerá no Amapá até a próxima quinta-feira, 17/04, e visitará o novo Estádio Zerão e Escola Pantanal, ambas em funcionamento, e checará o andamento das construções da ponte do Rio Matapi, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte e da nova Maternidade de Partos Naturais. 

Desde 2011, o Governo do Amapá já teve aprovada pelo BNDES a utilização de R$ 196 milhões do Programa Emergencial de Financiamento (PEF 2) e de R$ 94 milhões do Programa Amapá/BNDES de Desenvolvimento Humano Regional Integrado (PDRI), esse último iniciado em novembro de 2013. 

Além da área de educação, o portfólio de projetos do Governo do Amapá somente com recursos contratados de operações de crédito é de mais de 140 obras e ações. Uma das ações de destaque foi a destinação de R$ 25 milhões de contrapartida para garantir as obras de infraestrutura do Conjunto Cidade Macapaba, do Minha Casa, Minha Vida, o que permitiu a implantação da rede de esgoto, água, asfaltamento, energia elétrica, entre outros serviços. 

O portfólio do governo inclui ainda fortes investimentos na área da saúde, com a construção da UPA e da nova Maternidade, ambas na Zona Norte de Macapá, da ampliação de mais 80 leitos do Hospital da Criança e Adolescente (HCA), das bases do Samu em sete municípios e novos equipamentos de alta tecnologia para o setor. 

Outro ponto forte da aplicação de recursos planejada pelo governador Camilo Capiberibe é a universalização do serviço de abastecimento de água nos municípios. Exemplo disso é a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) de Santana, cujo investimento de R$12 milhões garantiu o aumento de fornecimento de 40% para 85% da população. A meta é levar água tratada para 100% dos domicílios dos 16 municípios do Amapá, o que já foi feito em Gurupora, Cutias, Maracá, Mazagão, Vitória do Jari e outros. 

Também foram investidos cerca de R$ 18 milhões na melhoria e ampliação das redes de distribuição de energia urbana em oito municípios. 

"As visitas periódicas da equipe técnica do BNDES, para acompanhar a execução dos recursos contratados com o banco, reforçam o trabalho diligente realizado pelo Governo do Estado na aplicação dos recursos, tendo em vista que já executamos e prestamos contas ao banco de cerca de R$ 290 milhões nos últimos três anos", ressalta o secretário de Governo, Juliano Del Castilo Silva.

Copa do Mundo de Futsal agita o Ginásio de Esportes de Santana

O Governo do Amapá, através da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), está prestigiando a I Copa do Mundo de Futsal, promovida pelo Centro Didático Ginásio Poliesportivo de Santana com o apoio da Liga de Futsal local. 

A solenidade de abertura do evento ocorreu no sábado, 12/04, no Ginásio de Esportes de Santana, onde a secretária da Sedel, Áurea Brito, se fez presente acompanhada dos técnicos Jader Cavalcante (coordenador de Apoio aos Municípios), Ezequias Martins (gerente do Estádio Zerão) e José Cordeiro (gerente do Centro Didático Ginásio Poliesportivo de Santana). A vice-governadora do Estado, Dora Nascimento, foi representada pela sua chefa de Gabinete, Rosenita de Lima Santos. 

De acordo com José Cordeiro, estão inscritos mais de 500 atletas em 32 seleções que representam os países participantes da Copa do Mundo do Brasil. Ele agradeceu ao apoio do governador, através da Sedel, que fez a doação da premiação aos melhores da competição, ressaltando que a Copa tem por objetivo revelar novos talentos e promover a integração da comunidade. 

O coordenador de Apoio aos Municípios da Sedel disse que, diante da determinação do governador Camilo Capiberibe em fomentar o esporte do Oiapoque ao Laranjal do Jari, a Sedel leva suas ações a todas as divisões do Estado, executando atividades em várias modalidades e apoiando as que são realizadas por entidades sérias e comprometidas com o desenvolvimento do esporte amapaense. Jáder Cavalcante parabenizou as equipes e desejou sucesso aos organizadores do certame. 

