quarta-feira, 31 de outubro de 2018

VÍDEO mostra momento que pessoas são assaltadas em ponto de ônibus em Santana

Assalto aconteceu na manhã desta terça-feira (30)
Circula nas redes sociais as imagens que mostram o momento que uma dupla agiu criminosamente em um ponto de ônibus na cidade de Santana. 

O fato aconteceu no início da manhã desta terça-feira (30) na Rua Everaldo Vasconcellos, no bairro Fonte Nova. 

Segundo as imagens – registradas pelo circuito de segurança de um estabelecimento comercial – passava das 5h32min quando uma dupla vem acompanhando duas mulheres que chegavam ao ponto de ônibus. 

A dupla já vinha ‘beirando’ a rua quando alguns usuários (já presentes no ponto de ônibus) logo desconfiaram da aproximação dos meliantes, na qual um suspeitos retirou discretamente o que seria um revolver da cintura, enquanto que o comparsa recolhia as mochilas e celulares das pessoas. 

“Eles diziam pra ninguém ficar se mexendo muito, se não podia acontecer algo ruim”, relatou uma das vítimas, pelas redes sociais. 

Ação dos criminosos teria durado menos de um minuto e, apesar das imagens não oferecem muitas qualidades de reprodução, as mesmas já foram levadas ao conhecimento das autoridades policiais. 

Abaixo o vídeo na íntegra mostrando o assalto: 

Cemitério de Santana espera receber mais de 10 mil visitantes no Dia de Finados

Preparativos para o Dia de Finados
O Cemitério Municipal de Santana espera receber este ano mais de 10 mil visitantes até o Dia de Finados, comemorado na próxima sexta-feira (2). 

De acordo com o coordenador do local, Aziel Borges, este é o cemitério mais antigo da segunda maior cidade amapaense, com mais de quatro décadas de existência. No local, estima-se que estão enterradas mais de 30 mil pessoas. 

“Ainda estamos fazendo levantamentos de enterros desde o ano passado, mas já cadastramos oficialmente pouco mais de 12 mil sepultados (entre crianças e adultos), porém, acreditamos que este número deva ser bem maior, podendo chegar a 30 mil”, disse Aziel. 

Aziel Borges, coordenador do cemitério
Ainda de acordo com o coordenador, há vários dias que parentes de sepultados estão indo ao local, procurando realizar diversos serviços particulares. 

“A movimentação no local já é grande desde a semana passada, quando as famílias começaram a mandar pintar e reformar os túmulos. Na verdade, o cemitério é aberto o ano todo, mas nessa época de finados os familiares procuram visitar seus entes queridos. Com certeza nesta sexta-feira, o movimento será bem intenso”, prevê. 

O aposentado Jonas Amaral, de 78 anos, resolveu visitar o túmulo de alguns parentes nesta quarta-feira (31). Ele diz que prefere ir alguns dias antes do feriado para evitar tumulto. Para o aposentado, visitas ao cemitério são comuns mais nessa época do ano. Ele diz que vai ao local ao menos duas vezes por ano. 

“Vim agora que está mais calmo para ver a sepultura de um irmão, cunhada, dois sobrinhos e também da minha sogra. No Dia de Finados é muito tumultuado, mas se eu estiver com disposição, venho de novo. Costumo rezar pela alma deles com uma Ave Maria e um Pai Nosso”, diz Amaral. 

Cemitério passou por limpeza e pintura
Já a enfermeira Matilda Góes, de 52 anos, aproveitou a visita antecipada para colocar flores em uma das covas onde estão sepultadas as mais de 300 vítimas do naufrágio do ‘Novo Amapá’, ocorrido em 1981. 

Em razão de ter uma viagem agendada para esta quinta-feira (1º de novembro), a enfermeira resolver dar uma visitada ao cemitério da cidade, pois, tem parentes sepultados no local. 

“Minha tia morreu nesse naufrágio e aproveitei para pagar um serviço de pintura em duas covas onde estão sepultadas essas vítimas e limpar o túmulo do meu irmão”, disse. 

Os portões do cemitério estarão abertos a partir das 7h00 da manhã, com previsão de fechamento marcada para às 22h00. 

Durante este período, em especial aos fiéis católicos, estão marcadas a celebração de missas. Os atos religiosos deverão acontecer em horários distintos.

Madre Tereza: Projetos incentivam o empreendedorismo e a leitura entre os alunos

Nesta quarta-feira (31), o Centro de Ensino Madre Tereza (CEMT), realizou a culminância de dois projetos desenvolvidos durante todo o ano com a participação das turmas do 3º ao 9º ano e 1°série do ensino médio. 

O projeto Ética e Empreendedorismo: preservar o meio ambiente que buscou disseminar entre os alunos as primeiras noções de empreendedorismo e o projeto Paradidático, uma iniciativa com a proposta de tornar a leitura uma prática prazerosa, indispensável ao desenvolvimento do pensamento crítico, autônomo e criativo dos estudantes. 

Em sua primeira edição, o projeto Ética e Empreendedorismo: preservar o meio ambiente, envolveu a comunidade escolar em atividades e ideias ambientalmente corretas, com consumo consciente e o reaproveitamento de materiais, através do empreendedorismo. 

“Nós trabalhamos a disciplina Filosofia voltada à ética, empreendedorismo e valores sociais, nosso projeto buscou estimular a educação ambiental e fazer com que nossos alunos aprendessem as primeiras noções sobre negócios, trabalhando em equipe. Isso foi gratificante para todos nós”, disse a professora Missilene Marques. 

Com o apoio dos professores, os alunos fizeram a exposição de suas atividades. 

