Técnicos da Setec ampliam projeto de purificação de água na comunidade de Anauerapucu

A comunidade do distrito de Anauerapucu recebeu nessa sexta-feira, 25, a visita dos coordenadores do projeto piloto do Sistema de Purificação de Água, instalado na Escola Estadual Francisco de Oliveira Filho. O objetivo foi reunir com os moradores e apresentar a proposta de ampliação do projeto na localidade. Na ocasião, foi feito a manutenção do sistema instalado no local. 

O coordenador do projeto e professor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Kepler França, ressalta que a reunião serviu para discutir entre os moradores sobre a organização e inserção do projeto de maneira ampla no distrito. "É uma forma de sensibilização e valorização do projeto, onde todos os moradores sejam beneficiados com a água tratada", comenta. 

O programa foi elaborado pelo Governo do Amapá, por meio da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec), em parceria com a Agência de Desenvolvimento do Amapá (Adap), Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). 

Kepler lembra que o projeto é o único sistema de tecnologia de membranas instalado no Estado do Amapá. "É um projeto inserido na escola, que poderá ser estendido para todas as casas da comunidade. O sistema de água é considerado de excelente qualidade deixando o produto isento de fungos, bactérias e outros males que podem causar para a saúde dos moradores", enfatiza o professor. 

Zacarias de Souza, técnico de enfermagem e morador há mais de 40 anos do distrito, diz está satisfeito com a ideia e espera que a ampliação do projeto não demore a ser colocada em prática. "Trabalho na área da saúde e via muitas crianças adoecerem por tomarem a água que não era tratada. Agora, o projeto fez com que esse índice diminuísse. Espero que seja ampliado para as casas de todos os moradores da comunidade o mais rápido possível", declara o morador. 

Atualmente, mais de 125 famílias são beneficiadas com o abastecimento de água tratada. Dia 9 de junho haverá outra reunião na comunidade. 

A dona de casa Adriana dos Santos, mãe de 4 filhos, fala que o projeto precisa ser colocado em prática para todos os moradores, pois muitas crianças e idosos chegaram a so-frer constantemente com a falta de tratamento da água. "Assim como eu, tem família que sofria com a falta de água tratada. Agora, com essa inovação, vai melhorar bastante a nossa vida", finaliza a dona de casa.

Comentários

Postagens mais visitadas