Preso 05 pessoas acusadas de tráfico e posse ilegal de arma de fogo

Por volta das 16:30hs desta quinta-feira, 1º de dezembro, uma guarnição da Companhia Especializada em Rádio Patrulhamento Motorizado (CERPM) do 4° Batalhão da Polícia Militar, fazia o patrulhamento pela Rua Salvador Diniz, em frente ao Hospital de Emergências de Santana, no bairro Nova Brasília. Neste momento, avistou um casal em atitude suspeita trafegando numa motocicleta. 

Motivados pelo fato de aquele lugar já ter sido alvo de constantes denúncias de tráfico de entorpecentes, a equipe decidiu abordar a dupla. Durante o procedimento, constatou-se que o condutor, identificado posteriormente como Leandro da Silva Vanziler, de 22 anos, tinha em sua posse uma pequena porção de substância supostamente entorpecente, semelhante a "crack". 

Em sua companhia estava Fernanda Laiana de melo Santos, de 24 anos. Questionado sobre a procedência do material ilícito, Leandro assumiu ser seu. Indicou ainda uma casa onde haveria uma quantidade maior da mesma substância. 

A equipe então se dirigiu ao endereço informado, na Travessa 11 do bairro Provedor II. Na residência apontada pelo acusado, a guarnição foi recebida por Fernando da Silva Brito, de 31 anos, o qual autorizou a entrada dos policiais, bem como a busca domiciliar, durante a qual foi possível encontrar mais uma pequena porção de substância supostamente entorpecente, semelhante ao crack, além de um tablete inteiro da mesma substância. 

Estavam também na casa Aniela Brenda Vidal de Melo Cardoso, de 23 anos; e Maikon da Silva Brito, de 24 anos. Indagado se, além do que já fora apreendido, haveria mais alguma quantidade de entorpecentes em alguma outra residência, Leandro respondeu que na sua casa, localizada na Travessa Gomes Freire de Andrade, no bairro remédios II, estaria guardada uma determinada quantidade de substância entorpecente. 

Chegando no local, a equipe realizou a busca domiciliar e encontrou um tablete fechado e outro pela metade de uma substância semelhante à maconha; duas balanças de precisão; vários utensílios usados na embalagem de entorpecentes, para fins de comercialização; bem como uma arma de fogo tipo pistola, de marca taurus, modelo "ponto 40" e 06 (seis) cartuchos intactos. 

Foi encontrado ainda a quantia de R$ 3.836,00 (três mil, oitocentos e trinta e seis reais) e vários objetos cuja origem Leandro não soube explicar, os quais apontam para a possibilidade de terem sido adquiridos por meio da comercialização de substância entorpecente. 

Ao térmico de todas as verificações e buscas, que duraram em torno de 2h30min, e equipe conduziu os acusados e toda a materialidade até a 1° delegacia de Polícia Civil de Santana, a fim de apresentá-los ao delegado plantonista. 

Informações de DRPI - 4°BPM

Comentários

Postagens mais visitadas