Após pautarem situação em audiência pública, serviço de iluminação entorno do IFAP/Santana é retomado

Os mais de 600 estudantes que frequentam o Campus do Instituto Federal do Amapá (IFAP) em Santana já se sentem mais aliviado em relação à frequentarem a entidade, principalmente no horário noturno. 

Devido ao Campus está localizado fora dos limites urbanos – em detalhe, na beira da Rodovia Duca Serra, saindo a cidade – o acesso à entidade é considerado arriscado para os estudantes, em especial, aqueles que estudam no horário noturno, já que asa imediações do local não vem oferecendo uma iluminação pública adequada para a trafegabilidade de pedestre e até de veículos. 

Tanto que tal situação foi uma das questões abordadas na audiência pública realizada no Campus do IFAP/Santana no último dia 28 de abril no auditório da instituição, que contou com a presença de diversas autoridades políticas e sociais, que se prontificaram de atender as necessidades apontadas sobre o IFAP. 

Em relação à falta de iluminação pública entorno da entidade, providências já começaram a ser vista na manhã dessa quinta-feira (25/05), quando técnicos da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) estiveram na área externa do Campus efetuando os serviços de manutenção de algumas luminárias.

Segundo a estatal, os trabalhos de recuperação das luminárias continuarão essa semana, estando prevista a correção física de quatro (04) pontos considerados fundamentais entorno do IFAP, que irão garantir mais segurança aos frequentadores do local.

Comentários

  1. O IFAP/ Santana foi inaugurado em Janeiro de 2017, e a luta por esse benefício também é dos acadêmicos do Campus Universitário Santana - UNIFAP, que apesar da pouca visibilidade, foi inaugurado no ano de 2013 e também possui vários alunos que encaram a escuridão na rodovia durante essa longa caminhada acadêmica.

    http://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2016/01/video-de-estudante-mostra-escuridao-em-frente-ao-campus-da-universidade.html

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas