quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

No Amapá, animais são levados de reserva em crise financeira há 3 anos

Paulo Amorim, administrador da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Revecom, em Santana, no Amapá, disse que acordou nesta quarta-feira (26/02) 'para ouvir pela última vez o som dos pássaros' que mantia há mais de 15 anos. As aves foram as primeiras dos 72 animais retirados nesta quarta-feira pelo Ibama. Os bichos foram doados ao Estado por ocasião da crise financeira pela qual passa a reserva desde 2011. 

Araras, papagaios e tucanos, além de jabutis e micos, foram levados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) em Macapá, de onde serão encaminhados para zoológicos e reservas em outros estados, já que não há no Amapá outra RPPN e o único zoológico não está legalizado para receber animais. 

Os animais retirados da reserva nesta quarta-feira (26) foram os primeiros dos 515 que ainda deixarão a área de 171 metros quadrados em que viviam, na Revecom. 

“É triste ver um trabalho de dedicação ter que ser desfeito em função da falta de investimento em um local destinado para a preservação do meio ambiente", lamentou Paulo Amorim. 

Um grupo de estudantes de biologia da Universidade Federal do Amapá (Unifap) acompanhou a retirada dos animais e manifestou contra a ação. Eles pediam investimento público na área. A estudante Tayná Souza chegou a chorar quando o caminhão do Ibama deixou a reserva levando alguns animais. 

Paulo Amorim foi quem esteve administrando a
reserva nos últimos 15 anos.
“Um trabalho tão bonito. Está sendo difícil vê-lo se desfazer, mas, além disso, estamos verificando se os animais vão ser levados de forma adequada para o Cetas, que não tem uma estrutura para receber esses bichos”, disse Tayná, que promove nas redes sociais uma campanha em que recolhe assinaturas para uma petição destinada à reabilitação da RPPN amapaense. 

Animais de grande porte, como uma onça-pintada, um gato maracajá e um gavião-real, vão aguardar a definição de locais adequados para serem transportados. 

Paulo Amorim disse que somente um investimento permitirá à Revecom receber novamente grupos de estudantes e visitantes interessados em conhecer as trilhas existentes na reserva. Ele contou que para manter a Revecom com os mais de 500 animais que havia abrigado precisava de ao menos R$ 30 mil mensais, para alimentação dos bichos e limpeza do ambiente e pagamento de servidores. Segundo Amorim, a reserva recebia, no entanto, R$ 8 mil mensais, doados por parceiros, e parte da alimentação dos animais que era doada por empresários do ramo alimentício. 

Médico aposentado que há mais de 15 anos se dedica à reserva, Paulo Amorim disse que outro fator que contribuiu para a doação dos animais da reserva foi a contaminação do solo e da água da Revecom, através do esgoto jogado sem tratamento no rio Amazonas, que banha parte da reserva e servia aos bichos. "A tubulação de metal tem mais de 50 anos e apresenta corrosão em alguns pontos, o que causa o mau cheiro na área", disse. 

O superintendente do Ibama no Amapá, César Luís Guimarães, disse que o órgão não tem poder para repassar recursos para manutenção do local, e que a incumbência do instituto é apenas de garantir a preservação das espécies. 

“Essa transferência tem que ser o mais rápido possível pois essa estrutura que a Revecom oferece não dispõe mais de fundos e como nós não temos também, a responsabilidade tem que ser nossa [Ibama]. Para o transporte das aves, estamos dando toda a estrutura, e dentro do Cetas vamos dar todo o cuidado para esses animais”, disse Guimarães.

Caesa inicia os testes do novo sistema de abastecimento de água do município de Santana

Iniciaram nesta quarta-feira, 26/02, os primeiros testes técnicos do novo sistema de abastecimento de água da sede do município de Santana. Primeiramente, os engenheiros e técnicos da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) e das empresas responsáveis pelas obras colocaram em operação as bombas de captação de água bruta, a adutora e os reservatórios. 

"Em razão da pressão na rede, devido aos testes das novas bombas, algumas tubulações antigas, sem água há bastante tempo, estão rompendo, ou seja, vazando, e com isso somos obrigados a parar para fazer o reparo", explicou o gerente da Caesa em Santana, Reginaldo Azevedo. 

Os testes técnicos por sistema operacional devem prosseguir nos próximos dias até a realização do chamado pré-teste, quando será operacionalizado todo o novo sistema, desde a captação, o tratamento até a distribuição. 

A primeira etapa do projeto será entregue em março pelo governador Camilo Capiberibe, aumentando o atendimento dos atuais 50% para 70% da população. A segunda etapa será concluída ainda em 2014, aumentando esse índice para 90%. 

A obra, no valor de R$ 10,3 milhões, iniciou em 2010, porém só avançou a partir de 2011 e, ainda assim, prejudicada por uma série de erros no projeto original que precisavam ser corrigidos junto à Caixa Econômica Federal, atrasando a intenção do atual governo de concluí-la em 2012. 

Com o novo sistema, a Caesa ampliou a rede de distribuição até o Igarapé da Fortaleza, construiu uma nova estação de captação de água bruta, aumentando em 600m³ a produção, e ampliou a reserva de 2.000m³ para 4.000m³. 

Junto com o novo sistema, o governo, por meio da Caesa, vem construindo também o sistema isolado e a nova rede de distribuição que atenderá a comunidade do Ambrósio.

Secretaria do Desporto e Lazer apoia formação de novos árbitros

A chefe de Gabinete da Secretaria de Estado do Desporto e Lazer, Socorro Neves, participou na tarde desta quarta-feira, 26/02, no Centro Didático Ginásio Poliesportivo de Santana, da entrega de certificados aos concluintes do Curso de Árbitros de Futsal. 

O curso, promovido pela Liga de Futsal de Santana, com o apoio do Centro Didático, teve carga horária de 30 horas e contou com a participação de 38 inscritos, sendo ministrado pelo professor Orlando Magno, que também é presidente da Liga de Futsal. 

O gerente do Centro Didático, José Raimundo de Oliveira Cordeiro, destacou o empenho dos participantes, adiantando que já está articulando a realização de um novo curso, dessa vez para formação de árbitros de futebol, em conjunto com o Centro Didático Estádio Augusto Antunes. 

Já a árbitra Patrícia Vales agradeceu à Liga de Futsal e à direção do Ginásio de Santana pelo curso, destacando a decisão em formar uma turma com a grande maioria de santanenses, o que vai contribuir para fortalecer ainda mais o futsal em nível local. 