A secretária Áurea Brito destacou a política do governador Camilo Capiberibe de fazer com que o esporte seja um importante instrumento de inserção social, promoção de cidadania e de qualidade de vida. "Graças a essa sensibilidade do governador, a Sedel está apoiando e executando projetos de fomento ao esporte em todas as modalidades", ressaltou. 

Na primeira rodada da Copa do Mundo, a Espanha goleou a Holanda pelo placar de 11 x 1 e a Grécia venceu a Colômbia pelo placar de 7 x 3. Os jogos estão sendo realizados às segundas, quintas e sábados, a partir das 19h, no Ginásio de Esporte de Santana.

Esgoto é despejado próximo a antiga reserva ambiental

O Movimento Pró-Revecom, uma organização não governamental criada para ajudar a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Revecom, localizada na Vila Amazonas, no município de Santana, a continuar com suas atividades ecológicas e cobrar ações mais efetivas de poder público, atualmente tenta conversar com a Companhia de Água e Esgoto do Amapá (CAESA), para que um vazamento bruto de esgoto no Rio Amazonas que deságua atrás da RPPN. 

No último dia 11 de abril foi protocolado um ofício na Caesa, solicitando audiência com o diretor da companhia para tratar sobre a situação do esgoto que vem prejudicando o desempenho das funções da referida Unidade de Conservação. Segundo membros do Movimento Pró-Revecom, desde 1999 o esgoto vem sendo despejado nos arredores da reserva, ano em que foi encaminhado a primeira carta informando sobre o vazamento de esgoto da Caesa. 

A companhia já realizou duas obras para corrigir o problema, porém esta continua e está causando graves impactos, como, “a fauna vivente no Igarapé Mangueirinha que nasce dentro da reserva. Tivemos impacto considerável das comunidades de crustáceos (...), os peixes também vem sofrendo com a poluição. Os alevinos (filhotes de peixes) de diversas espécies também diminuíram, como o Pacu, Pacu-Branco, Pirapitinga, Tambaqui. Todos esses animais são da cadeia alimentar, diversas aves se alimentam desses animais e também tivera suas comunidades reduzidas por conta da falta de alimento”, explica um dos membros do Movimento Pró-Revecom, Yuri Silva. 

A visitação também está sendo prejudicada, pois de acordo com informações, algumas crianças passaram mal, devido à inalação do gás carbônico do esgoto, assim, as aulas de passeio que ocorriam costumeiramente foram suspensas para evitar maiores danos e não colocar a vida das crianças e dos demais visitantes em perigo. 

As unidades de conservação desempenham papel de extrema importância para o meio ambiente, os chamados serviços ambientais, como a purificação do ar, manutenção das chuvas, proteção da biodiversidade entre outros. Atualmente a reserva está atuando com suas atividades reduzidas, mas não completamente fechada e os responsáveis pelo ofício, acreditam que ainda essa semana, receberão uma resposta da Caesa.

Waldez Góes lança sua pré-candidatura ao Governo Amapaense

No último dia 17/04, foi lançada oficialmente, pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), a pré-candidatura do ex-governador Waldez Góes ao Palácio do Setentrião. 

O anúncio foi feito pelo próprio Waldez, sábado, em discurso na convenção que renovou o Diretório Municipal pedetista no município de Santana. 

Waldez Góes informou que a festa do lançamento da sua pré-candidatura ao governo será na Câmara Municipal de Macapá, durante convenção do Diretório Municipal do PDT na capital. 

Em Santana, sábado, Waldez já foi recebido como pré-candidato ao Palácio do Setentrião com a presença de filiados do PT de vários municípios do estado, além de lideranças políticas como o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Moisés Souza (PSC); primeiro secretário da Assembleia Legislativa, Edinho Duarte, e ex-senador Papaléo Paes, ambos do PP; Eider Pena (PSD); Adail Júnior (PTdoB); Jório Oeiras (PMN) e deputada estadual Marília Góes. 