A aluna do 6º ano, Maria Alencar, levou para a exposição objetos confeccionados a partir da reutilização de caixas de papelão e embalagens de papel, uma experiência que ela passou a adotar no dia a dia. 

“Muitas vezes usamos e descartamos, sem saber que aquela embalagem pode ser reaproveitada. Toda a turma participou, se envolveu, os professores ajudaram dando referências e incentivando a pesquisa. Foi muito legal!”, disse a estudante de 12 anos. 

O projeto Ética e Empreendedorismo, contou ainda mesas de exposição com comidas e pratos preparados a partir do reaproveitamento de alimentos em casa, além de utensílios, brinquedos e até joias, fabricados com materiais recicláveis. 

Já o projeto Paradidático, reuniu os alunos para expor e apresentar na prática, os temas de cada leitura escolhida pelos professores. Obras como “Dom Quixote” do escritor espanhol Miguel de Cervantes, “Você é Livre”, “A Ariranha do Bico Torto” e a “A Terra do Povo da Graça”, foram leituras trabalhadas em sala de aula e apresentadas durante a exposição. 

A aluna Atinda Maciel, de 15 anos, utilizou como ferramenta o Word Café, um experimento que buscou entre os alunos de sua turma, saber o que tinham aprendido sobre a leitura de Dom Quixote. 

“Tivemos um bom rendimento, todos se envolveram bastante na leitura, aprenderam e hoje trouxemos o resultado do que foi feito”, comentou. 

O projeto contou ainda com apresentações teatrais e vídeos. Para a diretora pedagógica, professora Ana Mara Oliveira, são projetos inovadores que incentivam a autonomia de nossos alunos. 

“São estratégias pedagógicas que proporcionam à escola e aos professores a oportunidade e liberdade de trabalhar temas atuais e da nossa realidade, fortalecendo a construção de valores, além do enriquecimento do vocabulário, ortografia e visão de mundo”, concluiu a gestora. 

Texto Andreza Sanches

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Acusados de atropelar e matar Tielli Alves são denunciados por homicídio pelo MP

Familiares de Tielli acompanham coletiva no MP
A Promotoria de Justiça Criminal e Tribunal do Júri de Santana ingressou, nesta terça-feira (30), com denúncia contra Elber Nunes Zacheu e Johny de Souza Amoras, ambos acusados do homicídio da jovem Tieli Alves Medeiros, de 25 anos, praticado no trânsito da cidade, na madrugada do dia 21 deste mês. 

Na denúncia, o promotor de Justiça Anderson Batista descreve que no dia do fato, por volta das 5h20, em via pública - na Avenida Adálvaro Alves Cavalcante, região central de Santana, os denunciados, de modo proposital e consciente, agindo de comum acordo, praticaram o homicídio de Tieli Alves Medeiros e a tentativa de homicídio de Raulian Paiva Frazão. 

Os crimes foram praticados no trânsito e tinha Johny de Souza ao volante do veículo, com capacidade psicomotora alterada em razão da influência do álcool. 

“Após agirem com propósito de matar, ambos os denunciados deixaram de prestar imediato socorro às vítimas, e afastaram-se do local do acidente para fugir da responsabilidade”, inicia o promotor. 

Entenda o caso 
Foi apurado no Auto de Prisão em Flagrante, que no dia do crime, em frente a um estabelecimento comercial chamado 24 horas, por volta das 5 horas, os denunciados assediaram Tieli, chegando a tocá-la, momento em que seu namorado, também vítima, Raulian Frazão, interviu para que todos se afastassem. 

A partir de então os denunciados iniciaram as provocações. Johny e Elber chegaram a jogar garrafas e latas de cerveja contra as vítimas e outras pessoas que as acompanhavam. Um rapaz foi atingido na cabeça, fato confirmado por depoimento e laudo de lesão corporal. 

Raulian Frazão, que é lutador de UCF, percebendo a intenção dos denunciados, e para evitar o enfrentamento, convidou sua namorada, Tieli, e juntos foram embora, deixando o local em uma motocicleta. 

“Neste exato momento, os denunciados, ao perceberem que o casal tinha por intenção não mais permanecer no conflito, entraram em um veículo rapidamente – Jonhy, na condução do veículo, e Elber como passageiro - e passaram a persegui-los em via pública, com o único propósito de ceifar a vida de ambos”, detalha o promotor Anderson. 

Na perseguição, conforme visualizado pelas imagens de vídeo encartado nos autos, ainda na Rua Adálvaro Alves Cavalcante, esquina com a Avenida Princesa Isabel, Raulian reduziu a velocidade da motocicleta, em razão do semáforo vermelho, momento em que foi atingido de forma intencional, violenta e em alta velocidade, na parte traseira de sua motocicleta pelo veículo modelo GM Onix. 

Tielli Alves Medeiros tinha 25 anos
“Com o forte impacto, as vítimas foram violentamente arremessadas, e mesmo com a motocicleta presa ao veículo, os denunciados deixaram de prestar socorro, afastando-se do local do acidente para fugir à responsabilidade penal e civil. Distante do local, já na Rua Salvador Diniz, em frente à Sorveteria Iglu, após defeito no veículo, foram capturados por populares”, acrescenta a denúncia do Ministério Público do Amapá (MP-AP). 

As vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Estadual de Santana. Raulian sofreu lesões corporais, e Tieli Alves Medeiros veio a óbito no último dia 27. 