O presidente Orlando Magno agradeceu o apoio da Sedel e dos profissionais do Ginásio de Santana, salientando que o curso, além de formar árbitros, teve por objetivo fazer com que os participantes sejam multiplicadores de ações esportivas em benefício da comunidade. 

Socorro Neves destacou a participação de uma parcela significativa de mulheres no curso e parabenizou os novos árbitros de futsal, que poderão, inclusive, trabalhar nos Jogos Escolares Amapaenses, previstos para começar em maio. 

Também participaram da solenidade de entrega dos certificados o gerente do Núcleo de Esporte Educacional, Agostinho Lopes, e a coordenadora de Formação Esportiva, Silvia Quaresma.

Hemoap reforça ações para aumentar estoque de sangue durante o Carnaval

O Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap) intensificou as campanhas de doação de sangue nesse período de Carnaval. O trabalho prevê o aumento do estoque para atender pedidos de bolsas de sangue dos hospitais públicos e particulares do Estado. 

Nesta quinta e sexta-feira, dias 27 e 28, respectivamente, o Hemoap está com mais uma edição do projeto Doa Mulher, criado há doze anos para incentivar as mulheres a tornarem-se doadoras voluntárias de sangue. O atendimento acontece no prédio do Hemoap, das 8h às 13h. 

"Embora o projeto Doa Mulher tenha um foco para o público feminino, os homens também poderão doar sangue nesses dias, afinal, nosso objetivo é ampliar o estoque de sangue do Hemoap", enfatizou a assistente social Marilda Ferreira. 

As ações do Hemoap voltadas para o Carnaval prosseguem até quarta-feira de cinzas, último dia de folia. Marilda Ferreira citou que nesta sexta-feira, 28 (à noite), um bloco de 150 mulheres doadoras de sangue de Santana participa do desfile de blocos daquele município. 

O Hemocentro também estará com um bloco solidário no desfile de A Banda para fazer a distribuição de panfletos educativos sobre doação de sangue, além de preservativos femininos e masculinos e gel lubrificante. 

Marilda reforçou que desde a última segunda-feira, 24, o Hemoap vem conseguindo ampliar o estoque de sangue. "A população tem atendido ao nosso apelo. Isso é muito bom, porque quanto mais doação de sangue, mais solidariedade e mais vidas são salvas", acentuou. 

O Hemoap funciona na Avenida Raimundo Álvares da Costa, s/n, no Centro. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. O telefone de lá é 3212- 6289.

SIMS realiza entrega de alimentos a instituições sociais

A Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS) realizou nesta quarta-feira, 26/02, a entrega dos alimentos arrecadados na troca por ingressos para a inauguração do Estádio Milton de Souza Corrêa, o Zerão; ocorrida no dia 15 de fevereiro. 

A entrega das 18 toneladas de alimentos arrecadadas foi realizada em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBMAP) e beneficiou a seguintes instituições sociais: Casa da Hospitalidade, Pastoral da Criança e Associação de Pais e Amigos dos excepcionais (APAE Macapá). A APAE Santana também recebeu alimentos, anteriormente, no dia 24 de fevereiro (segunda-feira). 

A ação representa a solidariedade da população amapaense e o compromisso do Estado do Amapá em atender cidadãos em situação de vulnerabilidade social.

Sesa promove treinamento para equipe neonatal do Hospital de Santana

A Secretaria de Estado da Saúde vai promover, no período de 13 a 15 de março, o Primeiro Curso de Atualização em Neonatologia do Hospital de Santana, direcionado aos médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagens da unidade que desenvolvem suas atividades na sala de parto, na UTI neonatal e no berçário patológico. O segundo acontecerá nos dias 20, 21 e 22 de março. 

A médica Ena Baraúna, coordenadora clínica do Serviço de Neonatologia do Hospital Estadual de Santana, explicou que o treinamento é necessário para aprimorar o conhecimento da equipe. "É prática do Governo do Estado promover e garantir cursos de reciclagem a seus colaboradores. Esse será o primeiro oferecido em 2014 para os nossos funcionários", disse. 

O curso é voltado também aos servidores que estão entrando no quadro da saúde estadual, por meio do concurso público. "Recebemos novos servidores e o curso servirá para aprimorar o conhecimento que eles trazem para o hospital", ressaltou. 

O treinamento será ministrado por médicos, psicólogos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas do próprio hospital. "Vamos utilizar os servidores da neonatologia para a aplicação do curso. Essa é uma forma de valorizarmos nossos colaboradores e executar a integração entre os profissionais de saúde mais experientes e os que estão chegando agora", finalizou.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Ônibus adquiridos pelo Estado beneficiam sete municípios do Amapá

Os municípios de Laranjal do Jari, Oiapoque, Pedra Branca, Porto Grande, Santana e Vitória do Jarí serão os primeiros beneficiados com os ônibus adquiridos pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio do programa Caminho da Escola. 

Inicialmente, chegaram oito veículos para transporte de alunos do interior, mas, ao todo, serão 32 unidades que chegam no decorrer de 2014 e 2015. Foram investidos R$ 7,5 milhões na aquisição. 

O coordenador de Administração da Seed, Jean Paulo Gomes, enfatiza que a aquisição desses ônibus é proveniente de um convênio com o Governo Federal. "Esse é o resultado de um trabalho árduo da equipe da secretaria, que se empenhou muito no final do ano passado para não perder os recursos destinados ao programa", acentuou. 

Os ônibus vão garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar, ampliando, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na educação básica da zona rural do Estado. 

A Seed adquiriu os veículos através de adesão ao registro de preço nacional, por meio do Plano de Ações Articuladas (PAR), e optou por encomendar sete ônibus com plataforma de acessibilidade para o transporte de estudantes com deficiência e um ônibus rural 4x4. Cada veículo tem capacidade para 59 alunos sentados e um cadeirante. 

Os ônibus irão atender os seguintes municípios e escolas: Laranjal do Jari - Escola Estadual Sônia Henrique Barreto; Oiapoque - João Batista Macial; Pedra Branca - Maria Helena Cordeiro; Porto Grande - Escola Estadual Elias Trajano; Santana - Escola Estadual Alberto Santos Dumont; Vitória do Jari - Escola Estadual Munguba do Jari. Em Macapá ficarão dois ônibus que atenderão a demanda da Escola de Tempo Integral Padre João Piamarta e os programas Projovem Urbano e Onda Jovem. 