Além da escolha do novo Diretório Municipal de Santana, o encontro no segundo município do estado também serviu para apresentação dos cinco pré-candidatos do partido à Câmara Federal e 23 para a Assembleia Legislativa. Os postulantes pedetistas à Câmara Baixa são os seguintes: Roberto Góes, Conceição Medeiros, Zumba, Émerson Cardoso e Irá Rodrigues. 

Substituindo o professor Jailson Nunes, o também professor Expedito Pessoa foi escolhido, sábado, como o novo presidente do Diretório Municipal de Santana. 

Junto com Expedito Pessoa, compõem o Diretório o professor Marco Antônio, vice-presidente; professora Maria José Nobre, 2ª vice-presidente; Alcir Almeida, secretário; e José do Egito, tesoureiro.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Enfermeiros não cumprem seus horários de plantão no Hospital de Santana

A denúncia partiu esta semana por alguns pacientes que estiveram buscando atendimento emergencial no único Hospital público de Santana (AP). 

De acordo com as informações, enfermeiros e outros técnicos de saúde que atuam no plantão do hospital santanense não estariam cumprindo corretamente seus horários de trabalho, obrigando diversos pacientes a ficarem aguardando até quatro horas para serem atendidos nos setores de medicação daquela casa de saúde. 

Descaso com crianças e adultos
A situação mais recente aconteceu na madrugada da última quarta-feira (09/04), onde o eletricista Manoel Furtado alega ter levado seu filho de 10 anos para o Hospital de Santana, e que após ser orientado pela médica-pediatra que encontrava-se de plantão, não acreditou no que viu ao chegar na sala de medicação infantil. 

“A médica passou dois remédios pro meu filho tomar, mas quando cheguei na sala de medicação, encontrei a sala praticamente fechada, não havia ninguém para medicar meu filho que estava passando muito mal. Como é possível que num hospital daquele tamanho, não houvesse um enfermeiro ou qualquer pessoa que pudesse medicar uma criança às seis da manhã?”, questionou o eletricista Manoel Furtado, que ainda procurou por qualquer enfermeiro que houvesse na sala de medicação para adultos, e não teve o mesmo êxito. 

Além do eletricista, outra paciente que também passou pelo mesmo constrangimento de esperar o longo atendimento do hospital foi a doméstica Maria do Socorro Nascimento, que chegou ao local por volta das 05:00hs da manhã com fortes dores no estômago, e após ser medicada, tentou de todas as formas encontrar algum enfermeiro que pudesse atendê-la com os medicamentos prescritos. 

“Ainda cheguei a andar por vários corredores do hospital pra tentar localizar pelo menos um enfermeiro que pudesse me atender com as medicações que me foram passadas, mas só encontrava o pessoal da limpeza e os vigilantes que ficam na entrada do hospital. Nem eles souberam me informar sobre os enfermeiros de plantão. Isso é uma grande falta de respeito com o povo”, desabafou a doméstica Maria do Socorro, que também soube através de alguns funcionários terceirizados que a maioria dos enfermeiros, por se tratarem de trabalhadores efetivos do quadro do Estado, costumam largar seus plantões antecipadamente além do horário a ser cumprido pelas normas do hospital. 

“Quando perguntei pelos enfermeiros, me contaram que a maioria deles vai embora bem antes do horário final de trabalho. Tem uns que deveriam largar somente às sete da manhã, chegam a ir embora antes das seis da manhã. Tem outros (técnicos de enfermagem) que nem chegam a cumprir metade do turno e já vão logo embora”, contou a doméstica, que somente pôde ser liberada depois das oito da manhã deste dia 09, quando esperou mais de três horas para ser medicada pelos plantonistas. 

A coordenação do Blog Santana do Amapá constatou a veracidade das denúncias feitas ditas por tais pacientes após procurar pelo atendimento emergencial do hospital na madrugada da última sexta-feira (11/04), onde encontrou apenas uma enfermeira, que não quis se identificar, e informou que seus colegas de trabalho haviam saído para comprar lanches e não sabiam a hora que retornariam. 

