Nota de Esclarecimento da CEA

Gilberto Pereira sofreu acidente fatal.
Em Nota publicada pela assessoria de comunicação da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) nesta quarta-feira (23/12), a estatal veio a público informar que o acidente ocorrido no último dia 14 de dezembro, no bairro Zerão, envolvendo o eletricista Gilberto Constâncio Pereira, da empresa Mix Engenharia, atingido por uma descarga elétrica, e que posteriormente veio a óbito, teria sido causado por um problema de responsabilidade da Eletronorte, geradora e transmissora do sistema elétrico no Amapá. 

Segundo a Nota, averiguações técnicas foram realizadas nas instalações internas da Subestação Equatorial, localizada no bairro Jardim Marco Zero, onde teria sido evidenciado que o disjuntor que atende ao alimentador onde estava o eletricista Gilberto Pereira estava trabalhando não teria efetuado corretamente a abertura dos três polos (A, B e C) que correspondem à sua autonomia. 

“A equipe de manutenção da própria Eletronorte constatou que um pólo da fase A encontrava-se fechado, em consequência houve a energização da mesma fase. Este disjuntor pertence à Subestação Equatorial, que é operada e mantida pela Eletronorte”, diz a Nota. 

Entenda o Caso
Na tarde do último dia 14 de dezembro, o eletricista Gilberto Constâncio Pereira, lotado na empresa Mix Engenharia, que presta serviços de plantão para a CEA, foi eletrocutado enquanto efetuava a manutenção de uma rede de alta tensão no bairro Zerão. 

Segundo informações, o eletricista teria solicitado da Central de Operação pelo desligamento do alimentador elétrico onde efetuaria os serviços, onde pôde ser atendido. No entanto, minutos após iniciar os trabalhos, o eletricista foi atingido por uma descarga elétrica, causado pelo possível retorno da energização da rede de distribuição. 

Gilberto ainda ficou internado em estado grave no Hospital de Emergências de Macapá por dois dias, mas não resistiu às lesões causadas pela descarga elétrica, vindo a falecer no dia 16 de dezembro. 

O blog entrou em contato com a assessoria de comunicação da Gerência da Eletronorte no Amapá, que ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Comentários

Postagens mais visitadas