Distrito do Elesbão volta a ser atendido com linha de ônibus

Linha é antiga reivindicação dos moradores
No inicio da gestão, apenas dois dos dez ônibus previstos em contrato, circulavam em Santana. Agora, seis veículos atendem os munícipes, sendo dois na linha Fortaleza/Centro, dois na Laranjeiras/Centro e dois na Circular/Elesbão, que opera de forma integrada, atendendo os bairros adjacentes. 

O autônomo Jacicley da Silva, morador do Elesbão, disse que a comunidade do bairro sempre esperou ser atendida pelo transporte coletivo, mas só agora foi beneficiada. 

“Eu sempre usei a minha bicicleta para me locomover, só que nos dias de chuva eu ficava impossibilitado de sair de casa para trabalhar. A nova linha é uma boa opção pra gente se locomover”, falou o autônomo. 

A linha Circular/Elesbão possibilitou, ainda, a locomoção de usuários para a Unidade de Saúde do bairro. Segundo o diretor da UBS, Moisés Vasconcelos, antigamente muitas pessoas deixavam de comparecer a uma consulta ou exames devido à falta de transportes. Agora, o ônibus deixa os passageiros próximo a unidade. 

A linha Circular/Elesbão foi implantada há pouco mais de um mês aqui no bairro. Muitos moradores não têm conhecimento do serviço, por isso, a associação de moradores vem fazendo um trabalho de divulgação junto a comunidade, explicou Raimundo de Moraes, presidente da entidade. 

Segundo Josiney Alves, superintendente de Transportes e Trânsito, a empresa Sião Thur, responsável pela prestação do serviço, foi notificada a cumprir o que rege o contrato de concessão e voltou a atender a população santanense. 

“Fizemos um levantamento da necessidades de cada bairro e até mesmo os mais distantes serão atendidos. Há vinte anos os moradores do Elesbão utilizavam bicicletas para se locomover. Quem precisasse utilizar os coletivos tinha que ir até a Avenida Santana, lembrou o superintendente. 

Mesma linha circula por mais 11 bairros de Santana
A Circular/Elesbão atende também os bairros Matapí Mirim, Vale das Bênçãos e Piçarreira. A Sttrans pretender integrar as comunidades dos bairros mais distantes. 

Segundo Josiney, até o final de março a prefeitura deverá atender os moradores do Distrito Industrial, garantindo a integração das comunidades ribeirinhas do Matapí, do Rio Piratiba, alunos da escola Maria Salomé, do IFAP e do Campus da Unifap. 

Com a proposta de facilitar ainda a mais a vida de quem utiliza o transporte coletivo em Santana, a Sttrans vai fazer a remoção de onze pontos de ônibus, que estão ao longo da Rua Adàlvaro Cavalcante, e colocá-los em pontos que estão sem proteção. 

“Esses pontos foram colocados em uma via onde não há circulação de ônibus, estando sem nenhuma utilidade, por isso, vamos fazer essa remoção”, finalizou o superintendente.

Fonte: Ascom/Prefeitura de Santana

Comentários

Postagens mais visitadas