Ponto Eletrônico
O Blog tentou contato com a direção do Hospital de Santana para buscar explicações sobre o fato, mas ninguém quis comentar o ocorrido. O mesmo contato foi feito com o gabinete da Secretaria Estadual de Saúde, mas apenas repassaram que o secretário Jardel Nunes não se encontrava no momento para melhor esclarecer a situação. 

Ao tentar manter contato com a direção do hospital de Santana, um dos trabalhadores terceirizados da área de limpeza sugestionou sobre a questão da pontualidade desses funcionários efetivos. “Não é de hoje que falam desses enfermeiros que não cumprem o turno aqui no hospital. O certo seria instalarem um ponto eletrônico para todos passarem a cumprem seus horários do início ao fim. Queria ver quem seria capaz de acumular tantas ausências num único mês”, falou uma funcionária da recepção que não quis de identificar por represália da direção.

Câmara investigará possível abandono de centro de atendimento à mulher em Santana, no Amapá

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle aprovou a Proposta de Fiscalização e Controle (PFC) 134/13, da deputada Nilda Gondim (PMDB-PB) que demanda à Comissão de Seguridade Social e Família que investigue como estão sendo aplicados os recursos federais destinados à construção do Centro de Atendimento à Mulher e à Família do município de Santana, no Amapá. 

A fiscalização deverá ser feita com o auxílio do Tribunal de Contas da União (TCU). O relator na comissão de fiscalização, deputado Dr. Paulo César (PR-RJ) apresentou parecer prévio favorável à proposta. 

De acordo com a autora, a ideia de pedir a investigação surgiu quando ela e demais deputadas visitaram o Amapá para investigar a violência contra a mulher. 

“Vimos uma construção aparentemente acabada, mas em estado de abandono, com a vegetação quase tão alta quanto o próprio prédio”. Segundo Nilda Gondim, a edificação seria destinada ao Centro de Atendimento à Mulher e à Família no Município de Santana, mas o prédio, que já teria sido pago e deveria estar pronto não tem instaladas redes hidráulica e elétrica.

GEA inicia obras que vão ampliar distribuição de água tratada para 20 mil consumidores em Santana

Depois de elevar de 45% para 85% a oferta de água tratada de Santana, o governo do Amapá iniciou mais uma obra que vai aumentar a capacidade de distribuição no município. 

Desta vez, o empreendimento da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) pretende ampliar e modernizar o sistema abastecimento sediado no bairro Paraíso. A liberação para o início dos trabalhos foi dada nesta sexta-feira, 11/04, pelo governador do Amapá, Camilo Capiberibe, que esteve no canteiro de obras inspecionando as atividades e conhecendo o projeto. Depois de pronta a obra, a rede vai levar água tratada às torneiras de cinco mil residências – onde moram aproximadamente 22 mil pessoas da segunda maior cidade do Estado. 

De acordo com o diretor-presidente da Caesa, Ruy Smith, os investimentos são da ordem de R$ 1,6 milhão. Oriundos da receita própria do Estado, R$ 838,6 mil serão empregados na construção da casa de bombas, reforma da casa de química, urbanização da área, reformas da elevatória da estação de tratamento de água e do centro de reservação, do reservatório apoiado de 2.000 metros cúbicos, elevado de 400 m³ e da subestação elevadora de 225 KVA. Outros R$ 463,1 mil são destinados à instalação de três novos filtros de 80m³/hora nos bairros Paraíso e Fonte Nova e mais R$ 360 mil na melhoria do sistema do bairro Provedor II. 

Os sistemas de distribuição do Provedor e Fonte Nova funcionarão integrados à rede central, inaugurada no último dia 21, atendendo também a bairros adjacentes. 

"Contabilizando os investimentos em obras de saneamento e para universalizar a oferta de água tratada no Estado do Amapá, o governo já aplicou recursos de R$ 32 milhões. É uma meta do nosso governo universalizar a água tratada e, aqui em Santana, nós vamos conseguir isto até o mês de junho", asseverou o governador Camilo Capiberibe. 