Denúncia reforça motivo torpe para os crimes 
“Os denunciados atuaram por motivação fútil ao pretenderem resolver uma mera desavença havida com Raulian - que legitimamente defendia sua namorada do assédio sexual - com uma perseguição pelas ruas de Santana, valendo-se de um veículo automotor, bem como atuaram impulsionados por motivo torpe, eis que a intenção de matar se deu em razão da vingança, pelo fato de Raulian ter defendido sua namorada do assédio sofrido”, reforça Anderson Batista. 

O promotor de Justiça acrescenta, ainda, que os denunciados, ao utilizarem de um veículo automotor para consumar o propósito homicida, impossibilitaram qualquer chance de defesa, já que o impacto sofrido não era esperado. 

“A assertiva é tão verdadeira que nas imagens em vídeo é possível observar que a motocicleta reduziu a velocidade no semáforo, momento que revela não estar preocupado com qualquer perseguição ou intenção homicida dos denunciados”, reafirma. 

Os indícios de autoria e a prova da materialidade estão comprovados por meio dos depoimentos prestados pela vítima e testemunhas, teste do etilômetro, auto de infração e notificação de autuação, laudos de exame de lesão corporal, boletim de ocorrência e imagens da ação delituosa. 

Pelo exposto, o MP-AP denuncia Jhony de Souza Amoras por tentativa de homicídio de Raulian Frazão e homicídio da jovem Tieli Alves Medeiros, crimes praticados por motivo torpe, fútil e à traição, emboscada e dissimulação de recurso que tornou impossível a defesa da vítima, conforme preciso no art. 121, § 2º, inciso I, II e IV c.c. art. 14, inciso II, do Código Penal. 

Jhony responderá, ainda, por omissão de socorro (artigo 304 do Código Penal) por deixar local de acidente, além de embriaguez ao volante, previstos nos artigos 305 e 306 do Código de Trânsito Brasileiro. Elber Nunes Zacheu foi denunciado pelos mesmos crimes, à exceção da embriaguez ao volante, já que estava de acompanhante no veículo.

Nogueira diz que oposição ou não a Waldez vai depender da composição do governo

Em entrevista exclusiva concedida manhã da desta terça-feira (30/10) a um programa radiofônico, o presidente do Partido dos Trabalhadores no Amapá, Antonio Nogueira afirmou que eventual apoio ou oposição ao 4º mandato de Waldez Góes vai dependender da participação ou não do partido no novo governo. 

Segundo ele, a prioridade, agora, é prosseguir no que chamou de “reconstrução do PT no Amapá”, com o objetivo de “participarmos em condições de vitórias das eleições municipais, que inclui a disputa da prefeitura de Macapá”. 

Apesar da queda de desempenho do partido nas eleições deste ano em comparação com 2014, Nogueira afirmou que o PT “saiu vitorioso”. Ele explicou que se não fosse o indeferimento dos registros pela Justiça Eleitoral, o partido teria concretizado o seu objetivo, que era a eleição de um deputado federal e um estadual. 

“Essa acomodação nos fez sair coligação da coligação com o PTB do senador eleito Lucas Barreto, do PPS do Jorge Amanajás e op PSDC. Fiz as somas da votação dessa coligação e a Dalva Figueiredo seria eleita deputada federal com 5.600 votos, o que mostra que fizemos as coisas direitinho, fizemos o dever de casa com base na nossa experiência política; além do fato de que em Santana teríamos com certeza um melhor resultado, pois a Isabel Nogueira foi a mais votada, não se elegendo por causa da decisão da Justiça Eleitora, que prejudicou não apenas o PT, como também outros candidatos, como a Janete (Capiberibe) candidata ao Senado e o Capí (ambos do PSB), candidato ao governo”, analisou.

Informações postadas no Diário do Amapá

“Vou continuar no UFC por ela”, diz Raulian Paiva após morte da namorada

Raulian Paiva e Tielli Alves
Ainda abalado após a morte da namorada Tielly Alves Medeiros, de 25 anos, vítima de um acidente em que ele sobreviveu, o lutador do UFC Raulian Paiva, conversou com a imprensa e contou que pensou em encerrar a carreira, mas o amapaense revelou que continuará lutando pela namorada. 

“Por mim, eu não lutava mais, ficava só em casa. Mas eu prometi que iria lutar por ela. Eu sei que ela não iria querer me ver desistindo. Pretendo seguir em frente com a minha carreira, mas farei isso por ela. Vou fazer o mundo inteiro saber quem foi Tielly. Ela merece isso”, disse Raulian, emocionado. 

O casal, que estava de moto, foi atingido por um carro na madrugada do dia 21, no município de Santana, no Amapá. Com o impacto, Raulian foi arremessado. 

Já Tielly ficou presa e foi arrastada por pelo menos 20 metros pelo carro. Os suspeitos seriam os homens que horas antes, assediaram a namorada de Raulian, gerando uma discussão com o lutador. 

Vídeo mostra motocicleta arrastada por carro
Segundo o técnico de Raulian, Ronildo Nobre, o lutador deve retornar ao Estados Unidos no mês de novembro para continuar o treinamento. O amapaense, da categoria peso-mosca, entrou no UFC após ter vencido Allan Puro Osso, por decisão dividida, em Las Vegas, na primeira edição do programa Contender Series Brasil. 

Despedida 
Sob lágrimas e gritos de justiça, amigos e familiares fizeram um protesto no enterro da jovem Tielly Alves Medeiros, de 25 anos, na tarde de domingo (28), no cemitério de Santana. 

De acordo com o Hospital de Emergência (HE), Tieli bateu gravemente a cabeça no asfalto. A vítima chegou a ficar internada na UTI respirando com ajuda de aparelhos. Ela morreu no sábado (27), na unidade de saúde.

