Lixeira a céu aberto em frente de escola de educação infantil em Santana prejudica ensino

Lixo toma conta de frente de escola municipal
Uma lixeira a céu aberto tomou conta da entrada da Escola Municipal Fernando Rodrigues do Carmo, localizada no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá. A situação, segundo relato de uma internauta, vem prejudicando o ensino dos estudantes. 

Em nota, a Secretaria de Obras Públicas e Serviços Urbanos de Santana (Semop), informou ter ciência da situação e garantiu que ia enviar uma equipe para realizar a limpeza do local nesta quinta-feira (22). 

A moradora Sheila Furtado usou o aplicativo Tô Na Rede (do G-1 Amapá) para relatar o fato. Além do forte odor que toma conta do local, ela diz que também é normal ver bichos peçonhentos, como ratos, insetos e baratas, passeando pelas áreas da escola. 

Próprios moradores despejam lixo no local
Sheila, que tem duas sobrinhas que estudam na instituição, diz que a situação preocupa pais e responsáveis por causa do risco de contaminação e doenças. 

“As minhas sobrinhas já me disseram que presenciaram ratos andando pela escola durante o horário de educação física. Eu fico preocupada porque sei as doenças que esses bichos podem transmitir. As crianças podem estar brincando sem saber que o local tem risco de contaminação” falou. 

Sheila acrescenta que os próprios moradores são responsáveis pelo despejo do lixo no local. 

“Tudo quanto é porcaria os moradores jogam aqui. Desde resto de móveis, até animais mortos eles jogam. Isso vai prejudicando a escola. É uma escola de educação infantil, então tem muitas crianças”, disse a moradora, que convive com a situação há um ano na rua da casa dela.

Informações postadas no G-1 Amapá

Comentários

Postagens mais visitadas