Governo do Amapá oficializa fomento de R$ 300 mil à Casa da Hospitalidade

A Casa da Hospitalidade, no município de Santana, ganhou uma importante ajuda para continuar a prestar assistência a crianças, adultos e idosos excluídos do convívio familiar. O Governo do Estado oficializou um Termo de Fomento – arranjo jurídico que substitui o convênio – para repasse de R$ 300 mil até o fim do ano. 

A solenidade de assinatura e validação do acordo ocorreu na sede da entidade, nesta segunda-feira, 08. 

De acordo com a secretária de Estado de Inclusão e Mobilização Social, Nazaré Farias, que conduziu a construção do Termo de Fomento, os recursos serão repassados em oito parcelas mensais de R$ 37,5 mil. 

A administradora da entidade, Irmã Márcia Avelina, disse que os repasses serão investidos na aquisição de alimentos, material de consumo administrativo, fraldas geriátricas, medicamentos e outros mantimentos. 

“Nós temos uma demanda muito alta aqui. Hoje, abrigamos 94 acolhidos, das mais diversas idades e com deficiências físicas e neurológicas. Essas pessoas estão em constante tratamento, por isso, precisam de medicamentos. Só de fralda geriátricas, precisamos de 150 unidades por dia. Portanto, essa ajuda é muito bem-vinda. Agradeço pela sensibilidade do governador Waldez em atender o nosso pedido”, avaliou. 

O governador Waldez Góes lembrou que, além do repasse de recursos a nível de assistência social, ainda existem demandas de apoio da Casa da Hospitalidade em outras duas áreas, infraestrutura e saúde. Mas, para que as solicitações sejam atendidas, elas terão que obedecer à nova legislação. 

“A demora em consolidar o mecanismo de repasse de recursos ocorreu em função da mudança na legislação de assistência social, em 2016. Hoje, não podemos mais simplesmente firmar um convênio com as entidades como fazíamos antes. A lei de controle social está mais rígida, e o Estado, juntamente com as entidades levam um certo tempo para se adequar. Por esses fatores o processo ficou mais lento e burocrático”, explicou o governador. 

Além da Casa da Hospitalidade, o governo também apoia outras instituições de assistência social e que prestam serviços de saúde à população, como as Escolas Família, a Casa do Pão e os Capuchinhos. 

De acordo com o chefe do Executivo estadual, ainda este semestre o governo deverá oficializar ajuda às Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes). Góes também chamou a atenção para a prestação de contas. 

“A ideia é que, em janeiro de 2018, quando abrir o orçamento, a prestação de contas já esteja fechada para que não haja nenhum impedimento jurídico para a renovação do fomento. E, para isto, é preciso que prestação de contas esteja em dia, com a documentação organizada”, alertou o governador. 

A primeira-dama do Estado, deputada Marília Góes, e o prefeito da cidade, Ofirney Sadala, participaram da cerimônia. Na ocasião, a parlamentar fez a entrega de cestas básicas para o abrigo dos idosos da Casa. 

Os alimentos foram arrecadados com as inscrições do treinamento de empreendedorismo para mulheres, promovido por ela, no mês de abril.

Comentários

Postagens mais visitadas