Caminho da Escola
Criado em 2007 como parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), o programa Caminho da Escola tem entre os objetivos renovar a frota de veículos escolares, garantir a segurança e a qualidade do transporte dos estudantes. O programa também visa à padronização dos veículos, à redução dos preços e ao aumento da transparência nas aquisições.

Secult oferece atendimento em boxe instalado na unidade Superfacil de Santana

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) instalou nesta segunda feira, 24/02, no Superfacil de Santana, um boxe para atender aos movimentos culturais que atuam no município e a população em geral. Três servidores foram capacitados para receber as demandas. 

Numa solenidade simbólica, o secretário Luiz Pingarilho, juntamente com o deputado federal Evandro Milhomem (PCdoB), reuniram servidores, membros do Conselho Estadual de Cultura (Consec) e representantes da cultura local para inaugurar o boxe, que ofertará serviços como recebimento de projetos, cadastro, protocolo, dentre outros. 

Para o deputado Milhomem, líder da bancada federal, havia necessidade de um ponto de referência para que os produtores culturais santanenses pudessem ter mais acesso aos projetos, às programações e atividades executadas pela secretaria. 

O parlamentar se definiu como um incentivador da cultura amapaense e aproveitou para destacar que Santana deve diversificar suas ações culturais. "O município deve ter identidade própria, estabelecer condições reais de fomento da cultura local, se desvencilhar das ações realizadas na capital", analisou. 

Milhomem disse, ainda, que toda a atividade cultural representa atividade econômica, com geração de trabalho e renda. 

Entusiasmado, o titular da Secult, Luiz Pingarilho declarou que o boxe representa mais do que um local de atendimento, é a presença da secretaria mais perto dos produtores culturais e da população. "Esse é mais um avanço, que tem por objetivo aproximar a gestão pública dos movimentos culturais, exatamente como temos buscado estabelecer, valorizando, incentivando e apoiando os nossos fazedores de cultura", disse. 

O secretário ressaltou, também, que agora os profissionais não precisarão mais se deslocar até Macapá. De acordo com ele, o boxe funcionará como um facilitador, principalmente sobre os procedimentos administrativos. 

O coordenador em exercício do Superfacil, Rosinaldo Batista, destacou que quem ganha é a população, os produtores culturais e também a própria instituição, que ofertará mais uma opção de atendimento.

Ministério Público cobra segurança do Estado para a Ilha de Santana

Com o intuito de discutir sobre a falta de segurança pública na Ilha de Santana, o Ministério Público do Estado do Amapá por meio dos promotores de Justiça Afonso Gomes Guimarães e José Cantuária Barreto, reuniram-se, na manhã desta segunda-feira, 24/02, com representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SEJUSP), Ouvidoria da Polícia Civil, Policia Civil, Polícia Militar e comunidade. 

A reunião foi objetivada pelo recebimento de um abaixo assinado com 325 assinaturas de moradores da Ilha de Santana pedindo providências quanto à falta de segurança pública, constatada nos altos índices de furtos, roubos, tentativas de homicídios, dentre outros delitos. Segundo os moradores, a falta de segurança gera, também, o envolvimento contínuo de jovens com álcool e drogas. 

“Queremos verificar como está a situação da Ilha de Santana, hoje. Para tanto, estamos ouvindo os moradores e autoridades ligadas a segurança pública, para assim, definirmos uma linha de atuação e buscarmos soluções concretas para a comunidade”, ressaltou o promotor de Justiça Afonso Guimarães. 

Durante a reunião, os moradores solicitaram, também, providências quanto a segurança das pessoas que descem dos ônibus na rua Cláudio Lúcio e têm que ir andando uma boa distância até o Porto do Açaí, onde pegam as catraias para atravessar para a ilha. 

“Vale ressaltar que a Promotoria da Cidadania de Santana firmou Termo de Ajustamento de Conduta com os proprietários de ônibus, e estes, se comprometeram a circular até próximo ao Porto. No entanto, verificamos que o TAC não está sendo cumprido”, lembrou o promotor José Cantuária Barreto. 

Outros pontos abordados pelos moradores foram as péssimas condições das instalações físicas da base da Polícia Militar, o horário de funcionamento do posto municipal de saúde, a falta de uma base da Polícia Civil na comunidade e a ausência do Conselho Tutelar na região. 

O representante da SEJUSP, coronel Mafra, se comprometeu a iniciar estudos para a implantação do Policiamento Comunitário na Ilha de Santana, e, no prazo de 30 dias, data da próxima reunião, apresentar as medidas adotadas.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Imap libera licença para dragagem de novo porto

A Zamin Amapá, sistema integrado pela mina em Pedra Branca do Amapari, pela Estrada de Ferro do Amapá e operação do porto em Santana, recebeu a licença ambiental do Instituto de Meio Ambiente do Amapá (Imap) para realizar o processo de dragagem em sua área portuária. A operação visa aumentar a segurança no local e garantir o sucesso na operação de instalação de uma plataforma elevada que será fixada no fundo rio (jack-up) e permitirá a atracação dos navios, substituindo o antigo píer flutuante. 

Para instalação desses novos equipamentos a empresa segue todas as medidas de segurança para que o Porto seja ainda mais seguro e moderno. Umas das medidas é a construção de uma parede diafragma (muro de contenção) ao longo da margem do Rio Amazonas, dentro da área da empresa. A previsão é de que no segundo semestre de 2014 o píer esteja funcionando. Tal previsão dependerá também das licenças que deverão ser obtidas até o período. 

Para o gerente geral de logística da Zamin Amapá, Mivaldo Paz, a licença fornecida para a empresa é um importante passo na construção do novo Porto. “O processo de dragagem é importantíssimo para nós já que possibilitará um avanço em diversos aspectos operacionais, entre os quais, o aumento na segurança, maior valor da empresa”, afirma Mivaldo. 

Até o momento, os embarques têm sido feitos por meio de barcaças que atracam no píer fixo da Zamin Amapá, onde foram instaladas correias transportadoras. As barcaças fazem o transbordo (transferência do minério para um navio maior) para embarcações localizadas, simultaneamente, em dois pontos distintos: o primeiro, na Companhia das Docas de Santana (CDSA) e, o segundo, próximo ao balneário da Fazendinha, onde ficam ancoradas. 

A Zamin é um conglomerado independente global de mineração com ativos na América do Sul, África, Austrália e Ásia. O grupo Zamin está no Brasil desde 2005, operando as minas Susa no Rio Grande do Norte e Greystone, na Bahia .No Amapá, a Zamin já opera a Zamapá Mineração desde 2011. Com a aquisição do Sistema Amapá, que passou a se chamar Zamin Amapá, o atual portfólio de ativos do Grupo será fortalecido com o principal empreendimento do grupo na produção de ferro.