O acidente 
No dia 21 de outubro, o casal estava em uma casa noturna onde ocorreu uma discussão. Um dos suspeitos teria assediado a namorada do lutador. O casal deixou o local em uma moto, e no semáforo da Avenida Princesa Izabel com a Rua Ubaldo Fugueira, ao parar no sinal vermelho, a moto em que Raulian e Tielly estavam foi violentamente batida por trás e arrastada. 

Com o impacto, Raulian foi arremessado. Já Tieli ficou presa e foi arrastada por pelo menos 20 metros pelo carro. Após se desprender do veículo e cair no chão, a moto continuou a ser arrastada. Depois do fato, os dois homens pararam o veículo e tentaram fugir, mas foram cercados por populares, que queimaram o carro. 

Os dois homens suspeitos de atropelarem o casal tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça do Amapá na segunda-feira (22) e estão no Instituto de Administração Penitenciária (Iapen).

Informações postadas no G-1 Amapá

Usuários do transporte coletivo de Santana são assaltados em ponto de ônibus

Usuários assaltados estavam num ponto de ônibus
Pelo menos cinco pessoas, que estavam em um ponto de ônibus, localizado no bairro Fonte Nova, zona norte da cidade de Santana, aguardando o transporte da linha intermunicipal (Macapá/Santana) para seguir para a capital, na madrugada desta terça-feira (30), foram assaltadas por dois elementos que estavam de bicicleta. 

Segundo uma das vítimas – que usou das redes sociais para contar o fato – os mesmos estavam em um ponto de ônibus (situado na Rua Everaldo Vaconcellos) por volta das 05h30 da madrugada, quando os delinquentes chegaram e armados com uma arma ‘branca’, anunciaram o roubo. 

“Houve um assalto agorinha aqui numa parada da Fonte Nova, uma moça quase desmaiou”, relatou a diarista Sandra Gonçalves, pelas redes sociais. 

Ainda de acordo com o relato da diarista, aparelhos celulares e dinheiro (valor não informado) foram levados das pessoas que estavam naquele ponto de ônibus. 

“Eles estavam numa bicicleta e desceram na Avenida 15 de novembro, no sentido daquelas pontes que ninguém tem coragem de descer”, continuou. 

Uma viatura da Polícia Militar de Santana esteve realizando várias rondas momentos após o ocorrido, fazendo diligências nas proximidades do local e na região para onde teriam descido os meliantes. Até o fechamento desta matéria, nenhum suspeito havia sido detido ou preso.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Escuridão em muitas ruas de Santana deixa moradores preocupados com aumento da criminalidade

Várias ruas estão sem iluminação noturna
Andar por algumas ruas e avenidas de Santana, no período noturno está virando dor de cabeça para a população, principalmente para os estudantes e profissionais de diversas áreas. 

Quem trafega por diversas vias de bairros como Fonte Nova e Fé em Deus, ambos na Zona Norte da cidade, pela parte da noite observa inúmeras luminárias de postes de energia completamente deterioradas pela ação do tempo ou de vândalos. 

Como se não bastasse isso, as ruas de bairros mais distantes da área urbana da cidade – tais como Jardim de Deus e Jardim Floresta – também registram vários trechos na escuridão, sem falar em pontos da Rodovia Duca Serra que virou alvo de críticas de centenas de pessoas que freqüentam diariamente a rodovia. 

Com medo de sofrer assaltos durante a noite, populares denunciam o aumento da criminalidade em razão dessa falta de iluminação noturna. 

“Aqui não é seguro sair depois das sete da noite. Se tiver carro ou moto, o risco é menor, mas quem anda de bicicleta já ficou várias vezes com uma faca apontada na cara”, relata a doméstica Cilene Vasquez, que reside no bairro Jardim de Deus II. 

Preocupados com a questão da segurança, os moradores desses bairros cobram soluções emergenciais por parte da Prefeitura de Santana, que agora assumiu a responsabilidade sobre os serviços de manutenção da rede de iluminação pública da cidade. 

Para eles, as ruas escuras estão apenas virando esconderijo de bandidos, onde diversos assaltos estão sendo registrados por tais moradores e constantemente relatados nas redes sociais. 

“A cobrança (taxa de iluminação pública) vem direitinho no talão de energia, mas o serviço que deveria existir, nunca foi visto, aí é pra acabar”, disse a doméstica. 

O blog tentou contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Santana, mas não houve êxito.

Em Santana, preparativos para o ‘Mês do Júri’

O coordenador do Mês Nacional do Júri no Amapá, desembargador João Guilherme Lages, em contagem regressiva para o início de esforço concentrado de julgamentos de crimes dolosos contra vida, realizou a entrega de camisas, banners e cartazes de divulgação para as unidades das comarcas de Macapá e Santana que estarão atuando durante o evento. O Mês Nacional do Júri terá início no dia 05 de novembro, se estendendo por todo o mês. 

O Desembargador João Lages destacou o planejamento que a coordenação do evento realizou ao longo de dois meses. 

“Começamos a pensar o Mês do Júri ainda em agosto, para que pudéssemos ter condições estruturais de trabalho, visando alcançar números ainda melhores do que na edição anterior”, garantiu. 

As entregas ocorreram na secretaria da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Macapá, onde serão realizados 30 julgamentos, 1ª e 2ª varas criminais da Comarca de Santana, que julgarão 14 processos e nas centrais de mandados das duas maiores comarcas do Amapá. Em todo o estado já estão marcados 74 julgamentos. 

Além da entrega de materiais, o desembargador João Lages aproveitou para visitar o plenário do Fórum de Santana, que recentemente passou por reforma. 

