Dois mortos na área da “Invasão da Amcel”

Dois homens foram encontrados mortos na manhã desta segunda-feira (07/11), dentro de um barraco localizado numa área que foi recentemente invadida, em frente à fábrica de cavacos da Amcel, na Rodovia Cláudio Lúcio Monteiro. 

Entre os dois mortos, uma 3ª pessoa foi envolvida no fato, na qual testemunhou o ocorrido, contando às autoridades policiais que os dois homens teriam se matado durante uma discussão. 

Informações repassadas pelo 4º Batalhão da Polícia Militar de Santana, o crime teria acontecido por volta das 05:20hs da manhã desta segunda-feira, quando foram chamados por populares de que haviam três pessoas seriamente lesionadas numa área conhecida como “Invasão da Amcel”. 

Foram identificados como vítimas: Lucas da Silva Mourão, de 16 anos (conhecido tambpem como “Luquinha”); e Erimar Vilhena Queiroz, de 18 anos. “Luquinha” já tinha passagem pela polícia por furto, enquanto que o outro morto não tinha qualquer antecedente. 

As vítimas teriam sido mortas por arma branca (facadas). A terceira pessoa, Weslean Silva de Lima, de 20 anos, chegou a ser atingido por diversas facadas na coxa direita, sendo levado para o Hospital de Emergência de Santana. 

O Corpo de Bombeiro também esteve presente no local, além de diversos curiosos que residem nas imediações. Para muitos, o local caracterizava um cenário típico de horror, com sangue espalhado por diversos pontos internos do barraco. Entre as garrafas de bebidas encontradas no local, também haviam resíduos de produtos entorpecentes, possivelmente consumidos pelos residentes.

A área onde o crime aconteceu foi invadida há cerca de 40 dias por mais de 60 famílias que alegam não terem para onde irem. 

Numa reportagem publicada neste blog, no último dia 31 de outubro, algumas dessas famílias disseram que ocuparam o local não apenas por não terem pra onde irem, como também sabiam que a área em questão servia para uso da criminalidade.

Comentários

Postagens mais visitadas