Ação de educação sanitária é levada para Macapá e Santana

A Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Amapá (Diagro) promove, durante esta semana, ações de educação sanitária nas embarcações que transportam passageiros e animais e que aportam nas áreas portuárias de Macapá e Santana. O objetivo da Diagro é sensibilizar a população sobre o risco do transporte de frutos hospedeiros da mosca da carambola do Amapá para outras unidades da Federação, evitando trazer prejuízos econômicos para a agricultura nacional e conscientizar produtores, criadores e todos aqueles que estejam envolvidos no setor quanto à importância da vacinação contra a febre aftosa, que iniciou no dia 15 de outubro e termina no dia 30 de novembro em todo o Amapá. 

De acordo com a programação, na manhã e tarde desta quarta-feira, 23/10, os fiscais agropecuários da Diagro estarão no Canal do Jandiá, bairro Cidade Nova. Na quinta, 24, e na sexta-feira, 25, será na área portuária do município de Santana. Além da orientação aos usuários das embarcações, os fiscais fazem a distribuição de materiais educativos como panfletos, cartazes e folhetos sobre os programas desenvolvidos pela Agência. 

Essa mobilização de educação sanitária faz parte das ações de defesa ativa que ocorrem em todo o Amapá, tendo como objetivo promover mudanças de conhecimento, atitudes e comportamento nas pessoas frente a qualquer problema sanitário. O coordenador de Defesa Agropecuária (Coda), médico veterinário da Diagro, Álvaro Renato, ressalta a importância dessas ações como ferramentas motivadoras e replicadoras de novos atores na luta contra a febre aftosa e no combate e erradicação da mosca da carambola, questões que geram grandes prejuízos econômicos, pois atingem respectivamente às áreas vegetal e animal, impedindo o setor agropecuário de expandir-se pela exportação de animais e produtos agropecuários.

Comentários

Postagens mais visitadas