“Ficamos muito contentes em ver como ficou bonito o Plenário, pois a Justiça de primeiro grau precisa ser valorizada, e com a reforma o espaço ficou digno para receber e dar conforto a todos que utilizam aquele espaço”, considerou o magistrado. 

O Mês Nacional do Júri - Esforço Concentrado de Julgamentos de Crimes Dolosos contra Vida é realizado anualmente, sempre em novembro, obedecendo a Portaria nº 069/2017 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

domingo, 28 de outubro de 2018

Pedido de justiça marca enterro de Tielli Alves

Durante enterro de Tielli, vários pedidos de justiça
Um protesto silencioso marcou o enterro da jovem Tieli Alves Medeiros, de 25 anos, na tarde deste domingo (28), no cemitério de Santana. Ela era namorada do lutador do UFC Raulian Paiva Frazão, de 22 anos. O casal foi atropelado no dia 21, por um carro após desentendimento em um estabelecimento comercial. 

Sob lágrimas e com cartazes de pedido de justiça, amigos e familiares contaram que essa foi a forma para chamar a atenção das autoridades para que os responsáveis sejam punidos. Márcia Batista, amiga do casal, lamentou a perda da jovem. 

“O sentimento é de impunidade porque nós sabemos que isso não foi um acidente. Esse caso se trata de um assassinato e uma tentativa de homicídio. Agora, nós, amigos e família, estamos aqui, velando e enterrando ela”, disse Márcia Batista, amiga do casal. 

Casal foi atropelado em cruzamento
Dois homens suspeitos de atropelarem o casal tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça do Amapá na segunda-feira (22) e estão no Instituto de Administração Penitenciária (Iapen). O carro usado no atropelamento foi queimado após o episódio. O motorista estava conduzindo sob o efeito de bebida alcoólica, segundo a Polícia Militar (PM). 

Cleia Sales, amiga próxima de Raulian, falou que o lutador está abalado com a situação. Ela destacou que conheceu Tieli quando ainda no início do namoro dela com Raulian. 

“Está sendo muito difícil para todos nós. Eu acompanhei tudo, desde quando Raulian começou a lutar, o início do relacionamento dele com a Tieli, e eles eram unha e carne. Foram duas vidas interrompidas, apesar de o Raulian continuar vivo, ele está muito abalado”. 

O acidente 
De acordo com a polícia, no dia 21 o casal estava em um estabelecimento comercial na Rua Adálvaro Cavalcante, onde ocorreu a discussão. Um dos suspeitos teria assediado a namorada do lutador. O casal deixou o local em uma moto, e no semáforo da Avenida Princesa Izabel com a Rua Ubaldo Fugueira, ao parar no sinal vermelho, a moto em que Raulian e Tieli estavam foi violentamente batida por trás e arrastada. 

Cartazes exigindo justiça aos responsáveis
Com o impacto, Raulian foi arremessado. Já Tieli ficou presa e foi arrastada por pelo menos 20 metros pelo carro. Após se desprender do veículo e cair no chão, a moto continuou a ser arrastada. Depois do fato, os dois homens pararam o veículo e tentaram fugir, mas foram cercados por populares, que queimaram o carro. 

De acordo com o Hospital de Emergência (HE), Tieli bateu gravemente a cabeça no asfalto. O estado de saúde dela era considerado gravíssimo, por isso foi internada na UTI e chegou a respirar com ajuda de aparelhos. Ela morreu no sábado (27), na unidade de saúde. 

Em entrevista, o lutador, que teve escoriações nos braços, costas e pernas, afirmou ter sido alvo de xingamentos e disse não ter revidado a provocação, vindo apenas a sair do local. Ele descreveu o atropelamento como “um ato de covardia”. 

Câmeras registraram carro arrastando motocicleta
“Tudo isso aconteceu por uma covardia. Um rapaz mexeu com ela, mas não liguei. Depois, mexeu comigo, queria brigar porque sou lutador, para ver o meu potencial. Não dei ouvidos a isso e, quando fui embora, me fecharam”, contou, completando: 

“Quando fui arremessado, soube cair, não me machuquei muito. A trava do meu capacete estava presa. Eu me ralei, bati um pouquinho. A minha namorada não estava com a trava presa e, quando ela voou, o capacete saiu. Ela caiu de cara no chão, desmaiada. Desde ontem (domingo) ela está na UTI, desacordada. Os médicos estão fazendo o que podem, dando força a nós. Eu não me machuquei muito, não tive nada grave, mas a porrada foi muito grande. Do pescoço para baixo está tudo ok com ela, pressão, coração, está urinando, e se alimentando pela sonda. A porrada foi grande na cabeça quando ela caiu. Tive sorte de não me machucar”, disse o lutador.

O que disseram os suspeitos 
Em depoimento, o passageiro do carro disse ter sido abordado por Raulian, no estabelecimento comercial, que deu dois tapas leves em sua nuca e tomou satisfações por motivos que desconhece. 

Afirmou que não assediou a namorada do lutador e que não conhecia o casal. Disse também que não lembrava de ter havido troca de agressões e nem arremessos de latas e garrafas. 

Sobre ter atropelado a moto, ele falou à polícia que o carro em que estava foi perseguido por três motocicletas que vinham atrás e na lateral do carro e se sentiu ameaçado. Depois ele viu uma das motocicletas ir para a frente. 

“Que sentiu-se ameaçado com uma motocicleta que se aproximava à sua direita e, ato reflexo, puxou o braço do condutor de modo a tentar atingir a motocicleta que se aproximava pela lateral direita do veículo, vindo a colidir com a motocicleta à frente. Que não perceberam a moto presa, por isso não pararam e que fugiram com medo da atitude de populares”, detalha trecho do depoimento. 