Comissariado de Santana intensifica ações noturnas para educar e coibir abusos

O Comissariado da Vara da Infância e Juventude de Santana tem realizado deste o início do ano, campanhas educativas e fiscalizações em bares, lanchonetes, boates, danceterias e congêneres, em vista aos cuidados que esses estabelecimentos noturnos devem ter quanto à permanência, consumo de bebida alcoólica e outras ameaças e riscos a que estão expostos os adolescentes do município santanense. 

Em mais uma dessas ações, foram distribuídos panfletos e cartazes informativos de prevenção e advertência. Por ocasião das fiscalizações, que aconteceram sempre nos fins de semana, no período noturno até madrugada, as operações contaram com o apoio da promotoria de Justiça, Delegacia da Infância, Conselho Tutelar, Meio Ambiente, Vigilância Sanitária, Bombeiros, Polícia Militar e outros órgãos de Santana. 

Com essa força tarefa, pelo menos 34 adolescentes foram apreendidos por estarem em estabelecimentos comerciais impróprios. Nessas abordagens, vários pontos comerciais e de lazer foram autuados com penalidades administrativas por permitirem o ingresso, permanência e consumo de substâncias nocivas à saúde e formação dos menores. 

Outra forma eficaz de fiscalização, e que tem produzido resultados positivos, em Santana, estão nas chamadas através do Disque-Denúncias 0800 2851581, que funciona na sala do Comissariado. Por meio dele, situações, como por exemplo, maus tratos no âmbito familiar ou quando algum direito do menor foi violado o Comissariado também está em alerta constante para ir até o local da ocorrência. 

Segundo o cronograma montado pelo Comissariado, as ações vão prosseguir nos fins de semana, especialmente nas localidades ribeirinhas como a área portuária, Elesbão, Delta do Matapi e a Ilha de Santana. Além das abordagens em via pública.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Setap inaugura posto de recadastramento da meia-passagem em Santana

Em função da baixa procura pelo benefício da meia-passagem, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) resolveu ampliar os postos de atendimento. A partir desta segunda-feira, 24/02, os estudantes que moram em Santana poderão ser atendidos com o serviço exclusivo de recadastro no terminal rodoviário do bairro Nova Brasília O atendimento será das 8h às 16h. 

Na primeira semana de atendimento, menos de dois e quinhentos estudantes procuraram os postos de cadastramento e recadastramento da meia-passagem. Foram cerca de 1.500 recadastros e mil novos cadastros. Um número que preocupa o Setap, já que são esperados 55 mil beneficiários até 31 de março, quando termina todo o trabalho. O horário de atendimento é das 8h às 18h. Os estudantes novamente deixarão para última hora, como ocorre todos os anos, apesar da campanha massiva para antecipar o cadastramento. 

Em Macapá,os locais já definidos para o cadastramento são: Subprefeitura da Zona Norte e Escola Municipal Hildemar Maia (bairro do trem, atrás do Trem Desportivo Clube). 

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) identificou que aproximadamente 25% dos passageiros do transporte público não pagam passagem. Destes, 25% são utilizações indevidas, como o uso do cartão de meia-passagem por terceiros. 

Como não foi possível montar um link desse sistema em Santana, este ano não haverá cadastramento no Terminal Rodoviário de Santana, mas novos espaços estão em estudo, além da possibilidade de um posto itinerante que vai percorrer escolas e universidades. 

A partir de uma rodada de reuniões entre Setap, CTMac e Setrap, ficou definido que os documentos necessários tanto para cadastro quanto recadastro são: declaração escolar ou comprovante de matrícula assinada pelo diretor da unidade (original), RG ou Certidão de Nascimento (cópia) e comprovante de residência (cópia). As certidões de matrículas eletrônicas, como as que são expedidas pela Unifap, só terão validade após a autenticação no site da instituição. 

No caso dos beneficiários do Passe Social, além destes documentos, ele precisa apresentar uma declaração de que é beneficiário do programa. Se for aluno da rede estadual, essa declaração é expedida pela Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims). Se for aluno da rede municipal, pela CTMac. 

Caso o aluno tenha perdido a carteira e deseje pedir uma segunda via, deve fazer um boletim de ocorrência da perda e levar junto com os demais documentos. 

O aluno que teve o cartão retido pelo Setap por uso indevido deverá se deslocar até a sede do Setap para fazer o resgate do documento, pagando uma taxa de R$ 31,50. 

O estudante poderá obter o formulário de cadastro e recadastro nos postos de atendimento ou pelo site www.vtsetap.com.br. Após a conclusão do cadastro, quem não se regularizou terá o cartão bloqueado. 

Não há necessidade de cadastro para alunos com menos de 7 anos. Para este público, é garantida a gratuidade, desde que esteja acompanhado de um adulto. 

Mais informações e agendamento de entrevistas sobre o tema com:
Artur Sotão (Gestor do Sistema de Bilhetagem) 91250965
Ascom/Setap - 9188 7097 (Renivaldo Costa)

Caravana leva incentivo à leitura pelas comunidades mais distantes

A comunidade de Anauerapucu, distrito de Santana, recebeu ontem, 22/02, a partir das 14h, uma ação de incentivo à leitura promovida pela Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), em parceria com a Feira de Livros do Amapá (Flap) e o Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler).A Oficina de Leitura por meio da Arte e Educação é destinada a jovens entre 16 e 29 anos contemplados no eixo Jovem Qualificado do Programa Onda Jovem. 

O Proler é um projeto de valorização social da leitura e da escrita vinculado à Fundação Biblioteca Nacional e ao Ministério da Cultura (MinC). Através de seu comitê em Macapá e em conjunto com a Flap, que é uma iniciativa do Governo do Amapá, prima pelo incentivo direto a atividades de leitura e escrita, apoiando o mercado setorial do livro e da leitura, fomentando o setor livreiro do Estado. 

170 jovens estudantes poderão participar das seis oficinas que compõe a programação: livro de pano, vídeo poema, foto poema, declamação poética, teatro e oficina de quadrinhos a partir do filme Vida Maria Vida José. A iniciativa busca democratizar o acesso à leitura através de atividades que despertem o interesse dos jovens, utilizando histórias que se aproximam de seu cotidiano e que promovam a identificação com os personagens como forma de reflexão. Baseado nas diretrizes propostas pelo Proler, a ação em Anauerapucu conta com instrutores e oficineiros com especialidades diversas, como contadores de história, poetas, escritores, fotógrafos, videomakers, entre outros profissionais. 