Segundo a Caesa, as obras iniciadas nesta sexta-feira compreendem duas fases. A primeira é a recuperação da base do sistema de distribuição. Em seguida, prevista para começar em maio, virá a conexão com o novo sistema de Santana, que foi entregue em março.

Campanha de doação de sangue e medula óssea é reforçada no Hemoap

Técnicos do Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) realizam neste sábado, 12/04, ações de conscientização para a doação voluntária de sangue e medula óssea, no Estado. A campanha acontece das 8 às 12 horas, na Faculdade Madre Tereza, em Santana, e faz parte das estratégias do Hemocentro para atrair novos doadores voluntários. 

Aproximadamente 15 profissionais de saúde do Hemoap, entre enfermeiros, técnicos de enfermagem e assistentes sociais participam da ação deste sábado na Faculdade Madre Tereza. O enfermeiro do Hemoap, Fabiano Fonseca, ressaltou que se trata de uma ação preventiva, com o objetivo de sensibilizar os acadêmicos e a população em geral para a doação de sangue e medula óssea. “O Hemoap tem buscado novos parceiros com a proposta de ampliar o número de doadores voluntários e, consequentemente, manter o estoque de sangue razoável”. Fabiano Fonseca destacou que, durante a ação em Santana, além das orientações sobre doação de sangue, haverá coleta de sangue de pessoas que optarem pelo Registro Brasileiro de Candidatos Voluntários a Doação de Medula Óssea (Redome). O Amapá tem mais de 21 mil doadores de medula óssea cadastrados, desde a implantação do serviço no Estado em 2009. 

Pelo menos 15 candidatos a doadores voluntários de medula óssea já saíram do Estado, com o objetivo de fazer o transplante de medula óssea. Fabiano salientou que a média de testes de compatibilidade para transplante de medula óssea é de um milhão para cada um paciente. 

O Hemoap conta com aproximadamente 50 mil doadores voluntários de sangue. Destes cerca de 12 a 15 mil são doadores permanentes. O Ministério da Saúde (MS) recomenda que homens devam doar sangue de dois em dois em meses e mulheres de três em três meses. O doador de sangue deve estar bem de saúde e ter idade entre 16 a 68 anos. 

Semana Santa
Devido o período da Semana Santa, o Hemoap intensifica na próxima segunda-feira, 14, as ações de coleta de sangue e de captação de novos doadores voluntários de sangue. O atendimento prevê a manutenção do estoque de sangue do Hemocentro. A ação acontece das 7 às 13 horas, com encerramento na quinta-feira, 17. 

O aumento do estoque de sangue se faz necessário para atender as demandas de hospitais da rede pública e privada. Mais Informações: 9178- 2411/ 8111- 6558/ 9148- 8001.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Lançamento das obras do sistema de água do Provedor será nesta sexta, em Santana

Desativado há quase 20 anos, em razão de rachaduras no reservatório elevado, o sistema de água do bairro Provedor II, em Santana, vem sendo recuperado pelo Governo do Estado para atender os moradores dos bairros Paraíso e Fonte Nova. 

Nesta sexta-feira, 11/04, o governador Camilo Capiberibe e o diretor-presidente da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Ruy Smith, realizam o lançamento da obra, orçada em R$ 1,5 milhão. 

A recuperação da estrutura física do sistema possibilita à Caesa produzir, dentro de 90 dias, mais 200m³ de água atendendo as residências daqueles bairros, onde não há abastecimento. Atualmente, cerca de 70% das residências dos dois bairros são atendidas pelo sistema central de Santana. 

Para reativar o sistema do Provedor II, a Caesa vai construir uma casa de química, recuperar o reservatório de água e instalar um aerador e três filtros. De acordo com a equipe técnica da Companhia, o equipamento é utilizado para eliminar o ferro da água. 

O sistema do bairro Provedor foi construído na década de 90 pela Prefeitura de Santana, porém nunca funcionou devido aos erros na construção da caixa d'água em concreto (reservatório). O equipamento apresentou vazamentos e não foi recuperado. 

