Batalhão Ambiental remove 8 mil litros de combustível

O comandante do Batalhão Ambiental, tenente-coronel Silva, comandou na manhã de sábado, 19/10, a remoção de mais de 8 mil litros de combustível que estava estocado de forma clandestina em um porto na foz do rio Matapí, em Santana, onde ocorreu uma explosão na tarde de sexta-feira, 18, que deixou cinco pessoas feridas e destruiu três embarcações. 

“Todo o material apreendido será levado para o pátio do Batalhão. Já identificamos que o dono desse produto é conhecido como Paulo Enedino que está foragido. Ele já esteve preso por desvio de combustível e outras práticas ilícitas. Ele é reincidente nessa prática”, afirmou o comandante. 

Ainda de acordo com o tenente-coronel, o combustível, que supostamente era desviado de balsas que passam próximo ao local, era levado de Santana para o município de Anajás (PA) onde era vendido livremente em postos de combustíveis ligados ao esquema. 

“Tudo será devidamente apurado pela polícia judiciária a partir de agora”, concluiu o comandante do Batalhão Ambiental.

Comentários

Postagens mais visitadas