Propostas para a licitação de mototáxi em Santana encerraram hoje

A Prefeitura Municipal de Santana, através da Superintendência de Transportes e Trânsito do município (STTrans), encerrou no início da tarde desta segunda-feira (26/09), as entregas de propostas das pessoas interessadas no processo licitatório para a concessão dos serviços de mototáxi na área urbana da cidade. 

Os interessados em participar da concorrência pública da licitação entregaram suas propostas e documentações, aguardando agora a próxima etapa que definirá o nome dos beneficiários das 300 placas de mototáxi. A entrega dos envelopes – contendo a documentação exigida no Edital – aconteceu no pátio interno da STTrans. 

Conforme estabelecido no Edital da licitação (lançado em meados de agosto), a documentação é entregue em dois envelopes, um de habilitação e o outro com a proposta técnica, contendo a documentação de classificação. 

Para o autônomo Francisco Miranda, a liberação formal dessas placas garantirá que o rendimento de seu trabalho seja ampliado, já que a referida categoria vinha lutando pela implantação do serviço em Santana há anos. 

“Esse serviço garante a comida na mesa de muitas famílias, e com certeza após essa liberação autorizada pelo município, será possível que mais pais garantem uma renda significativa no seu dia-a-dia”, comentou Francisco, que atua no serviço de mototáxi em Santana – ainda irregular – mas agora somente aguardando que seu pedido de adquirir uma das concessões do serviço seja atendida. “O mais difícil já foi conquistado, que era a legalização pelo município, agora falta apenas a concessão que muitos já esperam”. 

Segundo o superintendente do STTrans Juracy Jucá, o próximo passo será fazer a análise das propostas relacionadas à habilitação dos candidatos, para assim depois providenciarem a análise da 2ª proposta, que definirá as permissões. 

“Acreditamos que em menos de 30 dias será divulgado todos os resultados dessas propostas”, prometeu Juracy.

Comentários

Postagens mais visitadas