Mais de 50% dos atendimentos feitos no Hospital de Santana poderiam ser feitos nas UBS’s

De acordo com dados estatísticos do Hospital Estadual de Santana (HES), entre janeiro e julho deste ano, a unidade realizou 112.118 atendimentos. Os números fazem referência à assistência clínica, pediátrica, traumatológica e materna. 

Dentre as áreas, a estatística mostra ainda que 61 mil dos atendimentos se concentram na parte clínica, representando 54,4% da demanda assistencial realizada na unidade que, além dos munícipes de Santana, também é referência para mazaganenses e outros usuários provenientes do Estado do Pará. 

Segundo a diretora do HES, Soraia Lamarão, grande parte desses atendimentos deveria ser recebida pela atenção básica. 

“A unidade é destinada para a assistência de urgência e emergência e a maioria dos atendimentos realizados aqui é de pacientes que deveriam ser acolhidos pela atenção primária, mesmo assim, o hospital tem recebido e dado todo o suporte necessário”, ressaltou. 

O HES tem fortalecido a assistência aos pacientes com a ampliação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulta, a aquisição de uma ambulância equipada para primeiros socorros, materiais para imunização de fratura, desfibriladores, suporte de oxigênio e outros acessórios essenciais para o atendimento de urgência e emergência do paciente.

Atualmente, a unidade também está ampliando a UTI Neonatal para uma capacidade de dez leitos com monitor, ventilador e todo o suporte essencial para o desenvolvimento infantil.

Informações do Diário do Amapá

Comentários

Postagens mais visitadas