As obras atuais fazem parte da segunda etapa do projeto Água para Todos, executado pelo Governo do Amapá, em Santana, com o objetivo de universalizar o abastecimento na segunda maior cidade do Estado. A primeira etapa foi entregue em março passado, elevando o abastecimento de 45% para 85% da população. 

De acordo com o presidente da Caesa, Ruy Smith, os investimentos na recuperação e ampliação do sistema de Santana somam cerca de R$ 20 milhões, incluindo o sistema central e os sistemas auxiliares em construção ou sendo recuperados. 

Na quarta-feira, 09, os técnicos da Companhia desativaram um poço do bairro Provedor II, que passou a ser atendido pelo sistema central com água de boa qualidade. Até então, devido à grande quantidade de ferro na água do referido poço, os moradores utilizavam o produto somente para higiene.

Governo e Capitania dos Portos vão intensificar fiscalização nas hidrovias amapaenses

O Governo do Estado e a Marinha começaram a dialogar para alinhar ações de fiscalização nos portos e hidrovias amapaenses. O objetivo é desenvolver ações conjuntas de modo a garantir uma navegação segura nos rios e afluentes internos e também nas linhas interestaduais. 

A iniciativa surgiu durante encontro do governador Camilo Capiberibe com o novo comandante da Capitania dos Portos no Amapá, almirante Edlander Santos. A reunião aconteceu nesta quinta-feira, 10/04, no Palácio do Setentrião. 

Entre outras questões afins, o chefe do Executivo destacou a preocupação com os indícios de superlotação nas embarcações que fazem o trajeto Macapá/Bailique. "O Bailique é peculiar. É um dos lugares do Amapá que só se chega de barco e a população do arquipélago vem muito à capital [Macapá] procurar os serviços públicos. É um trânsito fluvial intenso e a falta de controle na segurança das embarcações nos preocupa", comentou o governador. 

O comandante Edlander disse que o governo pode contribuir nas inspeções navais e com campanhas educativas. "A superlotação e a falta de cuidado com equipamentos de segurança e salvamento é um problema da Amazônia como um todo. Nós vamos planejar, em parceria com o governo, a intensificação das fiscalizações", asseverou o almirante. 

O governador também cogitou o apoio da Capitania na reativação de um terminal de embarque e desembarque de passageiros em Santana. "Além deste, temos terminais de carga no interior, em Oiapoque e Calçoene, que precisamos regular o funcionamento e a Marinha é fundamental nesse processo", ponderou Camilo Capiberibe.

Procon fiscaliza venda de peixe durante período da Quaresma em Macapá e Santana

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon/AP) realiza, no período de 09 a 14 de abril, em Macapá e Santana, uma ampla ação fiscalizatória em todos os pontos de venda do Peixe Popular e estabelecimentos que comercializam pescado. A iniciativa é decorrente do aumento nas vendas durante a Quaresma. As atividades acontecem pela manhã e à tarde. 

A meta principal da fiscalização é garantir que na Semana Santa os consumidores tenham o peixe de qualidade, a preço justo, visto que nesse período alguns estabelecimentos aproveitam a demanda para obter lucros abusivos. 

Durante a ação, os fiscais verificam a forma de comercialização, armazenamento do pescado, valores cobrados e formas de pagamento, entre outros. 

A diretora do Procon, Nilza Amaral, explica que, para garantir o sucesso no momento da comercialização, os fiscais repassarão algumas dicas importantes e precisas aos consumidores, como: observar se o corpo do peixe está brilhante, limpo, rijo e com cores vivas; se as escamas estão aderentes; os olhos, brilhantes e ocupando toda a órbita; as guelras úmidas e avermelhadas, com cheiro de plantas aquáticas; e o ventre firme e roliço. 

"Nosso trabalho não se estende somente ao consumidor, vamos orientar os comerciantes a manter os alimentos refrigerados para garantir a qualidade, explicando que os mesmos devem ficar atentos às condições de higiene dos locais para que todos saiam satisfeitos", conclui Nilza.

