"Apagão Dominical" deixa R$ 30 mil de prejuízos para santanenses arcarem

Geladeira queimou com as quedas de energia
Este é o cálculo aproximado que pelo menos três moradores (além de outras pessoas não entrevistadas) que residem em bairros distintos do município de Santana estão imaginando que terão que arcar em virtude dos constantes "apagões" que ocorreram durante este domingo (31/05). Segundo informações, foram cinco "apagões" que aconteceram em horários alternados do dia, que afetaram principalmente os bairros Fonte Nova, Paraíso, Mutirão e Parque das Laranjeiras, onde os danos materiais foram apenas aumentando. 

"No horário da manhã, faltou energia duas vezes, sendo que na segunda vez eu constatei que minha geladeira não estava funcionando. Foi quando chamei um vizinho que entende de refrigeração e me confirmou o que não esperava: o motor não suportou as quedas de energia e queimou. E olhe que não tem nem um ano que comprei ela", contou a técnica em enfermagem Luiza Gomes, que reside no bairro Fonte Nova. 

Além da perda do eletrodoméstico (avaliado em quase R$ 2 mil), a técnica em enfermagem teve outro equipamento danificado com as quedas de energia e várias lâmpadas queimadas. "Como a bomba d'água estava ligada no momento que a energia retornou da segunda vez, fui religá-la e percebi que não funcionava. Aí não teve outra, mais outra perda, além de 06 lâmpadas que queimaram", ressaltou Luiza, que totalizou um prejuízo de quase R$ 2,5 mil com tais perdas. 

Estabelecimento usa gerador próprio de energia
Uma situação mais grave foi o que sofreu o comerciante Arlindo Peixoto da Silva, que reside no bairro Paraíso. Segundo Arlindo,  que também é proprietário de um kit-net (conjunto de moradias de aluguel) situado ao lado de seu estabelecimento comercial, houve a queima de 12 lâmpadas incandescentes, assim como a perda de dois freezers. 

"Foram quatro vezes que houve esses vai-e-vem de energia, das duas às sete da noite, quando fui verificar, já tinham queimado todas as lâmpadas do corredor do kit-net. Aí pensando que ficaria desse jeito, veio um estrondo de energia, que causou a queima dos meus freezers. Agora imaginem o que vou fazer para trabalhar, se a CEA não sabe se vai querer assumir todo esse meu prejuízo", questionou o comerciante, que estima ter ficado com mais de R$ 10 mil de prejuízos materiais. 

Outro morador que também foi tem a reclamar sobre as constantes faltas de energia ocorridas no domingo (31) é o padeiro Ernesto Gonçalves, que possui um pequeno empreendimento de panificação nas proximidades do Parque das Laranjeiras. 

Com medo de sofrer com os "apagões" que estavam ocorrendo, o padeiro preferiu não atender seus clientes no horário da tarde, sendo obrigado a dispensar seus funcionários e jogar fora cerca de 20kg de massa pronta que seria assada. "Tive que mudar de ideia em cima da hora, com medo de perder meus equipe]amentos. Foi preferível perder massa pronta do que meus equipamentos", disse o padeiro, que calcula ter tido um prejuízo de quase R$ 3 mil.

Precauções
Para evitar prejuízos inesperados, existem moradores que estão buscando uma alternativa técnica: comprando motores e geradores próprios de energia elétrica, na qual instalam o equipamento em paralelo com o sistema público de energia. 

Um exemplo está um comerciante do bairro Fonte Nova, que, durante o "apagão" ocorrido no horário da noite deste domingo, precisou utilizar sua geração particular para assegurar o funcionamento de seus eletrodomésticos. 

"Se for depender somente da CEA, que fica brincando de desligar toda hora nossa energia, é melhor ter um gerador próprio para segurar a situação", aconselhou o comerciante, que preferiu não se identificar. 

De acordo com levantamento, mais de 10 pessoas expuseram suas reclamações de falta de energia, em um programa de rádio local na manhã desta segunda-feira (1º), e todos questionaram por perdas de materiais. 

O blog tentou contato com a assessoria de comunicação da CEA pelo telefone 3212-1300, mas o número apenas chamou no horário da manhã de hoje.

Comentários

Postagens mais visitadas