Vara da Infância de Santana divulga balanço dos trabalhos durante o Carnaval

A Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santana, sob a titularidade da juíza Larissa Noronha Antunes, realizou durante o período carnavalesco intensa fiscalização que visou coibir a permanência de crianças e adolescentes em situação de risco nos bares, boates, casas de shows, blocos carnavalescos, carros de ambulantes e similares, localizados na Avenida Santana, bairro Comercial. 

O Coordenador da Fiscalização da Vara da Infância e Juventude, Lauro Paulo da Luz, ressalta que a equipe atuou com o trabalho preventivo de distribuição gratuita de kits de cartazes aos proprietários de boates, barracas e carrinhos, sobre autuação, advertência e prevenção quanto ao acesso de crianças e adolescentes em locais de diversão e espetáculos públicos, bem como, sobre a proibição de venda de bebida alcoólica ou produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica. 

Os Agentes de Proteção da Infância e Juventude, que cooperaram no trabalho de fiscalização, abordaram 120 (cento e vinte) crianças e adolescentes, algumas com os seus responsáveis e outras estavam longe deles e a maioria sem documentação das crianças; 10 (dez) ambulantes foram notificados por permitir que seus filhos ajudassem na venda de bebidas alcoólicas e 10 (dez) autos de proteção foram lavrados pelo fato dos adolescentes estarem fora do horário permitido, desacompanhado dos pais ou responsáveis, sem qualquer documentação de identificação e ingerindo bebidas alcoólicas em situação de risco à sua integridade física. 

Atuaram com a Coordenadoria de Infância e Juventude de Santana, uma equipe de 12 (doze) Agentes de Proteção da Infância e Juventude, 15 (quinze) Policiais Militares do Gabinete Militar do TJAP (Tribunal de Justiça do Amapá), 05 (cinco) representantes do Conselho Tutelar de Santana e Policiais do 4º Batalhão da PM.

Comentários

Postagens mais visitadas