Com o TJAP, Camuf’s de Macapá e Santana debatem Plano de Ação contra violência doméstica

O Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) trabalha em conjunto com a Secretaria Extraordinária de Políticas para Mulheres do Estado (SEPM) e os centros de atendimento à mulher de Macapá e Santana (CAMUFs) na construção de um Plano de Ação para combater a violência doméstica. 

O Plano pretende organizar todos os encontros, ações, cursos e palestras voltados para mulheres vítimas de violência doméstica a serem realizados pelas quatro instâncias em 2017. 

A iniciativa também avaliará a atuação da Justiça amapaense por meio do Núcleo de Mediação da Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres, instalado no último dia 21 de fevereiro. 

O trabalho desenvolvido por servidoras da SEPM, capacitadas pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJAP, utiliza técnicas de mediação, atendendo ao público com sessões conduzidas por profissionais treinados. 

“Os casos atendidos no Núcleo de Mediação são oriundos das delegacias de polícia, mas não só. As próprias mulheres que vivem situações conflituosas, procuram o Núcleo de forma espontânea, quando acham que ainda não é necessário acionar a polícia”, explicou a nova Secretária Extraordinária de Políticas para as Mulheres do Estado, Aline Gurgel. 

O Núcleo de Mediação e Conciliação funciona dentro da própria Secretaria Extraordinária de Políticas para as Mulheres, na Rua São José, nº 1570, Centro.

Comentários

Postagens mais visitadas