Já o segundo envolvido, o motorista, relatou ter presenciado o amigo levando dois tapas na nuca e manteve a versão de que, ao sair do local, foi perseguido por motos e não viu o veículo na frente do carro. 

“(...) Não havia visto a moto à frente do carro antes da colisão. Em razão do impacto, o carro estancou o motor alguns metros à frente. (...) religou o veículo para continuar o percurso e percebeu que havia algo travando o deslocamento. Que acelerou, mas o veículo não se deslocou porque estava preso em alguma coisa, que deu uma marcha ré, livrando veículo do obstáculo e em seguida continuou. Que ao entrar numa rua próximo do hospital de santana o veículo não pode mais prosseguir porque acreditava que o pneu havia sacado. Que após parar tentou correr, mas foi detido por mototaxistas”. 

O lutador de UFC, Raulian, ganhou destaque depois de vencer uma luta em Las Vegas, há quatro meses, pelo Contender, reality show de artes marciais. 

Com a vitória sobre Alan Nascimento, ele assinou contrato de quatro lutas com a UFC. A próxima disputa, marcada para dezembro, poderá ser adiada.

Informações postadas no G-1 Amapá

Para o 4º mandato, Waldez é reeleito governador do Amapá

Waldez Góes é reeleito ao Governo do Amapá
Com 98% dos votos apurados até as 18h55, Waldez Góes é reeleito para o Governo do Amapá com 190.223 de eleitores que garantiram essa vitória. 

Ainda no início da apuração das urnas, o candidato adversário João Capiberibe levantava inúmeras vantagens com até 51% dos votos válidos a frente, sendo que a partir dos 2% das urnas que foram sendo apuradas, o atual governador começou a encontrar vantagens.

Pela comarca de Santana, foram mais de 64% de eleitores da segunda maior cidade amapaense que garantiu a sua reeleição, vindo agora para o 4º mandato no Executivo Estadual. 

Numa rápida entrevista pelas redes sociais ao blog, o candidato reeleito garantiu várias prioridades para Santana ainda nos próximos dias. 

“Abriremos novos concursos para as área da saúde e educação, iremos convocar mais candidatos aprovados e cm certeza deixaremos vários sistemas modernizados, tanto na segurança como na educação e na saúde”, garantiu.

Santana vence Ferreira Gomes nos pênaltis e avança de fase no Intermunicipal

Após ter perdido por 2 a 0 no jogo de ida, o Santana utilizou o fator casa, devolveu o placar e eliminou o Ferreira Gomes nos pênaltis pelas quartas de final do Campeonato Intermunicipal de Futebol. Partida foi realizada na sexta-feira (26), no Estádio Augusto Antunes. 

O primeiro tempo da equipe santanense foi quase perfeito. A equipe conseguiu fazer dois gols, mas acabou deixando o Ferreira Gomes diminuir o placar. 

Precisando de mais um gol para levar a partida para os pênaltis, os donos da casa voltaram do intervalo dominantes, mas a bola teimava em entar. Até que no meio do segundo tempo, o Santana marcou o terceiro e levou a decisão para a marca da cal. 

Empurrados pela torcida, o time santanense se manteve focado e foi impecável nas cobranças de pênaltis. Já o Ferreira perdeu dois na marca da cal e deu a vitória para o Santana por 4 a 3 nas cobranças. 

Classificado, Santana se junta a Olímpicos e Cutias que também passaram para as semifinais. O adversário do time santanense sairá de Mazagão e Porto Grande.

Informações postadas no Diário do Amapá

Paraense encontrado morto em Santana estava desaparecido há três dias

Fato registrado na área portuária de Santana
O sumiço do paraense Zenildo Ferreira Dias, de 59 anos de idade, já vinha deixando preocupado alguns amigos e colegas de trabalho. 

Natural de Itaituba (PA), o corpo do paraense foi encontrado em sua própria residência na manhã deste sábado (27) por populares que acionaram uma viatura da Polícia Militar, que logo constatou já está em óbito. 

A princípio, não souberam dar nenhuma informação sobre o nome do desconhecido e as causas da morte, até que pessoas próximas detalharam às autoridades sobre seus desaparecimento desde a última quarta-feira (24). 

Ainda de acordo com as autoridades, que inspecionaram o local onde o cadáver foi encontrado, “tudo indica ter sido de morte natural”. Ninguém da família do paraense foi localizado para comentar o assunto.

sábado, 27 de outubro de 2018

Casos de malária no município de Santana reduzem em 40%, diz prefeitura

O número de casos de malária em Santana, distante cerca de 17 quilômetros de Macapá, reduziu 40% este ano, segundo a prefeitura. 

Mesmo com a diminuição, os índices ainda são considerados altos. Por essa razão, o município informou que vem concentrando ações nos bairros mais afetados e focando na prevenção. 

No fim do ano passado, a prefeitura de Santana decretou situação de emergência depois de registrar mais de 3,4 mil casos da doença, um aumento de mais de 100% em relação a 2016, que registrou 1,3 mil pessoas doentes. 

Os novos dados da Secretaria Municipal de Saúde apontam uma diminuição este ano. De janeiro até a sexta-feira (26/10) foram registrados 1,4 mil casos. O titular do órgão, Rosivano Albuquerque, considera a queda resultado das ações nas escolas e nas áreas mais afetadas. 

“Nossas equipes intensificaram os trabalhos em pontos onde ocorria o maior número de casos, que era a Ilha de Santana, e a gente conseguiu, com os dados do segundo quadrimestre, perceber que tem funcionado. Conseguimos reduzir de cerca de 1.920 casos para 1.400”, explicou. 

