Duas das cinco vítimas de incêndio correm risco de morte

É grave o estado clínico de Fabiano dos Santos Machado, 17 anos, e Ivaldo Paulo da Silva, de 27, que são duas das cinco vítimas da explosão de um barco atracado em um porto na foz do rio Matapi, em Santana. A explosão ocorreu por volta das 13h30 de sexta-feira, 18, deixando três embarcações completamente destruídas. 

As duas vítimas estão em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Emergência de Macapá. Elas respiram com a ajuda de aparelhos. De acordo com o cirurgião plástico Augusto Púpio, coordenador do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), esses pacientes so-freram queimaduras de terceiro grau em cerca de 85% do corpo. 

Outros dois pacientes já receberam alta médica. Um terceiro está internado no CTQ com queimaduras em 15% do corpo. A Capitania dos Portos emitiu nota informando que preliminarmente a explosão no primeiro barco teria ocorrido durante o abastecimento. Foi instaurado Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação no intuito de apurar as causas do incêndio, com prazo de conclusão em 90 dias. 

A polícia vai investigar, também, a descoberta de um depósito clandestino de combustível que foi localizado durante o trabalho das equipes de socorro. No local estavam armazenados mais de 20 mil litros de óleo diesel e gasolina.

Comentários

Postagens mais visitadas