Ação prévia da PM evita assalto em ônibus

Policiais retiram suspeitos de dentro de ônibus. No
detalhe, os suspeitos recolhidos para a delegacia.
O fato aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (26/10), por volta das 13hs, quando uma equipe da Companhia Especializada em Rádio-patrulhamento Motorizado (CERPM), comandada pelo Sargento Ferro, foi acionada pela Central de Operações do 4º Batalhão da Polícia Militar de Santana, onde receberam – de forma anônima – uma denúncia, de que no interior de um ônibus, que realiza o trajeto intermunicipal diário Macapá-Santana, haveria dois homens que apresentavam atitudes muito suspeitas. 

“Eles (os suspeitos) embarcaram no Terminal Rodoviário (de Santana) e pareciam olhar a todo momento para as pessoas que entravam no ônibus durante o trajeto”, relatou uma passageira, que também notou que os dois suspeitos demonstravam nervosismo e inquietação durante a viagem. 

Cerca de 10 minutos após deixar o Terminal Rodoviário, o ônibus (que pertence à empresa “Sião Thur” e faz rota pelo km-09 da Rodovia Duca Serra) foi interceptado pela equipe da CERPM na altura da Avenida Princesa Izabel com a Rua Osvaldo Cruz, no bairro Paraíso. 

Policiais vistoriaram os suspeitos e encontraram
com os mesmos uma arma de fabricação caseira.
Com posse das informações já repassadas sobre os supostos infratores, os agentes policiais logo identificaram no interior do ônibus os indivíduos com as mesmas características ditas pela Central de Operações do 4º BPM. 

Armamento artesanal
Ao abordar os suspeitos, a equipe da CERPM encontrou com os mesmos uma mochila, na qual continha em seu interior uma arma da de fogo de fabricação artesanal (caseira). 

Por esse motivo, foram apresentados na 1ª Delegacia de Polícia do município de Santana, para serem tomadas as medidas legais cabíveis aos fatos, os elementos Daniel da Silva Moraes, 25 anos e Carlos Santiago Monteiro, 18 anos. 

Ao ser verificado os antecedentes criminais dos mesmos, foi constatado que Daniel da Silva Moraes já possuía antecedentes criminais pelos crimes de furto, roubo, tentativa de homicídio e que Carlos Santiago Monteiro possuí antecedentes criminais pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Comentários

Postagens mais visitadas