Frank Palmerim, integrante do grupo de poesia Pena e Pergaminho e agente cultural da Flap, afirma que “viajar até um distrito de Santana, levar oficinas variadas, além de ser gratificante para nós, enquanto agentes literários, é também de suma importância para aquela comunidade. Pessoas que têm gana de vencer, de fazer, mas que muitas vezes perdem por falta de oportunidade. Ainda bem que temos um governo que se preocupa com tais iniciativas, que preza pelo bem intelectual e bem estar de todos”. 

Na ocasião, foram distribuídos 170 kits do programa Onda Jovem aos participantes das oficinas, contendo camisa, mochila, caneta, bloco de notas, chaveiro e adesivos.

Embarcação é apreendida com três toneladas de pescado irregular

Uma embarcação com três toneladas de pescado foi apreendida na região do município de Mazagão, no dia 19/02, durante uma abordagem feita pelo Grupo-Tarefa Norte, composto por homens da Marinha do Brasil, Força Aérea Brasileira, Polícia e Receita Federal e IBAMA. De Acordo com a Capitania dos Portos do Amapá, a embarcação estava com o peso do pescado acima do permitido, além de transportar espécies de peixe que estão dentro do período defeso. 

A embarcação também estava com documentação irregular, por tanto, impedida de navegar. Ainda havia divergência com a guia de transporte. O barco foi levado para a Capitania dos Portos, em Santana, onde o dono da embarcação foi autuado pelos crimes de pesca ilegal, transporte e navegação irregular. 

Além de ser multado, o proprietário ainda está passivo de ter a licença de pesca suspensa. O pescado apreendido passará por inspeção sanitária e será doado a instituições filantrópicas. Carvão mineral, animais silvestres e madeira também foram apreendidos. As ações fazem parte da operação Amazônia Azul.

ANP e Procon interditam postos de combustível em Macapá e Santana

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) e o Instituto de Defesa do Consumidor do Amapá (Procon/AP) iniciaram na segunda-feira, 17/02, uma força-tarefa de fiscalização nos postos de combustíveis de Macapá e Santana. A ação prosseguiu até o dia de ontem, 21. A atividade acontece de forma sigilosa desde 2013 em todo o Brasil e já passou por 26 estados. O objetivo é avaliar a qualidade e quantidade dos derivados de petróleo comercializados em todo o país, garantindo o direito do consumidor. 

O Amapá é o primeiro Estado a receber a ação em 2014, com a fiscalização de postos de combustíveis em Macapá e Santana. Ao todo, 47 revendedores foram fiscalizados até a manhã desta quinta-feira, 20, nos dois municípios, nos quais foram emitidas 18 notificações, nove autos de infração e apenas duas interdições. 

De acordo com a diretora do Procon, Nilza Amaral, a fiscalização serviu ainda para identificar diversas outras irregularidades. "Além de verificar a qualidade e a quantidade dos produtos, outros problemas também foram detectados, como a falta de kits de análise, baldes de aferição e os lacres dos caminhões", ressaltou. 

O coordenador-geral da Regional Norte da ANP, Noel Souza, informou que essa é apenas a primeira etapa da ação, a qual avançou, nesta sexta, sobre os distribuidores de gás de cozinha. A fiscalização é ampla e abrangente e envolve diversos segmentos. Nossos esforços não irão paralisar nessa primeira etapa, mais adiante pretendemos reforçar o trabalho, estendendo a fiscalização para o interior do Estado", anunciou. 

O superintende de Fiscalização e Abastecimento Nacional da ANP, Carlos Orlando, avaliou a operação como positiva, uma vez que, das diversas fiscalizações, apenas dois postos sofreram interdição. "Os produtos comercializados no Amapá são de boa qualidade e estão dentro dos padrões estabelecidos. Apesar das notificações, apenas dois postos apresentaram infrações mais graves e foram interditados e autuados", concluiu.

Sem comparecer a julgamento, réu é condenado a 17 anos de prisão

Carlos Augusto da Silva Leão, o “Canalha”, foi condenado a 17 anos de prisão em regime inicialmente fechado pelo assassinato de Pedro da Silva, ocorrido no dia 5 de fevereiro de 2012, em Santana. Mesmo sem ter comparecido ao julgamento, por estar foragido, Canalha recebeu a sentença por meio de sua advogada. O júri ocorreu na quinta-feira, 20, no Fórum de Santana. 

Segundo a própria defesa do acusado, no momento do julgamento chegou a informação de que o elemento estaria bebendo em um bar às proximidades do Fórum. Uma diligência chegou a ser feita, mas o criminoso não foi encontrado. 

O julgamento, que teve acompanhamento jurídico do Grupo das Lágrimas, encerrou com a sentença proferida pelo juiz à advogada do réu que foi comunicada oficialmente sobre a decisão do Conselho de Sentença. Canalha é considerado foragido de Justiça e teve a prisão decretada. A Divisão de Captura da Polícia Civil está no encalço do condenado.

Vara da Infância de Santana em preparação para atuar no período carnavalesco

A titular da Vara da Infância e Juventude de Santana, juíza Larissa Noronha Antunes, editou a Portaria nº 53/2014, que disciplina, dentre outros, o ingresso e a permanência de crianças e adolescentes, desacompanhadas dos pais ou responsáveis, em locais de realização de eventos, diversões e espetáculos públicos. 

A magistrada ressaltou ser importante dar amplitude as regras da Portaria. Para ela, nesse período de carnaval abusos frequentes. “É nosso papel orientar e fiscalizar a fim de evitar transtornos aos causadores”. 

A partir da publicação da Portaria, a Vara da Infância e Juventude de Santana, por meio do Comissariado de Menor, vai realizar reunião com presidentes das entidades carnavalescas, promotores de eventos e estabelecimentos de lazer, para entregar e esclarecer o teor do comunicado das normas e regras contidas na Portaria nº 53/2014. 

Na reunião, os participantes irão receber cópia da Portaria. Nela há informações sobre as permissões, autorizações, proibições e penalidades, além das normas de prevenção e proteção dos direitos da criança e do adolescente santanenses. 

Também é preocupação da Vara que todos os ambulantes no perímetro do acontecimento carnavalesco recebam o comunicado para ficarem cientes das orientações e das implicações no cometimento de alguma infração, destaca o coordenador do Comissariado, Lauro Paula da Luz. 

