Única sobrevivente de incêndio que matou família em Santana, menor de 3 anos recebe alta hospitalar

Incêndio matou 04 membros da mesma família
Após mais de um mês internada no Hospital de Emergências (HE) de Macapá, a pequena Daniele dos Anjos, de 3 anos, recebeu alta nesta segunda-feira (17/07). 

A menina teve 50% do corpo queimado em um incêndio que vitimou a mãe, o padrasto e mais dois irmãos dela. O acidente ocorreu no dia 15 de junho, na casa onde a família morava, no bairro Paraíso, em Santana. 

De acordo com o médico Augusto Pupio, do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do HE, a criança apresentou avanço no quadro de saúde, mas ainda está com ferimentos no braço e joelho esquerdos. 

O cirurgião plástico detalha que ela vai precisar passar por cirurgia reparadora e fisioterapia até os 18 anos, quando os ossos param de crescer. 

Fogo começou no colchão do casal
“Ela está bem melhor. Só precisa de cuidados. A paciente reagiu bem ao tratamento, apenas as duas regiões mais afetadas, o braço e o joelho, que precisam ainda cicatrizar. Não é mais necessário ela permanecer internada”, disse. 

A menina vai ficar aos cuidados dos avós, que moram em Santana. Os parentes chegaram a fazer uma campanha para ajudar no tratamento enquanto a família estava internada. 

O incêndio ocorreu em uma vila de kitnets, e a perda foi considerada total pela equipe do Corpo de Bombeiros que atendeu a ocorrência. A família dormia no momento do fogo. 

Os móveis e objetos pessoais foram completamente destruídos. A causa do incêndio ainda é desconhecida. 

Vítimas
O pai da família Josivaldo César da Silva, de 41 anos, morreu no dia 21 de junho por insuficiência respiratória. Ele estava desde o incêndio em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HE com quase 90% do corpo queimado. 

Incêndio se alastrou por parte do kit-net
A esposa de Josivaldo, Débora Ferreira dos Anjos, de 21 anos, morreu após ficar 24 dias internada. Ela também permaneceu em coma desde o dia do incêndio. A mulher foi a quarta vítima do caso a falecer. 

Outros dois filhos do casal, um bebê de 2 meses e um menino de 2 anos, não resistiram aos ferimentos e morreram horas depois da tragédia. 

As crianças sofreram com complicações causadas pelas queimaduras e chegaram a ser atendidas no hospital.

Informações do G-1 Amapá

Comentários

Postagens mais visitadas