Governo e Prefeitura montam plano de recuperação da malha viária de Santana

O Governo do Amapá e a Prefeitura Municipal de Santana (PMS) iniciaram uma parceria que vai levar um grande plano de reestruturação de malha viária para a segunda maior cidade do Estado. O projeto inclui a recuperação e o recapeamento de vias, além de sinalização e obras de saneamento. 

O plano já está em fase de conclusão e a definição dos recursos para a execução foi desenhada nesta terça-feira, 08/04, durante reunião entre as equipes técnicas dos setores de Transportes das duas administrações e os chefes dos dois Executivos, o governador Camilo Capiberibe e o prefeito Robson Rocha. 

De acordo com o projeto, as ações passarão, inicialmente, pelas principais vias de acesso ao município. Isso inclui as entradas (pela Rodovia Duca Serra) dos bairros Fonte Nova e Paraíso e ruas da comunidade do Igarapé da Fortaleza (pela Rodovia Salvador Diniz). 

Paralelamente, as frentes de trabalho do governo e da prefeitura atuarão nos bairros Nova União, Nova Brasília, Área Portuária e Comércio. A PMS já tem recursos garantidos para recuperar as vias do bairro Daniel, um dos mais afetados pelas chuvas nos últimos meses. 

"Estamos trabalhando para lançar e concluir o processo licitatório em tempo hábil de modo que os serviços já comecem no início do verão que se aproxima. Mas, independente desse plano, vamos continuar com as frentes da Setrap [Secretaria de Estado dos Transportes], que já está em fase de conclusão dos oito quilômetros de cinturão asfáltico que cercam a cidade", disse o governador Camilo Capiberibe, referindo-se às obras de recapeamento da Rua Cláudio Lúcio Monteiro – uma das principais vias de Santana. 

Os recursos são oriundos dos recursos próprios do Estado e do Município, da operação de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e de emendas parlamentares. "É uma grande parceria que estamos estabelecendo para pavimentar Santana. O nosso projeto vai recuperar quase 80 % das ruas santanense", frisou o prefeito Robson Rocha. 

Também participaram da reunião a secretária de Estado dos Transporte, Laura Salime, e o secretário de Governo, Juliano Del Castilo – que coordena as ações de parceria.

Comissariado de Santana atende chamados pelo disque-denúncias sobre abusos a menores

O Comissariado da Infância e Juventude de Santana vai intensificar as fiscalizações em estabelecimentos de lazer que funcionam principalmente nos horários noturnos, dentre eles lanchonetes, bares, boites, danceterias e congêneres. A razão está no grande número de ligações ao Disque-Denúncia 0800 285 1581, que funciona na sala do Comissariado. 

A informação é do coordenador do Comissariado infanto-juvenil, Lauro Paula da Luz. “Existem pessoas em nossa sociedade que são como que observatórios da Justiça. Sempre que veem alguma irregularidade noturna, envolvendo crianças e/ou adolescentes, acionam o nosso disque-denúncias”, diz ele. 

Nos primeiros três meses de 2014, com maior intensidade nos acontecimentos onde há participação de grande número de público – carnaval e shows – foram efetuados aproximadamente 80 autos de proteção envolvendo menores em horários impróprios à sua faixa etária, em estabelecimentos ou eventos, desacompanhados de seus responsáveis. 

Ainda no período, vários estabelecimentos de diversão foram autuados e notificados por permitirem a presença de menores, e praticarem a venda de cigarros e bebida alcoólica e outros produtos que causam dependência física ou psíquica, a essa demanda. 

De acordo com o Comissariado, apesar das campanhas educativas, grande é o descumprimento, razão do porque as fiscalizações e abordagens em via pública prosseguirão intensas nos finais de semana, sempre no período noturno até madrugada adentro, com o apoio de órgãos públicos da segurança estadual e municipal, e entidades de defesa da criança e do adolescente de Santana.

‘Novo Amapá’: Peça teatral lembra 39 anos do naufrágio com poesia e homenagens

Os 39 anos do maior naufrágio do estado serão lembrados com poesia e homenagens no espetáculo "Novo Amapá", que acontece no sá...