Na sexta-feira (22), o Comissariado vai entregar cópia da portaria aos coordenadores dos blocos carnavalescos, na Central do Carnaval. E, na semana que antecede o carnaval, será a vez dos responsáveis por bares, boates e ambientes congêneres e outros locais de eventos e diversões, de receberem a visita do Comissariado.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Fiscalização do transporte de minério pela estrada de ferro poderá ser mais rigoroso

O deputado estadual Keka Cantuária (PDT) comunicou à Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) que vai querer uma maior fiscalização no transporte de minério, feito de Serra do Navio a Santana, pela estrada de ferro. A cobrança será em forma de requerimento, que deve entrar na pauta de votação hoje (19/02). A medida é para assegurar que os populares que habitam próximos a estrada não sejam contaminados pelo pó do rejeito de manganês, considerado tóxico. 

Segundo o parlamentar, os vagões – onde são transportados os minérios – não são cobertos. Por conta disso, o pó que sai do minério fica pelo caminho e por conta disso, moradores podem ter problemas de saúde. 

Ainda de acordo com o deputado, as plantações existentes ao longo a estrada, também, podem ser afetadas pelo. 

Segundo ele, “a Sema precisa intensificar a fiscalização sobre o transporte desse minério, esses vagões precisam ser cobertos com uma lona plástica e assim evitar que o pó que sai o minério, venha a invadir casas e plantações”, ressaltou o parlamentar. A prova que o mal que esse pó pode causar as pessoas, está no próprio porto, em Santana. 

A matéria – armazenada em uma área do porto, fica coberta por uma grane lona plástica, argumenta o deputado. “Eu espero contar com o apoio dos meus colegas de parlamento para que o nosso requerimento seja aprovado, e a Sema faça a fiscalização devida sobre a forma como é feito o transporte desse produto até o porto”, pede Keka.

Império do Povo contará a história do Porto de Santana durante desfile

A única escola de samba do município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, Associação Recreativa Escola de Samba Império do Povo levará para o desfile no Sambódromo o enredo 'No Palco da Folia a Império Anuncia: Porto de Santana, do Amapá para o Mundo', onde contará a história do Porto de Santana, considerado uma das principais rotas de navegação e porta de entrada do Amapá pelo Rio Amazonas. 

O presidente da escola Rogel Santiago Braga diz que a a agremiação vai ressaltar durante seu desfile a importância do porto como legado do município. "O porto de Santana, como cidade portuária, berço privilegiado por sua posição geográfica é uma das principais rotas marítimas de navegação, conectando o Amapá com o mundo, porta de entrada e saída da região amazônica', ressalta o presidente. 

A Império do Povo vai trilhar a história do porto que serve principalmente como entrada e saída de embarcações com mercadorias vindas de outros estados e países para o Amapá. 

"Vamos falar desse mercado e das oportunidades que isso possibilita para a população amapaense, principalmente para aqueles que vivem em Santana. Falando da importância histórica e econômica", ressalta o presidente. 

A expectativa da escola é de conquistar o título de 2014. "Estamos trabalhando para conquistar o título, o trabalho está mais focado e organizado, dando atenção maior aos setores que não foram tão bem no carnaval passado", diz Santiago. 

A Império do Povo é a segunda a desfilar no Sambódromo no dia 1º de Março. De acordo com a comissão organizadora a escola terá três carros alegóricos, 12 alas e a participação de cerca de 1,5 mil componentes. A agremiação foi fundada no dia 3 de fevereiro de 1993. Seu símbolo é uma águia e ela faz uso das cores verde, amarelo e branco.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Investimentos em saneamento vão triplicar a produção de água no município de Santana

Quase 40 anos depois da inauguração do sistema de abastecimento de água da sede do município de Santana, a referida cidade volta a receber grandes investimentos em água tratada. São quase R$ 12 milhões em obras sendo executadas pela Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), tanto no sistema central como em sistemas isolados, o que praticamente triplicará a produção. 

O atual sistema foi construído em 1976, durante o governo militar, quando Santana ainda fazia parte do município de Macapá. Só voltou a receber investimentos na década de 90, na gestão do ex-governador e atual senador João Alberto Capiberibe, com a construção de sistemas isolados em diversos bairros. Entre 1991 e 2000, a população saltou de 51.491 para 80.439 habitantes. 

Nos anos seguintes, a população continuou crescendo. No entanto, devido à falta de investimentos, menos de 50% dos mais de 100 mil habitantes possuem água tratada em casa até 2011. Na maioria das residências, os moradores recorriam a poços amazonas ou artesianos e, em alguns casos, eram obrigados a comprar água. 

Em 2011, quando o atual governador Camilo Capiberibe assumiu o Governo do Estado do Amapá, a Caesa produzia 600m³ por hora de água, atendendo apenas alguns bairros próximos à estação de tratamento. Dois anos depois, após recuperar alguns sistemas isolados que estavam desativados e construir outros, a produção subiu para 825m³ por hora, permitindo atender atualmente a 54% da população. Mas, de acordo com o diretor-presidente da Caesa, Ruy Smith, o resultado dos investimentos realizados pelo Governo do Estado começa com a entrega da primeira etapa das obras, em março. 

De imediato, serão beneficiados os moradores dos bairros Vila Maia, Centro, Hospitalidade, Remédios I e II, Fortaleza, Piçarreira, Nova União, Provedor I, Nova Brasília I e II e início do bairro Paraíso. 

No segundo semestre, o governo entregará a segunda etapa, saltando a produção dos 825m³ para 1.600m³ por hora, ampliando o abastecimento de 54% para cerca de 90% da população santanense. 

Além de ampliar o sistema central com uma nova adutora de captação de água bruta, novas estações de tratamento e a ampliação da rede de distribuição, o governo vem construindo sistemas isolados nos bairros Provedor II e Ambrósio.

Governador Camilo repassa recursos ao Carnaval e anuncia prestação obrigatória de contas

Na solenidade que garantiu mais um repasse e marcou o lançamento de um portal oficial para o Carnaval 2014, o governador do Amapá, Camilo Capiberibe, anunciou uma nova medida para fortalecer a transparência na gestão dos recursos públicos. 

De acordo com o chefe do Executivo, a partir dos próximos dias todas as entidades – civis e governamentais – que firmarem convênios com o Governo do Estado deverão, obrigatoriamente, passar por um treinamento de execução financeira. A nova norma será regulamentada por Decreto Governamental. 

