Governador Camilo Capiberibe visita navio que inaugura nova linha marítima comercial no Amapá

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, acompanhado dos secretários de Estado da Indústria e Comércio (Seicom), José Reinaldo Picanço, e dos Transportes (Setrap), Sérgio La-Rocque, visitou nesta quarta-feira, 25/07, no Porto do município de Santana, o navio Nadja, que inaugura nesta quinta-feira, 26 de julho, a nova linha marítima comercial do Estado, a qual ligará o Amapá com mais de 150 países e promoverá o desenvolvimento do Estado por meio da importação e exportação de produtos para os outros estados e nações.

De acordo com o titular da Seicom, o lançamento da nova linha é uma iniciativa da empresa da companhia francesa CMA CGM e Companhia Norte de Navegação e Portos (Cianport), com o apoio do Governo do Amapá. Segundo ele, a ação oportuniza a importação e exportação de produtos como caulim, celulose, madeira, ferro, entre outros produtos para o todo o Brasil, Caribe, Europa, China e Estados Unidos sem efetuar descarga de mercadorias no Pará, o que gera emprego e renda para a população amapaense.

"Abertura de uma rota internacional que possibilita o avanço do comércio de cargas no Amapá, pois todos os serviços que eram gerados no Pará passam a ser feitos aqui, o que exige mais mão-de-obra, gera emprego e renda, baixa os custos, promove a competitividade e barateia os produtos que entram no Estado", explicou secretário de Indústria e Comércio.

O gerente da Regional Norte CMA CGM, Alessandro Fernandes, ressaltou o potencial do Porto de Santana e os benefícios da nova linha de navegação lançada no Amapá. "Identificamos aqui uma oportunidade de mercado extremamente positiva, com uma escala regular de 20 dias. Anteriormente, a importação de contêineres que vinha para o Amapá não era descarregada no Poro de Santana e sim no Porto de Belém (PA), o que elevava custos para os importadores e exportadores, além de mais tempo para o transporte de carga. Portanto, essa nova linha é bom para os empresários e para o Estado", salientou Alessandro Fernandes.

Parceria
Conforme o presidente da Companhia Docas de Santana (CDSA), Riano Valente, a nova linha marítima reduz custos com os produtos importados e exportados. Ele enfatizou que a ação é fruto de parceria da iniciativa privada e Estado.

"Essa é uma data histórica, pois a nova linha de transporte de cargas é a realização de um antigo sonho e só foi possível por conta de uma ação conjunta da CDSA, município de Santana e Seicom, o que beneficia o Estado. Com a ação, os produtos do Amapá se tornarão muito mais competitivos no mercado nacional e internacional", avaliou Riano Valente.

O governador ressaltou que a linha de navegação é a grande oportunidade para o segmento e afirmou que está feliz pela realização. Camilo Capiberibe parabenizou a empresa CMA CMG pela iniciativa.

"Essa nova linha de navegação comercial gera uma série de novas oportunidades para empreendedores amapaenses e para os empresários que não são daqui, mas querem se instalar no Amapá. Parabenizo a empresa que inicia essa conexão. Estou feliz por participar desse momento histórico e reafirmo o compromisso de continuar apoiando o setor, que gera desenvolvimento do Estado, emprego e renda para o nosso povo", ponderou o governador.

A CMA CMG
A CMA CMG é o terceiro armador mundial em transporte de contêiner e o primeiro da França, contando com 396 navios em 170 rotas de navegação, oferecendo agilidade e segurança em transporte de cargas.

Comentários

Postagens mais visitadas