Núcleo de Mediação do MP-AP promove Workshop de Práticas Restaurativas em Santana

O Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas do Ministério Público do Amapá (MP-AP) realizou nesta segunda-feira (05/12), no auditório do SEBRAE/AP, o “I Workshop de Práticas Restaurativas nas Escolas Públicas do Município de Santana”, visando à formação continuada da comunidade escolar na implementação da cultura da paz nas escolas. 

A atividade integra o projeto Escola Restaurativa, desenvolvido pelo Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas que funciona na Promotoria de Justiça de Santana, em parceria com o Governo do Estado do Amapá (GEA), Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), Prefeitura Municipal de Santana (PMS) e SEBRAE-AP. 

Tem como estratégia promover a cultura de paz na escola, por meio da disseminação das práticas de Justiça Restaurativa como instrumento para abordar situações de conflito e violências nos estabelecimentos de ensino público. 

A juíza de Direito Larissa Noronha Antunes falou do trabalho conjunto realizado em sete escolas do município de Santana. 

“Este foi um ano de muito trabalho, muito intenso e com grandes avanços, onde observamos maior participação das escolas, dos professores e dos alunos e já temos brilhantes experiências para serem compartilhadas entre todos, servindo de grande estímulo nesta construção da paz”, ressaltou a representante do TJAP. 

“Estou muito feliz com este reencontro. Realmente, foi um ano muito intenso e de muito trabalho, como falou a doutora Larissa Antunes, e neste momento quero demonstrar apenas a minha gratidão, uma imensa gratidão, primeiramente em relação a Deus, que eu acredito ser o senhor do universo. Gratidão à minha instituição Ministério Público que me permite realizar este trabalho, ao poder Judiciário, especialmente, às juízas Larissa Antunes e Michelle Farias que compartilham comigo deste sonho de disseminar a cultura da paz (...). Gratidão a todas as pessoas envolvidas no projeto, que estão sempre se empenhando para o sucesso desta nossa missão”, destacou a promotora de Justiça Sílvia Canela, coordenadora do Núcleo de Mediação de Santana, na abertura dos trabalhos. 

O “I Workshop de Práticas Restaurativas nas Escolas Públicas do Município de Santana” foi iniciado pelas convidadas, especialistas Violeta Daouem Práticas de Justiça Restaurativas, Violeta Daou e Célia Bernardes, tendo como participantes representantes das escolas públicas de Santana qualificadas nos anos de 2015/2016, e das escolas que serão qualificadas em 2017, bem como instituições que compõem a rede socioassistencial do segundo maior município do Estado. 

Ao final, foram entregues certificados de reconhecimento pelos relevantes serviços prestados ao Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas (NMCPR) da Promotoria de Justiça da Comarca de Santana, no ano de 2016, aos voluntários, mediados e colaboradores em razão da significativa contribuição à promoção do acesso a Justiça Restaurativa e garantia dos direitos da comunidade santanense. 

Informações do MP-AP

Comentários

Postagens mais visitadas