O secretário também disse que cinquenta novos agentes de endemias atuam no município depois de uma parceria com a Superintendência de Vigilância em Saúde. O foco agora é a prevenção. 

“Conseguimos melhorar a manutenção de veículos, garantia de combustível, estamos encerrando a aquisição de bombas, EPIs, uniformes, que serão entregues ainda este ano. Agora, intensificamos ainda mais os trabalhos, principalmente na zona rural e já havíamos feito ações preventivas dentro das escolas em bairros mais significativos, como Fé em Deus, Parque das Laranjeiras, Fonte Nova, Jardim de Deus”, finalizou.

Informações postadas no G-1 Amapá

Morre Tieli Alves

Tieli estava internada desde o dia 21
A jovem Tieli Alves de Medeiros, de 25 anos, que comoveu todo o Estado do Amapá – principalmente o município de Santana, onde reside – faleceu na manhã deste sábado (27).

A notícia foi confirmada às 8h30minutos pelo Hospital de Emergências de Santana, onde Tieli encontrava-se internada desde as primeiras horas da manhã do último domingo (21), quando a jovem (acompanhada do seu namorado o lutador de UFC Raullian Paiva) foram intencionalmente atropelados em um cruzamento na cidade de Santana

Na última terça-feira (23), os médicos do HE de Santana já haviam oficialmente informado à família da jovem sobre a sua gravidade, vindo até a declara-la com morte cerebral. 

Raullian e Tieli foram atropelados
No entanto, as esperanças de familiares e amigos era de que Tieli encontrasse uma alternativa de se recuperar milagrosamente do ocorrido. Várias ações de cultos e orações foram diariamente realizadas em frente ao HE de Santana, buscando a melhora de Tieli. 

O fato 

Segundo o peso-mosca (57 kg), os dois deixaram o local em sua moto para evitar uma briga, mas acabaram perseguidos por um carro, que colidiu e arrastou seu veículo. 

Motocicleta com casal foi arrastado por veículo
A batida – que ocorreu no cruzamento da Rua Adálvaro Cavalcanti com a Avenida Princesa Isabel – arremessou Paiva, mas Tieli ficou presa à moto. Os dois integrantes do carro tiveram a prisão preventiva decretada no dia seguinte à colisão. 

De acordo com o blog, a Polícia Militar do Amapá constatou que o motorista do automóvel estava sob efeito de bebida alcoólica, o que é proibido pelo Código de Trânsito Brasileiro. 


Parentes de Tieli não confirmaram ao blog detalhes sobre o velório e o endereço onde será realizado.

Círio Musical acontece pela primeira vez no município de Santana

Acontece neste sábado (27/10), a primeira edição do Círio Musical do município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. O local da celebração será a quadra da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro Remédios 2. A programação inicia às 19h. 

Vão se apresentar na festividade as bandas e corais das paróquias de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Nossa Senhora de Fátima, São Pio e Santa Terezinha, todas do município de Santana; além de atrações de Macapá. 

Hildo Fonseca, um dos coordenadores do Círio Musical de Santana, convoca toda a comunidade católica para participar da festa. 

"Nós estamos mobilizando as paróquias, os grupos de jovens, as famílias, para participar junto com a gente. É um momento de levar as mensagens de paz, de justiça, de solidariedade e de amor aos sonhos", disse. 

Comidas típicas estarão sendo comercializadas no evento. A organização espera a presença de 1 mil devotos na celebração. 

Serviço 
Círio Musical de Santana 
Data: 27 de outubro (sábado) 
Local: Quadra da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Rua Cláudio Lúcio Monteiro, nº 1717, Remédios, Santana) 
Hora: 19h 
Entrada gratuita 

Informações postadas no G-1 Amapá

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

No Provedor II, moradores interditam travessas por causa da poeira

Os próprios moradores interditaram as vias
Uma moradora do bairro Provedor II, zona noroeste da cidade de Santana, entrou em contato com o blog para reclamar da situação de algumas travessas (vias) do bairro onde reside, cuja situação está deixando os moradores indignados. 

Com galhos de árvores, madeira e até entulhos, os moradores interditaram as travessas 20 e 21 do bairro. Eles reclamam da poeira na via e cobram providências para o problema. Carros, caminhões e motos tiveram que fazer desvio. 

Apesar de não passar linha ônibus nesses trechos, o tráfego de veículos é intenso no local. A poeira incomoda tanto que alguns moradores sofrem com problemas de saúde e já pensam se mudar do local. 

“O prefeito pensa que não mora gente aqui, mas em época de campanha não parava de passar os seus militantes por aqui, não merecemos continuar desse jeito”, reclama a moradora, na postagem enviada ao blog. 

Segundo os moradores, a interdição será mantida até que melhorias sejam feitas na rua. 

O blog tentou contato com a Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop) de Santana, mas não houve êxito.

“Meus filhos sentem saudade do pai”, desabafa esposa de PM morto em 2016

Vítor olha a foto do pai, morto em 2016
As primeiras horas da manhã daquele dia 26 de outubro de 2016 – uma quarta-feira – parecia mais um dia normal na vida de Diene Rodrigues e do marido Jefferson Luis Cunha, um policial militar que estava de férias, se dedicando completamente à família durante aquele período de licença. 

Segundo a esposa, o PM havia se levantado da cama (como sempre fazia) e logo se direcionando aos cuidados paternos com seu filho caçula, com poucos meses de nascido.

