Pelo Porto de Santana, Amapá compõe oficialmente a rota dos abastecedores de combustível do Brasil

Desde a última segunda-feira (08/05), o Estado do Amapá já compõe a rota dos abastecedores de combustível do Brasil, sendo distribuidor oficial para o a Região Norte.

Cerca de 25 milhões de litros serão distribuídos mensalmente através do Porto de Santana. Desse total, 7 milhões ficarão na cidade e serão distribuídos em postos de todo o Estado, e o restante, 17 milhões de litros, será transportado em balsas para Belém (PA), Manaus (AM) e Porto Velho (RO). 

Uma solenidade marcou o primeiro transbordo do produto. Para o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá, Eliezir Viterbino, representante do governo na ocasião, a iniciativa é mais uma mostra de que o Estado do Amapá é o melhor corredor logístico na atualidade. 

“Nós queremos parabenizar Santana pela iniciativa e dizer que ficamos muito felizes por esta ação que mostra o quanto o Amapá vem se destacando no mercado por conta de sua localização estratégica, que lhe torna, hoje, o melhor corredor logístico, seja ele para alimentos, combustível, e também para outros segmentos. Não tenho dúvidas de que esse é um dos principais caminhos para o desenvolvimento do Município de Santana”, garantiu Viterbino.

A Prefeitura de Santana e a Companhia Docas de Santana (CDSA), anfitriões da solenidade, informaram que para a operação obter sucesso, foi necessária a contratação de três empresas, gerando emprego para 25 profissionais diretamente. 

“Esse foi apenas o primeiro navio de combustível que recebemos, mas a atividade deve continuar, gerando empregos e movimentando a economia do município”, destacou o presidente da CDSA, Paulo Couto. 

O prefeito do Município de Santana, Ofirney Sadala, afirma que o sucesso da operação comprova que a cidade tem potencial para receber a atividade de grandes empresas através do seu porto. 

“Este é mais um passo firme que o Município de Santana dá. Precisamos vislumbrar que temos o porto que está mais perto do Panamá, dos Estados Unidos, da Europa, da Guiana Francesa e de muitos outros mercados. Isso facilita o escoamento de nossas produções no Estado. Portanto, vamos trabalhar para voltar a tornar o Porto de Santana o canal para o desenvolvimento da economia”, destacou o prefeito. 

Nessa primeira atividade do navio Vendom Street, da Antuérpia (Bélgica), que estava atracado no píer de Santana, o município recebeu 24 milhões de litros de combustível para distribuição. 

O sucesso da primeira atividade de transbordo de combustível no Município de Santana foi comemorado com um coquetel realizado no porto da Companhia Docas de Santana.

Também participaram da cerimônia a vereadora Katiane Pereira, representando a Câmara Municipal de Santana, o deputado Estadual Jory Oeiras, representando a Assembleia Legislativa do Amapá, e secretários da administração do Município de Santana.

Na ocasião, as autoridades tiveram ainda a oportunidade de visitar o interior do navio para acompanhar as operações da embarcação.

Comentários

Postagens mais visitadas