O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira, 18/02, no Palácio do Setentrião, durante cerimônia de assinatura do repasse de recursos para as prefeituras municipais e entidades que realizarão eventos carnavalescos neste ano. 

De acordo com o governador, a medida - que será sancionada nos próximos dias - tem o objetivo de assegurar que os convênios com o Poder Executivo não sejam alvo de irregularidades. "A ideia é dar mais transparência ao processo e garantir a devida execução dos recursos sem nenhum tipo erro, seja técnico ou de outras formas. Por isso estou recomendando, desde já, que as prefeituras e entidades que hoje recebem o repasse para a realização das suas programações de Carnaval que prestem contas ao final do evento. Assinarei o decreto dentro dos próximos dias", avisou. 

Repasses
A solenidade também marcou a assinatura dos convênios e entrega dos cheques referentes a mais um repasse a entidades que executam a programação oficial do Carnaval 2014. A cerimônia, como não poderia ser diferente, foi embalada ao som de muito samba. A animação ficou por conta da bateria da escola vencedora do Festival de Samba de Enredo deste ano, a Maracatu da Favela. 

Nesse repasse, o Governo do Estado investiu R$ 600 mil nas programações dos municípios de Santana, Laranjal do Jari, Porto Grande, Itaubal - cujos prefeitos estiveram presentes. Outros R$ 700 mil foram entregues à Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá (Liesap), que organiza o desfile das dez agremiações amapaenses. 

Houve, ainda, o repasse para as entidades representativas de festas e bailes tradicionalmente realizados em Macapá e Santana. Entre os projetos contemplados estão a Confraria Tucuju, Corte do Carnaval, Formigueiro, Caldeirão do Pavão, Banda Saka Rolha, Solteiros e Casados do Trem, a Banda de Santana, Bloco das Piranhas, Congosada, Aiô Folia, Banda Placa, Ilha de Santana, Amcap, Amaps, Dondocas de Santana, além dos bailes Vermelho de Preto, Rainha das Rainhas, Azul e Branco e dos Artistas. 

O popular bloco de sujos A Banda (de Macapá), que em 2014 completa 49 anos de existência, também foi contemplado com R$ 250 mil. Já a Folia de Santana recebeu apoio de R$ 300 mil. 

O prefeito de Santana, Robson Rocha, falou da importância econômica do repasse. "Hoje o nosso Carnaval gera empregos para 1.500 famílias. Dentro desse número, temos 100 ambulantes credenciados para o corredor da folia e 900 homens na segurança dos blocos, entre cordeiros e pessoal de apoio. Esses empregos temporários geram uma movimentação financeira importante para o município neste início de ano", analisou. 

"O Carnaval é um traço cultural do povo brasileiro. Mas, além disso, é um momento de desenvolvimento econômico. Estamos anunciando o nosso Carnaval fora do Estado, pois queremos que os turistas venham se hospedar nos nossos hotéis, peguem os nossos táxis, que comam em nossos restaurantes, pois esse será um recurso de fora injetado no comércio local", ponderou o governador. 

Portal
Na oportunidade, o governo apresentou o portal www.carnavalnomeiodomundo.com.br. O endereço eletrônico é uma estratégia para divulgar informações do Estado durante o período carnavalesco. A mídia foi apresentada pelo secretário de Turismo, Richard Madureira. 

O portal conta com o calendário oficial de eventos na capital, em Santana e nos demais municípios amapaenses, além de informações sobre as escolas de samba, notícias e detalhes sobre o acesso dos foliões ao Sambódromo nos dias de desfiles e informações turísticas a respeito do Amapá. 

O portal também permite a interação com as demais redes sociais e vai transmitir ao vivo, nos dias 28 de fevereiro e 1º de março, os desfiles das escolas de samba. 

"O Carnaval é um produto turístico que gera dividendos econômicos e sociais ao Estado, por isso o tratamos com tamanha importância", arrematou Madureira.

SIMS arrecada 18 toneladas de alimentos

A Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), em parceria com a Secretaria de Educação e o apoio do Corpo de Bombeiros, montou seis postos de troca de alimentos por ingressos para a inauguração do Estádio Milton de Souza Corrêa, o Zerão. A SIMS é quem também cuidará da distribuição. 

Ao todo foram arrecadadas 18 toneladas de alimentos. A secretaria fará a distribuição entre as entidades Casa da Hospitalidade, Abrigo São José e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Macapá e Santana. A distribuição deve acontecer ainda nessa semana, com data a ser marcada. 

No sábado, 15/02, a primeira-dama e secretária da Inclusão e Mobilização Social, Cláudia Camargo Capiberibe, esteve presente na cerimônia de inauguração do novo Zerão, que contou com a entrega de placas a personalidades que fizeram história no futebol amapaense, além de pronunciamentos do governador Camilo Capiberibe e do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que veio ao estado especialmente para a ocasião.

Vara de Santana realiza 2ª mobilização de audiências concentradas

A Vara da Infância e Juventude de Santana, em parceria com a Casa de Acolhida Marcelo Cândia, realizou audiências concentradas na entidade, localizada na Vila Amazonas e acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e familiar. Ao todo foram seis audiências. 

O propósito da mobilização atende orientação do Conselho Nacional de Justiça. Segundo a juíza titular da Vara da Infância santanense, Larissa Noronha, “a cada semestre a Unidade vai realizar audiências concentradas nas entidades de acolhimento para examinar os processos e avaliar a situação dos menores acolhidos”. 

Para a juíza, a ação fortalece o vínculo e o diálogo com as instituições de acolhimento e também cria um ambiente familiar que favorece o retorno do menor, seja para o seu lar ou para a casa de algum parente próximo. Ela explica que o processo é formado a partir da entrada do menor à entidade, às vezes por negligência dos pais na educação dos filhos, e em outros casos, quando é identificada a vulnerabilidade e o estado do risco social a comprometer a personalidade e a formação da criança ou do adolescente. 

Além dos casos mencionados, a Casa promove por meio de parcerias, cursos profissionalizantes, dentre eles, informática, serigrafia, artesanato, manicure e pedicure, cabeleireiro, direcionados a menores em situação de risco, carência e pobreza que buscam a entidade em vista a uma vaga no mercado de trabalho, explica a irmã Lázara Reis, uma das responsáveis pela Casa Marcelo Cândia. 

