Definido: Lixo urbano de Santana será depositado em Macapá

A Prefeitura Municipal de Santana, através da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop), está finalizando o convênio que vai possibilitar o depósito de todo o lixo domiciliar coletado na cidade no aterro controlado, localizado no km 14, da BR-210, no Município de Macapá. 

Esse assunto já foi tratado, no início do mês, pelo prefeito Ofirney Sadala com o prefeito de Macapá, Clécio Luís, como a solução mais viável para atender a uma determinação do Ministério da Saúde e, por fim, acabar com a lixeira pública de Santana, localizada na entrada da cidade. 

Procedimento
A Prefeitura santanense já trabalha com coleta de informações sobre o antigo contrato que existia com empresa responsável pelo aterro. Há informações de pendências de pagamento do contrato firmado em 2014, mas que isso não deve ser empecilho para fechamento de um novo acordo.

A previsão é que a Prefeitura de Santana gaste de R$ 80 a R$ 90 mil por mês no depósito do lixo em Macapá, com a fiscalização da movimentação dos carros coletores sendo feita por fiscais da empresa e da PMS. Os recursos serão provenientes do convênio do lixo, firmado entre o município de Santana e o Governo do Amapá. 

Ascom/Prefeitura de Santana

Comentários

Postagens mais visitadas