“Ele segurou o filho no colo como costumava fazer, ainda fez o mingau pra ele e depois me passou antes de sair pra Macapá”, relembra Diene, viúva do PM. 

Jefferson havia se comprometido de ir até a capital marcar uma consulta para a esposa, que estava sofrendo uma forte inflamação de nódulo na região da garganta. Sua preocupação com a família sempre esteve à frente de várias prioridades. 

Jefferson passeando com a família
“Ele não falou nada, apenas subiu na moto e saiu em direção à Macapá”, disse a esposa, que ainda se despediu de modo carinhoso ao vê-lo sair pelo portão de sua casa, localizada no bairro Nova Brasília. 

A triste notícia 
Minutos após o marido deixar sua residência (ainda não era 7h da manhã), Diene conta que escutou o som de sirenes de ambulância circulando sua região domiciliar, mas sem desconfiar que algo ruim tivesse acontecido. 

“Ainda vi a direção que seguiu essa ambulância, mas nada passava na minha cabeça, até que uma moça que presta serviços de diarista me ligou perguntando pelo Jefferson e falei que ele havia ido pra Macapá, ela achou bastante duvidoso e logo me disse que ele havia sofrido um acidente”, detalhou a esposa. 

O casal vivia um momento positivo
Diene conta que poucas coisas ainda lhe vieram à cabeça ao ouvir aquela notícia. “Pedia a Deus que aquilo não fosse verdade, não estava querendo acreditar nisso que podia está acontecendo”. 

Ainda relata que vários veículos (conduzido por conhecidos da família) começaram a passar próximo à sua residência, mas que pareciam não terem coragem de parar e explicar o que realmente – lamentavelmente – ocorrera. 

“Como meu telefone estava cortado, começou a cair mensagens de parentes e amigos, me falando do fato, mas pra mim eu não conseguia acreditar, tudo parecia mentira”, diz, emocionada. 

O fatídico envolvendo o PM Jefferson Cunha ocorrera no cruzamento da Rua Adálvaro Cavalcanti com a Avenida Rui Barbosa, quase em frente de uma escola de idiomas, onde um carro (marca saveiro) atingiu a motocicleta conduzida pelo PM, que acabou sendo arremessado há alguns metros sob o asfalto, vindo a morrer na hora. 

A difícil caminhada familiar 
Passado dois anos desse triste episódio que marcaria a vida pessoal e familiar de Diene Rodrigues (e de muitos que o conheciam), a dura fase seria agora prosseguir com os inúmeros planos que estavam traçados pelo casal, que até então já vinham conquistado diversas vitórias. 

“O Jefferson não desistia do que queria, e sempre lutávamos juntos, estávamos vivemos um momento bom, onde ele estava muito ligado à família, havia se aproximado de Deus, e do nada acontece tudo isso”, detalha. 

Motocicleta conduzida pelo PM ficou destruída
Com quase uma década de relacionamento ativo, Diene enfrentou – e ainda enfrenta – a forte batalha de seguir com passos de um líder familiar, mesmo faltando um importante membro que a constituíra. 

“Por mais que eu tentasse me esforçar, mas até hoje parece que ele não morreu, parece saiu por aquela porta e penso que pode voltar a qualquer momento”, enfatiza. 

Jefferson era bastante ligado às ações familiares
A curiosidade dos filhos Casado com Diene, Jefferson deixou dois filhos (Sofia e Vítor), que na época de sua morte estavam com seis meses e dois anos, respectivamente, mas que apesar da pouca idade, já demonstram a falta do amor paterno. 

“O Vítor olha para a TV e diz que o pai mora no céu, já a Sofia não comenta diretamente comigo o que sente, mas pelo que já soube, ela fala sobre a falta que dele”, diz Diene, que completa: “Eu acompanho o jeito deles, e sei que meus filhos sentem muita falta do pai”.

PM era destacado e respeitado por amigos
Para ela, quem mais demonstra esse sentimento de carência paterna é a filha, que já chegou ao ponto de ficar em silêncio por longos momentos, demonstrando uma forte vontade de chorar. 

“Converso com ela e pergunto o que ela sente e muitas vezes não fala, mas vejo no seu comportamento aquela vontade de querer chorar e peço que chore, como uma maneira de tirar algum peso que sente dentro de si”, conta Diene. 

Uma vida incompleta 
Hoje com 36 anos, Diene passou a se dedicar exclusivamente ao casal de filhos que construiu com o PM, onde uma das maiores prioridades é o acompanhamento emocional daqueles que eram muito ligados a Jefferson Cunha. 

“Hoje não me preocupo em querer encontrar alguém, me centralizo na educação dos meus filhos e esperar para que no futuro possamos conversar e assim escolher o momento exato de falar sobre essa ausência que o pai faz em nossas vidas”, condiz a esposa. 

Sofia e Vítor, filhos do PM Jefferson Cunha
Na sua concepção, o fato que teria culminado na morte de seu marido não seria definido como ‘acidente’, conforme relata Diene. 

“Muita gente que presenciou aquele momento deixou claro que aquilo não foi um acidente, mas sim, um crime com testemunhas. Mas hoje prefiro deixar que Deus faça a justiça Dele conforme a sua vontade”, finaliza.

Sua participação no âmbito Polícia Militar lhe congratulou como patrono da Unidade de Policiamento Comunitário, instalada na Ilha de Santana, e reinaugurada em setembro de 2017, que contou com a presença de diversas autoridades civis e militares.

‘Novo Amapá’: Peça teatral lembra 39 anos do naufrágio com poesia e homenagens

Os 39 anos do maior naufrágio do estado serão lembrados com poesia e homenagens no espetáculo "Novo Amapá", que acontece no sá...