ALERTA: Policial Militar é atingido por linha com cerol e leva vários pontos

Policial levou seis pontos no pescoço
Férias, vento, crianças, adolescentes e alguns até mais adultos na rua. Mistura perfeita para soltar pipa. Mas essa inocente brincadeira pode virar tragédia: nessa época aumentam os acidentes de motociclistas com linhas de pipa com cerol. 

Para piorar tem agora a temida linha “chilena” que, embora proibida, pode ser encontrada com facilidade. 

O cerol é uma mistura de pó de vidro e cola, enquanto a linha “chilena” pode trazer em sua composição pó de quartzo e alumínio, e ambos são usados para cortar a linha do adversário. Estas linhas podem levar o motociclista a ter lesões graves, ou mesmo à morte quando atingem o pescoço. 

O policial militar Joel Pinheiro, residente em Santana, por pouco não sofreu um corte mais sério. Joel foi mais recente vítima desse material, já considerado em algumas cidades uma “arma infantil”. 

Pelas redes sociais, ele contou com detalhes o episódio que protagonizou nesta quarta-feira (05/07) no cruzamento da Avenida Maria Colares com a Rua Presidente Kennedy, que acabou lhe resultando em seis pontos na altura do pescoço. 

“Estava pilotando minha moto por uma via de Santana quando fui surpreendido por uma linha de pipa com cerol em meu pescoço. Graças a meu maravilhoso Deus eu vinha em velocidade bem reduzida e pude parar rapidamente antes que algo pior acontecesse. Fora o grande susto, levou seis pontos no corte e cicatriz que vou carregador pro resto da vida”, descreveu. 

O policial ainda deixou um alerta público, principalmente para os condutores de motocicleta e pais de crianças. “Fica também meu apelo as mães e pais, que orientem seus filhos a brincarem de forma saudável. Soltar pipa com cerol na linha põe em risco a integridade física e a própria vida de outrem”. 

Outro pedido feito por Joel foi direcionado para as autoridades municipais de Santana, cobrando maiores agilidades sobre a questão. “Por último, fica meu apelo a prefeitura de Santana e câmara municipal: Olá Prefeito Orfiney Sadala e vereadores, já passou da hora de regulamentar a lei que trata sob a proibição do uso de linha de pipa com cerol nas vias urbanas. Tragédias já aconteceram na nossa cidade”. 


Desde junho de 2013, existe uma Lei Municipal em Santana, de autoria do vereador Anderson Almeida (PR), que restringe o uso de cerol na prática de empinar pipas ou papagaios nos logradouros do município de Santana, cabendo fiscalização por parte do sistema de segurança pública municipal e multa àqueles que desrespeitarem a nova lei municipal.

Comentários

Postagens mais visitadas