Criança de quatro anos morre vítima de linha de pipa (rabiola)

Uma criança de quatro anos acabou sendo à primeira vítima fatal este ano de uma mistura de vidro pilado com cola conhecida como “cerol”, usada em linhas de pipas. Elvis Silva Alves teve o pescoço cortado por uma linha, quando trafegava na garupa da bicicleta do pai Reginaldo Alves,de 54 anos.

O fato aconteceu por volta das 18h30 da última quarta-feira (04/07), na avenida José de Anchieta, próximo ao canal do bairro Paraíso, em Santana.

Segundo Reginaldo Alves, pai da vítima, ele vinha pela referida avenida em para sua casa – que fica a poucos metros do local onde ocorreu o acidente – quando de repente ouviu o filho chamá-lo. “Pai! Quando eu virei para ver ele, meu filho estava todo ensaguentado”.

Com ajuda de populares, Reginaldo levou o filho para o Hospital Estadual de Santana. A criança perdeu muito sangue e acabou não resistindo ao ferimento, vindo a óbito por volta de 50 minutos após dar entrada.

Reginaldo contou ainda que já estava escuro e no local há pouca iluminação publica e ele não viu o momento em que a linha encerada entrou entre ele e o filho.O responsável pela linha não foi identificado.

No velório da criança que ocorreu durante o dia da última quinta-feira (5), familiares da vítima estavam revoltados com o que aconteceu. Segundo eles, é preciso que providências para coibir o uso de cerol em linhas de pipas dentro do município de Santana sejam tomadas. Eles ressaltaram a importância de se criar uma lei como a que já existe na capital,que proibi o uso de cerol em linhas de pipas em vias publicas.

Comentários

Postagens mais visitadas