Executivo mantêm fortes pretensões para implantação de UPA’s em Santana

Em recente visita ao Estado de Alagoas, o prefeito de Santana Ofirney Sadala visitou algumas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) na cidade de Maceió, mais precisamente localizadas nos bairros do Benedito Bentes e Trapiche. 

As UPAs são administradas pela Prefeitura de Maceió, numa parceria entre o Governo do Estado e o Governo Federal. Sadala foi conhecer de perto o funcionamento técnico e modular dessas unidades e de seu atendimento. 

Com capacidade para 400 atendimentos diários (em cada uma), as unidades funcionam 24hs com procedimentos de urgência e emergência, com serviços para adulto e infantil, mantendo uma estrutura bem organizada, com aparência de sistema de saúde privada. 

Essa unidades de saúde são geridas pelo modelo de Organização Social (as chamadas O.S.), que são um tipo de empresa contratada por licitação para prestar o serviço público. Essas organizações possuem metas de atendimento mensal, o que favorece os usuários. 

“Eu me surpreendi com a qualidade e agilidade do atendimento. Tinha muita gente, mas estava organizado. Este é um modelo de saúde que pretendemos implantar em Santana para desafogar o atendimento de urgência e emergência do nosso Hospital”, disse com entusiasmo o prefeito Sadala. 

As UPAs de Maceió estão equipadas para que os pacientes possam realizar, entre outros procedimentos, exames laboratoriais, de raio-x e eletrocardiograma. 

Custeadas através de parceria entre a Prefeitura e Estado, as unidades têm salas de pequenos procedimentos cirúrgicos, medicação, nebulização, consultórios para atendimento de clínica médica e pediátrica, câmara escura, salas de raios-x, postos de coleta do laboratório, farmácias, posto de enfermagem e disponibiliza assistência 24hs. 

“A UPA que visitei tem Sala Vermelha, que é uma sala de atendimento imediato para infartados. Com todo suporte de terapia intensiva, com cinco leitos. No Amapá, o único hospital que tem Sala Vermelha é o São Camilo com dois leitos. E o bom do projeto é que o financiamento é todo do Ministério da Saúde. Precisamos apenas da articulação e do apoio dos nossos parlamentares federais para que o ministro da Saúde autorize uma UPA dessas para Santana”, concluiu o prefeito santanense.

Comentários

Postagens mais visitadas