A Casa de Acolhida Marcelo Cândia é a segunda entidade onde a Vara da Infância e Juventude de Santana realizou audiências concentradas este ano. Toda a mobilização ocorre com o apoio de promotores de Justiça, defensor público e equipes interdisciplinares da Vara e da entidade.

Empossada Juíza Carline Negreiros na VJECC de Santana

A juíza Carline Regina de Negreiros Cabral Nunes foi empossada na última sexta-feira (13/02), na titularidade da Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Santana, mediante promoção pelo critério de antiguidade. 

A magistrada atuava na Vara Única da Comarca de Porto Grande. Para a juíza, será um desafio iniciar o trabalho em uma nova Comarca. “Estou disposta a trabalhar para cumprir todas as metas que o Judiciário propõe para O Juizado Especial Cível e Criminal de Santana, visto que é um juizado onde há excelentes resultados em prestação de serviços para a população”. 

A Juíza foi empossada em decorrência da abertura de vaga por remoção do Juiz Nilton Bianquini, então titular da referida Serventia Judicial, para a Vara do Juizado Especial Criminal da Comarca de Macapá.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Governo garante mil unidades habitacionais para Santana

Uma cota de mil unidades habitacionais foi liberada para o município de Santana, em um compromisso estabelecido entre governador Camilo Capiberibe e a secretária nacional de Habitação do Ministério das Cidades, Inês Magalhães, nesta quinta, 13/02, em Brasília. Acompanharam o governador a secretária Diva Ribeiro, da Representação em Brasília, e o coordenador de Habitação da Secretaria de Infraestrutura, Lúcio Lobato. 

"A construção dessas residências em Santana, cidade portuária com enorme potencial de desenvolvimento - e que já possui 120 mil habitantes -, será um grande avanço para solucionar o déficit habitacional do município.Ter onde morar e morar bem é um direito da população. Estamos trabalhando para garantir vida digna ao nosso povo, os próprios dados  do Ministério das cidades mostram que o Amapá, de todos os estados da Federação, foi o que mais ampliou sua cota no programa Minha Casa, Minha Vida", esclareceu o governador. O empreendimento será localizado na área do Gaúcho, em terreno já adquirido pelo Governo do Estado. 

Durante o encontro, Camilo Capiberibe pediu uma atenção especial ao Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) no Amapá e ao anunciado Minha Casa, Minha Vida Indígena. O governador falou ainda sobre as obras do conjunto Cidade Macapaba. Segundo ele, o empreendimento está em fase final e tem como data provável para inauguração da primeira etapa o dia 30 de abril. A presença da presidenta Dilma Rousseff é dada como certa. 

"Vamos entregar 2.148 moradias em abril e, até o final deste ano, as outras duas mil. Macapaba é o maior empreendimento do Minha Casa, Minha Vida no país. Cerca de 20 mil pessoas do meu Estado terão o sonho da casa própria realizado", afirmou Camilo.

GEA investe no carnaval dos municípios e lança portal oficial da Folia de Momo

Na terça-feira, 18/02, às 11h, no Palácio do Setentrião, o governador Camilo Capiberibe preside a cerimônia de assinatura do repasse de recursos para as prefeituras municipais e entidades que realizarão eventos carnavalescos este ano. Ao todo, o Governo do Estado investirá R$ 600 mil nas programações dos municípios. 

Haverá também o repasse para as entidades representativas de festas e bailes tradicionais. Entre os projetos contemplados estão a Confraria Tucuju, Corte do Carnaval, Formigueiro, Caldeirão do Pavão, Banda Saka Rolha, Solteiros e Casados do Trem, a Banda de Santana, Bloco das Piranhas, Congosada, Aiô Folia, Banda Placa, Ilha de Santana, Amcap, Amaps, Dondocas de Santana e bailes Vermelho de Preto, Rainha das Rainhas, Azul e Branco e dos Artistas. 

Na oportunidade, o governador Camilo Capiberibe lançará o portal www.carnavalnomeiodomundo.com.br. O endereço eletrônico é uma estratégia do Governo do Amapá, através da Secretaria de Turismo, para divulgar informações do Estado durante o período carnavalesco. 

A mídia conta com o calendário oficial de eventos na capital, em Santana e nos demais municípios amapaenses, além de informações sobre as escolas de samba, notícias e detalhes sobre o acesso dos foliões ao Sambódromo nos dias de desfiles e informações turísticas sobre o Amapá. 

O portal ainda permite a interação com as demais redes sociais e vai transmitir ao vivo, nos dias 28 de fevereiro e 1º de março, o desfile oficial da Liga Independente das Escolas de Samba do Amapá.

Por Andreza Sanches

Prefeitura aguarda 50 mil foliões nos 10 dias de carnaval em Santana

A prefeitura de Santana aposta em 50 mil foliões no carnaval da cidade, organizado para durar 10 dias. No município, distante 17 quilômetros de Macapá, uma estrutura está sendo montada na Avenida Santana, na região Central. A programação vai acontecer de 28 de fevereiro até 8 de março. Neste sábado (15/02) a comissão organizadora do evento inaugurou a Central do Carnaval, local onde serão comercializados os abadás e camarotes para os shows. 

Ao longo das dez noites de evento, nove blocos estão programados para entrar no corredor da folia. O número é menor que o da edição de 2013, quando 15 blocos passaram pela avenida. No encerramento, a banda Jamil e Uma Noite e o cantor Leandro Lopes animarão os foliões. 

De acordo com o presidente da comissão organizadora do evento, Anselmo Brandão, a quantidade de blocos foi reduzida por causa do horário limite para realizar festas no município. "Diminuímos devido o horário definido em Santana. Às 4h da manhã deve-se encerrar a festa. Colocamos a questão à liga, que aprovou a medida", explicou. 

As arquibancadas serão gratuitas. Apenas os camarotes, áreas vip's e entradas na boate serão cobradas. Os preços para esses setores ainda serão definidos pela comissão. 

A primeira apresentação no local vai acontecer neste domingo (16/02), a partir de 17h. Os blocos que irão passar pela avenida se apresentarão junto com a bateria da escola de samba Império do Povo, de Santana. Na ocasião, acontecerá a inscrição dos ambulantes que desejam comercializar produtos durante o carnaval no município. Eles serão submetidos a um sorteio que vai credenciar 100 trabalhadores.

‘Novo Amapá’: Peça teatral lembra 39 anos do naufrágio com poesia e homenagens

Os 39 anos do maior naufrágio do estado serão lembrados com poesia e homenagens no espetáculo "Novo Amapá", que acontece no sá...