Cerca de 300 pedidos já foram feitos ao “Papai Noel dos Correios” de Santana

Cartas são procuradas nos Correios.
É o que estima a gerente da agência dos Correios do município de Santana Tatiana Almeida, que, desde o dia 16 de novembro, quando a Campanha solidária “Papai Noel dos Correios” foi lançada em âmbito nacional, recebem diariamente diversas cartas de crianças, com pedidos de presentes para o Dia de Natal (25 de dezembro). 

Segundo Tatiana, a campanha já existe há mais de 25 anos pelos Correios do Brasil, mas somente foi “abraçada” pela agência postal de Santana em 2010, sendo que no decorrer dos últimos anos, já presenteou centenas de crianças. 

“Tínhamos parceria com algumas escolas públicas, mas este ano decidimos desenvolver o projeto de maneira isolada por que gerava alguns problemas na entrega de presentes. Claro que mantemos a mesma forma de atender todos os pedidos possíveis que recebemos”, disse Tatiana. 

A gerente explicou que as cartas são separadas por segmentos (tipos de pedidos), que variam de brinquedos a peças de roupas e calçados, onde ficam expostas para os usuários da agência “adotarem” algum desses pedidos que são solicitados. 

Pedidos variam de bonecas e calçados, além de
outros produtos mais "inusitados".
“Mantemos o endereço da criança em sigilo, e quando alguma pessoa (denominada carinhosamente pelos Correios de ‘padrinho da carta’) pega algum desses pedidos, levamos ao endereço da criança e dizemos que foi o Papai Noel que mandou. Ela fica muito feliz”, disse Tatiana. 

Pedidos diversos
Tatiana conta que o presente mais pedido vem a ser bicicleta, mas que existem cartas que descrevem alguns pedidos mais “inusitados” que chegam a chamar a atenção ou até comover as pessoas que “adotam” a carta. 

“Tem aqueles famosos pedidos de boneca, roupas, sapatos, material escolar, mas tem alguns que pedem uma simples caixa de bombons pelo fato dos pais não terem como comprar, e outros que pedem uma cesta básica pra passar um final de ano mais saudável com seus familiares”, apontou a gerente, onde alguns pedidos até incluem os produtos mais utilizados pelas pessoas. “Tem pedidos de celulares e patins, mas bem poucas vezes são ‘adotados’ por alguém por não serem de tanta precisão diária”. 

Em razão da crise que o país vem atravessando, Tatiane lamenta que os pedidos são bem elevados, mas o número de “padrinhos” que doam esses presentes são bem menores que de anos anteriores. 

“Houve ano que chegamos a entregar mais de 400 presentes na cidade, foi uma festa para muita gente”, relembra. 

Entrega
A gerente adiantou que as entregas de presentes “adotados” deverão está sendo feitas após o encerramento das doações, que será no próximo dia 18 de dezembro. 

Agência dos Correios de Santana.
“Estamos preparando a entrega desses presentes o quanto antes, para coincidir com a data natalina”, disse a gerente da agência que mantém cerca 30 funcionários, que atendem uma demanda urbana de 22 bairros de Santana e os distritos de Ilha de Santana, Elesbão e Delta do Matapí. 

Solidariedade
Em meio a esse período natalino, onde as pessoas buscam manter uma união mais harmônica e solidária, a gerente ressaltou que a própria agência santanense reserva o seu lado humano em “adotar” algumas cartas que são enviadas. 

“Os próprios funcionários da agência chegam a ‘adotar’ uma carta para presentear uma criança, e ainda nos reunimos para escolher uma carta que é presenteado por todos nós”, finalizou Tatiana. 

Quem deseja “adotar” alguma carta, basta procurar a Agência dos Correios de Santana, localizada na Avenida Castro Alves, 1314, no bairro Comercial da cidade, próximo da Praça Cívica de Santana.

Comentários

Postagens mais visitadas